Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.      ABERTURA              .        Agosto - 2012                        REV...
Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.     Programação        Agosto - 2012                        REVISÃO-00 OUT-2...
PROGRAMAÇÃO09:00h - Abertura- Expro Brasil         .09:15h - O Que são ROTARY e P.I.J.         .09:30h - Estrutura do P.I....
Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.O Que são Rotary e P.I.J.               .         Agosto - 2012              ...
O QUE É ROTARY    É UMA ORGANIZAÇÃO DE LÍDERES DE   NEGÓCIOS E PROFISSIONAIS, UNIDOS NO           MUNDO INTEIRO QUE:Presta...
A PROVA QUÁDRUPLA     É UM DOS PRINCÍPIOS DE ROTARY  “DAS COISAS QUE SE PENSAM, DIZEM OU                 FAZEM”:É a VERDAD...
HISTÓRICOROTARY é a primeira associação de clubes de serviçosno mundoO Primeiro ROTARY CLUB surgiu em Chicago (USA), em190...
ALGUNS DADOS                                ROTARY NO MUNDOAtualmente possui 1.228.788 de associados (Jul/2012)34336 Clube...
FUNDAÇÃO ROTÁRIAO Braço financeiro do Rotary2ª Maior ONG do mundo, após a fundação BILL E MELINDA GATESA Única ONG do Mund...
FUNDAÇÃO ROTÁRIA – ESTRUTURA GERAL                                FUNDAÇÃO ROTÁRIACLUBE   CLUBE             CLUBE         ...
FUNDAÇÃO ROTÁRIA – ESTRUTURA GERAL                                              FUNDAÇÃO ROTÁRIA                      DIST...
NOVAS GERAÇÕES         Agrupa os programas estruturados de              ROTARY INTERNATIONALRYLA - Prêmios Rotários de Lid...
O QUE É P.I.J.P.I.J. É O Programa de Intercâmbio de Jovens de Rotary            International (Sigla em Inglês: RYEP)Visa ...
INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS         PROGRAMA CULTURAL PARA JOVENS  LONGA DURAÇÃO (1 ANO)  Estudantes de segundo gr...
OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e P...
Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.Estrutura do P.I.J. no Rotary                .          Agosto - 2012        ...
INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS                            Estrutura Básica                                          D...
EXPRO BRASIL                         Organização do Intercâmbio   Distrito 4430                                           ...
Contatos InternacionaisCanadá, Caribe e USA                                                                               ...
A QUEM O INTERCAMBISTA DEVE PEDIR AJUDA ?                         5 – CHAIR DO DISTRITO + CONTATO INTERNACIONAL »         ...
OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Comissões do Programa de Intercâmbio de Jovens - Estrutura do PIJ no Rotary - REVI...
Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.  Família Patrocinadora               .         Agosto - 2012                ...
DEFINIÇÃOFAMÍLIA PATROCINADORA É A FAMÍLIA QUE  ENVIA UM JOVEM PARA O INTERCÂMBIOAlgumas vezes, esta família também será a...
INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS O intercambio de seu filho(a) se desenrolará em ambiente sadio e seguro Em um Clube e ...
RESPONSABILIDADES     RESPONSABILIDADES DA FAMÍLIA PATROCINADORA PARA COM O JOVEM QUE ESTÁ SENDO ENVIADO PARA INTERCÂMBIO ...
RESPONSABILIDADES     RESPONSABILIDADES DA FAMÍLIA PATROCINADORA PARA COM O JOVEM QUE ESTÁ SENDO ENVIADO PARA INTERCÂMBIO ...
PLANEJE A COMUNICAÇÃO COM SEU FILHO       Sugerimos que os telefonemas sejam,        aproximadamente, uma vez por mês. O c...
VISITAS A SEU FILHO (A)  Visitas: só exceção e, previamente autorizadaAs visitas de parentes ao intercambístas são proibid...
PREPARAÇÃO EMOCIONAL DE SEU FILHOSabemos que o jovem, que vai fazer intercâmbio deum ano, está emocionalmente envolvido e ...
PREPARAÇÃO EMOCIONAL DE SEU FILHO Teoricamente os pais devem estar mais seguros e confiantes que seus filhos, embora nesta...
PREPARAÇÃO EMOCIONAL DE SEU FILHO Devem orientá-lo no sentido de seguir as regras do País e da família hospedeira, mesmo q...
INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS Experiência rica para toda a família       EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Parti...
OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinador...
Orientação às Famílias  Participantes do P.I.J.Família Anfitriã e Família Voluntária                    .              Ago...
DEFINIÇÃOFAMÍLIA ANFITRIÃ É A PRIMEIRA FAMÍLIA QUE  RECEBE UM JOVEM PARA O INTERCÂMBIOAlgumas vezes, esta família também s...
INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS O P.I.J. e baseado em Três Pilares: Família, Escola E Rotary Club. O intercambio de se...
ANTES DA CHEGADA DO JOVEM (INBOUND) Inicie um contato com o Inbound para conhecê-lo Procure por Informações do País do Inb...
ANTES DA CHEGADA DO JOVEM (INBOUND) Procure Conhecer as regras do programa, pois algumas podem ser mais restritivas do que...
ANTES DA CHEGADA DO JOVEM (INBOUND) Conheça as regras do programa sobre Drogas, Dirigir, Beber e Namorar. Também conhecida...
PROVIDENCIAS IMEDIATAS            FAMÍLIAS ANFITRIÃS Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil  precisa frequentar à u...
PROVIDENCIAS IMEDIATAS            FAMÍLIAS ANFITRIÃS Nos primeiros cinco dias após sua chegada, oINBOUND e a família devem...
PROVIDENCIAS IMEDIATAS            FAMÍLIAS ANFITRIÃS Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil     precisa ter uma Céd...
PROVIDENCIAS IMEDIATAS FAMÍLIAS ANFITRIÃS E VOLUNTÁRIAS Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil precisa ter um segur...
RESPONSABILIDADES                      FAMÍLIAS ANFITRIÃRecepcionar o INBOUND no aeroportoInformar a Expro sobre a chegado...
RESPONSABILIDADES  FAMÍLIAS ANFITRIÃ E VOLUNTÁRIACumprir com todos os itens da lista “providênciasImediatas”Definir as reg...
RESPONSABILIDADES  FAMÍLIAS ANFITRIÃ E VOLUNTÁRIACombinar com a direção da escola a emissão mensal doRelatório Escolar (Mo...
RESPONSABILIDADES  FAMÍLIAS ANFITRIÃ E VOLUNTÁRIACertificar-se que o INBOUND prepare relatórios dedesempenho.Acompanhar a ...
RESPONSABILIDADES                    FAMÍLIA VOLUNTÁRIA Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil     precisa ter uma ...
RESPONSABILIDADES                     FAMÍLIA VOLUNTÁRIA Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil  precisa frequentar...
RESPONSABILIDADES                     FAMÍLIA VOLUNTÁRIA Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil  precisa frequentar...
OUTRAS ATIVIDADES     AS FAMÍLIAS, DENTRO DE SUAS POSSIBILIDADES, DEVE PROPORCIONAR AO INBOUND OUTRAS ATIVIDADES TAIS QUAI...
COMPORTAMENTOTrate o INBOUND como gostaria que seu filho(a) fossetratado(a)Não fale em Português muito rápido. Mesmo após ...
LISTA DE VERIFICAÇÃO                 RECEBENDO INTERCAMBISTA ESTRANGEIRONome do Intercambista ____________________________...
QUESTIONÁRIO PARA PRIMEIRA NOITE                       Português                                                          ...
INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS Experiência rica para toda a família      EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Partic...
OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e V...
Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.        BREAK        10 Minutos        Agosto - 2012                        R...
Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.        Choque Cultural   Preparado por: Armando Colognese Junior   - Psicana...
ADAPTAÇÃOA Adaptação é fundamental para o bom andamento doPrograma e não devemos esquecer que se trata de umintercâmbio CU...
ADAPTAÇÃOVamos enumerar as situações de dificuldades que osjovens encontrarão durante o programa; isto é válido paratodos ...
CULTURA                    “CULTURA”, O QUE É ?O complexo dos padrões de comportamento, das crenças,das instituições e de ...
FASESEXPECTATIVA DA VIAGEM - Um desconhecido muitoesperado.A CHEGADA - a sensação do admirável mundo novo.CHOQUE CULTURAL:...
CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel            EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de ...
CHOQUE CULTURAL                                   1- “LUA DE MEL”Um desconhecido muito esperado.A Sensação do admirável mu...
CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel      2.O Choque Propriamente Dito            EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participan...
CHOQUE CULTURAL    2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO”     2.1 - AS PRIMEIRAS DIFICULDADES Os sintomas são muitos e os mais co...
CHOQUE CULTURAL    2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO”            2.2 - HÁBITOS E COSTUMES                     ExemplosRoupas;...
CHOQUE CULTURAL2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO”2.3 - A LÍNGUA E SEU SIGNIFICADO        SIMBÓLICO/CULTURAL  2.4 - PERÍODO OC...
CHOQUE CULTURAL    2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO”            2.6 - INFANTILIZAÇÃO(Os pais que infantilizam e ou os Jovens...
CHOQUE CULTURAL 2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO”    2.7 - IMPOSIÇÃO DOS HÁBITOS          (Tem que provar tudo)           2....
CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel          3. Ajuste Inicial      2.O Choque Propriamente Dito            EXPRO BRASIL - Orient...
CHOQUE CULTURAL                3- “AJUSTE INICIAL”            “VIVÊNCIA DE ADAPTAÇÃO”A Língua está mais fácil.É Possível ,...
CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel          3. Ajuste Inicial      2.          4. DepressãoO Choque Propriamente Dito           ...
CHOQUE CULTURAL                                   4- “DEPRESSÃO”Isolamento ou agitaçãoRaivaDificuldade de concentraçãoDesc...
CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel          3. Ajuste Inicial                                                                   ...
CHOQUE CULTURAL        5- “CONFRONTO / CONFORTO”        Eu (Jovem) Sei. E Nós também               A Pré-ocupaçãoEmburrame...
CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel                                                                                              ...
CHOQUE CULTURAL       6- “INTEGRAÇÃO E ACEITAÇÃO”É Estabelecida em tempo Variável;Depende de cada jovem e da interação com...
ADAPTAÇÃO FAMILIARÉ Fundamental que a família trate o jovem como de suaprópria família;Ele está na situação de filho(a), t...
CHOQUE CULTURAL           “COMO CONVIVER COM ELE”  TOLERÂNCIA E BOM SENSO – ASPECTOS             FUNDAMENTAIS     IMPORTÂN...
CHOQUE CULTURAL           “COMO CONVIVER COM ELE”             ACOLHIMENTO EMOCIONALA Família hospedeira deve se aproximar ...
CHOQUE CULTURAL           “COMO CONVIVER COM ELE”                                    COMPARAÇÕESAs comparações entre os in...
CHOQUE CULTURAL           “COMO CONVIVER COM ELE”                    CIÚMES ENTRE IRMÃOSOs Pais devem ficar atentos ao tip...
CHOQUE CULTURAL           “COMO CONVIVER COM ELE”       PEDIDOS DE SAÍDAS E PASSEIOSOs jovens intercambistas, geralmente, ...
CHOQUE CULTURAL           “COMO CONVIVER COM ELE”       PEDIDOS DE SAÍDAS E PASSEIOSCuidado para não restringirem demais, ...
CHOQUE CULTURAL             “COMO CONVIVER COM ELE”                                RECOMENDAÇÕES  Diálogo – Conversar como...
CHOQUE CULTURAL           “COMO CONVIVER COM ELE”                              RECOMENDAÇÕESProporcionar passeios, viagens...
CHOQUE CULTURAL           “COMO CONVIVER COM ELE”                              RECOMENDAÇÕESMostrar interesse pela cultura...
CHOQUE CULTURAL         “COMO CONVIVER COM ELE”                            RECOMENDAÇÕESE PRINCIPALMENTE:GARANTAM QUE O JO...
OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - RE...
Orientação às Famílias Participantes do P.I.J.ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS         30 Minutos         Agosto - 2012          ...
Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.   ENCERRAMENTO        Agosto - 2012                        REVISÃO-00 DEZ-2010
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Orientação às Famílias do PIJ

775 visualizações

Publicada em

Apresentação que será utilizada no treinamento para as famílias, em São Paulo e em Campinas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
775
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orientação às Famílias do PIJ

  1. 1. Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J. ABERTURA . Agosto - 2012 REVISÃO-00 DEZ-2010
  2. 2. Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J. Programação Agosto - 2012 REVISÃO-00 OUT-2010
  3. 3. PROGRAMAÇÃO09:00h - Abertura- Expro Brasil .09:15h - O Que são ROTARY e P.I.J. .09:30h - Estrutura do P.I.J. no Rotary .09:45h - Família Patrocinadora .10:15h - Família Anfitriã e Voluntária .10:45h – Break11:00h - Choque Cultural .11:30h - Esclarecimento de Dúvidas.12:00h - Encerramento. EXPRO BRASIL - Orientação às Comissões do Programa de Intercâmbio de Jovens - Programação - REVISÃO-00
  4. 4. Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.O Que são Rotary e P.I.J. . Agosto - 2012 REVISÃO-02 JUL-2011
  5. 5. O QUE É ROTARY É UMA ORGANIZAÇÃO DE LÍDERES DE NEGÓCIOS E PROFISSIONAIS, UNIDOS NO MUNDO INTEIRO QUE:Prestam serviços humanitários,Fomentam um elevado padrão de ética em todas asprofissões eAjudam a estabelecer a Paz e a Boa Vontade no mundo. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  6. 6. A PROVA QUÁDRUPLA É UM DOS PRINCÍPIOS DE ROTARY “DAS COISAS QUE SE PENSAM, DIZEM OU FAZEM”:É a VERDADE?É JUSTO para todos os interessados?Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES?Será BENÉFICO para todos os interessados? EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  7. 7. HISTÓRICOROTARY é a primeira associação de clubes de serviçosno mundoO Primeiro ROTARY CLUB surgiu em Chicago (USA), em1905, Fundado por PAUL HARRIS EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  8. 8. ALGUNS DADOS ROTARY NO MUNDOAtualmente possui 1.228.788 de associados (Jul/2012)34336 Clubes532 Distritos215 Países ROTARY NO BRASILAtualmente possui 57.194 associados (Jul/2012)2390 Clubes38 Distritos Fonte: Rotary International – Brazil Office EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  9. 9. FUNDAÇÃO ROTÁRIAO Braço financeiro do Rotary2ª Maior ONG do mundo, após a fundação BILL E MELINDA GATESA Única ONG do Mundo que possui cadeira deobservadora na ONU Desde 1947 já outorgou mais de US$ 1,6 Bilhões emprojetos humanitários educacionais, que sãoimplementados e administrados localmente pelos Clubese Distritos do ROTARY EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  10. 10. FUNDAÇÃO ROTÁRIA – ESTRUTURA GERAL FUNDAÇÃO ROTÁRIACLUBE CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  11. 11. FUNDAÇÃO ROTÁRIA – ESTRUTURA GERAL FUNDAÇÃO ROTÁRIA DISTRITO DISTRITO CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE CLUBE NOVAS GERAÇÕES INTERNACIONAIS PROFISSIONAIS COMUNIDADE SERVIÇOS À INTERNOS SERVIÇOS SERVIÇOS SERVIÇOS EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  12. 12. NOVAS GERAÇÕES Agrupa os programas estruturados de ROTARY INTERNATIONALRYLA - Prêmios Rotários de Liderança JuvenilINTERACTROTARACTIntercâmbio Internacional de Jovens (PIJ) EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  13. 13. O QUE É P.I.J.P.I.J. É O Programa de Intercâmbio de Jovens de Rotary International (Sigla em Inglês: RYEP)Visa promover o entendimento entre os povos e a paz mundial, obtida ao longo do tempo através das construções de pontes de amizadeTrata-se de intercâmbio de jovens entre distritos depaíses diferentePatrocinado por Rotary Clubes de Dois DistritosBaseado em Obrigações e ResponsabilidadesRecíprocasRealizado entre Clubes “Qualificados” dentro das normasde Rotary International EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  14. 14. INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS PROGRAMA CULTURAL PARA JOVENS LONGA DURAÇÃO (1 ANO) Estudantes de segundo grau com idade entre 15 e 18 anos*. CURTA DURAÇÃO (6 A 8 Semanas) Estudantes com idade entre 15 e 18 anos* NOVAS GERAÇÕES (6 A 8 Semanas) Estudantes com idade entre 18 e 25* anos* Incompletos na data de chegada ao país de destino EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  15. 15. OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - O Que Sao Rotary e PIJ - REVISÃO-02
  16. 16. Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J.Estrutura do P.I.J. no Rotary . Agosto - 2012 REVISÃO-03 MAI-2011
  17. 17. INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS Estrutura Básica Distrito Rotário Governador Comissão Distrital YEP -Chairman Rotary Club Presidente CONSELHEIRO OFICIAL DE INTERCÂMBIO INTERCAMBISTA EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias do Programa de Intercâmbio de Jovens - Estrutura do PIJ no Rotary - REVISÃO-03
  18. 18. EXPRO BRASIL Organização do Intercâmbio Distrito 4430 Distrito 4590 Governador EXPRO BRASIL Governador GESTOR DE RISCO GESTOR DE RISCOComissão Distrital 4590 EXPRO BRASIL 4590 Comissão Distrital YEP Chairman PRESIDENTE YEP Chairman 4430 4590CO-CHAIRs CO-CHAIRs Inbound CAC Longa ,CurtaOutbound 5 Contatos 2 VICES PRESIDENTE VICE PRESIDENTE Comissão de Conselheiro Internacionais DISTRITO 4430 DISTRITO 4590 Avaliação e Classificação Coordenadores Coordenadores De Área De Área 1º SECRETÁRIO 1º TESOUREIRO Rotary Clubs Rotary Clubs 4430 4590 2º SECRETÁRIO 2º TESOUREIRO COMISSÕES YEP COMISSÕES YEPOFICIAIS INTERCÂMBIO OFICIAIS INTERCÂMBIO CONSELHEIROS INTERCAMBISTAS ROTEX INTERCAMBISTAS CONSELHEIROS EXPRO BRASIL - Orientação às Comissões do Programa de Intercâmbio de Jovens - Estrutura do PIJ no Rotary - REVISÃO-05
  19. 19. Contatos InternacionaisCanadá, Caribe e USA Ásia Paulo Saragiotto Jany Hatanaka África, Europa & México Carlos Carvalho América Central & América do Sul Austrália & Nova Zelândia Paraguassu Lopes Paulo Couto EXPRO BRASIL - Orientação às Comissões do Programa de Intercâmbio de Jovens - Estrutura do PIJ no Rotary - REVISÃO-05
  20. 20. A QUEM O INTERCAMBISTA DEVE PEDIR AJUDA ? 5 – CHAIR DO DISTRITO + CONTATO INTERNACIONAL » RESOLVE TODOS OS DEMAIS PROBLEMAS, NÃO Chair SOLUCIONADOS. AUTORIZAÇOES DE VIAGENS. + TOMA A ÚLTIMA DECISÃO NOS ASSUNTOS, INCLUINDO Contato REGRAS . ACIONA O GERENTE DE RISCO Internacional 4 - COORDENADOR DE ÁREA » RESOLVE TODOS OS Coordenador PROBLEMAS DA REGIÃO, FAZ ORIENTAÇÃO DO de Área INBOUND Oficial de 3 - OFICIAL DE INTERCÂMBIO » PROBLEMAS QUE O Intercâmbio CONSELHEIRO NÃO CONSEGUE/PODE RESOLVER Conselheiro 2 - CONSELHEIRO » PROBLEMAS DO DIA-A-DIA (FAMILIA ESCOLA,ETC.) OU ORIENTAÇÕES Família Hospedeira 1 - FAMÍLIA » PROBLEMAS DO DIA-A-DIA, DÚVIDAS, ETC. EXPRO BRASIL - Orientação às Comissões do Programa de Intercâmbio de Jovens - Estrutura do PIJ no Rotary - REVISÃO-05
  21. 21. OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Comissões do Programa de Intercâmbio de Jovens - Estrutura do PIJ no Rotary - REVISÃO-05
  22. 22. Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J. Família Patrocinadora . Agosto - 2012 REVISÃO-00 DEZ-2010
  23. 23. DEFINIÇÃOFAMÍLIA PATROCINADORA É A FAMÍLIA QUE ENVIA UM JOVEM PARA O INTERCÂMBIOAlgumas vezes, esta família também será a primeirafamília a receber um jovem do P.I.J.Outbound é o “nome” dado ao intercambista Brasileiro,durante sua permanência no Exterior. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  24. 24. INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS O intercambio de seu filho(a) se desenrolará em ambiente sadio e seguro Em um Clube e Distrito Certificado por Rotary International Os jovens, antes de embarcarem ao exterior, receberão orientações específicas sobre as regras do programa, comportamento de modo geral, choque cultural, etc., na imersão dos Outbounds proporcionada pela EXPRO BRASIL. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  25. 25. RESPONSABILIDADES RESPONSABILIDADES DA FAMÍLIA PATROCINADORA PARA COM O JOVEM QUE ESTÁ SENDO ENVIADO PARA INTERCÂMBIO (OUTBOUND)Compra da passagem (na agência oficial)Compra do seguro (no país hospedeiro)Providenciar fundo de emergênciaPlanejar envio de dinheiro – ou gastos com cartãoPlanejar comunicação (telefonemas, e-mails, correio)Visitas (Quando Permitidas)Preparação emocional do filho(a) EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  26. 26. RESPONSABILIDADES RESPONSABILIDADES DA FAMÍLIA PATROCINADORA PARA COM O JOVEM QUE ESTÁ SENDO ENVIADO PARA INTERCÂMBIO (OUTBOUND)Levar o seu filho(a) até o aeroportoEvitar interferênciasSaber que durante algum tempo Ele(a) “não será seufilho(a)”Saber que Ele(a) chamará outras pessoas de “Pai” e“Mãe”Respeitar os limites definidos pela família onde seufilho(a) estiver hospedado(a)Usar, e Orientar seu filho a usar, a hierarquia de Rotarypara resolver problemas EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  27. 27. PLANEJE A COMUNICAÇÃO COM SEU FILHO Sugerimos que os telefonemas sejam, aproximadamente, uma vez por mês. O contato direto com o jovem, principalmente no início do intercâmbio, poderá trazer preocupações e saudades desaconselháveis para sua adaptação. Usem, com moderação a comunicação escrita, através da Internet (e-mails) Cuidado com mensagens através das redes sociais (Facebook, Orkut, etc.) Cuidado, pois prevalecerá sempre a regra da família onde Ele(a) estiver hospedado As contas telefônicas no exterior correrão por conta Dele (a) EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  28. 28. VISITAS A SEU FILHO (A) Visitas: só exceção e, previamente autorizadaAs visitas de parentes ao intercambístas são proibidas,pois quase sempre interferem na programação,previamente, organizada pelo Rotary hospedeiro.É necessária a autorização prévia da Expro Brasil e doDistrito hospedeiro antes de qualquer visita.O Intercâmbio só termina com a chegada de seu filho (a)de volta ao Brasil. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  29. 29. PREPARAÇÃO EMOCIONAL DE SEU FILHOSabemos que o jovem, que vai fazer intercâmbio deum ano, está emocionalmente envolvido e „abalado‟,assim como toda sua família. Desta forma, agora é a hora de usarmos todos os recursos que dispomos: Que sabemos que temos, Que acreditamos que temos, Que imaginamos que temos, Que fantasiamos que temos, ou mesmo os que forem necessários serem: buscados, adquiridos, arrumados, emprestados, implorados... EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  30. 30. PREPARAÇÃO EMOCIONAL DE SEU FILHO Teoricamente os pais devem estar mais seguros e confiantes que seus filhos, embora nesta hora os filhos, mobilizados pela ansiedade e expectativa da viagem, demonstrem mais segurança do que de fato têm. Por isso, a firmeza e a demonstração de afeto devem ser transmitidas ao seu filho com muita intensidade neste momento. Os pais devem apontar a responsabilidade que seu filho está tendo ao ser escolhido, como representante de seu País, de sua comunidade e família. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  31. 31. PREPARAÇÃO EMOCIONAL DE SEU FILHO Devem orientá-lo no sentido de seguir as regras do País e da família hospedeira, mesmo que contrárias às suas. É importante que seu filho saiba que estará sendo acompanhado sempre, para que se sinta confiante e seguro de que não será abandonado. Deve-se „dar garantias‟ de que quando voltar seu lugar estará assegurado. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  32. 32. INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS Experiência rica para toda a família EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  33. 33. OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Familia Patrocinadora - REVISÃO-00
  34. 34. Orientação às Famílias Participantes do P.I.J.Família Anfitriã e Família Voluntária . Agosto - 2012 REVISÃO-01 JUL-2011
  35. 35. DEFINIÇÃOFAMÍLIA ANFITRIÃ É A PRIMEIRA FAMÍLIA QUE RECEBE UM JOVEM PARA O INTERCÂMBIOAlgumas vezes, esta família também será a família queestará enviando um jovem ao P.I.J. FAMÍLIA VOLUNTÁRIA É A SEGUNDA, TERCEIRA OU A ÚLTIMA FAMÍLIA QUE RECEBE UM JOVEM PARA O INTERCÂMBIOAlgumas vezes, esta família também poderá estarenviando um jovem ao P.I.J.Inbound é o “nome” dado ao intercambista estrangeiro,durante sua permanência no Brasil EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  36. 36. INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS O P.I.J. e baseado em Três Pilares: Família, Escola E Rotary Club. O intercambio de seu novo filho(a) se desenrolará em ambiente sadio e seguro Em um Clube e Distrito Certificado por Rotary International Os jovens, alguns dias após a chegarem do exterior, receberão orientações específicas sobre as regras do programa, comportamento de modo geral, choque cultural, etc., na imersão dos Inbounds proporcionada pela EXPRO BRASIL. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  37. 37. ANTES DA CHEGADA DO JOVEM (INBOUND) Inicie um contato com o Inbound para conhecê-lo Procure por Informações do País do Inbound. Cultura, Costumes, Religião. Isto atenuará o “Choque Cultural” Conheça o Rotary Club Hospedeiro. Seus projetos e programas Conheça a escola onde o Inbound irá estudar EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  38. 38. ANTES DA CHEGADA DO JOVEM (INBOUND) Procure Conhecer as regras do programa, pois algumas podem ser mais restritivas do que as suas. As regras do Programa prevalecem às suas. Providencie a “Declaração de Responsabilidade de Voluntário” e entregue ao Rotary Club hospedeiro. Viagens, somente com a família (Pais) Outras viagens Somente com autorização Prévia e Escrita do Rotary Club + Chair do Distrito EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  39. 39. ANTES DA CHEGADA DO JOVEM (INBOUND) Conheça as regras do programa sobre Drogas, Dirigir, Beber e Namorar. Também conhecidas como “Os 4 Dês”. Conheça as orientações do programa relativas a Assédio e Abuso Moral, Físico e Sexual Conheça a Hierarquia de Rotary para a Solução de problemas. Prepare a sua família para ter temporariamente um novo Filho(a). Principalmente os irmãos. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  40. 40. PROVIDENCIAS IMEDIATAS FAMÍLIAS ANFITRIÃS Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil precisa frequentar à uma escola regularmente.Antes do INBOUND chegar, fazer sua inscrição na escolaescolhida para freqüentar durante o ano letivo. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  41. 41. PROVIDENCIAS IMEDIATAS FAMÍLIAS ANFITRIÃS Nos primeiros cinco dias após sua chegada, oINBOUND e a família devem entregar ao oficial de intercâmbio do Rotary Club hospedeiro:a) Os US$ 400,00 (em espécie ou Travel Checks)relativos ao fundo de emergência. No caso de IntercâmbioEspecial, este fundo não existe. Contatar a Expropreviamente para saber como proceder.b) A Passagem original de volta.c) O Passaporte Original EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  42. 42. PROVIDENCIAS IMEDIATAS FAMÍLIAS ANFITRIÃS Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil precisa ter uma Cédula de Identidade de Estrangeiros.a) Este documento precisa ser obtido nos primeiros 30dias após sua chegada; se este prazo não for respeitado,existe pesada multa diária.É responsabilidade da 1ª família hospedeira (FamíliaAnfitriã) levar o jovem à Policia Federal para providenciara Identidade.O Rotary Club e a EXPRO se isentam do pagamentodestas multas caso as datas não sejam cumpridas.À Família Anfitriã caberá o ônus destas multas EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  43. 43. PROVIDENCIAS IMEDIATAS FAMÍLIAS ANFITRIÃS E VOLUNTÁRIAS Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil precisa ter um seguro cuja documentação ficará em poder de cada Família em que ele Esteja Hospedado.A)Solicitar a documentação de seguro ao jovem ou àfamília anterior.b) Familiarizar-se sobre a forma de acionar o seguro paracaso de emergências.c) Verifique se os contatos disponíveis funcionam 24horas por dia, 7 dias por semana EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  44. 44. RESPONSABILIDADES FAMÍLIAS ANFITRIÃRecepcionar o INBOUND no aeroportoInformar a Expro sobre a chegado do INBOUNDCertificar-se que o jovem freqüente escola de ensinomédio.Providenciar uniforme e material escolar, conformedefinido previamente como Rotary Club.Providenciar Transporte à Escola -Combine previamentecom as outras famílias. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  45. 45. RESPONSABILIDADES FAMÍLIAS ANFITRIÃ E VOLUNTÁRIACumprir com todos os itens da lista “providênciasImediatas”Definir as regras da casa já na primeira noite. Utilizequestionário como referênciaAs Regras de uma casa não São iguais as de outra casa.O Inbound deve adaptar-se às regras da casa e não oinverso.Falar e ensinar Português. use “Post It”Definir as regras para uso de telefone, internet e TVCertificar-se sobre dietas e remédios do INBOUND EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  46. 46. RESPONSABILIDADES FAMÍLIAS ANFITRIÃ E VOLUNTÁRIACombinar com a direção da escola a emissão mensal doRelatório Escolar (Modelo definido pela Expro)Enviar mensalmente à Secretaria do Intercâmbio oRelatório de Desempenho Escolar emitido pela escola(sem este relatório, o jovem não participará de atividadesprogramadas pelo Rotary)Informar à escola sobre mudanças de famílias, quantoocorrerem e sobre as viagens programadas pelo Rotary. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  47. 47. RESPONSABILIDADES FAMÍLIAS ANFITRIÃ E VOLUNTÁRIACertificar-se que o INBOUND prepare relatórios dedesempenho.Acompanhar a freqüência escolar do INBOUNDAssegurar que o INBOUND freqüente Reuniões e eventosdo Rotary Club.Orientar o INBOUND na gestão de suas finanças(mesada) EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  48. 48. RESPONSABILIDADES FAMÍLIA VOLUNTÁRIA Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil precisa ter uma Cédula de Identidade de Estrangeiros.a) Faça acompanhamentos até emissão da cédula deidentidade.Há casos onde a cédula é emitida pouco antes doINBOUND voltar a seu pais de origem. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  49. 49. RESPONSABILIDADES FAMÍLIA VOLUNTÁRIA Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil precisa frequentar à uma escola regularmente.O INBOUND continuará a freqüentar a escola que estavapreviamente freqüentando.Manter uniforme e material escolar, conforme definidopreviamente como Rotary Club. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  50. 50. RESPONSABILIDADES FAMÍLIA VOLUNTÁRIA Todo jovem que cumpre o Intercâmbio no Brasil precisa frequentar à uma escola regularmente.Levar o INBOUND ao aeroporto , caso seja a últimafamília anfitriã voluntária.Informar a EXPRO que o jovem já retornou ao país deorigem. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  51. 51. OUTRAS ATIVIDADES AS FAMÍLIAS, DENTRO DE SUAS POSSIBILIDADES, DEVE PROPORCIONAR AO INBOUND OUTRAS ATIVIDADES TAIS QUAIS:EsportivasSociaisCulturaisVoluntariado EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  52. 52. COMPORTAMENTOTrate o INBOUND como gostaria que seu filho(a) fossetratado(a)Não fale em Português muito rápido. Mesmo após meseso INBOUND tem muita dificuldade de compreensão.O INBOUND Participará da vida de sua família EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  53. 53. LISTA DE VERIFICAÇÃO RECEBENDO INTERCAMBISTA ESTRANGEIRONome do Intercambista _____________________________________Data da chegada ___________________________________ Hora ___________VERIFICAÇÃO OBRIGATÓRIA E IMEDIATAEle(a) trouxe passagem aérea válida por um ano?___Sim ___NãoQual é a data de vencimento indicada no bilhete?___________________________O passaporte contém visto brasileiro de estudante?____Sim ____NãoAté quando é válido o vistobrasileiro?______________________________________Ele(a) trouxe os US$ 400 ou mais em dinheiro para emergências?____Sim____Não – Quanto ele(a) trouxe? US$________________Quem guardará odinheiro destinado à emergência, o passaporte e a passagem?Nome_________________________ Cargo___________________________Ele(a) trouxe apólice e cartão de seguro saúde? ____Sim ____NãoEle(a) tem noções sobre como fazer se precisar usá-lo? ____Sim ____NãoPor favor tire cópias do passaporte, do bilhete aéreo, de todos os documentos doseguro e envie imediatamente com esta ficha para a Secretaria do Intercâmbio, àav. Higienópolis, 996 - 5° andar Sala 509 CEP 01238-910, até no máximo umasemana após a chegada do intercambista.Nome, telefones, celulares e e-mail da1a famíliaObs.: EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  54. 54. QUESTIONÁRIO PARA PRIMEIRA NOITE Português English Sugestões de perguntas para fazer à Sample Questions to Ask Your Host família anfitriã Family 1. Como devo chamá-los? 1. What do I call you? 2. O que devo fazer na casa além de 2. What am I expected to do daily other arrumar minha cama todos os dias, than make my bed, always keep my manter meu quarto em ordem e room tidy, and clean the bathroom limpar sempre o banheiro depois de every time I use it? usá-lo? 3. Como é o procedimento com a 3. What is the procedure for dirty roupa para lavar? clothes? 4. Onde devo colocar as roupas até o 4. Where do I keep clothes until wash dia de serem lavadas? day? 5. Devo lavar minha roupa, inclusive a 5. Should I wash my own clothes and roupa de baixo? underclothes? 6. Devo passar minha própria roupa? 6. Should I iron my own clothes? 7. Posso usar o ferro de passar, a 7. May I use the iron, washing máquina de lavar, a máquina de machine, sewing machine at any costura a qualquer hora? time? 8. Qual o horário mais conveniente 8. When is a convenient time for me to para tomar banho, de manhã ou à use the shower/bath (a.m. or p.m.)? noite? 9. Onde devo deixar meus artigos de 9. Where may I keep my toiletries? higiene pessoal? às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01 EXPRO BRASIL - Orientação
  55. 55. INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DE JOVENS Experiência rica para toda a família EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  56. 56. OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Família Anfitriã e Voluntária - REVISÃO-01
  57. 57. Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J. BREAK 10 Minutos Agosto - 2012 REVISÃO-00 DEZ-2010
  58. 58. Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J. Choque Cultural Preparado por: Armando Colognese Junior - Psicanalista . Agosto - 2012 REVISÃO-01 DEZ-2010
  59. 59. ADAPTAÇÃOA Adaptação é fundamental para o bom andamento doPrograma e não devemos esquecer que se trata de umintercâmbio CULTURAL, e o interesse e necessidade deconhecer um novo País e seus costumes levam tempo eas novidades serão, praticamente, diárias, porque nãodizer, contínuas. O período de adaptação, ao contrário doque se pensa, é longo.Os Jovens, durante o intercâmbio, passam por váriasfases de adaptação. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  60. 60. ADAPTAÇÃOVamos enumerar as situações de dificuldades que osjovens encontrarão durante o programa; isto é válido paratodos os jovens que estarão saindo em breve, comotambém serve de orientação às famílias que receberãojovens de outros países.Esperamos que, identificando estas situações comofreqüentes e naturais, durante as vivências do jovenslonge de casa, possamos contribuir para o bem estar dosdos jovens e das famílias para uma ótima viagem eexperiência. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  61. 61. CULTURA “CULTURA”, O QUE É ?O complexo dos padrões de comportamento, das crenças,das instituições e de outros valores espirituais e materiaistransmitidos coletivamente e característicos de umasociedade;Civilização;O desenvolvimento de um grupo social, uma nação, etc.,que é fruto do esforço coletivo pelo aprimoramentodesses valores; civilização, progresso;Atividade e desenvolvimento intelectuais; saber,ilustração, instrução, Apuro, esmero, elegância EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  62. 62. FASESEXPECTATIVA DA VIAGEM - Um desconhecido muitoesperado.A CHEGADA - a sensação do admirável mundo novo.CHOQUE CULTURAL: (falaremos deste item maisadiante pois, como verão, este item permeia todas asoutras situações).PREPARAÇÃO PARA A VOLTA – “Eu” preciso aproveitartudo; tem muita coisa que não fiz.A VOLTA – “Eu” sou adulto e independente -A re-ambientação à casa dos pais. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  63. 63. CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  64. 64. CHOQUE CULTURAL 1- “LUA DE MEL”Um desconhecido muito esperado.A Sensação do admirável mundo novo.Expectativas.A Agitação.Alguns medos.A Chegada.Primeiras Adaptações. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  65. 65. CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel 2.O Choque Propriamente Dito EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  66. 66. CHOQUE CULTURAL 2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO” 2.1 - AS PRIMEIRAS DIFICULDADES Os sintomas são muitos e os mais comuns são:Algumas irritações;Desânimo que às vezes se confundem com cansaço;Maior Sentimento de saudade;“Trava Mental” Quanto a língua e o seu aprendizado;Isolamento;Sentimento de Rejeição / Discriminação E o disparador desta situação também podem ser muitos. Os mais comuns ocorrerão nestas situações: EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  67. 67. CHOQUE CULTURAL 2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO” 2.2 - HÁBITOS E COSTUMES ExemplosRoupas; banho; comida;Tratamento diário de gentilezas (bom dia 3xx; “obrigado” e“por favor”);O sim que é não;“Vai lá em casa”;Trazer amigos;Comer + (repetir) e o que quiser;Pedir se pode;O NÃO e o não. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  68. 68. CHOQUE CULTURAL2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO”2.3 - A LÍNGUA E SEU SIGNIFICADO SIMBÓLICO/CULTURAL 2.4 - PERÍODO OCIOSO DO DIA; 2.5 - TELEVISÃO x LEITURA; EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  69. 69. CHOQUE CULTURAL 2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO” 2.6 - INFANTILIZAÇÃO(Os pais que infantilizam e ou os Jovens pedem)Dos Pais: porque querem cuidar e pensam que assimcompreenderão melhorOs Jovens: pedido inocente de carinho; saudade;regressão. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  70. 70. CHOQUE CULTURAL 2- “O CHOQUE PROPRIAMENTE DITO” 2.7 - IMPOSIÇÃO DOS HÁBITOS (Tem que provar tudo) 2.8 - O “FICAR”MUITO ASSEDIADOS OU REJEITADOS EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  71. 71. CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel 3. Ajuste Inicial 2.O Choque Propriamente Dito EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  72. 72. CHOQUE CULTURAL 3- “AJUSTE INICIAL” “VIVÊNCIA DE ADAPTAÇÃO”A Língua está mais fácil.É Possível , ao Jovem, se sentir muitas vezes, em casa.Mas, o Jovem não entende direito os olhares e nem aspiadas. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  73. 73. CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel 3. Ajuste Inicial 2. 4. DepressãoO Choque Propriamente Dito EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  74. 74. CHOQUE CULTURAL 4- “DEPRESSÃO”Isolamento ou agitaçãoRaivaDificuldade de concentraçãoDesconfiança – Medo de ser enganadoSintomas físicos (digestivo; dor de cabeça, resfriado)Aumento do uso de cigarro e alcoolDistúrbios do sonoDistúrbios de alimentaçãoDependência de iguais (Família original, Intercambistas,“gangs”) EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  75. 75. CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel 3. Ajuste Inicial 5. Conforto / Confronto 2. 4. DepressãoO Choque Propriamente Dito EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  76. 76. CHOQUE CULTURAL 5- “CONFRONTO / CONFORTO” Eu (Jovem) Sei. E Nós também A Pré-ocupaçãoEmburramento (Saco Cheio)Burla das regras (Mentiras e Permissividade ouEnrijecimento) – Necessidade, mais freqüente, do NÃO EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  77. 77. CHOQUE CULTURAL1. Lua de Mel 6. Integração e Aceitação 3. Ajuste Inicial 5. Conforto / Confronto 2. 4. DepressãoO Choque Propriamente Dito EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  78. 78. CHOQUE CULTURAL 6- “INTEGRAÇÃO E ACEITAÇÃO”É Estabelecida em tempo Variável;Depende de cada jovem e da interação com cada família.AÍ, É SÓ ALEGRIA!!! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  79. 79. ADAPTAÇÃO FAMILIARÉ Fundamental que a família trate o jovem como de suaprópria família;Ele está na situação de filho(a), tendo sobre Ele toda aresponsabilidade civil e criminal, bem como oscumprimento das regras e procedimentos do P.I.J., alémdas leis brasileiras.O Jovem deve adaptar-se as regras e costumes de suafamília hospedeira. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  80. 80. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” TOLERÂNCIA E BOM SENSO – ASPECTOS FUNDAMENTAIS IMPORTÂNCIA PARA AS FAMÍLIAS:Estarem cientes que ocorre o choque e as fases deadaptação para orientar os jovens e estarem mais bempreparas;Procurarem Identificar e Discriminar as fases daadaptação do jovem, verificando o que é próprio dacultura dele, ou o que é próprio da adolescência, ou aindao que é próprio da personalidade do jovem. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  81. 81. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” ACOLHIMENTO EMOCIONALA Família hospedeira deve se aproximar a máximopossível do jovem procurando compreendê-lo em suasdificuldades de adaptação, angústias e ansiedades.Lembremos que costumamos educar nossos filhos deforma bastante infantilizada, muitas vezes.Perguntar se Ele está com fome, por exemplo, pode sersentido como sendo tratado como criancinha.No entanto, ser indiferente, pode parecer pouco caso.Procurem uma forma intermediária (e pessoal) deabordá-lo(a). EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  82. 82. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” COMPARAÇÕESAs comparações entre os intercambistas, ou ainda, entreo intercambista e o irmão que está viajando (emintercâmbio), é terrível.Os Jovens sentem-se ofendidos e com a sensação deque nunca agradam.Evitem essa Situação. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  83. 83. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” CIÚMES ENTRE IRMÃOSOs Pais devem ficar atentos ao tipo atenção que dão aointercambista que está hospedado em sua casa.É Comum despertar o ciúme dos irmãos. Então, procuremobservar com cuidado se isto está ocorrendo e procurem,com habilidade, administrar esta questão. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  84. 84. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” PEDIDOS DE SAÍDAS E PASSEIOSOs jovens intercambistas, geralmente, querem aproveitarao máximo sua estada aqui no Brasil. Por isso, elespedem muito para sair. Os pais devem avaliar comcarinho esses pedidos.Orientamos para que os intercambistas evitem o contatocom outros intercambistas.Devemos estimular os relacionamentos com osbrasileiros, e a escola é um ambiente bem apropriado. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  85. 85. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” PEDIDOS DE SAÍDAS E PASSEIOSCuidado para não restringirem demais, ou liberarem muitosuas saídas.Saibam que, quando seus pedidos para sair são semprenegados, os jovens costumam se sentir infantilizados enão dignos de confiança;Mas, quando seus pedidos são aceitos sem restrição écomum sentirem que a família quer se livrar deles e quenão gostam deles.Fiquem atentos. O meio termo sempre é uma saídaadequada. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  86. 86. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” RECOMENDAÇÕES Diálogo – Conversar como jovem. Quem?Quem tiver mais convívio com Ele(a), e/ou quem tiver mais jeito. O Que?Você quer falar o que está sentindo?Percebo que está triste; posso ajudar? Lembrem-se: nem sempre „cara feia‟ é com a família, pode ser só saudade de casa. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  87. 87. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” RECOMENDAÇÕESProporcionar passeios, viagens, festas, etc.Incentivar novas amizades com brasileiros (convideamigos da escola).Agradar com presentes (agrados), comida que ele(a)goste, etc. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  88. 88. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” RECOMENDAÇÕESMostrar interesse pela cultura dele, pelas suas habilidades(cozinhar, tocar, dançar, etc.);Não compará-lo com outros intercambistas, irmãos, etc.Respeitar sua dor de saudade, dificuldade de adaptação eo choque. BOM SENSO E BOA VONTADE! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  89. 89. CHOQUE CULTURAL “COMO CONVIVER COM ELE” RECOMENDAÇÕESE PRINCIPALMENTE:GARANTAM QUE O JOVEM GOSTE DOS SEUSHOSPEDEIROS, PROPICIANDO O MELHOR ANO DESUAS VIDAS. EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  90. 90. OBRIGADO ! EXPRO BRASIL - Orientação às Famílias Participantes do Programa de Intercâmbio de Jovens - Choque Cultural - REVISÃO-01
  91. 91. Orientação às Famílias Participantes do P.I.J.ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS 30 Minutos Agosto - 2012 REVISÃO-00 DEZ-2010
  92. 92. Orientação às FamíliasParticipantes do P.I.J. ENCERRAMENTO Agosto - 2012 REVISÃO-00 DEZ-2010

×