SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
Baixar para ler offline
Considerando as normas e as características da redação oficial,
julgue os itens a seguir.
EXERCÍCIOS
01) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) Os documentos do
padrão ofício devem ser redigidos na fonte do tipo Times New
Roman de corpo 12 no texto em geral, 11 nas citações e 10
nas notas de rodapé. Além disso, deve-se empregar
espaçamento simples entre as linhas.
C
Considerando as normas e as características da redação oficial,
julgue os itens a seguir.
EXERCÍCIOS
02) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) Em um documento
oficial conciso, são eliminados termos desnecessários, o que
permite transmitir um máximo de informação com um mínimo
de palavras. A concisão, portanto, contribui para a clareza do
texto oficial.
C
Com relação às características gerais dos diversos tipos de
comunicação oficial, julgue os itens subsecutivos.
EXERCÍCIOS
03) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) É obrigatória a
identificação do signatário nas mensagens, instrumento de
comunicação oficial empregado pelo chefe do Poder Executivo
federal para o encaminhamento ao Congresso Nacional de
projeto de lei ordinária, complementar ou financeira e de
medida provisória e para a indicação de autoridades.
E
Com relação às características gerais dos diversos tipos de
comunicação oficial, julgue os itens subsecutivos.
EXERCÍCIOS
04) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) O ministro da Integração
Nacional, a fim de convidar ministro de outra pasta para
participar de evento a ser realizado no ministério, deve
expedir um aviso, em que deverá empregar o vocativo
“Senhor Ministro” e o pronome de tratamento “Vossa
Excelência”.
C
Com relação às características gerais dos diversos tipos de
comunicação oficial, julgue os itens subsecutivos.
EXERCÍCIOS
05) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) Exposição de motivos
que tenha por finalidade apresentar ao presidente da
República projeto de ato normativo deve ser redigida
conforme o padrão ofício, sendo facultativa a apensação do
formulário de anexo ao expediente.
E
Com base no Manual de Redação da Presidência da República
(MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e
das características das comunicações oficiais.
EXERCÍCIOS
06) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO
ADMINISTRATIVO) Telegrama e correio eletrônico têm em
comum a flexibilidade em sua forma estrutural, a celeridade
da transmissão de informação e o baixo custo. Esses meios
diferenciam-se, principalmente, pelo fato de que o correio
eletrônico prescinde de certificação digital que ateste a
identidade do remetente, conforme determina a lei.
E
Com base no Manual de Redação da Presidência da República
(MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e
das características das comunicações oficiais.
EXERCÍCIOS
07) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO
ADMINISTRATIVO) Somente as comunicações dirigidas aos
chefes de poder receberão o vocativo “Excelentíssimo
Senhor”. As comunicações dirigidas às demais autoridades
tratadas pelo pronome “Vossa Excelência” terão como
vocativo “Senhor”, seguido do respectivo cargo.
C
Com base no Manual de Redação da Presidência da República
(MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e
das características das comunicações oficiais.
EXERCÍCIOS
08) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO
ADMINISTRATIVO) Com relação à concordância gramatical
dos pronomes de tratamento, o MRPR recomenda que seja
feita com o sexo da pessoa a que se refere. Nesse sentido, está
adequada a concordância na sentença: “Sua Excelência, o
ministro da Justiça, foi convidado para participar de um
evento sobre segurança pública”.
C
Com base no Manual de Redação da Presidência da República
(MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e
das características das comunicações oficiais.
EXERCÍCIOS
09) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO
ADMINISTRATIVO) Caso os ministros da Justiça e da
Educação queiram propor medida ao presidente da República,
eles deverão encaminhá-la por meio de uma exposição de
motivos interministerial, a qual deve ser assinada por ambos.
C
Com base no Manual de Redação da Presidência da República
(MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e
das características das comunicações oficiais.
EXERCÍCIOS
10) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO
ADMINISTRATIVO) Para tratar de assuntos oficiais internos
aos órgãos da administração pública, os documentos oficiais
mais adequados são o aviso e o memorando, os quais
apresentam estrutura praticamente idêntica.
E
Considerando as orientações constantes do Manual de Redação
da Presidência da República, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
11) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) O oficio e o aviso se
diferenciam do memorando quanto a sua forma e finalidade.
E
Considerando as orientações constantes do Manual de Redação
da Presidência da República, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
12) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) O oficio segue o mesmo
padrão do aviso quanto ao formato, sendo que se diferencia
quanto a finalidade por tratar também de assuntos oficiais
com particulares.
C
Considerando as orientações constantes do Manual de Redação
da Presidência da República, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
13) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) O memorando é uma forma
de comunicação estritamente interna.
C
Considerando as orientações constantes do Manual de Redação
da Presidência da República, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
14) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) O despacho ao memorando
deve ser dado por meio de outro memorando. Assim, torna-se
possível historiar o andamento de matéria que seja tratada no
memorando, formando-se uma espécie de processo
simplificado.
E
Considerando as orientações constantes do Manual de Redação
da Presidência da República, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
15) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) Os princípios da publicidade
e da impessoalidade, princípios da administração pública,
orientam a elaboração de atos e comunicações oficiais.
C
Considerando as orientações constantes do Manual de Redação
da Presidência da República, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
16) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) A linguagem clara e
inteligível deve pautar a comunicação oficial. Desse modo, o
uso de jargão técnico colabora para a clareza na comunicação.
E
Com base no Manual de Redação da Presidência da República,
julgue os próximos itens, no que se refere à adequação da
linguagem e do formato do texto às correspondências oficiais.
EXERCÍCIOS
17) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-PERITO) Nas comunicações
oficiais, os pronomes de tratamento referem-se à segunda
pessoa gramatical, mas levam a concordância para a terceira
pessoa, assim como os pronomes possessivos que se referem
a pronomes de tratamento devem ser os da terceira pessoa,
como em “Vossa Senhoria indicará o novo chefe do Núcleo de
Pessoas” e “Vossa Excelência nomeará seu substituto”.
C
Com base no Manual de Redação da Presidência da República,
julgue os próximos itens, no que se refere à adequação da
linguagem e do formato do texto às correspondências oficiais.
EXERCÍCIOS
18) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-PERITO) Dado que cada órgão ou
entidade tem forma própria de elaborar as correspondências
oficiais, não há obrigatoriedade de que esses documentos
sejam uniformes, desde que neles se empregue o padrão
culto formal da língua, essencial à finalidade da comunicação.
E
Com base no Manual de Redação da Presidência da República,
julgue os próximos itens, no que se refere à adequação da
linguagem e do formato do texto às correspondências oficiais.
EXERCÍCIOS
19) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-PERITO) Caso a autoridade a
quem a Coordenadoria Setorial Administrativa de Gestão e
Desenvolvimento de Pessoas da Perícia Oficial do Estado de
Alagoas dirija um memorando seja o chefe do Núcleo de
Administração desse mesmo órgão, dispensa-se a
identificação do signatário, já conhecido, dado se tratar de
unidades administrativas de um mesmo órgão.
E
No que se refere à adequação do formato e da linguagem às
correspondências oficiais, julgue os itens seguintes.
EXERCÍCIOS
20) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-TÉCNICO FORENSE) A concisão,
uma das qualidades essenciais ao texto oficial, para a qual
concorrem o domínio do assunto tratado e a revisão textual,
consiste em se transmitir, no texto escrito, o máximo de
informações empregando-se um mínimo de palavras.
C
No que se refere à adequação do formato e da linguagem às
correspondências oficiais, julgue os itens seguintes.
EXERCÍCIOS
21) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-TÉCNICO FORENSE) São dois os
fechos empregados para todas as modalidades de texto
oficial, exceto para as comunicações dirigidas a autoridades
estrangeiras: “Cordialmente” e “Atenciosamente”.
E
No que se refere à adequação do formato e da linguagem às
correspondências oficiais, julgue os itens seguintes.
EXERCÍCIOS
22) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-TÉCNICO FORENSE) Na parte
superior do ofício, do aviso e do memorando, antes do
assunto, devem constar o nome e o endereço da autoridade a
quem é direcionada a comunicação.
E
Julgue os seguintes itens de acordo com o Manual de Redação da
Presidência da República (MRPR).
EXERCÍCIOS
23) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Os
ofícios e memorandos que contenham mais de uma página
não poderão ser impressos em ambas as faces das folhas de
papel, mas seus eventuais anexos, sim.
E
Julgue os seguintes itens de acordo com o Manual de Redação da
Presidência da República (MRPR).
EXERCÍCIOS
24) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO)
Impessoalidade, clareza, uniformidade, concisão e uso da
linguagem formal são princípios que se aplicam às
comunicações oficiais, pois elas sempre devem permitir uma
única interpretação.
C
Julgue os seguintes itens de acordo com o Manual de Redação da
Presidência da República (MRPR).
EXERCÍCIOS
25) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) O
chefe de determinada seção administrativa pode expor sua
convicção a respeito de uma demanda em um documento
oficial, desde que utilize a linguagem impessoal e se
comunique em nome do serviço público.
C
Julgue os seguintes itens de acordo com o Manual de Redação da
Presidência da República (MRPR).
EXERCÍCIOS
26) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Os
pronomes de tratamento, apesar de se referirem à segunda
pessoa gramatical, levam a concordância para a terceira
pessoa. Do mesmo modo, os adjetivos referentes a esses
pronomes também fazem a concordância no gênero do
pronome, ou seja, no gênero feminino.
E
Com base nas definições do MRPR sobre o formato das
comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
27) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) A
mensagem não traz a identificação de seu signatário.
C
Com base nas definições do MRPR sobre o formato das
comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
28) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) No
padrão ofício, o início de cada parágrafo do texto deve ter
exatamente 3,5 cm de distância da margem esquerda.
E
Com base nas definições do MRPR sobre o formato das
comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
29) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Com a
finalidade de tratar sobre assuntos oficiais, foram criados o
aviso e o ofício, modalidades praticamente idênticas, sendo
que o ofício tem a finalidade de informar o cidadão sobre
decisões da administração pública que venham a interferir em
sua vida, enquanto que o aviso tem a finalidade de informar
quando tais decisões serão executadas.
E
Com base nas definições do MRPR sobre o formato das
comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
30) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) O
memorando, modalidade de comunicação entre unidades de
um mesmo órgão, tem como principal característica a rapidez
e a simplicidade de procedimentos burocráticos.
C
Com base nas definições do MRPR sobre o formato das
comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
31) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Tendo
em vista sua característica burocrática, o memorando
somente é utilizado em caráter administrativo.
E
Com base nas definições do MRPR sobre o formato das
comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes.
EXERCÍCIOS
32) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Ao
vetar uma lei, o presidente da República deve apresentar o
seu veto mediante ofício, pois esta é uma exigência do
princípio da publicidade das comunicações oficiais.
E

Mais conteúdo relacionado

Mais de Mentor Concursos

Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor PúblicoDireito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor PúblicoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
Direito Administrativo - Agentes Públicos AcumulaçãoDireito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
Direito Administrativo - Agentes Públicos AcumulaçãoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Sistema Remuneratório
Direito Administrativo - Sistema RemuneratórioDireito Administrativo - Sistema Remuneratório
Direito Administrativo - Sistema RemuneratórioMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores PúblicosDireito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores PúblicosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Agentes Públicos
Direito Administrativo - Agentes PúblicosDireito Administrativo - Agentes Públicos
Direito Administrativo - Agentes PúblicosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Atos Administrativos
Direito Administrativo - Atos AdministrativosDireito Administrativo - Atos Administrativos
Direito Administrativo - Atos AdministrativosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosDireito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle AdministrativoDireito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle AdministrativoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Estado, Governo e Administração
Direito Administrativo - Estado, Governo e AdministraçãoDireito Administrativo - Estado, Governo e Administração
Direito Administrativo - Estado, Governo e AdministraçãoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoDireito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Intervenção do Estado
Direito Administrativo - Intervenção do EstadoDireito Administrativo - Intervenção do Estado
Direito Administrativo - Intervenção do EstadoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Lei 8.112/90
Direito Administrativo - Lei 8.112/90Direito Administrativo - Lei 8.112/90
Direito Administrativo - Lei 8.112/90Mentor Concursos
 
Direito Administrativo - Recursos Administrativos
Direito Administrativo - Recursos AdministrativosDireito Administrativo - Recursos Administrativos
Direito Administrativo - Recursos AdministrativosMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Organização Administrativa
Direito Administrativo - Organização AdministrativaDireito Administrativo - Organização Administrativa
Direito Administrativo - Organização AdministrativaMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
Direito Administrativo - Regime Jurídico AdministrativoDireito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
Direito Administrativo - Regime Jurídico AdministrativoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito AdministrativoDireito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito AdministrativoMentor Concursos
 
Direito Administrativo - Princípios Constitucionais
Direito Administrativo - Princípios ConstitucionaisDireito Administrativo - Princípios Constitucionais
Direito Administrativo - Princípios ConstitucionaisMentor Concursos
 

Mais de Mentor Concursos (20)

Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 41 da CF 88
 
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 40 da CF 88
 
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
Direito Administrativo - Art. 39 da CF 88
 
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor PúblicoDireito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
Direito Administrativo - Responsabilidade do Servidor Público
 
Direito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
Direito Administrativo - Agentes Públicos AcumulaçãoDireito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
Direito Administrativo - Agentes Públicos Acumulação
 
Direito Administrativo - Sistema Remuneratório
Direito Administrativo - Sistema RemuneratórioDireito Administrativo - Sistema Remuneratório
Direito Administrativo - Sistema Remuneratório
 
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores PúblicosDireito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
Direito Administrativo - Classificação dos Servidores Públicos
 
Direito Administrativo - Agentes Públicos
Direito Administrativo - Agentes PúblicosDireito Administrativo - Agentes Públicos
Direito Administrativo - Agentes Públicos
 
Direito Administrativo - Atos Administrativos
Direito Administrativo - Atos AdministrativosDireito Administrativo - Atos Administrativos
Direito Administrativo - Atos Administrativos
 
Direito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicosDireito Administrativo - Bens públicos
Direito Administrativo - Bens públicos
 
Direito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle AdministrativoDireito Administrativo - Controle Administrativo
Direito Administrativo - Controle Administrativo
 
Direito Administrativo - Estado, Governo e Administração
Direito Administrativo - Estado, Governo e AdministraçãoDireito Administrativo - Estado, Governo e Administração
Direito Administrativo - Estado, Governo e Administração
 
Direito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - DesapropriaçãoDireito Administrativo - Desapropriação
Direito Administrativo - Desapropriação
 
Direito Administrativo - Intervenção do Estado
Direito Administrativo - Intervenção do EstadoDireito Administrativo - Intervenção do Estado
Direito Administrativo - Intervenção do Estado
 
Direito Administrativo - Lei 8.112/90
Direito Administrativo - Lei 8.112/90Direito Administrativo - Lei 8.112/90
Direito Administrativo - Lei 8.112/90
 
Direito Administrativo - Recursos Administrativos
Direito Administrativo - Recursos AdministrativosDireito Administrativo - Recursos Administrativos
Direito Administrativo - Recursos Administrativos
 
Direito Administrativo - Organização Administrativa
Direito Administrativo - Organização AdministrativaDireito Administrativo - Organização Administrativa
Direito Administrativo - Organização Administrativa
 
Direito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
Direito Administrativo - Regime Jurídico AdministrativoDireito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
Direito Administrativo - Regime Jurídico Administrativo
 
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito AdministrativoDireito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
Direito Administrativo - Regras de Interpretação do Direito Administrativo
 
Direito Administrativo - Princípios Constitucionais
Direito Administrativo - Princípios ConstitucionaisDireito Administrativo - Princípios Constitucionais
Direito Administrativo - Princípios Constitucionais
 

Último

Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 

Último (20)

Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 

Normas redação oficial

  • 1.
  • 2. Considerando as normas e as características da redação oficial, julgue os itens a seguir. EXERCÍCIOS 01) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) Os documentos do padrão ofício devem ser redigidos na fonte do tipo Times New Roman de corpo 12 no texto em geral, 11 nas citações e 10 nas notas de rodapé. Além disso, deve-se empregar espaçamento simples entre as linhas. C
  • 3. Considerando as normas e as características da redação oficial, julgue os itens a seguir. EXERCÍCIOS 02) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) Em um documento oficial conciso, são eliminados termos desnecessários, o que permite transmitir um máximo de informação com um mínimo de palavras. A concisão, portanto, contribui para a clareza do texto oficial. C
  • 4. Com relação às características gerais dos diversos tipos de comunicação oficial, julgue os itens subsecutivos. EXERCÍCIOS 03) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) É obrigatória a identificação do signatário nas mensagens, instrumento de comunicação oficial empregado pelo chefe do Poder Executivo federal para o encaminhamento ao Congresso Nacional de projeto de lei ordinária, complementar ou financeira e de medida provisória e para a indicação de autoridades. E
  • 5. Com relação às características gerais dos diversos tipos de comunicação oficial, julgue os itens subsecutivos. EXERCÍCIOS 04) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) O ministro da Integração Nacional, a fim de convidar ministro de outra pasta para participar de evento a ser realizado no ministério, deve expedir um aviso, em que deverá empregar o vocativo “Senhor Ministro” e o pronome de tratamento “Vossa Excelência”. C
  • 6. Com relação às características gerais dos diversos tipos de comunicação oficial, julgue os itens subsecutivos. EXERCÍCIOS 05) ( ) (CESPE/UnB /MI-SUPERIOR) Exposição de motivos que tenha por finalidade apresentar ao presidente da República projeto de ato normativo deve ser redigida conforme o padrão ofício, sendo facultativa a apensação do formulário de anexo ao expediente. E
  • 7. Com base no Manual de Redação da Presidência da República (MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e das características das comunicações oficiais. EXERCÍCIOS 06) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO ADMINISTRATIVO) Telegrama e correio eletrônico têm em comum a flexibilidade em sua forma estrutural, a celeridade da transmissão de informação e o baixo custo. Esses meios diferenciam-se, principalmente, pelo fato de que o correio eletrônico prescinde de certificação digital que ateste a identidade do remetente, conforme determina a lei. E
  • 8. Com base no Manual de Redação da Presidência da República (MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e das características das comunicações oficiais. EXERCÍCIOS 07) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO ADMINISTRATIVO) Somente as comunicações dirigidas aos chefes de poder receberão o vocativo “Excelentíssimo Senhor”. As comunicações dirigidas às demais autoridades tratadas pelo pronome “Vossa Excelência” terão como vocativo “Senhor”, seguido do respectivo cargo. C
  • 9. Com base no Manual de Redação da Presidência da República (MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e das características das comunicações oficiais. EXERCÍCIOS 08) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO ADMINISTRATIVO) Com relação à concordância gramatical dos pronomes de tratamento, o MRPR recomenda que seja feita com o sexo da pessoa a que se refere. Nesse sentido, está adequada a concordância na sentença: “Sua Excelência, o ministro da Justiça, foi convidado para participar de um evento sobre segurança pública”. C
  • 10. Com base no Manual de Redação da Presidência da República (MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e das características das comunicações oficiais. EXERCÍCIOS 09) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO ADMINISTRATIVO) Caso os ministros da Justiça e da Educação queiram propor medida ao presidente da República, eles deverão encaminhá-la por meio de uma exposição de motivos interministerial, a qual deve ser assinada por ambos. C
  • 11. Com base no Manual de Redação da Presidência da República (MRPR), julgue os itens seguintes, acerca do tipo de linguagem e das características das comunicações oficiais. EXERCÍCIOS 10) ( ) (CESPE/UnB /MJ-ANALISTA TÉCNICO ADMINISTRATIVO) Para tratar de assuntos oficiais internos aos órgãos da administração pública, os documentos oficiais mais adequados são o aviso e o memorando, os quais apresentam estrutura praticamente idêntica. E
  • 12. Considerando as orientações constantes do Manual de Redação da Presidência da República, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 11) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) O oficio e o aviso se diferenciam do memorando quanto a sua forma e finalidade. E
  • 13. Considerando as orientações constantes do Manual de Redação da Presidência da República, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 12) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) O oficio segue o mesmo padrão do aviso quanto ao formato, sendo que se diferencia quanto a finalidade por tratar também de assuntos oficiais com particulares. C
  • 14. Considerando as orientações constantes do Manual de Redação da Presidência da República, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 13) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) O memorando é uma forma de comunicação estritamente interna. C
  • 15. Considerando as orientações constantes do Manual de Redação da Presidência da República, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 14) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) O despacho ao memorando deve ser dado por meio de outro memorando. Assim, torna-se possível historiar o andamento de matéria que seja tratada no memorando, formando-se uma espécie de processo simplificado. E
  • 16. Considerando as orientações constantes do Manual de Redação da Presidência da República, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 15) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) Os princípios da publicidade e da impessoalidade, princípios da administração pública, orientam a elaboração de atos e comunicações oficiais. C
  • 17. Considerando as orientações constantes do Manual de Redação da Presidência da República, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 16) ( ) (CESPE/UnB /MTE - AFT) A linguagem clara e inteligível deve pautar a comunicação oficial. Desse modo, o uso de jargão técnico colabora para a clareza na comunicação. E
  • 18. Com base no Manual de Redação da Presidência da República, julgue os próximos itens, no que se refere à adequação da linguagem e do formato do texto às correspondências oficiais. EXERCÍCIOS 17) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-PERITO) Nas comunicações oficiais, os pronomes de tratamento referem-se à segunda pessoa gramatical, mas levam a concordância para a terceira pessoa, assim como os pronomes possessivos que se referem a pronomes de tratamento devem ser os da terceira pessoa, como em “Vossa Senhoria indicará o novo chefe do Núcleo de Pessoas” e “Vossa Excelência nomeará seu substituto”. C
  • 19. Com base no Manual de Redação da Presidência da República, julgue os próximos itens, no que se refere à adequação da linguagem e do formato do texto às correspondências oficiais. EXERCÍCIOS 18) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-PERITO) Dado que cada órgão ou entidade tem forma própria de elaborar as correspondências oficiais, não há obrigatoriedade de que esses documentos sejam uniformes, desde que neles se empregue o padrão culto formal da língua, essencial à finalidade da comunicação. E
  • 20. Com base no Manual de Redação da Presidência da República, julgue os próximos itens, no que se refere à adequação da linguagem e do formato do texto às correspondências oficiais. EXERCÍCIOS 19) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-PERITO) Caso a autoridade a quem a Coordenadoria Setorial Administrativa de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas da Perícia Oficial do Estado de Alagoas dirija um memorando seja o chefe do Núcleo de Administração desse mesmo órgão, dispensa-se a identificação do signatário, já conhecido, dado se tratar de unidades administrativas de um mesmo órgão. E
  • 21. No que se refere à adequação do formato e da linguagem às correspondências oficiais, julgue os itens seguintes. EXERCÍCIOS 20) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-TÉCNICO FORENSE) A concisão, uma das qualidades essenciais ao texto oficial, para a qual concorrem o domínio do assunto tratado e a revisão textual, consiste em se transmitir, no texto escrito, o máximo de informações empregando-se um mínimo de palavras. C
  • 22. No que se refere à adequação do formato e da linguagem às correspondências oficiais, julgue os itens seguintes. EXERCÍCIOS 21) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-TÉCNICO FORENSE) São dois os fechos empregados para todas as modalidades de texto oficial, exceto para as comunicações dirigidas a autoridades estrangeiras: “Cordialmente” e “Atenciosamente”. E
  • 23. No que se refere à adequação do formato e da linguagem às correspondências oficiais, julgue os itens seguintes. EXERCÍCIOS 22) ( ) (CESPE/UnB /PO-AL-TÉCNICO FORENSE) Na parte superior do ofício, do aviso e do memorando, antes do assunto, devem constar o nome e o endereço da autoridade a quem é direcionada a comunicação. E
  • 24. Julgue os seguintes itens de acordo com o Manual de Redação da Presidência da República (MRPR). EXERCÍCIOS 23) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Os ofícios e memorandos que contenham mais de uma página não poderão ser impressos em ambas as faces das folhas de papel, mas seus eventuais anexos, sim. E
  • 25. Julgue os seguintes itens de acordo com o Manual de Redação da Presidência da República (MRPR). EXERCÍCIOS 24) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Impessoalidade, clareza, uniformidade, concisão e uso da linguagem formal são princípios que se aplicam às comunicações oficiais, pois elas sempre devem permitir uma única interpretação. C
  • 26. Julgue os seguintes itens de acordo com o Manual de Redação da Presidência da República (MRPR). EXERCÍCIOS 25) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) O chefe de determinada seção administrativa pode expor sua convicção a respeito de uma demanda em um documento oficial, desde que utilize a linguagem impessoal e se comunique em nome do serviço público. C
  • 27. Julgue os seguintes itens de acordo com o Manual de Redação da Presidência da República (MRPR). EXERCÍCIOS 26) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Os pronomes de tratamento, apesar de se referirem à segunda pessoa gramatical, levam a concordância para a terceira pessoa. Do mesmo modo, os adjetivos referentes a esses pronomes também fazem a concordância no gênero do pronome, ou seja, no gênero feminino. E
  • 28. Com base nas definições do MRPR sobre o formato das comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 27) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) A mensagem não traz a identificação de seu signatário. C
  • 29. Com base nas definições do MRPR sobre o formato das comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 28) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) No padrão ofício, o início de cada parágrafo do texto deve ter exatamente 3,5 cm de distância da margem esquerda. E
  • 30. Com base nas definições do MRPR sobre o formato das comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 29) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Com a finalidade de tratar sobre assuntos oficiais, foram criados o aviso e o ofício, modalidades praticamente idênticas, sendo que o ofício tem a finalidade de informar o cidadão sobre decisões da administração pública que venham a interferir em sua vida, enquanto que o aviso tem a finalidade de informar quando tais decisões serão executadas. E
  • 31. Com base nas definições do MRPR sobre o formato das comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 30) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) O memorando, modalidade de comunicação entre unidades de um mesmo órgão, tem como principal característica a rapidez e a simplicidade de procedimentos burocráticos. C
  • 32. Com base nas definições do MRPR sobre o formato das comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 31) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Tendo em vista sua característica burocrática, o memorando somente é utilizado em caráter administrativo. E
  • 33. Com base nas definições do MRPR sobre o formato das comunicações oficiais, julgue os itens subsequentes. EXERCÍCIOS 32) ( ) (CESPE/UnB /MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO) Ao vetar uma lei, o presidente da República deve apresentar o seu veto mediante ofício, pois esta é uma exigência do princípio da publicidade das comunicações oficiais. E