SlideShare uma empresa Scribd logo

Pibid subprojeto geografia 2012 alterado (1)

Este documento descreve um subprojeto de ensino de Geografia na Universidade Federal da Grande Dourados que visa utilizar linguagens pictóricas para contribuir no processo de alfabetização e letramento geográfico de estudantes do ensino básico. O subprojeto planeja realizar formação de professores, desenvolver atividades didáticas com imagens e avaliar seus resultados para aprimorar o ensino e aprendizagem da Geografia.

1 de 4
Baixar para ler offline
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
            COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR
            DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL – DEB


                                               ANEXO II
                                     Edital Pibid n° /2012 CAPES
        PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID
                          DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura)


1. Nome da Instituição                                                                UF
Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD                                        MS
2. Subprojeto de Licenciatura em:
Geografia
3. Coordenador de Área do Subprojeto:
Nome: Alexandre Bergamin Vieira                                   CPF: 268.934.098-42
Departamento/Curso/Unidade: Faculdade de Ciências Humanas – FCH/Curso de Licenciatura em
Geografia
Endereço residencial: Rua Espanha, 415 – Alto das Paineiras – Dourados - MS
CEP: 79826-380
Telefone: DDD (67) 81884420
E-mail: alexandrevieira@ufgd.edu.br
Link para o Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?
id=K4764744A8
4. Apresentação da proposta (máximo 1 lauda)
Título: Ensino de Geografia e o uso de linguagem pictórica
          O presente subprojeto assenta-se nos princípios que norteiam o Programa Institucional de Bolsa
de Iniciação à Docência (PIBID) e na experiência adquirida nos anos de 2009, 2010 e 2011, por conta do
desenvolvimento de outros subprojetos no Curso de Geografia da UFGD. Além disso, propõe-se a
interlocução com o Subprojeto de Geografia (O papel das linguagens no processo de alfabetização
geográfica: referências para a formação do professor de Geografia), em andamento desde meados de
2011 na UFGD. Um dos princípios elementares no ensino de Geografia é o processo de alfabetização
geográfica e, para tanto, o uso das mais diferentes linguagens permite a leitura do espaço geográfico.
Assim, como no subprojeto em andamento, que faz-se uso de diferentes linguagens para possibilitar a
alfabetização geográfica, pretende-se usar as linguagens pictóricas para alcançar o mesmo objetivo.
          A educação básica assenta-se, fundamentalmente, pelo processo de alfabetização e letramento e
este não é de responsabilidade apenas do professor de língua portuguesa ou dessa área, mas de todos os
educadores que trabalham com a leitura e a escrita. As diversas disciplinas que compõem o currículo desse
nível de ensino estabelecem princípios e aportes de linguagens dos mais variados tipos que serão
apropriadas pelos alunos como ferramentas de comunicação, de leitura e de compreensão do mundo.
Assim, cabe aos educadores, definirem, no planejamento escolar, as linguagens e os suportes que serão
trabalhados, bem como os objetivos a serem atingidos em cada situação de aprendizagem para que a
identidade/singularidade de cada disciplina seja evidenciada. Porém, isso não significa negação de
abordagens interdisciplinares e transdisciplinares dos conhecimentos.
          Que contribuição específica a Geografia pode acrescentar ao processo de alfabetização e
letramento pelo qual passa o aluno da Educação Básica? Para Pereira (1996, p.53), a alfabetização, para a
Geografia, somente pode significar que existe a possibilidade do espaço geográfico ser lido e,
consequentemente, entendido, configurando instrumento concreto do conhecimento e de desvendamento

                                                                                                       1
da realidade pelo aluno. Tal processo se realiza pela análise geográfica da espacialização territorial dos
fenômenos e, portanto, como eles se organizam.
          Nesse sentido, as finalidades de ensino e aprendizagem da geografia escolar é formar no
educando a consciência espacial cidadã, construída a partir da leitura dos espaços de vida na perspectiva
transescalar da realidade socioespacial, ou seja, desde suas dimensões locais às globais, processo
denominado como educação geográfica, expressão resultante da amálgama entre as expressões
alfabetização geográfica e letramento geográfico, proposta por Castellar e Vilhena (2010, p. 23).
          Para tanto, o letramento deve ser entendido como o conjunto de práticas que denotam a
capacidade de uso de diferentes tipos de material escrito. A criança, mesmo não alfabetizada, já pode ser
inserida em um processo de letramento, pois ela faz a leitura incidental de rótulos, imagens, gestos,
emoções. O contato com o mundo letrado ocorre muito antes das letras e vai além delas. Uma análise mais
detalhada sobre as estreitas relações entre alfabetização e letramento é apresentada em Soares (2003).
          A escola básica é o lugar, por excelência, para a construção da consciência espacial. A geografia
escolar permite decodificar a realidade sob o olhar espacial, na medida em que o aluno contrapõe ao
conhecimento que ele traz consigo os conceitos cientificamente elaborados, produzindo, então, o seu
próprio conhecimento. É papel fundamental trabalhar referências utilizando-se das informações da própria
realidade, considerando o espaço vivenciado e visível na valoração da identidade do aluno e de sua
situação no mundo social.
          Para alcançar tal feito, o subprojeto valer-se-á da leitura crítica da arte sob o ponto de vista de
uma leitura crítica da ciência geográfica. A arte será compreendida como uma linguagem de veículo
epistemológico, como meio de estudo e identificação do mundo e propor leituras do mundo a partir do
dispositivo da obra, estabelecendo interfaces da arte com a produção da cidade, do território, da cartografia
e do espaço global. (Marquez, 2009, p.7).
          A arte que será usada neste subprojeto, restringir-se-á ao uso do pictórico (obras de arte) e do
fotográfico, justamente como linguagens facilmente acessíveis nas linguagens midiáticas eletrônicas,
especialmente a Internet.

Objetivos:
Geral:
- contribuir para a formação inicial de professores de Geografia desenvolvendo reflexões teóricas e ações
voltadas à análise e utilização da linguagem artística (pictórica) para o letramento e a alfabetização
geográfica.
Específicos:
- analisar, compreender e potencializar as linguagens pictóricas no ensino de Geografia;
- proporcionar ambientes e práticas pedagógicas para os professores de Geografia da rede pública no uso
de outras linguagens não comumente utilizadas na escola;
- propor atividades com uso de linguagem pictórica para realização do processo de letramento e de
alfabetização geográfica.

5. Ações Previstas
- avaliação diagnóstica da escola: dialogar com os gestores das escolas participantes e com os
professores supervisores, justamente para avaliar as necessidades das escolas e as possibilidades de
trabalhos futuramente executados;
- estabelecer metas com os gestores e com os supervisores;
- formação inicial e continuada, por meio de estudos teóricos, com os bolsistas (pibidianos) e professores
supervisores sobre temas: Geografia e seu ensino; alfabetização e letramento em Geografia; o uso de
diferentes linguagens no ensino de Geografia.
- reuniões semanais de planejamento entre coordenador, alunos bolsistas e supervisores na UFGD e nas
escolas, para proposições de ações didáticas;
- elaboração de sequências didáticas aplicáveis nas escolas, em consonância com os professores
supervisores;
- reuniões de avaliação nas escolas, diagnosticando os avanços e as possibilidades, com a participação do
coordenador, alunos bolsistas e supervisores;
- registros fotográficos e fílmicos das ações desenvolvidas para registro e divulgação;
- elaboração de blog para divulgação de material didático, sequências didáticas e reflexões teóricas;
- produção de textos científicos por parte de coordenador, alunos bolsistas e supervisores para divulgação
das ações do subprojeto em eventos;

                                                                                                           2
- participação em eventos científicos para divulgação do trabalho desenvolvido nas escolas.
6. Resultados Pretendidos
- formação inicial à docência, especialmente para que os alunos bolsistas tenham condições plenas de
desenvolver experiências pedagógicas inovadoras, no aprimoramento do processo ensino-aprendizagem
na escola de educação básica com ênfase no uso de imagens pictóricas como linguagem e conhecimento
geográfico.
- formação continuada dos professores de Geografia que atuam nas escolas parceiras, desenvolvendo
atividades inovadoras e novas metodologias e conhecimentos no uso de imagens pictóricas (obras de arte
e fotografias, em especial);
- aproximação entre a universidade e escola de ensino básico na perspectiva de interlocução dos saberes,
especificamente na análise da (re)produção do espaço com o uso de imagens pictóricas e no
protagonismo docente-escolar em consonância com experiências discente-acadêmicas.
- produção de material didático que auxilie no processo de ensino-aprendizagem de Geografia com o uso
de imagens pictóricas;
- contribuição na superação de dificuldades em avaliações de desempenho (como ENEM, Provinha e
Prova Brasil), nas quais se observa o uso recorrente de imagens pictóricas como possibilidade de leitura
geográfica;
- divulgação e compartilhamento de experiências de práticas didáticas da relação Geografia e imagens
pictóricas por meio de blog;
- produção de textos reflexivos que abordem aspectos teórico-práticos de ações da relação ensino-
aprendizagem de Geografia com o uso de imagens pictóricas;
- participação e apresentação de textos produzidos em eventos científicos.
7. Cronograma específico deste subprojeto
                         Atividade                           Mês de início        Mês de conclusão
- seleção de bolsitas;                                      Agosto/2012       Agosto/2012
- planejamento diagnóstico;                                 agosto/2012       Setembro/2012
- planejamento de ações que serão desenvolvidas nas         Setembro/2012     Maio/2012
escolas;
- Formação teórico-metodológica com professores             Setembro/2012     Maio/2012
supervisores e alunos bolsistas;
- elaboração e manutenção de blog para divulgação e         Setembro/2012     Julho/2012
compartilhamento de ações;
- elaboração de ações didáticas para inserção nas           Setembro/2012     Junho/2012
escolas;
- participação em eventos científicos;                      Setembro/2012     Julho/2012
- produção e publicação de artigos científicos em           Setembro/2012     Julho/2012
eventos;
- produção do relatório final                               Julho/2012        Julho/2012
*Inserir linhas de acordo com a quantidade de atividades.
8. Outras informações relevantes (quando aplicável)
Bibliografia:
ALMEIDA, Rosângela Doin de. A propósito da questão teórico-metodológica sobre o ensino de Geografia.
Revista Terra Livre - AGB nº 8, 1991. p.83- 90.
BRASIL. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio.
Ciências Humanas de suas Tecnologias. Brasília: MEC, 1999.
BRASIL. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Orientações Curriculares para o Ensino Médio.
Ciências Humanas e suas Tecnologias. Brasília: MEC, 2006.
CASTELLAR, Sônia e VILHENA, Jerusa. Ensino de Geografia. São Paulo: Cencage Learning, 2010.
CAVALCANTI, Lana de S. Geografia e Práticas de Ensino. Goiânia: Alternativa, 2005.

                                                                                                       3
KAERCHER, Nestor A. Geografia Escolar: gigante de pés de barro comendo pastel de vento num fast
food? Terra Livre, n. 28. Pres. Prudente, AGB, 2007, p. 27-44.
MARQUEZ, Renata Moreira. Geografias Portáteis: arte e conhecimento espacial. Tese (doutorado em
Geografia) – UFMG, Belo Horizonte, 2009.
PEREIRA, Diamantino. Geografia Escolar: uma questão de identidade. Cadernos CEDES - Nº. 39, Ensino
de Geografia. Campinas (SP), Papirus, 1996.
______ A dimensão Pedagógica na formação do geógrafo. Revista Terra Livre - AGB nº 14, 1999, p.41-
45.
PONTUSCHKA, Nídia N. et al (Orgs.). Para ensinar e aprender Geografia. São Paulo: Cortez, 2007.
PONTUSCHKA, N. N.;PAGANELLI, Tomoko Iyda e CACETE, Núri Hanglei. Para ensinar e aprender
Geografia. São Paulo: Cortez Editora: 2007.
SANTOS, Douglas. Conteúdo de objetivo pedagógico no ensino da Geografia. Caderno Prudentino de
Geografia, n. 17. Pres. Prudente: AGB, 1995, p. 20-60.
SANTOS, Douglas. O que é Geografia? São Paulo, 2007, inédito.
SOARES, Magda. Alfabetização e Letramento: as muitas facetas. GT Alfabetização, Leitura e Escrita. 26ª
Reunião       Anual       da     ANPEd.      Poços       de    Caldas,   2003.     Disponível     em:
http://www.anped.org.br/reunioes/26/outrostextos/semagdasoares.doc. Acesso em: 15 dez. 2010.




                                                                                                    4

Recomendados

Artigo egal 2013 final
Artigo egal 2013   finalArtigo egal 2013   final
Artigo egal 2013 finalpibidgeouffs
 
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...pibidgeo
 
Leitura e interpretação de mapas com o uso do google earth
Leitura e interpretação de mapas com o uso do google earth Leitura e interpretação de mapas com o uso do google earth
Leitura e interpretação de mapas com o uso do google earth Rute Teles
 
Educação cartográfica na formação de professores em pe
Educação cartográfica na formação de professores em peEducação cartográfica na formação de professores em pe
Educação cartográfica na formação de professores em pepibidgeouffs
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pc sc fundamentos-teoricos_metodologicos_ensino_geo
Pc sc fundamentos-teoricos_metodologicos_ensino_geoPc sc fundamentos-teoricos_metodologicos_ensino_geo
Pc sc fundamentos-teoricos_metodologicos_ensino_geoJuscelino C Felipe
 
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...Trabalhoavaliaes
 
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdfEBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdfTrabalhoavaliaes
 
Relatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Relatório Anual de Projeto de Extensão UniversitáriaRelatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Relatório Anual de Projeto de Extensão UniversitáriaPetgeologia
 
PLANO DE EXECUÇÃO PEDAGÓGICA E FINANCEIRA – Projeto Excelência
PLANO DE EXECUÇÃO PEDAGÓGICA E FINANCEIRA – Projeto Excelência    PLANO DE EXECUÇÃO PEDAGÓGICA E FINANCEIRA – Projeto Excelência
PLANO DE EXECUÇÃO PEDAGÓGICA E FINANCEIRA – Projeto Excelência LOCIMAR MASSALAI
 
Relatório final extensão 2009
Relatório final extensão 2009Relatório final extensão 2009
Relatório final extensão 2009neesufpa
 
Geografia A 10 11 Homol Nova Ver
Geografia A 10 11 Homol Nova VerGeografia A 10 11 Homol Nova Ver
Geografia A 10 11 Homol Nova Vercardosomarco
 
Apresentação guia geral - Gestar II
Apresentação guia geral - Gestar IIApresentação guia geral - Gestar II
Apresentação guia geral - Gestar IIGlaucia_Vieira
 
Panorama do ensino de cartografia em sc
Panorama do ensino de cartografia em scPanorama do ensino de cartografia em sc
Panorama do ensino de cartografia em scpibidgeouffs
 
Resumo produção de mapas temáticos i encontro pibid sc
Resumo produção de mapas temáticos   i encontro pibid scResumo produção de mapas temáticos   i encontro pibid sc
Resumo produção de mapas temáticos i encontro pibid scpibidgeouffs
 

Mais procurados (17)

Pesquisa e Ensino em Geografia a Linguagem Imagética para uma Educação Geográ...
Pesquisa e Ensino em Geografia a Linguagem Imagética para uma Educação Geográ...Pesquisa e Ensino em Geografia a Linguagem Imagética para uma Educação Geográ...
Pesquisa e Ensino em Geografia a Linguagem Imagética para uma Educação Geográ...
 
Pesquisa e ensino em geografia a linguagem imagética para …
Pesquisa e ensino em geografia a linguagem imagética para …Pesquisa e ensino em geografia a linguagem imagética para …
Pesquisa e ensino em geografia a linguagem imagética para …
 
Inclusão Digital e Inclusão Social: a experiência dos roteiros didáticos digi...
Inclusão Digital e Inclusão Social: a experiência dos roteiros didáticos digi...Inclusão Digital e Inclusão Social: a experiência dos roteiros didáticos digi...
Inclusão Digital e Inclusão Social: a experiência dos roteiros didáticos digi...
 
Pc sc fundamentos-teoricos_metodologicos_ensino_geo
Pc sc fundamentos-teoricos_metodologicos_ensino_geoPc sc fundamentos-teoricos_metodologicos_ensino_geo
Pc sc fundamentos-teoricos_metodologicos_ensino_geo
 
Ins_Ens_Geo_III_WEB.pdf
Ins_Ens_Geo_III_WEB.pdfIns_Ens_Geo_III_WEB.pdf
Ins_Ens_Geo_III_WEB.pdf
 
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
A-prática-pedagógica-Socioconstrutivista-da-Cartografia-do-Curso-de-Licenciat...
 
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdfEBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
EBOOK_ANAG-1Geografias negras e estratégias édagógicas.pdf
 
Relatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Relatório Anual de Projeto de Extensão UniversitáriaRelatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
Relatório Anual de Projeto de Extensão Universitária
 
M1a
M1aM1a
M1a
 
PLANO DE EXECUÇÃO PEDAGÓGICA E FINANCEIRA – Projeto Excelência
PLANO DE EXECUÇÃO PEDAGÓGICA E FINANCEIRA – Projeto Excelência    PLANO DE EXECUÇÃO PEDAGÓGICA E FINANCEIRA – Projeto Excelência
PLANO DE EXECUÇÃO PEDAGÓGICA E FINANCEIRA – Projeto Excelência
 
Relatório final extensão 2009
Relatório final extensão 2009Relatório final extensão 2009
Relatório final extensão 2009
 
Geografia A 10 11 Homol Nova Ver
Geografia A 10 11 Homol Nova VerGeografia A 10 11 Homol Nova Ver
Geografia A 10 11 Homol Nova Ver
 
Apresentação guia geral - Gestar II
Apresentação guia geral - Gestar IIApresentação guia geral - Gestar II
Apresentação guia geral - Gestar II
 
Geo 2
Geo 2Geo 2
Geo 2
 
Panorama do ensino de cartografia em sc
Panorama do ensino de cartografia em scPanorama do ensino de cartografia em sc
Panorama do ensino de cartografia em sc
 
Cbc geografia marcione
Cbc geografia marcioneCbc geografia marcione
Cbc geografia marcione
 
Resumo produção de mapas temáticos i encontro pibid sc
Resumo produção de mapas temáticos   i encontro pibid scResumo produção de mapas temáticos   i encontro pibid sc
Resumo produção de mapas temáticos i encontro pibid sc
 

Destaque

Як Київстар Бізнес конкурує на ринку бізнес-підключень
Як Київстар Бізнес конкурує на ринку бізнес-підключеньЯк Київстар Бізнес конкурує на ринку бізнес-підключень
Як Київстар Бізнес конкурує на ринку бізнес-підключеньKyivstar
 
Ee manual ukr
Ee manual ukrEe manual ukr
Ee manual ukrcbaorgua
 
през крикавський
през крикавський през крикавський
през крикавський Doshin_Boy
 
логістика бакалавр
логістика бакалаврлогістика бакалавр
логістика бакалаврDoshin_Boy
 
Rel.alum.exp.estad.
Rel.alum.exp.estad.Rel.alum.exp.estad.
Rel.alum.exp.estad.19671966
 

Destaque (6)

Як Київстар Бізнес конкурує на ринку бізнес-підключень
Як Київстар Бізнес конкурує на ринку бізнес-підключеньЯк Київстар Бізнес конкурує на ринку бізнес-підключень
Як Київстар Бізнес конкурує на ринку бізнес-підключень
 
open City
open Cityopen City
open City
 
Ee manual ukr
Ee manual ukrEe manual ukr
Ee manual ukr
 
през крикавський
през крикавський през крикавський
през крикавський
 
логістика бакалавр
логістика бакалаврлогістика бакалавр
логістика бакалавр
 
Rel.alum.exp.estad.
Rel.alum.exp.estad.Rel.alum.exp.estad.
Rel.alum.exp.estad.
 

Semelhante a Pibid subprojeto geografia 2012 alterado (1)

A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...pibidgeo
 
Didaticgeoaula10
Didaticgeoaula10Didaticgeoaula10
Didaticgeoaula10Ana Beatriz
 
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...Camila Brito
 
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográficoProjeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográficopibidgeo
 
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_5s_6a (1)
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_5s_6a (1)Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_5s_6a (1)
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_5s_6a (1)professora de geografia
 
PROJETO DE LEITURA E DESENHO A PARTIR DE REPORTAGENS_eiforpecs.pptx
PROJETO DE LEITURA E DESENHO A PARTIR DE REPORTAGENS_eiforpecs.pptxPROJETO DE LEITURA E DESENHO A PARTIR DE REPORTAGENS_eiforpecs.pptx
PROJETO DE LEITURA E DESENHO A PARTIR DE REPORTAGENS_eiforpecs.pptxAnaFlviaBorges3
 
Metodologia do ensino de geografia nas séries iniciais
Metodologia do ensino de geografia nas séries iniciaisMetodologia do ensino de geografia nas séries iniciais
Metodologia do ensino de geografia nas séries iniciaisKarla Lopes
 
Cbc 6º ao 9º ano geografia
Cbc 6º ao 9º ano geografiaCbc 6º ao 9º ano geografia
Cbc 6º ao 9º ano geografiagtallitag
 
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBIDFORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBIDpibidgeo
 
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aCaderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aprofessora de geografia
 
31 997320837 semana cultural virtual
31 997320837 semana cultural virtual31 997320837 semana cultural virtual
31 997320837 semana cultural virtualDescomplicaConsultor
 
Didaticgeoaula12
Didaticgeoaula12Didaticgeoaula12
Didaticgeoaula12Ana Beatriz
 
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...pibidgeo
 
Produção inicial proposta eja 2012
Produção inicial    proposta eja 2012Produção inicial    proposta eja 2012
Produção inicial proposta eja 2012josivaldopassos
 
Dinâmicas para o ensino da geografia
Dinâmicas para o ensino da geografiaDinâmicas para o ensino da geografia
Dinâmicas para o ensino da geografiaMárcia Ajala
 
Elaboração de mapas turísticos em abiente sig a
Elaboração de mapas turísticos em abiente sig aElaboração de mapas turísticos em abiente sig a
Elaboração de mapas turísticos em abiente sig aJunior Silva
 

Semelhante a Pibid subprojeto geografia 2012 alterado (1) (20)

A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
 
Didaticgeoaula10
Didaticgeoaula10Didaticgeoaula10
Didaticgeoaula10
 
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
A construção de um aplicativo para o ensino híbrido: um estudo de caso nas au...
 
Cbc anos finais - geografia
Cbc   anos finais - geografiaCbc   anos finais - geografia
Cbc anos finais - geografia
 
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográficoProjeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
 
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_5s_6a (1)
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_5s_6a (1)Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_5s_6a (1)
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_5s_6a (1)
 
PROJETO DE LEITURA E DESENHO A PARTIR DE REPORTAGENS_eiforpecs.pptx
PROJETO DE LEITURA E DESENHO A PARTIR DE REPORTAGENS_eiforpecs.pptxPROJETO DE LEITURA E DESENHO A PARTIR DE REPORTAGENS_eiforpecs.pptx
PROJETO DE LEITURA E DESENHO A PARTIR DE REPORTAGENS_eiforpecs.pptx
 
Metodologia do ensino de geografia nas séries iniciais
Metodologia do ensino de geografia nas séries iniciaisMetodologia do ensino de geografia nas séries iniciais
Metodologia do ensino de geografia nas séries iniciais
 
Cbc 6º ao 9º ano geografia
Cbc 6º ao 9º ano geografiaCbc 6º ao 9º ano geografia
Cbc 6º ao 9º ano geografia
 
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBIDFORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
 
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7aCaderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
Caderno do professor 2014_vol1_baixa_ch_geografia_ef_6s_7a
 
31 997320837 semana cultural virtual
31 997320837 semana cultural virtual31 997320837 semana cultural virtual
31 997320837 semana cultural virtual
 
Didaticgeoaula12
Didaticgeoaula12Didaticgeoaula12
Didaticgeoaula12
 
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
 
Produção inicial proposta eja 2012
Produção inicial    proposta eja 2012Produção inicial    proposta eja 2012
Produção inicial proposta eja 2012
 
Vol2 geografia
Vol2 geografiaVol2 geografia
Vol2 geografia
 
Dinâmicas para o ensino da geografia
Dinâmicas para o ensino da geografiaDinâmicas para o ensino da geografia
Dinâmicas para o ensino da geografia
 
Didaticgeoaula8
Didaticgeoaula8Didaticgeoaula8
Didaticgeoaula8
 
Elaboração de mapas turísticos em abiente sig a
Elaboração de mapas turísticos em abiente sig aElaboração de mapas turísticos em abiente sig a
Elaboração de mapas turísticos em abiente sig a
 
Plano anul 9º_geo_fund_2016
Plano anul 9º_geo_fund_2016Plano anul 9º_geo_fund_2016
Plano anul 9º_geo_fund_2016
 

Pibid subprojeto geografia 2012 alterado (1)

  • 1. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL – DEB ANEXO II Edital Pibid n° /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO (Licenciatura) 1. Nome da Instituição UF Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD MS 2. Subprojeto de Licenciatura em: Geografia 3. Coordenador de Área do Subprojeto: Nome: Alexandre Bergamin Vieira CPF: 268.934.098-42 Departamento/Curso/Unidade: Faculdade de Ciências Humanas – FCH/Curso de Licenciatura em Geografia Endereço residencial: Rua Espanha, 415 – Alto das Paineiras – Dourados - MS CEP: 79826-380 Telefone: DDD (67) 81884420 E-mail: alexandrevieira@ufgd.edu.br Link para o Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do? id=K4764744A8 4. Apresentação da proposta (máximo 1 lauda) Título: Ensino de Geografia e o uso de linguagem pictórica O presente subprojeto assenta-se nos princípios que norteiam o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e na experiência adquirida nos anos de 2009, 2010 e 2011, por conta do desenvolvimento de outros subprojetos no Curso de Geografia da UFGD. Além disso, propõe-se a interlocução com o Subprojeto de Geografia (O papel das linguagens no processo de alfabetização geográfica: referências para a formação do professor de Geografia), em andamento desde meados de 2011 na UFGD. Um dos princípios elementares no ensino de Geografia é o processo de alfabetização geográfica e, para tanto, o uso das mais diferentes linguagens permite a leitura do espaço geográfico. Assim, como no subprojeto em andamento, que faz-se uso de diferentes linguagens para possibilitar a alfabetização geográfica, pretende-se usar as linguagens pictóricas para alcançar o mesmo objetivo. A educação básica assenta-se, fundamentalmente, pelo processo de alfabetização e letramento e este não é de responsabilidade apenas do professor de língua portuguesa ou dessa área, mas de todos os educadores que trabalham com a leitura e a escrita. As diversas disciplinas que compõem o currículo desse nível de ensino estabelecem princípios e aportes de linguagens dos mais variados tipos que serão apropriadas pelos alunos como ferramentas de comunicação, de leitura e de compreensão do mundo. Assim, cabe aos educadores, definirem, no planejamento escolar, as linguagens e os suportes que serão trabalhados, bem como os objetivos a serem atingidos em cada situação de aprendizagem para que a identidade/singularidade de cada disciplina seja evidenciada. Porém, isso não significa negação de abordagens interdisciplinares e transdisciplinares dos conhecimentos. Que contribuição específica a Geografia pode acrescentar ao processo de alfabetização e letramento pelo qual passa o aluno da Educação Básica? Para Pereira (1996, p.53), a alfabetização, para a Geografia, somente pode significar que existe a possibilidade do espaço geográfico ser lido e, consequentemente, entendido, configurando instrumento concreto do conhecimento e de desvendamento 1
  • 2. da realidade pelo aluno. Tal processo se realiza pela análise geográfica da espacialização territorial dos fenômenos e, portanto, como eles se organizam. Nesse sentido, as finalidades de ensino e aprendizagem da geografia escolar é formar no educando a consciência espacial cidadã, construída a partir da leitura dos espaços de vida na perspectiva transescalar da realidade socioespacial, ou seja, desde suas dimensões locais às globais, processo denominado como educação geográfica, expressão resultante da amálgama entre as expressões alfabetização geográfica e letramento geográfico, proposta por Castellar e Vilhena (2010, p. 23). Para tanto, o letramento deve ser entendido como o conjunto de práticas que denotam a capacidade de uso de diferentes tipos de material escrito. A criança, mesmo não alfabetizada, já pode ser inserida em um processo de letramento, pois ela faz a leitura incidental de rótulos, imagens, gestos, emoções. O contato com o mundo letrado ocorre muito antes das letras e vai além delas. Uma análise mais detalhada sobre as estreitas relações entre alfabetização e letramento é apresentada em Soares (2003). A escola básica é o lugar, por excelência, para a construção da consciência espacial. A geografia escolar permite decodificar a realidade sob o olhar espacial, na medida em que o aluno contrapõe ao conhecimento que ele traz consigo os conceitos cientificamente elaborados, produzindo, então, o seu próprio conhecimento. É papel fundamental trabalhar referências utilizando-se das informações da própria realidade, considerando o espaço vivenciado e visível na valoração da identidade do aluno e de sua situação no mundo social. Para alcançar tal feito, o subprojeto valer-se-á da leitura crítica da arte sob o ponto de vista de uma leitura crítica da ciência geográfica. A arte será compreendida como uma linguagem de veículo epistemológico, como meio de estudo e identificação do mundo e propor leituras do mundo a partir do dispositivo da obra, estabelecendo interfaces da arte com a produção da cidade, do território, da cartografia e do espaço global. (Marquez, 2009, p.7). A arte que será usada neste subprojeto, restringir-se-á ao uso do pictórico (obras de arte) e do fotográfico, justamente como linguagens facilmente acessíveis nas linguagens midiáticas eletrônicas, especialmente a Internet. Objetivos: Geral: - contribuir para a formação inicial de professores de Geografia desenvolvendo reflexões teóricas e ações voltadas à análise e utilização da linguagem artística (pictórica) para o letramento e a alfabetização geográfica. Específicos: - analisar, compreender e potencializar as linguagens pictóricas no ensino de Geografia; - proporcionar ambientes e práticas pedagógicas para os professores de Geografia da rede pública no uso de outras linguagens não comumente utilizadas na escola; - propor atividades com uso de linguagem pictórica para realização do processo de letramento e de alfabetização geográfica. 5. Ações Previstas - avaliação diagnóstica da escola: dialogar com os gestores das escolas participantes e com os professores supervisores, justamente para avaliar as necessidades das escolas e as possibilidades de trabalhos futuramente executados; - estabelecer metas com os gestores e com os supervisores; - formação inicial e continuada, por meio de estudos teóricos, com os bolsistas (pibidianos) e professores supervisores sobre temas: Geografia e seu ensino; alfabetização e letramento em Geografia; o uso de diferentes linguagens no ensino de Geografia. - reuniões semanais de planejamento entre coordenador, alunos bolsistas e supervisores na UFGD e nas escolas, para proposições de ações didáticas; - elaboração de sequências didáticas aplicáveis nas escolas, em consonância com os professores supervisores; - reuniões de avaliação nas escolas, diagnosticando os avanços e as possibilidades, com a participação do coordenador, alunos bolsistas e supervisores; - registros fotográficos e fílmicos das ações desenvolvidas para registro e divulgação; - elaboração de blog para divulgação de material didático, sequências didáticas e reflexões teóricas; - produção de textos científicos por parte de coordenador, alunos bolsistas e supervisores para divulgação das ações do subprojeto em eventos; 2
  • 3. - participação em eventos científicos para divulgação do trabalho desenvolvido nas escolas. 6. Resultados Pretendidos - formação inicial à docência, especialmente para que os alunos bolsistas tenham condições plenas de desenvolver experiências pedagógicas inovadoras, no aprimoramento do processo ensino-aprendizagem na escola de educação básica com ênfase no uso de imagens pictóricas como linguagem e conhecimento geográfico. - formação continuada dos professores de Geografia que atuam nas escolas parceiras, desenvolvendo atividades inovadoras e novas metodologias e conhecimentos no uso de imagens pictóricas (obras de arte e fotografias, em especial); - aproximação entre a universidade e escola de ensino básico na perspectiva de interlocução dos saberes, especificamente na análise da (re)produção do espaço com o uso de imagens pictóricas e no protagonismo docente-escolar em consonância com experiências discente-acadêmicas. - produção de material didático que auxilie no processo de ensino-aprendizagem de Geografia com o uso de imagens pictóricas; - contribuição na superação de dificuldades em avaliações de desempenho (como ENEM, Provinha e Prova Brasil), nas quais se observa o uso recorrente de imagens pictóricas como possibilidade de leitura geográfica; - divulgação e compartilhamento de experiências de práticas didáticas da relação Geografia e imagens pictóricas por meio de blog; - produção de textos reflexivos que abordem aspectos teórico-práticos de ações da relação ensino- aprendizagem de Geografia com o uso de imagens pictóricas; - participação e apresentação de textos produzidos em eventos científicos. 7. Cronograma específico deste subprojeto Atividade Mês de início Mês de conclusão - seleção de bolsitas; Agosto/2012 Agosto/2012 - planejamento diagnóstico; agosto/2012 Setembro/2012 - planejamento de ações que serão desenvolvidas nas Setembro/2012 Maio/2012 escolas; - Formação teórico-metodológica com professores Setembro/2012 Maio/2012 supervisores e alunos bolsistas; - elaboração e manutenção de blog para divulgação e Setembro/2012 Julho/2012 compartilhamento de ações; - elaboração de ações didáticas para inserção nas Setembro/2012 Junho/2012 escolas; - participação em eventos científicos; Setembro/2012 Julho/2012 - produção e publicação de artigos científicos em Setembro/2012 Julho/2012 eventos; - produção do relatório final Julho/2012 Julho/2012 *Inserir linhas de acordo com a quantidade de atividades. 8. Outras informações relevantes (quando aplicável) Bibliografia: ALMEIDA, Rosângela Doin de. A propósito da questão teórico-metodológica sobre o ensino de Geografia. Revista Terra Livre - AGB nº 8, 1991. p.83- 90. BRASIL. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Ciências Humanas de suas Tecnologias. Brasília: MEC, 1999. BRASIL. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Orientações Curriculares para o Ensino Médio. Ciências Humanas e suas Tecnologias. Brasília: MEC, 2006. CASTELLAR, Sônia e VILHENA, Jerusa. Ensino de Geografia. São Paulo: Cencage Learning, 2010. CAVALCANTI, Lana de S. Geografia e Práticas de Ensino. Goiânia: Alternativa, 2005. 3
  • 4. KAERCHER, Nestor A. Geografia Escolar: gigante de pés de barro comendo pastel de vento num fast food? Terra Livre, n. 28. Pres. Prudente, AGB, 2007, p. 27-44. MARQUEZ, Renata Moreira. Geografias Portáteis: arte e conhecimento espacial. Tese (doutorado em Geografia) – UFMG, Belo Horizonte, 2009. PEREIRA, Diamantino. Geografia Escolar: uma questão de identidade. Cadernos CEDES - Nº. 39, Ensino de Geografia. Campinas (SP), Papirus, 1996. ______ A dimensão Pedagógica na formação do geógrafo. Revista Terra Livre - AGB nº 14, 1999, p.41- 45. PONTUSCHKA, Nídia N. et al (Orgs.). Para ensinar e aprender Geografia. São Paulo: Cortez, 2007. PONTUSCHKA, N. N.;PAGANELLI, Tomoko Iyda e CACETE, Núri Hanglei. Para ensinar e aprender Geografia. São Paulo: Cortez Editora: 2007. SANTOS, Douglas. Conteúdo de objetivo pedagógico no ensino da Geografia. Caderno Prudentino de Geografia, n. 17. Pres. Prudente: AGB, 1995, p. 20-60. SANTOS, Douglas. O que é Geografia? São Paulo, 2007, inédito. SOARES, Magda. Alfabetização e Letramento: as muitas facetas. GT Alfabetização, Leitura e Escrita. 26ª Reunião Anual da ANPEd. Poços de Caldas, 2003. Disponível em: http://www.anped.org.br/reunioes/26/outrostextos/semagdasoares.doc. Acesso em: 15 dez. 2010. 4