Nova Atlântida Francis Bacon 13

1.747 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.747
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nova Atlântida Francis Bacon 13

  1. 1. NOVA ATLÂNTIDA DE FRANCIS BACON
  2. 2. A obra principal do cientista, Humanista Francis Bacon,cria um romance baseado na lenda de Atlântida, o reino que foi perdido misteriosamente no oceano Atlântico, onde havia uma civilização muito desenvolvida, considerada utópica na visão dos intelectuais da época moderna.
  3. 3. A obra trata, no primeiro momento, de uma velejada rumo à China e ao Japão, as viagens duravam muito tempo e vários homens ficavam doentes. Pensando que iriam morrer no mar, avistaram uma ilha. O primeiro contato com o povo foi de espanto. Os moradores permitiram a residência dos velejadores por alguns dias. Então alguns navegantes perguntaram por que a ilha de Bensalém era muito desenvolvida mas não era conhecida por ninguém, e foi a partir daí que um monge que os acolheu em uma casa chamada de Colégio de Salomão lhes contou a história daquele povo.
  4. 4. Há muito tempo surgiu uma luz vinda do mar. Um sacerdote foi ao encontro da luz com outros barcos, mas só o barco do sacerdote se aproximou. Ele viu, então, um cofre onde continha os livros do antigo e do novo testamento, quem recebesse obteria paz e bem aventuransa de Jesus Cristo. Quanto à questão de serem desconhecidos, era por causa de uma grande guerra em Coya, (como era chamado o Peru e México). Eles haviam se enfrentado em Bensalém e destruído tudo o que tinham visto. A família que sobreviveu começou a andar nua e sem comunicação vivendo isolados, ficaram dependentes de tudo e a criarem coisas como o Colégio de Salomão. Para justificar os objetos avançados que eles tinham, o monge explicou que eles viajariam por doze anos com os navios cheios de ouro retirados das escavações e trocaram por objetos de última geração, de ciências que haviam acabado de desenvolver. Por isso, obtinham tecnologia de diversas partes do mundo.
  5. 5. No casamento não era permitido poligamia e para o ritual era feito em dois lagos conhecidos por “Adão e Eva” onde os noivos ficavam nus e eram examinados por um amigo. O desenvolvimento de Bensalém era voltado para a natureza, como as curas em cavernas, água para o prolongamento da vida, confeitaria, diversos tipos de plantas. Para aumentar o conhecimento em outras áreas como a medicina, eles usavam mortos e tinham certos aparelhos para aumentar a audição, ver a urina e o sangue,(coisas não-visíveis) e observar coisas ao longe.
  6. 6. Para o divertimento também existia, casas de som e de ilusões, espécies de jogos de prestidigitação. Fabricavam armas de fogo que queimavam na água e imitavam os voos dos pássaros. Gostavam de inventar, se reuniam para saber em qual invenção trabalhar e quem inventasse algo útil, sem exagero e que não ofendesse a natureza, ganhava uma estátua numa grande galeria. Também predestinavam os terremotos, tempestades e inundações.
  7. 7. Para Francis Bacon, “Nova Atlântida” foi uma obra que mostrou uma cidade totalmente naturalista e voltada para o bem supremo, além de não ofender o que é natural. Bacon apresenta uma civilização igualitária, onde todos têm direitos e deveres. Nesta cidade, a visão de natureza é igual a todos e ninguém faz uma antecipação errada ou toma de um outro intelecto essa visão, a qual era considerada por Bacon uma visão totalmente fantasiosa, pois para ele todos devem ter sua própria opinião, mas de modo que ela seja voltada para a luz e não cause algo de diferente no que é natural.

×