ESTUDO SOBRE FATORES QUE INFLUENCIAM NO CUSTO DA
APLICAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA FOTOVOLTAICA
Bianca Baumgart
Deivid Silveir...
frequência. Caso a produção seja maior do que a necessidade do consumidor,
o excedente pode ser inserido na rede da compan...
para a produção de energia elétrica por energia solar. Quanto maior a radiação
solar incidente, maior a energia elétrica p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudo sobre fatores que influenciam no custo da aplicação de energia elétrica fotovoltaica

355 visualizações

Publicada em

Estudo sobre fatores que influenciam no custo da aplicação de energia elétrica fotovoltaica

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
355
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo sobre fatores que influenciam no custo da aplicação de energia elétrica fotovoltaica

  1. 1. ESTUDO SOBRE FATORES QUE INFLUENCIAM NO CUSTO DA APLICAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA FOTOVOLTAICA Bianca Baumgart Deivid Silveira Renato Somer Teilor Diel Vilmar Douglas Mesquita (Curso de Engenharia Elétrica – IFSC/Florianópolis) Nosso país é rico em recursos naturais para a produção de energia elétrica, temos grandes rios, bastante vento e grande incidência solar sobre todo o território, entretanto, junto com o desenvolvimento e o crescimento econômico vem a preocupação de como suprir a demanda energética. Uma fonte de energia que está se popularizando no Brasil é a geração fotovoltaica, ou seja, a produção de energia através da radiação solar. Nosso país tem uma grande incidência de sol durante o ano todo, o que é um fator positivo para a utilização dessa fonte. Aos poucos, ela ocupa maior espaço; apesar de ter um custo um pouco elevado na instalação, possui diversos fatores vantajosos. Uma das alternativas seria fazer de cada residência um pequeno produtor de energia elétrica, seja para o próprio consumo ou até mesmo para (creditar ou vender) o excedente produzido, através da instalação de painéis fotovoltaicos em seus telhados. O presente trabalho tem por objetivo apresentar dados que provem a viabilidade ou não da implantação do sistema de produção de energia elétrica através de painéis fotovoltaicos. A produção de energia elétrica fotovoltaica ocorre pela captação da radiação solar por painéis feitos de silício, este método de produção é considerado renovável e limpo, pois não agride ou altera o meio ambiente. Qualquer lugar que esteja exposto à radiação solar é considerado um produtor em potencial, por exemplo: telhados de prédios comerciais ou residenciais, telhados de casas, campus universitários, até mesmo tetos de veículos automotores. Uma vez produzida energia através desse sistema, a mesma pode ser compatibilizada com energia elétrica fornecida pela companhia, esse processo é possível com o auxílio de um equipamento chamado inversor de
  2. 2. frequência. Caso a produção seja maior do que a necessidade do consumidor, o excedente pode ser inserido na rede da companhia e transformado em créditos para o produtor, proporcionando assim o retorno financeiro do investimento. Existem equipamentos que são essenciais para montar um sistema de produção de energia elétrica por painéis fotovoltaicos. Os equipamentos necessários são: painel fotovoltaico, controlador de carga, baterias para armazenamento de carga em um sistema desconectado da rede elétrica convencional e inversor de corrente, de corrente contínua para corrente alternada. Estes equipamentos estão mostrados na figura abaixo. Os aspectos que influenciam na viabilidade econômica da aplicação do sistema de produção de energia elétrica por placas solares são: a) A natureza do sistema fotovoltaico: que pode ser off grid (desconectado da rede) e on grid (conectado à rede). Para instalações interligadas à rede elétrica pública, o custo atualmente é superior ao da energia fornecida de forma convencional. No caso de sistemas fotovoltaicos distribuídos, no entanto, o preço da energia fornecida no ponto de consumo não pode ser comparado diretamente ao custo no barramento de uma usina geradora convencional, visto que as perdas por transmissão, são consideráveis no segundo caso e praticamente inexistentes no primeiro. b) a radiação solar na região a ser instalado: é um fator determinante
  3. 3. para a produção de energia elétrica por energia solar. Quanto maior a radiação solar incidente, maior a energia elétrica produzida. c) a modalidade da tarifa cobrada pela concessionária: a instalação das placas de energia solar possibilita que o consumidor possa optar pela Tarifa Branca, sem se preocupar com alteração de rotina e controle de horários. Isso é possível pois o sistema de geração de energia elétrica através das placas de energia solar conta com um sistema de baterias, que armazena o excedente da energia elétrica gerada e não usada durante o dia. Então, nos horários de ponta, quando geralmente o consumo é maior, a energia a ser utilizada, será proveniente das baterias, e não da rede elétrica. A produção de energia elétrica através da energia solar vem sendo cada vez mais aplicada em diversos tipos de locais, como residências, prédios comerciais, regiões com difícil acesso para longas linhas de transmissão de energia elétrica. Apesar desta forma de produção de energia ser muito utilizada em países europeus, como a Alemanha, no Brasil ela ainda não é tão utilizada devido ao custo elevado, o preço médio fica entre vinte mil e quarenta mil reais, e curto tempo de vida útil, de em média 15 anos. Com esta pesquisa mostramos que mesmo sendo um projeto caro e dependente de diversos fatores para a produção de energia, ele não é inviável para um sistema residencial que não visa lucro e sim apenas retorno do investimento, pois não gera prejuízo, porém não é viável para produtores comerciais, por não fornecer lucro ao produtor. Mas como o uma forma de energia alternativa, em residências particulares é uma alternativa promissora por não causar prejuízo e por tornar o sistema independente da rede elétrica convencional.

×