SlideShare uma empresa Scribd logo
História, 7.º ano
Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 1
Ficha de avaliação sumativa n.º 3
CORREÇÃO
GRUPO I A localização e as cidades-estado da Grécia antiga
1. Observa o mapa seguinte.
Doc. A
1.1. Localiza no mapa, com a letra correspondente, os seguintes locais.
A. Mar Mediterrâneo B. Mar Jónico C. Mar Egeu
D. Atenas E. Península Balcânica F. Ásia Menor
1.2. Define pólis.
Pólis são cidades-estado gregas, com leis, órgãos de governo, moeda e deuses
próprios._________________________________________________________
1.3. Assinala com V as afirmações verdadeiras e com um F as falsas.
a) O centro da vida religiosa dos antigos gregos situava-se na ágora.
b) As cidades-estado tinham três partes distintas: a acrópole, a zona urbana e
a zona rural.
c) As pólis ou cidades-estado eram independentes, mas unidas pela língua,
costumes e crenças religiosas.
d) As cidades-estado tinham duas partes distintas: a acrópole e a zona
urbana.
F
V
V
F
História, 7.º ano
Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 2
GRUPO II A organização social e política da Grécia Antiga
2. Lê atentamente o documento.
2.1. Indica, a partir do documento B, quem era considerado cidadão em Atenas.
Em Atenas, eram considerados cidadãos os filhos de pai e mãe ateniense, com mais
de 18 anos. Eram os únicos que tinham direitos políticos, isto é, participavam em
assembleias, conselhos e tribunais. Correspondiam a uma minoria da população,
(cerca de 10%).________________________________________________________
_____________________________________________________________________
2.2. Menciona outros grupos sociais existentes em Atenas.
Para além dos cidadãos, existiam os metecos e os escravos. Os metecos eram
estrangeiros que viviam do comércio e artesanato; apesar de serem homens livres e
pagarem impostos, não tinham quaisquer direitos políticos. Os escravos eram homens
não livres; geralmente, eram prisioneiros de guerra que se ocupavam de múltiplas
tarefas._______________________________________________________________
2.3. Transcreve, do documento B, uma frase que mostre que a democracia
ateniense era imperfeita.
“Assim, é preciso saber quem tem o direito de se chamar cidadão. [...] Uma família
completa compõe-se de homens livres e escravos.”____________________________
_____________________________________________________________________
2.3.1. Explica porque se considera que a democracia ateniense era imperfeita e limitada.
A democracia ateniense era imperfeita e limitada pois apenas os cidadãos (cerca de
10% da população) tinham direitos políticos. Além disso, aceitava-se a existência da
escravatura, o que contraria os ideais da igualdade e da
liberdade._____________________________________________________________
Doc. B – Regime ateniense
A cidade é um conjunto de cidadãos. Assim, é preciso saber quem tem o direito de se chamar
cidadão. [...]. Uma família completa compõe-se de homens livres e escravos.
A direção do Estado não se limita a poucos, mas estende-se à maioria. Em relação aos
assuntos particulares, há igualdade perante a lei. A nossa democracia tem alicerces fortes,
como o de a mesma pessoa não poder exercer duas vezes a mesma magistratura, de estas
serem de curta duração e de a administração da justiça caber aos cidadãos eleitos entre
todos.
Aristóteles, Política
História, 7.º ano
Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 3
GRUPO III A arte grega
3. Observa atentamente os seguintes documentos.
Doc. C Doc. D Doc. E
3.1. Refere, a partir do documento C, as caraterísticas da arquitetura grega.
A arquitetura grega era, essencialmente, religiosa. Caracteriza-se pela busca da
harmonia, do equilíbrio, da proporção e da simetria. Os templos, construídos em
mármore, apresentavam uma planta retangular e eram rodeados de colunas, que eram
os elementos que manifestavam, claramente, a existência de diferentes ordens
arquitetónicas._________________________________________________________
_____________________________________________________________________
3.2. Identifica a ordem arquitetónica do templo apresentado no documento C.
O templo apresentado no documento C pertence à ordem dórica._________________
3.2.1. Refere as outras ordens arquitetónicas gregas.
As outras ordens arquitetónicas gregas eram a ordem jónica e a ordem
coríntia._______________________________________________________________
3.3. Carateriza, a partir do documento E, a escultura grega.
A escultura grega caracteriza-se: pelo naturalismo, visível na representação rigorosa
do corpo humano e do ondulado do vestuário; pelo idealismo, uma vez que os
escultores gregos procuravam alcançar a beleza ideal; e pela proporção entre as
várias partes do corpo, quando representado._________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
História, 7.º ano
Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 4
GRUPO IV A cultura e a religião grega
4. Atenta nas seguintes imagens.
Doc. F – Ruínas do Teatro de Mileto Doc. G – Cena de comédia em vaso (século IV a. C.)
4.1. Completa o seguinte texto, preenchendo os espaços com as palavras
sugeridas.
Aristófanes – Ulisses – epopeia – tragédia – Homero – comédia – Eurípides –Troia
Os gregos cultivaram vários géneros literários. Na __epopeia___, destacou-se
__Homero___, a quem se atribui a Ilíada e a Odisseia (que relata as viagens de
_____Ulisses após o cerco de _Troia_). Estes poemas serviram de aprendizagem
para as crianças gregas, que recitavam e cantavam grandes partes de cor.
O teatro foi uma das mais originais criações dos gregos. Na __tragédia____,
distinguiram-se Esquilo, Sófocles e _Eurípides_; na __comédia__, o mais famoso
autor foi _Aristófanes__ que, nas suas obras, ridicularizava os defeitos da sociedade.
5. Observa o documento H.
5.1. Assinala, com um X, as afirmações corretas.
a) Os gregos eram politeístas, acreditavam em muitos
deuses.
b) Os gregos pensavam que os deuses eram seres
perfeitos sem vícios, simpatias ou ódios.
c) Os deuses gregos eram representados sob a forma
humana (antropomorfismo).
d) Zeus, por ser o rei dos deuses, era o único deus a quem
os gregos prestavam cultos religiosos.
Doc. H – Escultura de Zeus (no Museu do Louvre),
obra que data entre 1 e 100 d. C.
x
x
História, 7.º ano
Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 5
GRUPO V O contributo da Grécia Antiga
6. Estabelece a correspondência entre os elementos da coluna A e B.
Atenta no exemplo.
7. Observa os seguintes documentos.
7.1. Redige, a partir dos documentos I e J, um pequeno texto sobre os contributos
civilizacionais da Grécia Antiga para as sociedades atuais.
Tópicos de resposta: o conceito de democracia como ideia grega; a implantação de regimes
democráticos atuais; os modelos da arte e a valorização da prática do desporto; o legado
dos Jogos Olímpicos.________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
FIM
COLUNA A COLUNA B
1. Cidade-estado B A. Eclésia
2. Zona da casa reservada às mulheres D B. Pólis
3. Estrangeiros que viviam em Atenas E C. Péricles
4. Político grego eleito estratego pela Eclésia C D. Gineceu
5. Templo de ordem dórica G E. Metecos
6. Filósofo grego H F. Heródoto
7. Assembleia de cidadãos A G. Pártenon
8. Historiador grego, considerado o “pai da História” F H. Sócrates
Doc. I – Assembleia da República Portuguesa Doc. J – Bandeira com os arcos olímpicos
História, 7.º ano
Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 6
COTAÇÃO
GRUPO I
1.1. 12 pontos (6 × 2)
1.2. 5 pontos
1.3. 4 pontos (4 × 1)
GRUPO II
2.1. 8 pontos
2.2. 6 pontos
2.3. 3 pontos
2.3.1 8 pontos
GRUPO III
3.1. 8 pontos
3.2. 5 pontos
3.2.1. 4 pontos
3.3. 8 pontos
GRUPO IV
4.1. 8 pontos (8 × 1)
5.1. 4 pontos (2 × 2)
GRUPO V
6. 7 pontos (7 × 1)
7.1. 10 pontos

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a teste_3_2periodo_correcao. areal melhor.doc

3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios GréciaKerol Brombal
 
Estudo dirigido - História 6º ano - 16.09.2013
Estudo dirigido - História 6º ano - 16.09.2013Estudo dirigido - História 6º ano - 16.09.2013
Estudo dirigido - História 6º ano - 16.09.2013Tânia Regina
 
QUESTÕES DE ARTE- EGITO E GRÉCIA MAR2023.docx
QUESTÕES DE ARTE- EGITO E GRÉCIA MAR2023.docxQUESTÕES DE ARTE- EGITO E GRÉCIA MAR2023.docx
QUESTÕES DE ARTE- EGITO E GRÉCIA MAR2023.docxBeto Cavalcante
 
Exame mód.1 mv - critérios
Exame   mód.1 mv - critériosExame   mód.1 mv - critérios
Exame mód.1 mv - critériosteresagoncalves
 
7 ano gregos atividades (1)
7 ano gregos atividades (1)7 ano gregos atividades (1)
7 ano gregos atividades (1)Priscila Moreira
 
Os gregos no século v a.c.
Os gregos no século v a.c.Os gregos no século v a.c.
Os gregos no século v a.c.Mario Alvim
 
TESTE 1 DE HISTÓRIA A – 10.º ANO LHC.docx
TESTE 1 DE HISTÓRIA A – 10.º ANO LHC.docxTESTE 1 DE HISTÓRIA A – 10.º ANO LHC.docx
TESTE 1 DE HISTÓRIA A – 10.º ANO LHC.docxFernandoGarradas
 
Avaliação história l.fora iv bimestre
Avaliação história l.fora iv bimestreAvaliação história l.fora iv bimestre
Avaliação história l.fora iv bimestreJuciene Oliveira
 
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]Lúcia Texeira
 
Teste 2021 22 agora
Teste 2021 22 agoraTeste 2021 22 agora
Teste 2021 22 agoraMFJCFL
 
1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade gregaCristiane Pantoja
 
História antiga oriental e ocidental
História antiga oriental e ocidentalHistória antiga oriental e ocidental
História antiga oriental e ocidentalWhistoriapi
 
Ficha de trabalho sobre a Grécia.docx
Ficha de trabalho sobre a Grécia.docxFicha de trabalho sobre a Grécia.docx
Ficha de trabalho sobre a Grécia.docxteresagoncalves
 

Semelhante a teste_3_2periodo_correcao. areal melhor.doc (20)

3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia
 
Estudo dirigido - História 6º ano - 16.09.2013
Estudo dirigido - História 6º ano - 16.09.2013Estudo dirigido - História 6º ano - 16.09.2013
Estudo dirigido - História 6º ano - 16.09.2013
 
Teste 1 hist 2.º periodo
Teste 1 hist 2.º periodoTeste 1 hist 2.º periodo
Teste 1 hist 2.º periodo
 
Mundo greco romano
Mundo greco romanoMundo greco romano
Mundo greco romano
 
QUESTÕES DE ARTE- EGITO E GRÉCIA MAR2023.docx
QUESTÕES DE ARTE- EGITO E GRÉCIA MAR2023.docxQUESTÕES DE ARTE- EGITO E GRÉCIA MAR2023.docx
QUESTÕES DE ARTE- EGITO E GRÉCIA MAR2023.docx
 
Exame mód.1 mv - critérios
Exame   mód.1 mv - critériosExame   mód.1 mv - critérios
Exame mód.1 mv - critérios
 
A cultura grega
A cultura gregaA cultura grega
A cultura grega
 
7 ano gregos atividades (1)
7 ano gregos atividades (1)7 ano gregos atividades (1)
7 ano gregos atividades (1)
 
Os gregos no século v a.c.
Os gregos no século v a.c.Os gregos no século v a.c.
Os gregos no século v a.c.
 
TESTE 1 DE HISTÓRIA A – 10.º ANO LHC.docx
TESTE 1 DE HISTÓRIA A – 10.º ANO LHC.docxTESTE 1 DE HISTÓRIA A – 10.º ANO LHC.docx
TESTE 1 DE HISTÓRIA A – 10.º ANO LHC.docx
 
GréCia
GréCiaGréCia
GréCia
 
Avaliação história l.fora iv bimestre
Avaliação história l.fora iv bimestreAvaliação história l.fora iv bimestre
Avaliação história l.fora iv bimestre
 
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]Exercicios antiguidadeclassica1[1]
Exercicios antiguidadeclassica1[1]
 
Teste 2021 22 agora
Teste 2021 22 agoraTeste 2021 22 agora
Teste 2021 22 agora
 
3 grecia.gabarito
3 grecia.gabarito3 grecia.gabarito
3 grecia.gabarito
 
1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega
 
História antiga oriental e ocidental
História antiga oriental e ocidentalHistória antiga oriental e ocidental
História antiga oriental e ocidental
 
Ficha de trabalho sobre a Grécia.docx
Ficha de trabalho sobre a Grécia.docxFicha de trabalho sobre a Grécia.docx
Ficha de trabalho sobre a Grécia.docx
 
2 prova de história 2 ano
2 prova de história   2 ano2 prova de história   2 ano
2 prova de história 2 ano
 
Testemodulo1
Testemodulo1 Testemodulo1
Testemodulo1
 

Mais de Mariana Neves

casopratico_mod6.cultura palco.pptx
casopratico_mod6.cultura palco.pptxcasopratico_mod6.cultura palco.pptx
casopratico_mod6.cultura palco.pptxMariana Neves
 
A formação do Condado Portucalense.pptx
A formação do Condado Portucalense.pptxA formação do Condado Portucalense.pptx
A formação do Condado Portucalense.pptxMariana Neves
 
re_hca11_enl_exametiponacional.docx
re_hca11_enl_exametiponacional.docxre_hca11_enl_exametiponacional.docx
re_hca11_enl_exametiponacional.docxMariana Neves
 
Ficha de trabalho romanização
Ficha de trabalho   romanizaçãoFicha de trabalho   romanização
Ficha de trabalho romanizaçãoMariana Neves
 
A Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império RomanoA Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império RomanoMariana Neves
 

Mais de Mariana Neves (8)

casopratico_mod6.cultura palco.pptx
casopratico_mod6.cultura palco.pptxcasopratico_mod6.cultura palco.pptx
casopratico_mod6.cultura palco.pptx
 
A formação do Condado Portucalense.pptx
A formação do Condado Portucalense.pptxA formação do Condado Portucalense.pptx
A formação do Condado Portucalense.pptx
 
re_hca11_enl_exametiponacional.docx
re_hca11_enl_exametiponacional.docxre_hca11_enl_exametiponacional.docx
re_hca11_enl_exametiponacional.docx
 
ae_teste_10.docx
ae_teste_10.docxae_teste_10.docx
ae_teste_10.docx
 
Ficha De Apoio
Ficha De ApoioFicha De Apoio
Ficha De Apoio
 
Ficha de trabalho romanização
Ficha de trabalho   romanizaçãoFicha de trabalho   romanização
Ficha de trabalho romanização
 
Ficha de apoio
Ficha de apoioFicha de apoio
Ficha de apoio
 
A Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império RomanoA Integração Dos Povos No Império Romano
A Integração Dos Povos No Império Romano
 

Último

Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfLeandroTelesRocha2
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfemeio123
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxGraycyelleCavalcanti
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergBrenda Fritz
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 

Último (20)

Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdfLabor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
Labor e Trabalho em A Condição Humana de Hannah Arendt .pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 

teste_3_2periodo_correcao. areal melhor.doc

  • 1. História, 7.º ano Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 1 Ficha de avaliação sumativa n.º 3 CORREÇÃO GRUPO I A localização e as cidades-estado da Grécia antiga 1. Observa o mapa seguinte. Doc. A 1.1. Localiza no mapa, com a letra correspondente, os seguintes locais. A. Mar Mediterrâneo B. Mar Jónico C. Mar Egeu D. Atenas E. Península Balcânica F. Ásia Menor 1.2. Define pólis. Pólis são cidades-estado gregas, com leis, órgãos de governo, moeda e deuses próprios._________________________________________________________ 1.3. Assinala com V as afirmações verdadeiras e com um F as falsas. a) O centro da vida religiosa dos antigos gregos situava-se na ágora. b) As cidades-estado tinham três partes distintas: a acrópole, a zona urbana e a zona rural. c) As pólis ou cidades-estado eram independentes, mas unidas pela língua, costumes e crenças religiosas. d) As cidades-estado tinham duas partes distintas: a acrópole e a zona urbana. F V V F
  • 2. História, 7.º ano Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 2 GRUPO II A organização social e política da Grécia Antiga 2. Lê atentamente o documento. 2.1. Indica, a partir do documento B, quem era considerado cidadão em Atenas. Em Atenas, eram considerados cidadãos os filhos de pai e mãe ateniense, com mais de 18 anos. Eram os únicos que tinham direitos políticos, isto é, participavam em assembleias, conselhos e tribunais. Correspondiam a uma minoria da população, (cerca de 10%).________________________________________________________ _____________________________________________________________________ 2.2. Menciona outros grupos sociais existentes em Atenas. Para além dos cidadãos, existiam os metecos e os escravos. Os metecos eram estrangeiros que viviam do comércio e artesanato; apesar de serem homens livres e pagarem impostos, não tinham quaisquer direitos políticos. Os escravos eram homens não livres; geralmente, eram prisioneiros de guerra que se ocupavam de múltiplas tarefas._______________________________________________________________ 2.3. Transcreve, do documento B, uma frase que mostre que a democracia ateniense era imperfeita. “Assim, é preciso saber quem tem o direito de se chamar cidadão. [...] Uma família completa compõe-se de homens livres e escravos.”____________________________ _____________________________________________________________________ 2.3.1. Explica porque se considera que a democracia ateniense era imperfeita e limitada. A democracia ateniense era imperfeita e limitada pois apenas os cidadãos (cerca de 10% da população) tinham direitos políticos. Além disso, aceitava-se a existência da escravatura, o que contraria os ideais da igualdade e da liberdade._____________________________________________________________ Doc. B – Regime ateniense A cidade é um conjunto de cidadãos. Assim, é preciso saber quem tem o direito de se chamar cidadão. [...]. Uma família completa compõe-se de homens livres e escravos. A direção do Estado não se limita a poucos, mas estende-se à maioria. Em relação aos assuntos particulares, há igualdade perante a lei. A nossa democracia tem alicerces fortes, como o de a mesma pessoa não poder exercer duas vezes a mesma magistratura, de estas serem de curta duração e de a administração da justiça caber aos cidadãos eleitos entre todos. Aristóteles, Política
  • 3. História, 7.º ano Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 3 GRUPO III A arte grega 3. Observa atentamente os seguintes documentos. Doc. C Doc. D Doc. E 3.1. Refere, a partir do documento C, as caraterísticas da arquitetura grega. A arquitetura grega era, essencialmente, religiosa. Caracteriza-se pela busca da harmonia, do equilíbrio, da proporção e da simetria. Os templos, construídos em mármore, apresentavam uma planta retangular e eram rodeados de colunas, que eram os elementos que manifestavam, claramente, a existência de diferentes ordens arquitetónicas._________________________________________________________ _____________________________________________________________________ 3.2. Identifica a ordem arquitetónica do templo apresentado no documento C. O templo apresentado no documento C pertence à ordem dórica._________________ 3.2.1. Refere as outras ordens arquitetónicas gregas. As outras ordens arquitetónicas gregas eram a ordem jónica e a ordem coríntia._______________________________________________________________ 3.3. Carateriza, a partir do documento E, a escultura grega. A escultura grega caracteriza-se: pelo naturalismo, visível na representação rigorosa do corpo humano e do ondulado do vestuário; pelo idealismo, uma vez que os escultores gregos procuravam alcançar a beleza ideal; e pela proporção entre as várias partes do corpo, quando representado._________________________________ _____________________________________________________________________ _____________________________________________________________________
  • 4. História, 7.º ano Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 4 GRUPO IV A cultura e a religião grega 4. Atenta nas seguintes imagens. Doc. F – Ruínas do Teatro de Mileto Doc. G – Cena de comédia em vaso (século IV a. C.) 4.1. Completa o seguinte texto, preenchendo os espaços com as palavras sugeridas. Aristófanes – Ulisses – epopeia – tragédia – Homero – comédia – Eurípides –Troia Os gregos cultivaram vários géneros literários. Na __epopeia___, destacou-se __Homero___, a quem se atribui a Ilíada e a Odisseia (que relata as viagens de _____Ulisses após o cerco de _Troia_). Estes poemas serviram de aprendizagem para as crianças gregas, que recitavam e cantavam grandes partes de cor. O teatro foi uma das mais originais criações dos gregos. Na __tragédia____, distinguiram-se Esquilo, Sófocles e _Eurípides_; na __comédia__, o mais famoso autor foi _Aristófanes__ que, nas suas obras, ridicularizava os defeitos da sociedade. 5. Observa o documento H. 5.1. Assinala, com um X, as afirmações corretas. a) Os gregos eram politeístas, acreditavam em muitos deuses. b) Os gregos pensavam que os deuses eram seres perfeitos sem vícios, simpatias ou ódios. c) Os deuses gregos eram representados sob a forma humana (antropomorfismo). d) Zeus, por ser o rei dos deuses, era o único deus a quem os gregos prestavam cultos religiosos. Doc. H – Escultura de Zeus (no Museu do Louvre), obra que data entre 1 e 100 d. C. x x
  • 5. História, 7.º ano Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 5 GRUPO V O contributo da Grécia Antiga 6. Estabelece a correspondência entre os elementos da coluna A e B. Atenta no exemplo. 7. Observa os seguintes documentos. 7.1. Redige, a partir dos documentos I e J, um pequeno texto sobre os contributos civilizacionais da Grécia Antiga para as sociedades atuais. Tópicos de resposta: o conceito de democracia como ideia grega; a implantação de regimes democráticos atuais; os modelos da arte e a valorização da prática do desporto; o legado dos Jogos Olímpicos.________________________________________________________ __________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________ FIM COLUNA A COLUNA B 1. Cidade-estado B A. Eclésia 2. Zona da casa reservada às mulheres D B. Pólis 3. Estrangeiros que viviam em Atenas E C. Péricles 4. Político grego eleito estratego pela Eclésia C D. Gineceu 5. Templo de ordem dórica G E. Metecos 6. Filósofo grego H F. Heródoto 7. Assembleia de cidadãos A G. Pártenon 8. Historiador grego, considerado o “pai da História” F H. Sócrates Doc. I – Assembleia da República Portuguesa Doc. J – Bandeira com os arcos olímpicos
  • 6. História, 7.º ano Armando Oliveira, Marcelo Magalhães, Núria Inácio 6 COTAÇÃO GRUPO I 1.1. 12 pontos (6 × 2) 1.2. 5 pontos 1.3. 4 pontos (4 × 1) GRUPO II 2.1. 8 pontos 2.2. 6 pontos 2.3. 3 pontos 2.3.1 8 pontos GRUPO III 3.1. 8 pontos 3.2. 5 pontos 3.2.1. 4 pontos 3.3. 8 pontos GRUPO IV 4.1. 8 pontos (8 × 1) 5.1. 4 pontos (2 × 2) GRUPO V 6. 7 pontos (7 × 1) 7.1. 10 pontos