Pare de Estimar Comece a Medir

977 visualizações

Publicada em

Estimativas funcionam?
Você já mediu?

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Colocar planilha do Ramon
  • Pare de Estimar Comece a Medir

    1. 1. www.objective.com.br
    2. 2. Pare de estimar, comece a medir! Marcelo Luís Walter
    3. 3. Estimativas não funcionam!!!
    4. 4. Alinhando...  A) Quem aqui faz estimativas no seu trabalho?  B) Quem aqui acredita que estimativas funcionam? A B Ação o/ o/ o/ o/_o_ _o_ _o_ _o_ Questione! Meça! Aprenda! Compartilhe! Exorcismo! Estamos contratando...
    5. 5. Please, #noEstimate!
    6. 6. Estimativas sempre falham!!!
    7. 7. Experimentando...  Papel e caneta/lápis  Estimem em segundos: Um cálculo utilizando operações básicas matemáticas com 3 elementos, sendo 2 elementos de 3 dígitos e 1 elemento de 2 dígitos. 371 + 872) / 27 = ?( 46,03
    8. 8. Experimentando... Case – Estimem 10 questões Matemática, rimas, caça palavra, desenho, lógica, ... Analista vê as questões e explica sem falar explicitamente os valores. Desenvolvedores e Analista estimam cada uma. Desenvolvedores resolvem as questões e marcam o tempo gasto para cada uma. Ao final, Analista aceita ou não cada resposta. Se não aceitar, desenvolvedor deve corrigir e somar o tempo Será dada uma estimativa jogando-se 2 dados
    9. 9. Estimativas pioram o ambiente!!!
    10. 10. Experimentando... Case – Estimem 10 questões 1º. Grupo – 10 desenvolvedores + 1 Analista – expectativa até 1 minuto cada questão Alguns resultados: 1) A nova geração não sabe mais fazer cálculo matemático simples sem calculadora!!! 2) Não subestime a pressão 3) Média geral por questão: 0:02:15 4) Assertividade de tempo: 1º. Dado 2º. Analista 3º. Desenvolvedores
    11. 11. Experimentando... Case – Estimem 10 questões 2º. Grupo – 10 desenvolvedores + 1 Analista – expectativa até 3 minuto cada questão Alguns resultados: 1) Mesma assertividade de resultado. Com mais tempo, não acertaram mais de primeira 2) Média geral por questão: 0:05:30!! 3) Assertividade de tempo: 1º. Analista 2º. Dado 3º. Desenvolvedores
    12. 12. Estimativas custam caro!!!
    13. 13. Aprendendo... MEDINDO Time descontente: como posso entregar algo no prazo que outro prometeu? Falha graves em esforço/prazo Requisitos Estimativa Requisito + Estimativa
    14. 14. Aprendendo... MEDINDO Sincronismo complicado Lei de Parkinson Estimativa do time não servia para nada Requisitos Estimativa Requisitos Estimativa
    15. 15. Aprendendo... MEDINDO 1ª. Revolução : Liberte Seu Time!!! (time não estima mais) Ganho imediato de 15% em produtividade de todo o time (tempo da estimativa) Sustentabilidade média. Velocidade corrige distorções. Soma estimativas = Soma realizado Requisitos Estimativa Requisitos Estimativa Velocidade Tarefas (limite de tamanho)
    16. 16. Pare de Estimar!!!
    17. 17. Aprendendo... MEDINDO Desvio padrão grande Algumas demandas com baixa assertividade 2ª. Revolução : Liberte Seu ChuckNoris!!! (Analista não estima mais em horas) Requisitos Estimativa Velocidade Tarefas (limite de tamanho)
    18. 18. Aprendendo... MEDINDO T-Shirt Size (PP, P, M, G, GG) Requisitos Estimativa Cluster Tarefas (limite de tamanho) Calculada
    19. 19. Clusterização
    20. 20. Clusterização PP P M G
    21. 21. Meça!!!
    22. 22. Medindo...  Alguns resultados  Tamanho em T-Shirt é “conceitual”. Gera bem menos calor  Ajustes mensais. Estabilidade do cluster em 4 a 5 meses  Naturalmente as tarefas são quebradas mais (PP e P) pois percebem que tem menor variabilidade  Valores de T-Shirt convergem mesmo em equipes, tecnologia ou negócio completamente distintos.
    23. 23. Mais algumas medidas...  Esforço e Prazo são medidas diferentes não necessariamente proporcionais. Meça Cycle- time. Experimente clusterização distinta.  Tipos distintos de atividades podem indicar clusterização específica  Ordens de Grandeza (O.G.) também podem ser clusterizadas. O que difere é o desvio padrão. Explicite isso como grau de certeza (Sigma)  Não estime! Meça! Meça! Meça!
    24. 24. Por fim...  Descubra que você nem precisa mais de T- Shirt. O que importa é o processo evolutivo de quebra de tarefas. Maturidade do processo!  Aceite a variabilidade. Não gaste nada mais para prever. Colete as informações do próprio sistema  Quebre alguns paradigmas:  Não influenciam: Tarefas novas, tecnologias distintas, regras de negócio e outros aspectos técnicos  Influencia mas é quase invariável: Senioridade da equipe;  Realmente influenciam: LWip, PairProgramming, ContinuousIntegration, ContinuosFeedback
    25. 25. Abra sua mente!!!
    26. 26. A 3ª. Revolução – LIBERTE SEU CLIENTE!
    27. 27. Abra sua mente... • Pressão de estimativas bloqueiam pensamentos criativos • Mesmo estimativas “superfaturadas” não garantem assertividade! Feedbacks curtos são muito mais eficientes • Lei de Parkinson é uma das poucas certezas • Valores de T-Shirt convergem • Valores e técnicas ágeis é o que fazem a diferença • Não estime! Meça!
    28. 28. MARCELO LUIS WALTER mlwalter@objective.com.br @MarceloLWalter (44) 3032 - 9150 Obrigado! www.objective.com.br

    ×