Linguagem web2

276 visualizações

Publicada em

Apresentação em aula sobre adequação de textos para internet

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
276
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Linguagem web2

  1. 1. Compreensão textualCOMO VOC3 V4I L3R 3ST3 T3X+O?
  2. 2. Qual a diferença???
  3. 3. LINGUAGEM PARA INTERNET TEXTOS INFORMATIVOS EMAIL DOCUMENTOS ONLINE ORGANIZAÇÃO DE LAYOUT
  4. 4. LEITURA NA WEB O que mais atrai em notícias na internet: Título – 30,6% Fotos – 24% Chamadas das matérias: 23% CONTEÚDO: 15%
  5. 5. “ENTRADAS” DE TEXTO
  6. 6. INFORMAÇÕES DETALHADAS Nível de resposta SIM NÃO NR
  7. 7. ESTRUTURAS SUGERIDAS PARA TEXTO Pirâmide invertida – o mais importante primeiro
  8. 8. ESTRUTURAS SUGERIDAS DE TEXTO Narrativa – texto ficcional
  9. 9. ESTRUTURAS SUGERIDAS DE TEXTO Organização em blocos – com hipertexto ou rolagem
  10. 10. Frase: ordem direta O conteúdo é tão importante quanto a forma em um texto informativo. As frases devem ser simples e diretas. A ordem direta é a estrutura mais natural da língua portuguesa. Na Web, a eficiência informativa é essencial à comunicação. Dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) apontam ainda que no horário do auge dos engarrafamentos, às 19h, a piora no trânsito foi mais intensa, de 10%.
  11. 11. Frase: tamanho Quanto maior a frase, mais difícil de ler. O ponto final dá ritmo ao texto. Uma frase deve corresponder a uma idéia. Na Web, velocidade de compreensão da informação é ainda mais importante do que no texto impresso.  Frases com mais de uma sentença devem ser evitadas.  Termos técnicos e conceitos transmitem informação de maneira suscinta. São úteis para deixar o texto mais curto.  Dica: corte adjetivos e expressões adicionais pouco significativas sempre que possível. Qualquer frase com mais de dois verbos é “suspeita”, se possível devem ser quebradas em duas ou mais frases.
  12. 12. Frase: vocabulárioO vocabulário também pode ser uma barreira para a compreensão do leitor.Embora a Web torne fácil a procura do significado de termos menos comuns,perde-se a atenção atenção do leitor. Quebra-se a continuidade da leitura. Como regra geral evite jargões e palavras “difíceis” Não repita palavras ou expressões. É interpretado como falta de domínio da linguagem escrita  A repetição é sempre uma oportunidade perdida de apresentar mais informações, usando o mesmo espaço Dica: prefira sempre o termo mais comum. Ou seja, use “fora de moda” e não “anacrônico”
  13. 13. Exemplos
  14. 14. CREDIBILIDADE NO TEXTO“O carro é bom”  A afirmação depende da credibilidade da avaliação do autor."O carro atinge 100 km/h em 3 s, percorre 25 km com um litro de gasolina enão há relatos de problemas mecânicos depois de 50 mil km rodando nasestradas brasileiras".  O leitor precisa acreditar nos dados fornecidos pelo autor.“De acordo com a Revista 4Rodas, o carro é bom.  A credibilidade da opinião é sustentada por outro meio de comunicação.“De acordo com a Revista 4Rodas, o carro atinge 100 km/h em 3 s, percorre 25km com um litro de gasolina e não há relatos de problemas mecânicos depoisde 50 mil km rodando nas estradas brasileiras".  O índicio da apuração de fatos de outro meio de comunicação incrementa a credibilidade do argumento.
  15. 15. COESÃO: REPETIR ELEMENTOS NOTEXTO O conjunto das frases ganha coesão através de seu sentido. As idéias centrais devem reaparecer ao longo do texto, sem que isto implique na repetição de palavras e expressões. Na Web, esta prática requer especial cuidado, pois os textos são curtos e concisos. Exemplo "Guga perdeu novamente na primeira rodada de um grande torneio internacional. O melhor tenista brasileiro da história passa por um momento difícil desde a operação no quadril em fevereiro de 2002. O tri-campeão de Roland Garros... O ídolo da torcida ..."
  16. 16. Coesão: ritmo do texto Um texto inteiramente em ordem direta é monótono. A inversão desta ordem varia o ritmo e permite dar maior ênfase a determinadas idéias. Como a Web implica rapidez de compreensão, é preciso balancear a ordem direta (simplicidade da frase) com sua inversão. O prazo para a entrega do Imposto de renda termina amanhã. Mais de 5 milhões de pessoas ainda não enviaram a declaração à Receita Federal. A internet foi o meio preferido pela maior parte dos contribuintes. Amanhã, o prazo para a entrega do Imposto de Renda termina. Mais de 5 milhões de pessoas ainda não enviaram a declaração à Receita Federal. A internet, novamente, foi o meio preferido pela maior parte dos contribuintes.
  17. 17. Coesão: Pronomes e conectores Vários elementos de textos realizam a conexão entre as frases. É preciso conhecer as possibilidades e entender como utilizá-las. Os paragráfos curtos e o privilégio da ordem direta recomendados na Web, tornam a coesão mais importante.  Conectores (“além disso”, “entretanto”, “porém”, etc)  Articulam a relação significativa entre frases e entre sentenças. Devem ser usadas quando facilitam a compreenssão do leitor.  Pronomes (eu, tu, ele, elas, nós, etc)  Podem servir para substituir os sujeitos, mas devem ser evitados. Normalmente, são dispensáveis (sujeito oculto). Também podem gerar confusão, pois o leitor deve ligar o pronome ao que substitui.
  18. 18. ExemploAs pequenas empresas são beneficiadas por algumas simplificações nos trâmitesde exportação, como o "Exporta fácil" dos Correios e o "Simplex".Entretanto, ainda é fundamental aprender a identificar oportunidades no mercadointernacional e aprender negociar com culturas diferentes.“Os bandidos entraram em acordo com a policia para terminar a rebelião. Elespreferiram uma saída pacífica. ”  Eles quem? Será que “eles” se refere aos bandidos, a polícia ou ambos?
  19. 19. Padronização  Norma Culta  Manual de Redação e Estilo do O Estado de S. Paulo  Específicos  Para manter a coerência dos textos nos casos não cobertos pela norma culta  Como desenvolver e colocar em prática  Uma lista inicial das dúvidas mais comuns deve estar disponível na intranet para todos os criadores de conteúdo  A lista é dinâmica e deve crescer na medida que houver a identificação de necessidade
  20. 20. EXEMPLOS DE REGRAS  Números  De um a dez devem ser escrito por extenso. Acima de 11, em algarismos. A exceção é para os números no início das frases que devem ser sempre escritos por extenso.  O mesmo vale os ordinais.  Nos números acima de mil use um ponto para facilitar a leitura (como em 1.001.987).
  21. 21. EXEMPLOS DE REGRAS Datas e horas  Nos números redondos ou arredondados use mil, milhão, bilhão, etc acompanhados de algarismos com até uma casa decimal. Ou seja, use 1,5 milhão e não um milhão e 500 mil.  Nomes de meses e dias da semana não devem ser abreviados. Os dias do mês devem ser sempre expressos em numerais.  Horas devem ser abreviados no seguinte formato: 21h30. Portanto, não use “9 e meia da noite”. Acrescente “min” no final apenas se a precisão da informação chegar aos segundos como 21h30min45s.
  22. 22. EXEMPLOS DE REGRAS  Cargos  Deve vir sempre antes do nome da pessoa. Apenas nas colunas sociais a pessoa é mais relevante que o cargo que ocupa. O nome do cargo deve ser escrito em caixa baixa e a instituição que representa em caixa alta. Ou seja, o diretor do SEBRAE-SP faz parte da Diretoria do SEBRAE-SP.  Palavras em maiúscula  Fora do início de frases, deve ser usada em caixa-baixa. A internet há tempos deixou de ser novidade  Convenções da Web  Palavras em CAIXA-ALTA são interpretadas como GRITOS e é considerado falta de educação na internet  Evite exclamações!!!
  23. 23. FONTES  Folha de São Paulo: noticias.uol.com.br  Revista Piauí: http://revistapiaui.estadao.com.br/edicao-60/anais- da-religiao/vitoria-em-cristo  Estadão (Economia): http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,a-mp-dos- derivativos-sofre-muitas-criticas-ate-do-bc-,782746,0.htm

×