Professor Luciano Morato
Capítulo 02 - O CARÁTER
ESTRATÉGICO DAS INFORMAÇÕES
Objetivos do Capítulo
• Após o estudo desta unidade você será capaz de:
• Diferenciar dados, informações e conhecimentos;
...
Seção 1 - Conceituando dado, informação
e conhecimento
• A origem das informações está nos dados, que
podem ser entendidos...
Seção 1 - Conceituando dado, informação
e conhecimento
• Quando esses dados são processados, seja no
sentido cumulativo, c...
Seção 1 - Conceituando dado, informação
e conhecimento
• A partir do momento em que as informações são
lidas e assimiladas...
Seção 2 - Organizações e o uso das
informações
• As organizações precisam de informações que
possam ajudar a estabelecer a...
Seção 2 - Organizações e o uso das
informações
• “Orientação Estratégica” pode ser melhor compreendida
quando contraposta ...
Seção 2 - Organizações e o uso das
informações
• “Orientação Estratégica” pode ser melhor compreendida
quando contraposta ...
Nível estratégico
Nível tático
Nível operacional
Seção 2 - Organizações e o uso das
informações
• A expressão “Vantagem Competitiva” remete
diretamente a um contexto em qu...
Seção 2 - Organizações e o uso das
informações
• A expressão “Vantagem Competitiva” remete
diretamente a um contexto em qu...
Seção 2 - Organizações e o uso das
informações
• A expressão “Vantagem Competitiva” remete
diretamente a um contexto em qu...
Vantagem Competitiva
Seção 2 - Organizações e o uso das
informações
• A informação ganha maior importância, podendo
chegar a assumir um caráter...
Seção 2 - Organizações e o uso das
informações
• Por fim, a informação pode assumir um
caráter estratégico por constituir ...
Seção 3 - Os tipos de informações
1 -Informação de convívio produzida pela empresa para
uso interno:
• tem a função de dar...
Seção 3 - Os tipos de informações
3- Informação de convívio orientada para fora da
empresa:
• tem a finalidade de melhorar...
Seção 3 - Os tipos de informações
5-Informação de convívio coletada externamente à
empresa:
• tem a função de manter a org...
Seção 4 - Obtenção de vantagem
competitiva
A partir do momento em que se reconhece
que as informações podem ter importânci...
Seção 4 - Obtenção de vantagem
competitiva
1) Vantagem estratégica global em empresas
de dominação em custos ou em qualida...
Seção 4 - Obtenção de vantagem
competitiva
3) Vantagem estratégica e empresas que usam
estratégia de dominação através da ...
• O novo diretor de informática tem sido
chamado de CIO (Chief Information Officer), e
responsabiliza-se pela solução de p...
• a clareza na apresentação dos fatos,
• a precisão (evitando expressões como ‘por
volta de’, ‘cerca de’, ou ‘mais ou meno...
Capitulo 02   o caráter estratégico das informações
Capitulo 02   o caráter estratégico das informações
Capitulo 02   o caráter estratégico das informações
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Capitulo 02 o caráter estratégico das informações

300 visualizações

Publicada em

SIG

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
300
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capitulo 02 o caráter estratégico das informações

  1. 1. Professor Luciano Morato Capítulo 02 - O CARÁTER ESTRATÉGICO DAS INFORMAÇÕES
  2. 2. Objetivos do Capítulo • Após o estudo desta unidade você será capaz de: • Diferenciar dados, informações e conhecimentos; • Identificar os diferentes tipos de informações e a necessidade que as organizações têm das mesmas; • Descrever o papel do profissional que lida com as informações e com as tecnologias.
  3. 3. Seção 1 - Conceituando dado, informação e conhecimento • A origem das informações está nos dados, que podem ser entendidos como o registro sistemático das ocorrências, objetos e pessoas, tais como o nome completo, endereço, cidade e estado natal, estado civil, grau de instrução, data do nascimento, data de admissão, número de filhos, salário, número de registro e muito mais.
  4. 4. Seção 1 - Conceituando dado, informação e conhecimento • Quando esses dados são processados, seja no sentido cumulativo, comparativo ou qualquer outro, torna-se mais relevante para a tomada de decisão, passando a constituir uma informação. • Por exemplo, pouco vale dispor dos dados de que às 17h32 do dia 10/05 foi vendido um pacote de fraldas descartáveis em um determinado estabelecimento comercial. O acompanhamento das vendas, entretanto, aliado à informação sobre o nível em que encontram-se os estoques, torna-se essencial para a tomada de decisão no departamento de compras.
  5. 5. Seção 1 - Conceituando dado, informação e conhecimento • A partir do momento em que as informações são lidas e assimiladas por uma pessoa, possibilitando que ela atue sobre uma realidade, passa então a se chamar conhecimento. • Para efeito deste estudo, entretanto, basta que se tenha a compreensão de que os dados processados geram as informações, que são necessárias à tomada de decisões e, conforme veremos adiante, pode ter outras usos muito relevantes para as organizações.
  6. 6. Seção 2 - Organizações e o uso das informações • As organizações precisam de informações que possam ajudar a estabelecer as diretrizes para o seu funcionamento, e que sirvam de subsídio para cada decisão. • “POC3” - Planejamento, Organização, Coordenação, Comando e Controle
  7. 7. Seção 2 - Organizações e o uso das informações • “Orientação Estratégica” pode ser melhor compreendida quando contraposta às palavras “tática” e “operacional”. • Estratégico é tudo o que diz respeito ao longo prazo, envolvendo o planejamento para atingir os grandes objetivos organizacionais. • Tática é a orientação voltada para o médio prazo, levando sempre em conta as metas que se deve alcançar para que no longo prazo seja atingido o objetivo maior. • Operacional é tudo o que diz respeito ao dia-a-dia da organização, correspondendo à execução daquilo que foi planejado.
  8. 8. Seção 2 - Organizações e o uso das informações • “Orientação Estratégica” pode ser melhor compreendida quando contraposta às palavras “tática” e “operacional”. • Estratégico é tudo o que diz respeito ao longo prazo, envolvendo o planejamento para atingir os grandes objetivos organizacionais. • Tática é a orientação voltada para o médio prazo, levando sempre em conta as metas que se deve alcançar para que no longo prazo seja atingido o objetivo maior. • Operacional é tudo o que diz respeito ao dia-a-dia da organização, correspondendo à execução daquilo que foi planejado.
  9. 9. Nível estratégico Nível tático Nível operacional
  10. 10. Seção 2 - Organizações e o uso das informações • A expressão “Vantagem Competitiva” remete diretamente a um contexto em que haja competição, o que ocorre sempre no mercado de trabalho, ou entre organizações que tentam conquistar maiores percentuais de participação nas vendas ao mercado consumidor. • A competição torna-se desigual na medida em que um dos competidores passa a ter algum diferencial que lhe proporcione vantagem.
  11. 11. Seção 2 - Organizações e o uso das informações • A expressão “Vantagem Competitiva” remete diretamente a um contexto em que haja competição, o que ocorre sempre no mercado de trabalho, ou entre organizações que tentam conquistar maiores percentuais de participação nas vendas ao mercado consumidor. • A competição torna-se desigual na medida em que um dos competidores passa a ter algum diferencial que lhe proporcione vantagem.
  12. 12. Seção 2 - Organizações e o uso das informações • A expressão “Vantagem Competitiva” remete diretamente a um contexto em que haja competição, o que ocorre sempre no mercado de trabalho, ou entre organizações que tentam conquistar maiores percentuais de participação nas vendas ao mercado consumidor. • A competição torna-se desigual na medida em que um dos competidores passa a ter algum diferencial que lhe proporcione vantagem.
  13. 13. Vantagem Competitiva
  14. 14. Seção 2 - Organizações e o uso das informações • A informação ganha maior importância, podendo chegar a assumir um caráter estratégico, quando apoia as decisões, reduzindo incertezas. • Entretanto, a informação vai muito além dessa função, uma vez que agrega valor aos produtos e serviços, constituindo um importante fator de produção. • A informação também aumenta a sinergia nos esforços organizacionais, facilitando a compreensão das funções e dos objetivos organizacionais por parte de todos os colaboradores.
  15. 15. Seção 2 - Organizações e o uso das informações • Por fim, a informação pode assumir um caráter estratégico por constituir um fator determinante de comportamento, o que se observa com facilidade nas campanhas publicitárias, em que um ator apresenta um produto ou serviço como sendo o mais aconselhável, e grande parte dos consumidores segue tais recomendações.
  16. 16. Seção 3 - Os tipos de informações 1 -Informação de convívio produzida pela empresa para uso interno: • tem a função de dar sentido à existência do trabalho, fazendo com que se saiba para que serve o que está sendo feito, e como cada indivíduo está situado em relação aos demais membros da organização 2 -Informação de atividade produzida pela empresa para uso interno: • tem a função de possibilitar o início, a realização e o controle das operações relacionadas ao funcionamento da empresa
  17. 17. Seção 3 - Os tipos de informações 3- Informação de convívio orientada para fora da empresa: • tem a finalidade de melhorar os relacionamentos da empresa com os atores externos (tais como clientes, fornecedores, bancos e acionistas), tentando influenciar seus comportamentos em conformidade com os interesses organizacionais. 4-Informação de atividade orientada para fora da empresa: • corresponde àquela essencial a todas as transações realizadas em conjunto com os atores externos.
  18. 18. Seção 3 - Os tipos de informações 5-Informação de convívio coletada externamente à empresa: • tem a função de manter a organização informada a respeito dos atores externos, no que diz respeito às ações empreendidas e mesmo às possibilidades futuras, a fim de não ser surpreendida pelos concorrentes, e para aproveitar todas as oportunidades que surjam. 6-Informação de atividade originada externamente à empresa: • é semelhante à que foi apresentada no item 4, diferindo apenas na origem e destino.
  19. 19. Seção 4 - Obtenção de vantagem competitiva A partir do momento em que se reconhece que as informações podem ter importância estratégica para as organizações, em função da sua utilização, e que devem ser administradas criteriosamente e em conformidade com a sua caracterização (origem, destino e utilização), cabe aos gestores avaliar as ações empreendidas por eles e por seus colaboradores no manuseio das mesmas.
  20. 20. Seção 4 - Obtenção de vantagem competitiva 1) Vantagem estratégica global em empresas de dominação em custos ou em qualidade - conseguirão melhorar o desempenho ao eliminar etapas desnecessárias de produção. 2) Vantagens estratégica em empresas de reação - serão beneficiadas com a maior agilidade na tomada de decisões, frente às novas necessidades de mercado e produtos lançados pelos concorrentes
  21. 21. Seção 4 - Obtenção de vantagem competitiva 3) Vantagem estratégica e empresas que usam estratégia de dominação através da inovação - poderão ser beneficiadas pela mais fácil percepção de oportunidades emergentes no mercado IMPORTANTE - não se estabeleça relação direta obrigatória entre o custo da informação e o valor da mesma. Muitas informações que na internet são gratuitas, podem ter grande importância para uma organização. Por outro lado, pode haver informações pelas quais se pague um alto preço, e que não sejam efetivamente importantes para a organização.
  22. 22. • O novo diretor de informática tem sido chamado de CIO (Chief Information Officer), e responsabiliza-se pela solução de problemas estruturais e operacionais. Seção 5 – O profissional da Informação
  23. 23. • a clareza na apresentação dos fatos, • a precisão (evitando expressões como ‘por volta de’, ‘cerca de’, ou ‘mais ou menos’), • a rapidez, chegando ao tomador de decisão em tempo para que surta efeito (se chegar atrasada em relação ao momento da decisão, já perdeu sua razão de ser) • dirigida a quem tenha real necessidade dela. Características da informação, para que possa ser efetivamente útil

×