Lectio divina

554 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
554
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lectio divina

  1. 1. Lectio Divina ou Leitura Orante da Bíblia A expressão Lectio DivinaVem do latim e pode ser traduzida por lição divina ou leitura orante da Palavra de Deus. Segundo alguns, foi usada por Orígenes, Padre da Igreja, no 3º século d.C.Outros, porém, afirmam que a Lectio Divina é anterior e teria sido formulada pelo monge Guigo, em 1150.
  2. 2. “A Lectio Divina é a escutareligiosa e piedosa da leitura sagrada da Escritura”. (Vaticano II, DV 10) Princípios da Lectio Divina : a)Unidade da Escritura; b)atualidade ou encarnação da Palavra; c)fé em Jesus Cristo vivo e presente na comunidade.
  3. 3. A contribuição de GuigoEm síntese, a grandecontribuição do mongeGuigo foi a de interligaros passos da LeituraOrante. Para isso,escreve um roteiro como título: ‘A Escada dosMonges’, onde cadapasso corresponde a umdegrau.
  4. 4. 1. Leitura: ler a Palavra.Leia, com calma e atenção, um pequeno trecho daSagrada Escritura (aconselha-se que nas primeirasvezes utilize-se os textos dos Evangelhos). Leia otexto quantas vezes forem necessárias. Procureidentificar as coisas importantes desta perícope: oambiente, os personagens, os diálogos, as imagensusadas, as ações. É importante que identificartudo com calma e atenção, como se estivessevendo a cena. A leitura é o estudo assíduo dasEscrituras, feito com aplicação de espírito.
  5. 5. 2. Meditação: meditar a Palavra.A Meditação é, antes de mais nada,uma atualização do texto… .Outras perguntas de apoio, você pode elaborarno seu processo de Meditação, tais como: “O quehá de semelhante e de diferente entre a situaçãodo texto, de ontem, e a situação de hoje? Quaisos conflitos de ontem que existem hoje? Quaissão diferentes? Que personagem eu sou dentrodo texto? E quem eu sou chamado a ser? O que oEspírito quer falar, quer comunicar?Meditar é, então, mastigar, ruminar, atualizar edialogar com o texto bíblico.
  6. 6. 3. Oração: rezar a Palavra.A oração não pode ser considerada como umasimples técnica. Mas deve ser vista, como sugereSanto Agostinho de Hipona: “Se o texto oração,rezai; se é gemido, gemei; se é reconhecimento,ficai felizes; se é um texto de esperança, esperai; seexprime o temor, temei. Porque as coisas sentidasno texto bíblico são espelho de vós mesmos”.Nesse degrau da Leitura Orante, você pode reler otexto. Agora, com maior espírito de Oração,assumindo, diante de Deus, um compromisso devida.
  7. 7. 4. Contemplação: contemplar a PalavraGuido colocou a Contemplação depois da Oração,porque a verdadeira e mais profunda Oração é aContemplação.Contemplar é saborear a Palavra de Deus com ocoração. Há, em nossos dias, uma preocupaçãomuito grande com a vida prática, com o exercícioprático da fé, de modo que alguns escritoresacrescentam a “Actio” (ou “Missio”) á“Contemplatio”, ou seja, a Ação junto daContemplação, ou até mesmo um degrau depois dooutro. É verdade, cremos que não há conversão paraDeus que não passe pelo irmão.
  8. 8. Duas observações importantes1. Os quatro degraus 2. Embora esteja implícito (leitura, meditação, em todo o processo, é oração e contemplação) oportuno lembrar o se distinguem, mas alerta do papa Bento XVI: não se separam, pois obedecem a uma “A lectio divina não está concluída, na sua dinâmica onde, a cada dinâmica, enquanto não etapa, o (a) leitor (a) da chegar à ação (actio), que Bíblia é convidado (a) a impele a existência do fiel recomeçar e interligar a doar-se aos outros na todo o processo. caridade”. (Verbum Domini, 87)
  9. 9. Resumindo... A Lectio Divina ou Leitura Orante consiste na leitura atenta e sem pressa de um texto da Bíblia, previamente escolhido e preparado para ser meditado e rezado.

×