UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP 
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 
CURSO DE PEDAGOGIA 
Disciplina: Fundamentos e Metodolog...
2. Introdução 
3. Desenvolvimento 
4. Considerações finais 
5. Referências 
6. bibliográficas
O Trajeto – Mapa 
Todos os integrantes do grupo relembraram o seu trajeto com base nos conceitos cartográficos. 
Como cada...
O Trajeto – Mapa
O percurso a ser realizado é atravessado de grandes pontos como da o banco do brasil 
Que fica bem próximo a minha casa, o...
Nascei no ano de 1985, morava no município de Davinópolis – MA de lá vim para 
Goiânia em busca de crescer profissionalmen...
Ao sair de casa que era de pau a pic sempre passava pela pracinha da cidade 
Ate chegar na escola tudo era muito simples.
Contextualização – Paulo Wanderson 
1985 – Ano do Meu nascimento 
2002 – Sai da minha cidade Natal Davinópolis – MA para G...
2008 – Alcancei minha vaga tão sonhada na faculdade para o curso de Educação Física 
2012 Ano de mudança e de propósitos c...
Relatório Geral 
É fundamental para o ensino da Geografia que o professor crie e planeje situações nas quais os alunos 
po...
O RETRATO DA MINHA CIDADE 
Natal Davinópolis – MA seu rio cacau, a delegacia da cidade, as casas sobre palha as 
famílias ...
Para que isso se concretize, é preciso partir da ideia de que a linguagem cartográfica é um sistema de 
símbolos que envol...
Essas alternativas metodológicas têm em sua essência a aplicação dos princípios da pesquisa, 
observados o caráter da prob...
Conclusão : 
É fundamental para o ensino da Geografia que o professor crie e planeje situações nas quais os alunos 
possam...
Referências Bibliográficas 
h 
ttp://professorhamiltontelles.blogspot.com.br/2008/02/fundamentos-e-metodologia-do-ensino-...
Atps literatura infantil
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atps literatura infantil

1.799 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.799
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atps literatura infantil

  1. 1. UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA CURSO DE PEDAGOGIA Disciplina: Fundamentos e Metodologia da História e Geografia POLO UNI-EDUCAÇÃO 7109 ACADÊMICOS RA 01. ALESSANDRA CANDIDA DA SILVA 395927 02. WALDIVANIA APARECIDA DE OLIVEIRA COSTA 363789 03. PAULO WANDERSON NOGUEIRA DA SILVA 352728 04. MARIA APARECIDA DA PENHA 364107 GOIÂNIA – GO Junho de 2014
  2. 2. 2. Introdução 3. Desenvolvimento 4. Considerações finais 5. Referências 6. bibliográficas
  3. 3. O Trajeto – Mapa Todos os integrantes do grupo relembraram o seu trajeto com base nos conceitos cartográficos. Como cada integrante do grupo mora em um município diferente sendo assim, cada um foi responsável para a elaboração de seu trajeto. Após concluirmos a parte dos trajetos escolhemos um apenas um trajeto, os símbolos estavam bem colocados . Trocamos algumas informações e questionamentos e fizemos algumas mudanças no mapa escolhido que acabamos finalizando e passando o mapa para a cartolina. O grupo neste passo elaboraram os trajetos com os símbolos suas identificações, organização espacial, cores, localização e demais atributos. Análise : Eu e centrados, o trajeto e a explicação e a localização estavam bem colocados. Análise : Eu observei no mapa escolhido da colega de grupo que estava muito bom, obtive um bom entendimento da localização de seu trajeto, deu para observar com clareza e nitidez os pontos principais onde a colega percorre para chegar até a faculdade .
  4. 4. O Trajeto – Mapa
  5. 5. O percurso a ser realizado é atravessado de grandes pontos como da o banco do brasil Que fica bem próximo a minha casa, o viaduto que da acesso a trindade ao colégio estadual João Biênio e por fim a escola Moises Santana meu local de destino. Goiânia - GO
  6. 6. Nascei no ano de 1985, morava no município de Davinópolis – MA de lá vim para Goiânia em busca de crescer profissionalmente através de um estudo melhor e de Oportunidades.
  7. 7. Ao sair de casa que era de pau a pic sempre passava pela pracinha da cidade Ate chegar na escola tudo era muito simples.
  8. 8. Contextualização – Paulo Wanderson 1985 – Ano do Meu nascimento 2002 – Sai da minha cidade Natal Davinópolis – MA para Goiânia 2003 – Aprendi a ser outra pessoa, a mudança foi grande e de grande satisfação 2005 – Foi marcado com a conquista do meu primeiro emprego na grande Goiânia
  9. 9. 2008 – Alcancei minha vaga tão sonhada na faculdade para o curso de Educação Física 2012 Ano de mudança e de propósitos comprometedores resolvi fazer minha segunda Graduação no curso de pedagogia na anhanguera 2014 – Conquistei meu primeiro cargo como professor
  10. 10. Relatório Geral É fundamental para o ensino da Geografia que o professor crie e planeje situações nas quais os alunos possam conhecer e utilizar procedimentos como a observação, a descrição, a experimentação, a analogia e a síntese, considerando a especificidade e a contextualização dos processos, questões, fenômenos, fatos e conceitos geográficos . Os alunos precisam aprender a analisar, a explicar, a compreender e também a representar processos geográficos presentes no espaço e realizadores dos diferentes tipos de paisagens e territórios. Para tanto, é preciso considerar as formas e os meios que auxiliem o professor no alcance desses propósitos. A cartografia é um conhecimento que vem se desenvolvendo desde a pré-história até os dias de hoje, sintetizando informações e expressando situações — sempre envolvendo idéias de produção e organização do espaço. A linguagem cartográfica ocupa um lugar de importância, desde o início da escolaridade, contribuindo para que os alunos venham não só a compreender e a utilizar uma ferramenta básica de leitura do mundo, os mapas, mas também a desenvolver capacidades relativas à representação do espaço. As formas mais usuais de se trabalhar com a linguagem cartográfica na escola ainda são situações nas quais os alunos têm de colorir mapas, copiá-los, escrever os nomes de rios ou cidades, memorizar as informações neles representadas. Contudo esse tratamento metodológico não garante que eles construam os conhecimentos necessários, tanto para ler mapas quanto para representar o espaço geográfico.
  11. 11. O RETRATO DA MINHA CIDADE Natal Davinópolis – MA seu rio cacau, a delegacia da cidade, as casas sobre palha as famílias humildes e sem saneamento básico marcava o cenário do nordeste na quele pequeno espeço geográfico Desse nosso tão rico e poderoso Brasil
  12. 12. Para que isso se concretize, é preciso partir da ideia de que a linguagem cartográfica é um sistema de símbolos que envolvem proporcionalidades, uso de signos ordenados, técnicas de projeção e de análise das representações. A leitura de representações cartográficas também pretende atender a diversas necessidades, das mais cotidianas (chegar a um lugar que não se conhece, entender o trajeto dos mananciais, por exemplo) às mais específicas (como delimitar áreas de plantio, compreender zonas de influência do clima).A escola deve criar oportunidades para que os alunos construam conhecimentos sobre e com essa linguagem em dois sentidos: como pessoas que representam e codificam o espaço e como leitores das informações expressas através dela. Isso não significa que os procedimentos tenham um fim em si mesmo. Observar, descrever, experimentar e comparar fatos e fenômenos por meio de representações cartográficas são ações que permitem construir noções espaciais, favorecem compreensões geográficas, estimulam a identificação de problemas e a elaboração de soluções que a Geografia, como ciência, produz . O estudo do meio constitui outra alternativa metodológica bastante específica do ensino de Geografia, proporcionando a abordagem das questões ambientais, sociais, políticas, econômicas, culturais, entre outras. Além disso, proporciona a observação, a compreensão, a avaliação e a intervenção em processos físicos da natureza. Outra abordagem das questões geográficas na escola, compatível com a proposta curricular em foco, inclui o uso dos meios de comunicação de massa e as novas tecnologias de informação. Os cuidados com essa utilização também incluem a formação de atitudes e o desenvolvimento de procedimentos, preferencialmente trabalhados numa perspectiva interdisciplinar e sem a limitação tecnicista da Geografia quantitativa e da Geografia tradicional.
  13. 13. Essas alternativas metodológicas têm em sua essência a aplicação dos princípios da pesquisa, observados o caráter da problematização, da coleta e análise de dados, da formulação de reflexões, de julgamentos e de sínteses. Precisam, também, considerar a perspectiva da formação crítica e da alfabetização comunicativa da cidadania na sociedade da informação. Os equipamentos que permitem essas práticas não podem ser priorizados pela metodologia de aprendizagem, apenas pelo seu simples domínio e uso. São as formas de usar suas possibilidades de comunicação e de informação que se constituem alternativas didáticas. Assim, projetar um filme, acessar a internet, capturar um texto, assistir a um programa televisivo, escrever um texto no computador são ações que se tornam educativas pela intencionalidade pedagógica do ensinar e do aprender, não porque são práticas do nosso tempo
  14. 14. Conclusão : É fundamental para o ensino da Geografia que o professor crie e planeje situações nas quais os alunos possam conhecer e utilizar procedimentos como a observação, a descrição, a experimentação, a analogia e a síntese, considerando a especificidade e a contextualização dos processos, questões, fenômenos, fatos e conceitos geográficos.
  15. 15. Referências Bibliográficas h ttp://professorhamiltontelles.blogspot.com.br/2008/02/fundamentos-e-metodologia-do-ensino-de_22.html Convenções cartográficas. Disponível em: < https://docs.google.com/file/d/0B8qKHuHMENveGtxa0VJWDNSWWs/ edit?usp=sharing >. Acessado em: 29 maio de 2014. http://arquivos.castelobranco.br/data/publico/instrucionais/pedagogia/metodologia_ensino_historia_geo grafia.pdf

×