BÍBLIA NA FAMÍLIA…
… E FAMILIARIDADE COM A BÍBLIA!
FORMAÇÃO BÍBLICA DE LEITORES
REUNIÃO DE PAIS - FESTA DA PALAVRA
Sexta-f...
Bíblia na família…
… e familiaridade com a Bíblia!
Desde o Concílio Vaticano II, muito se avançou certamente
na escuta ass...
Uma Bíblia em cada casa… para rezar
“Pertence à autêntica paternidade e maternidade a
comunicação e o testemunho do sentid...
I. COMO LER A BÍBLIA?
Critérios de interpretação
1. Ler a Bíblia, como palavra divina e
como palavra humana
Para uma boa leitura e interpretação da Bíblia,
temos de ter se...
2. Atender ao contexto, género
literário e finalidades da Bíblia:
“Para descobrir
a intenção dos hagiógrafos,
devem ser ti...
3. Olhar para Cristo, como chave de
interpretação de toda a Bíblia!
Toda a Escritura divina
constitui um único livro
e est...
4. Conhecer e respeitar a unidade
de ambos os Testamentos:
“O Novo Testamento está latente no Antigo, e o
Antigo está pate...
5. Ler e interpretar a Bíblia, em
comunhão com a Igreja:
“O lugar originário da interpretação da Escritura é
a vida da Igr...
6. Celebrar a Palavra,
na liturgia e na Eucaristia:
“Por isso,
na leitura orante da Sagrada Escritura,
o lugar privilegiad...
ORDENAMENTO DAS LEITURAS
DOMINGOS E DIAS FESTIVOS
1ª Leitura: Antigo Testamento (TP: Atos)
2ª Leitura: Apóstolo (Epístolas...
ORDENAMENTO DAS LEITURAS
DOMINGOS E DIAS FESTIVOS
Princípios de ordenamento:
1) Composição harmónica:
1ª + Evangelho (no t...
ORDENAMENTO DAS LEITURAS
DIAS FERIAIS
DUAS LEITURAS:
1ª: AT ou APÓSTOLO (ou no TP: Atos): em dois ciclos, que se
repetem d...
II. COMO REZAR COM A BÍBLIA?
Um método de leitura orante
Como rezar com a Bíblia?
A Bíblia deve ser lida
e interpretada em clima de oração:
a importância do método
da «Lectio Divi...
Como rezar com a Bíblia?
 Leitura (lectio) : o que diz o texto?
 Meditação (meditatio): o que nos diz o texto?
 Oração ...
Como pão para a boca!
 A Leitura leva o alimento à boca…
 A Meditação mastiga e tritura-o…
 A Oração descobre-lhe o sab...
III. MARIA
E A FAMILIARIDADE
COM A BÍBLIA
Estes passos encontramo-los
na figura da Mãe de Deus
“Modelo para todo o fiel de acolhimento dócil da Palavra divina, Mari...
Exercício prático
 1. Deut.8,3
 2. Ez. 2,8 - 3,7
 3. Sal. 119 (118),105
 4. Jer. 20,7-9
 5. Mt. 7,24-28.
 6. Is. 55,...
Como Pão
para a
boca!
Doce
como
o MEL
Como
um Fogo
devorador
Como a
Casa
sobre
a rocha
Como
a água
da chuva…
Como a
semente
…
Como uma
espada
de dois gumes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biblia na familia_e-_familiaridade_com_a_biblia-4c2ba-ano_v1

269 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biblia na familia_e-_familiaridade_com_a_biblia-4c2ba-ano_v1

  1. 1. BÍBLIA NA FAMÍLIA… … E FAMILIARIDADE COM A BÍBLIA! FORMAÇÃO BÍBLICA DE LEITORES REUNIÃO DE PAIS - FESTA DA PALAVRA Sexta-feira, 4 de maio de 2012
  2. 2. Bíblia na família… … e familiaridade com a Bíblia! Desde o Concílio Vaticano II, muito se avançou certamente na escuta assídua e na leitura atenta da Sagrada Escritura. (…) É preciso consolidar e aprofundar esta linha, inclusive com a difusão do livro da Bíblia nas famílias. De modo particular, é necessário que a escuta da Palavra se torne um encontro vital, segundo a antiga e sempre válida tradição da lectio divina! João Paulo II, NMI, 39
  3. 3. Uma Bíblia em cada casa… para rezar “Pertence à autêntica paternidade e maternidade a comunicação e o testemunho do sentido da vida em Cristo: através da fidelidade e unidade da vida familiar, os esposos são, para os seus filhos, os primeiros anunciadores da Palavra de Deus. A comunidade eclesial deve sustentá-los e ajudá-los a desenvolverem a oração em família, a escuta da Palavra, o conhecimento da Bíblia. Por isso, desejamos que cada casa tenha a sua Bíblia e a conserve em lugar digno para poder lê-la e utilizá-la na oração. Bento XVI, Verbum Domini 85
  4. 4. I. COMO LER A BÍBLIA? Critérios de interpretação
  5. 5. 1. Ler a Bíblia, como palavra divina e como palavra humana Para uma boa leitura e interpretação da Bíblia, temos de ter sempre presente o que ela é, em si, o seu mistério: Palavra de Deus em linguagem humana (DV 12).
  6. 6. 2. Atender ao contexto, género literário e finalidades da Bíblia: “Para descobrir a intenção dos hagiógrafos, devem ser tidos também em conta, entre outras coisas, os géneros literários” Dei Verbum, 12
  7. 7. 3. Olhar para Cristo, como chave de interpretação de toda a Bíblia! Toda a Escritura divina constitui um único livro e este único livro é Cristo, fala de Cristo e encontra em Cristo a sua realização! (Bento XVI, Verbum Domini, 39).
  8. 8. 4. Conhecer e respeitar a unidade de ambos os Testamentos: “O Novo Testamento está latente no Antigo, e o Antigo está patente no Novo”. “Por isso se vê claramente como é a pessoa de Cristo que dá unidade a todas as «Escrituras» postas em relação com a única «Palavra»” (Bento XVI, Verbum Domini, 39)
  9. 9. 5. Ler e interpretar a Bíblia, em comunhão com a Igreja: “O lugar originário da interpretação da Escritura é a vida da Igreja. Somente com o «nós», isto é, nesta comunhão com o Povo de Deus, podemos realmente entrar no núcleo da verdade que o próprio Deus nos quer dizer” (Bento XVI, Verbum Domini, 30)
  10. 10. 6. Celebrar a Palavra, na liturgia e na Eucaristia: “Por isso, na leitura orante da Sagrada Escritura, o lugar privilegiado é a Liturgia, particularmente a Eucaristia” (Bento XVI, Verbum Domini, 86)
  11. 11. ORDENAMENTO DAS LEITURAS DOMINGOS E DIAS FESTIVOS 1ª Leitura: Antigo Testamento (TP: Atos) 2ª Leitura: Apóstolo (Epístolas e Apocalipse) 3ª leitura: Evangelho A- Mt (2010-2011) B- Mc (2011-2012) C – Lc (2012-2013)
  12. 12. ORDENAMENTO DAS LEITURAS DOMINGOS E DIAS FESTIVOS Princípios de ordenamento: 1) Composição harmónica: 1ª + Evangelho (no tempo comum) 2ª + Evangelho (nos tempos fortes) 2) Leitura sem contínua: 2ª leitura e evangelho
  13. 13. ORDENAMENTO DAS LEITURAS DIAS FERIAIS DUAS LEITURAS: 1ª: AT ou APÓSTOLO (ou no TP: Atos): em dois ciclos, que se repetem de dois em dois anos: pares e ímpares 2ª: EVANGELHO: num ciclo, que se repete todos os anos No Advento, natal, quaresma… critérios próprios
  14. 14. II. COMO REZAR COM A BÍBLIA? Um método de leitura orante
  15. 15. Como rezar com a Bíblia? A Bíblia deve ser lida e interpretada em clima de oração: a importância do método da «Lectio Divina»
  16. 16. Como rezar com a Bíblia?  Leitura (lectio) : o que diz o texto?  Meditação (meditatio): o que nos diz o texto?  Oração (oratio): que dizemos ao Senhor?  Contemplação (contemplatio): qual é a conversão da mente, do coração e da vida que o Senhor nos pede?  Ação (actio): e agora, o que havemos de fazer?
  17. 17. Como pão para a boca!  A Leitura leva o alimento à boca…  A Meditação mastiga e tritura-o…  A Oração descobre-lhe o sabor…  A Contemplação é a doçura que recria e dá alegria.
  18. 18. III. MARIA E A FAMILIARIDADE COM A BÍBLIA
  19. 19. Estes passos encontramo-los na figura da Mãe de Deus “Modelo para todo o fiel de acolhimento dócil da Palavra divina, Maria «conservava todas estas coisas, ponderando-as no seu coração» (L c 2, 19; cf. 2, 51), e sabia encontrar o nexo profundo que une os acontecimentos, os atos e as realidades, aparentemente! Bento XVI, Verbum Domini 85 “O nosso relacionamento pessoal e comunitário com Deus depende do incremento da nossa familiaridade com a Palavra divina. «Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele comigo» (Ap 3, 20)”. Bento XVI, Verbum Domini 124
  20. 20. Exercício prático  1. Deut.8,3  2. Ez. 2,8 - 3,7  3. Sal. 119 (118),105  4. Jer. 20,7-9  5. Mt. 7,24-28.  6. Is. 55,10-11.  7. Lc.8,11-15.  8. Heb.4,12.
  21. 21. Como Pão para a boca!
  22. 22. Doce como o MEL
  23. 23. Como um Fogo devorador
  24. 24. Como a Casa sobre a rocha
  25. 25. Como a água da chuva…
  26. 26. Como a semente …
  27. 27. Como uma espada de dois gumes

×