Trajes Tradicionais do Minho

11.639 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.639
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trajes Tradicionais do Minho

  1. 1. • INTRODUÇÃO • Este trabalho tem como objectivo divulgar os trajes tradicionais á minhota, que subentende o ouro, surgindo este como complemento e enriquecimento do traje. • Pretendemos dar a conhecer um bocadinho da história de cada um dos trajes tais como: a tradição a cultura popular.
  2. 2. • Camisa: branca com bordados azuis •Colete: vermelho e preto com bordados. • saia: redonda, vermelha com riscas e em baixo uma tira preta com bordados. • Avental: apresenta uma cor vermelha com bordados com relevo • Algibeira: forma de coração, com bordados. • meias calças de pé inteiro brancas • Dois lenços •Chinelas
  3. 3. • São constituídos por saias de linho ou estopa branca • aventais de tear, de ladrilho, às riscas ou de "tapete"; • algibeiras de lã ou tecido nos tons da barra da saia • colete de trespasse, com barra de veludo normalmente bordada • camisa de linho com pregas ou franzidos nas mangas, bordados a ponto de cruz com linha azul; • meias sem pé chamadas peúgas; • na cabeça, lenços de algodão conhecidos por lenços de Alcobaça; nos pés socos.
  4. 4. • São, como se compreende, os fatos mais simples. • Há diversos trajes de acordo com os diferentes trabalhos agrícolas • São constituídos, de um modo geral : • por saias de riscas miúdas em tons escuros, • coletes com rigor preto; • algibeiras de tecido ou estopa; camisas simples, de pano; • aventais de riscas ou com motivos sóbrios; • lenços de algodão no peito e na cabeça; • pernas nuas ou com peúgas; • descalças, com socos ou botas
  5. 5. •A rapariga da aldeia que casava com rapaz da cidade sendo aldeã queria trajar como citadina. •A designação de meia- senhora diz-nos que a lavradeira, mesmo com o casamento (esse grande nivelador social), não atingiu ainda o título de "senhora" dentro das quatro distâncias sociais da época. •Mesmo assim, o traje de "meia-senhora" ou o "traje de morgada" era sinónimo de casa farta.
  6. 6. • Antes de ser noiva • Os trajes das mordomas, geralmente pretos ou azuis-escuros, • Compunha-se de casaquinha cintada de aba curta muito enfeitada, • O cumprimento da manga termina acima do punho. • A saia apresenta uma cintura, a roda sai livre e abundante do cós, atingindo um perímetro três vezes superior à medida da cinta. • A larga barra de veludo bordado de missangas com um desenho naturalista. • O avental de veludo, também franzido, é bordado com missangas • Calçavam meias rendadas brancas e chinelas de tela pretas lisas ou bordadas a branco. • Na cabeça, um lenço de seda fina de cor viva ou de um véu de tule branco
  7. 7. • Lenço dos namorados: Na mão para segurar a vela ou o ramo usa um lenço de "amor" bordado com motivos florais, Vegetalistas e quadras ou frases amorosas, a ponto cruz, ponto cheio, cordão, pé-de-flor etc. • Na mão transportavam vela votiva, enfeitada, que acendiam na procissão, ou palmito feito com folhas de palma. • Ouro
  8. 8. • Traje de Noiva são os trajes de cerimónia e casamentos • Diferenças : • Ramo • Lenço da cabeça
  9. 9. • No campo: • Camisa de linho sem bordados • Á cinta nada ou faixa de lã preta • Calças de pano grosseiro de estopa e lã castanha • Cabeça descoberta ou chapéu de palha ou gorro preto • Pés nus ou socas
  10. 10. Na missa: • Camisa de linho bordada a vermelho ou branco • Faixa vermelha • Calças pretas • Casaca preta ornamentadacom botões pretos ou galões • Chapéu braguês • Meias brancas e sapatos pretos

×