Ppt 19 Unicelularidade E Multicelularidade

4.459 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seus slides sao otimos! Voce consegue simplificar e relacionar os conteudos de uma maneira impar. Aprecio demais seu trabalho. Obrigada por compartilhar.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.459
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
40
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
340
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ppt 19 Unicelularidade E Multicelularidade

  1. 1.  Constituição bioquímica  Código genético  Processos básicos da vida
  2. 2.  Por que razão todos os seres vivos estão ligados como que por uma rede universal que torna os mecanismos da vida profundamente idênticos?  De onde provém, então da diversidade de formas que manifestam?
  3. 3. Nós, humanos, somos como um recém-nascido deixado na soleira da porta sem um bilhete a explicar quem é, donde veio, que carga hereditária de qualidades e defeitos traz consigo ou quem seriam os seus antepassados. Estamos ansiosos por ver a ficha do órfão. Carl Sagan e Ann Druyan
  4. 4.  Cada indivíduo provêm dos seus progenitores, todos provimos de um ancestral comum.  Através dos fósseis somos conduzidos, até aos primeiros seres vivos.
  5. 5.  As primeiras células encontradas no registo fóssil devem ter surgido num período que oscila entre os 3800 e os 2500 milhões de anos e assemelham-se aos actuais procariontes, representados pelas bactérias e pelas cianobactérias. .
  6. 6. Os dados fornecidos pelos fósseis e a simplicidade estrutural e funcional das células procarióticas constituem os dois principais argumentos que sustentam a hipótese dos seres procariontes terem estado na origem da grande diversidade de vida na Terra.
  7. 7.  As células eucarióticas apresentam uma constituição bem mais complexa do que as células procarióticas
  8. 8.  De acordo com o modelo autogénico, os organelos das células eucarióticas terão surgido como resultado de invaginações sucessivas da membrana - dos procariontes.
  9. 9. Associação entre organismos diferentes em que cada um deles (endossimbionte) vive no interior do outro, beneficiando ambos da associação.
  10. 10. http://transgenicosintocaveis.blogspot.com/search/label/%22Francisco%20Carrapi%C3%A7o%22
  11. 11.  No modelo endossimbiótico, há fenómenos de endossimbiose, isto é, a célula eucariótica surgiu por associações entre procariontes e que o hóspede se coloca na total dependência do hospedeiro e vice-versa.
  12. 12.  Segundo este modelo, o invólucro nuclear e os sistemas endomembranares também se originaram a partir de invaginações da membrana nuclear.  As mitocôndrias e cloroplastos Lynn Margulis resultaram da incorporação de células procarióticas por outras células.
  13. 13.  Mitocôndrias e cloroplastos assemelham-se a bactérias.  Mitocôndrias e os cloroplastos têm o seu próprio genoma.  Dividem-se independentemente.  Os ribossomas dos cloroplastos e mitocôndrias são muito mais semelhantes em tamanho e em características bioquímicas aos dos procariontes.  Existem associações simbióticas entre bactérias e alguns eucariontes.
  14. 14.  Existem organismos eucariontes que não possuem mitocôndrias.  A formação do invólucro nuclear antecedeu a incorporação das A giárdia (Giardia lamblia) é um mitocôndrias. protozoário microscópico que parasita o intestino dos mamíferos, inclusive de seres humanos
  15. 15.  A presença de cloroplastos nas plantas e algas e sua ausência em fungos e animais apoiam a incorporação sequencial das células procarióticas por parte das células hospedeiras.
  16. 16.  Reclinomonas americana é o protista com mitocôndrias mais simples. Os genes destas mitocôndrias são semelhantes aos da bactéria causadora de tifo Rickettsia prowazekii. Esta bactéria parasita divide-se apenas Rickettsia prowazekii dentro de células eucarióticas, como acontece com as mitocôndrias.
  17. 17.  Como se processa o controlo da expressão de genes em compartimentos diferentes da célula?  Como se processa a migração da parte do material genético dos organitos para o núcleo?

×