Perfeição,- cap. 20

424 visualizações

Publicada em

Capítulo com várias emoções. Ao ver que Jurema dormiu, Ermelita se encontra com Constantino novamente. Ester puxa o capuz e descobre que o tal misterioso era Jeca; agora, Ester acredita que tudo não passou duma brincadeira dele e começa a acreditar na real fidelidade de Leandro. Leandro liga pra Lisa e pede que ela vá à mansão, já que Ester tinha saído e podia demorar. Jantando, com Raquel num restaurante japonês, Júlio comenta sobre Rosana e quebra clima de romance. Mirela acha que Lisa tá namorando depois que a viu aquela vez com Leandro no carro. Néia invade casa de Raquel e acaba achando número de Júlio e estranha. Néia encontra dinheiro de Raquel e rouba. Carla conta à Mirela que Mariana ouviu sua conversa ao telefone com Paulo e Mirela fica sem chão. Lisa chega à mansão. Lisa beija Leandro. Ester chega na mansão e a porta tá trancada. LEandro e Lisa se desespeream.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
424
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
117
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Perfeição,- cap. 20

  1. 1. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 01Recanto das Capítulo 020Letras PERFEIÇÃO novela de: LUCAS VINÍCIUS escrita por: LUCAS VINÍCIUS PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO: Ester Jeca Raquel Júlio Carla Mirela Lisa Leandro Ermelita Jurema Constantino Raquel Júlio Leninha Néia
  2. 2. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 02 CENA 1. RUA TREZE DE MAIO. EXT. DIA. CONTINUIDADE DO CAP.ANTERIOR.Continuidade da última cena do cap. Anterior. ESTER CHOCADADIANTE DO MASCARADO, QUE NA VERDADE É JECA. ESTER —— (chocada) 1 milhão? JECA —— (voz grossa) 1 milhão pra senhorita ficar sabendo quem é a Maria-bota- chifres! ESTER —— Eu não sei quem você é, mas não vou te dar 1 milhão! JECA —— (voz grossa) Prefere ficar na agonia de ver o seu noivo beijando uma mulher, e você não saber quem é ela? Hã?! ESTER —— Eu ainda não creio que o Leandro pôde ter feito isso comigo. JECA —— (engrossa a voz e ri) Todas dizem isso!ESTER POSSESSA ENCARA ELE. ESTER —— Quem é você? Tira esse capuz pra eu ver quem é você. JECA —— (ri) Não, não. É pegar ou largar. 1 milhão. Quer ver a cara da mulher que anda se encontrando com seu noivo?ESTER INDECISA. Suspense.Corta para: CENA 2. RESTAURANTE JAPONÊS. INT. NOITE. CONTINUIDADE.RAQUEL E JÚLIO SENTADOS à UMA MESA. RAQUEL EMPOLGADA. JÚLIOLÊ O CARDÁPIO. RAQUEL —— (empolgada) Ai! Assim, a gente vai comer Yaksoba?! JÚLIO —— (risinho) Vai, sim. Eu vou pedir uma... Gyoza, o que acha? RAQUEL —— (confusa) Ah... desde que dê pra comer. (ri) JÚLIO —— (ri) São bolinhos de carne-moída e legumes.
  3. 3. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 03 RAQUEL —— Ah... achava que era bichos fritos. JÚLIO —— Bom, Gyoza vai ser o aperitivo. Hoje vou deixar que você peça por nós. RAQUEL —— Ah, é? JÚLIO —— Sim. E tudo por minha conta. Se não fosse você acho que eu estaria debaixo da terra. Morto e enterrado! RAQUEL —— Ah, é o dever de todos nós mortais. Ajudar uns aos outros. (falsa) E modéstia, eu procuro fazer minha ação de cada dia sempre. JÚLIO —— (impressionado) É mesmo? Você é uma raridade, então. RAQUEL —— Ah, eu acho que sou. JÚLIO —— Vamos só pedir um vinho português antes do prato principal. RAQUEL —— Vinho português? Aqui não é um restaurante japonês? JÚLIO —— Sim, é. Mas eles trazem vinhos exportados lá de Portugal. RAQUEL —— Ah, entendi.JÚLIO ACENA PARA O GARÇOM, QUE SERVIA UMA MESA. RAQUEL SORRIPARA SI.Corta para: CENA 3. APARTAMENTO DE LISA E MIRELA. INT. SALA. NOITE. CONTINUIDADE DO CAP. ANTERIOR.Continuação do cap. Anterior. CARLA FRENTE A FRENTE COMMIRELA, PREOCUPADA, DE PÉS. MIRELA —— Agora sim, pode me dizer. CARLA —— (indecisa) Ai, é que... (dá as costas) Eu não sei se conto. MIRELA —— Veio até a minha casa, pediu pra entrar me dizendo que tinha algo sério. Conte, quero saber o que foi. CARLA —— (hesita) Ai. MIRELA —— Anda, Carla! CARLA —— (vira-se e diz na lata) A Mariana sabe que você namora um assassino!BAQUE PRA MIRELA. MIRELA FICA PÁLIDA.
  4. 4. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 04 MIRELA —— (desolada) Como é, Carla? CARLA —— Ela ouviu uma conversa sua pelo telefone, com esse marginal, hoje pelo recreio. E só vim te alertar pra... MIRELA —— Meu Deus... CARLA —— Ela pretende contar pra sua irmã Lisa. MIRELA —— (desesperada) Não, ela não pode! CARLA —— Eu só quis te alertar. MIRELA —— Carla... agora sei que você não é igual as outras. Lilica e Mariana, duas falsas, preconceituosas! CARLA —— Mirela, elas não podem saber que eu te contei. Perderiam a amizade comigo ou quem sabe... armarem pra mim! MIRELA —— Não, pode ficar tranquila que dedo-duro eu não sou. Te agradeço por me contar, prova que você é diferente delas.SÓ QUE NESSE INSTANTE VEM CHEGANDO LISA, E MIRELA VÊ AFECHADURA MEXER. SE DESESPERA. MIRELA —— (p/ Carla) É minha irmã, finja que nada aconteceu!LISA ENTRA COM SEUS CADERNOS E A CHAVE DO SEU CARRO. SESURPEENDE AO VER CARLA. LISA —— Mirela. Quem é? MIRELA —— Ah, Lisa, essa é a Carla. LISA —— (se aproxima) Carla? CARLA —— Isso. Somos amigas. LISA —— Ah, muito prazer, Carla. Mas você estão aqui juntas desde o fim da aula? CARLA —— Ah, não, eu vim... (mente) pegar um... livro de química e biologia! LISA —— Ah. Um livro. E você, Mirela? Entregou o livro da sua colega? MIRELA —— (distraída) Que livro? (saca) Ah! Vou entregar, sim.PARA DISFARÇAR, MIRELA PEGA UM LIVRO SEU DE PORTUGUÊS, EMCIMA DA MESA DE CENTRO E QUANDO ENTREGA PRA CARLA, LISAINTERVÉM:
  5. 5. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 05 LISA —— Mocinha, cabeça nas nuvens. Você deu um livro de língua portuguesa a sua amiga. MIRELA —— (disfarça) Ah...MIRELA PEGA UM LIVRO DE QUÍMICA E ENTREGA A CARLA. MIRELA —— Toma, Carla. Nos vemos. CARLA —— Tudo bem. (p/ Lisa) Até logo, tchau.CARLA VAI SAINDO DE CASA. MIRELA DISFARÇA, MAS LISADESCONFIA. LISA —— (muxoxa) Essa história de livro... me conta a real história, senhorita. Porque nunca vi você falar com essa menina, algo bom não deve ser. MIRELA —— Não, eu juro, por tudo que é mais sagrado, Lisa, a Carla é minha amiga. E ela veio apenas pegar o livro, sim. LISA —— (desconfiada) Hum.MIRELA SE SENTA AO SOFÁ, MAS LISA AINDA FICA ENCAFIFADA COMISSO.Corta para: CENA 4. MANSÃO DE JÚLIO. INT. SALA. NOITE. CONTINUIDADE.APENAS LEANDRO EM CASA, SENTADO AO SOFÁ, PENSATIVO. FundoRomãntico. ELE COMEÇA A SE LEMBRAR DO DIA QUE BEIJOU LISAPELA PRIMEIRA VEZ (Cap. 8/9). APÓS ISSO, SE LEVANTA DECIDIDOE CAMINHA ATÉ O TELEFONE, EM CIMA DA MESA PERTO DA ESCADA. LEANDRO —— Será que eu faço isso?ELE HESITA, MAS ACABA POR DISCAR.Corta imediatamente para: CENA 5. APÊ DE LISA E MIRELA. INT. QUARTO LISA. NOITE.PENSATIVA, LISA ENTRA NO QUARTO, COM SEUS LIVROS. SE APROXIMADO CRIADO-MUDO E OS PÕE LÁ. ELA TIRA O CASACO DE FRIO, E ÉNESSA HORA QUE SEU CELULAR, JUNTO DE SEUS LIVROS COMEÇA ATOCAR. ELA ATENDE.
  6. 6. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 06 LISA —— (ao cel) Alô! (T) (surpresa) Leandro. LEANDRO —— (ao cel) Por favor, não desliga! Eu peço, não desliga. LISA —— (ao cel) Não ia desligar. LEANDRO —— (ao cel) Lisa, eu sei que o que vou pedir é meio indecente, mas... LISA —— (corta ao cel) Diga! LEANDRO —— (ao cel) Você quer vir aqui se encontrar comigo?LISA FICA INDECISA.Corta para: CENA 6. CASA DE JUREMA. INT. COZINHA. CONTINUIDADE.ERMELITA AINDA DISPARA SUA NOITE DE PRAZER PRA JUREMA, PORÉMNÃO PERCEBE QUE A IRMÃ JÁ TÁ CAINDO DA MESA DE DORMIR. ERMELITA —— Ah, eu também gostei da pegada dele, minha irmã. Homem gordo é bom pra camuflar a gente na hora “H”.ELA PARA DE FALAR E PERCEBE OS ALTOS RONCOS DE JUREMA,DORMINDO DEBRUÇADA NA MESA. ERMELITA —— Ah. Dormiu, é? (se levanta) Tá bom.( se anima) Ui, é hoje!Corta imediatamente para: CENA 7. RUA DA CASA DE JUREMA. EXT. NOITE.TOMADA. ERMELITA VEM SAINDO PELO PORTÃO ÁS PRESSAS COM FIFINA COLEIRA E COM FOGO NO RABO. ELA VEM DE ENCONTRO COMCONSTANTINO, COM SEU BALDUCO NA COLEIRA. ELES PARAM NO MEIODA RUA EMPOLGADINHOS. CONSTANTINO —— Já tá tudo arrumado! ERMELITA —— Ui, trouxe até a Fifi, pra se divertir. CONSTANTINO —— Ah, muito bom. ERMELITA —— (gritinho) Ai! Mas e os nossos
  7. 7. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 07 cachorros? CONSTANTINO —— A gente deixa no porão, que é pra eles ficarem à vontade. (excitado) Vem cá, trouxe o que eu pedi? ERMELITA —— Ui, acha que ia esquecer? Custou achar isso, porque eu sou mulher, mas... o farmacêutico daltônico acreditou que eu era um travesti e...ELA PUXA DO SUTIÃ UM VIDRINHO TRANSPARENTE, REPLETO DEPÍLULAS. CONSTANTINO —— Eita! Tem pra noite inteira! ERMELITA —— Vai com calma com isso! Senão, não há mulher que “guente”! CONSTANTINO —— Vamos logo! Antes que a Jurema nos veja e arma um daqueles escândalos! ERMELTIA —— Ah, sim. Vamos!OS DOIS SAEM VAZADOS. SEGUNDOS DEPOIS VOLTAM PRA PEGAR OSCÃES FIFI E BALDUCO QUE TINHAM ESQUECIDO NO MEIO DA RUA. SAEMAOS GRITINHOS.Corta para: CENA 8. FAVELA. CASA DE RAQUEL. EXT. NOITE.NINGUÉM à VISTA. PORÉM NÉIA VEM CHEGANDO COM PASSOS LEVES AFRENTE DA CASA DE RAQUEL. ELA OLHA, OLHA. NÉIA —— Ótimo, ninguém por perto.TENSÃO. NÉIA SE APROXIMA E TIRA UM GRAMPO DO BOLSO DA CALÇA.ELA FORÇA TANTO QUE A PORTA DA CASA DE RAQUEL ACABA SEABRINDO. ELA ENTRA E FECHA.Corta pra INTERIOR DA CASA DE RAQUEL (Cena 9)NÉIA ENTRA E PARA. NÉIA —— Vamos ver. Eu tenho certeza que se fuçar, vou descobrir algo sobre essa Raquel. Ela tem uma ligação com a Ester, isso é certo.
  8. 8. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 08NÉIA SE APROXIMA DA ESTANTE. LÁ, ELA ABRE DUAS GAVETAS QUE HÁALI. FUÇA A PRIMEIRA E NADA. JÁ NA SEGUNDA, ELA FUÇA E PUXAUM PAPEL. ESTRANHA. NÉIA —— Hã?ELA SE SURPREENDE AO LER: TELEFONE DE JÚLIO (e o número). NÉIA —— (espantada)Mas... como é possível? É o telefone do dr. Júlio. (pensativa) Ah, essa Raquel não deve ser flor que se cheire.ELA FUÇA MAIS A GAVETA. É QUANDO ACHA UM BOLO DE NOTAS DE 50E 100 REAIS. SE SURPREENDE MAIS AINDA. NÉIA —— Ela guarda dinheiro em casa. (ri) Fazer o quê, se ladra tá no sangue!APÓS ISSO, NÉIA PUXA DO BOLO VÁRIAS NOTAS DE DINHEIRO E ENFIATUDO NO BOLSO DE SUA CALÇA. NÉIA —— Muito bom. Mas eu tenho certeza de que tem mais coisa aqui.ELA GUARDA O RESTO DO DINHEIRO NA GAVETA. E CAMINHA ATÉ ACOZINHA.Corta para: CENA 10. APÊ DE LISA E MIRELA. INT. QUARTO LISA. NOITE. CONTINUIDADE.LISA AO TELEFONE COM LEANDRO. LISA —— (ao cel) Leandro... por favor. LEANDRO —— (ao cel) Lisa! Olha, tanto você quanto eu sabemos que nós dois sentimos alguma coisa pelo outro. Então, por que fugir? LISA —— (ao cel) Eu sei, eu sei, e também não quero parecer repetitiva, mas você sabe que é compromissado, Leandro. LEANDRO —— (ao cel) E daí? Conhece a frase: Dane-se os outros?
  9. 9. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 09 LISA —— (ri, ao cel) Essa é clássica. Mas nem tudo pode ser levado no humor, bobinho. LEANDRO —— (ao cel) Concordo. O amor tem que ser levado no amor. Então, por favor, vem até a mansão. LISA —— (ao cel) Até a mansão? Leandro, você ficou doido? Imagine se o seu pai chega, ou até mesmo, a sua noiva? LEANDRO —— (ao cel) Eu te garanto, quando a Ester sai com algum amigo, ela volta lá pras 2 da matina. LISA —— (ao cel) Eu preciso pensar! LEANDRO —— (ao cel) Nem que for um segundo. Só pra mim te ver pessoalmente. Pra te sentir.LISA SUSPIRA APAIXONADA, MAS AINDA INDECISA.Corta para: CENA 11. RUA TREZE DE MAIO. EXT. NOITE. CONTINUIDADE.ESTER COMEÇA A RIR DIANTE DE JECA, COM O CAPUZ NO ROSTO. ESTER —— (rindo) Tudo bem. Digamos que eu dê um milhão a você... você me mostraria quem é a piranha que anda se encontrando com o meu noivo? JECA —— (engrossa a voz) É meu dever! ESTER —— Ótimo. Mas você não vai me dizer mesmo quem é você? JECA —— Não. Se você souber... enfim. ESTER —— Você acha que sou idiota. Você deve me conhecer muito bem.DESCONFIADA, ESTER CONTINUA: ESTER —— Eu sei muito bem que é você, Raquel.ESTER RAPIDAMENTE PUXA O CAPUZ E SE ESPANTA, HORRORIZA-SE AOVER JECA. ELE TAMBÉM SE DESESPERA. ESTER —— (assustada) Você?!
  10. 10. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 010SUSPENSE. AMBOS FICAM ASSUSTADOS. CENA 12. APÊ DE LISA E MIRELA. INT. SALA. NOITE. CONTINUIDADE.LISA, JÁ TODA ARRUMADA VEM CHEGANDO. OLHA PRA LÁ, PRA CÁ, VÊQUE MIRELA NÃO ESTÁ. COM PASSOS LEVES CAMINHA ATÉ A PORTA.MAS PRA SUA SURPRESA, MIRELA SURGE, MAS QUANDO VÊ QUE LISAESTÁ SAINDO, ELA FICA ESPIANDO. LISA SAI. MIRELA FICA COM APULGA ATRÁS DA ORELHA. MIRELA —— A Lisa mais uma vez saindo à noite. (pensativa) Espera... aquela vez que eu vi ela, na lanchonete com Paulo, ela estava com um homem. Um rapaz/ (se dá conta) É isso... a Lisa tá namorando! Mas... por que ela não me contou?MIRELA FICA A PENSAR.Corta para: CENA 13. RUA TREZE DE MAIO. EXT. NOITE. CONTINUIDADE. ESTER —— (assustada) João? JECA —— Você me descobriu. É isso. ESTER —— Seu idiota! (irritada) Por que me fez perder esse tempo?! Hein?! JECA —— (ri) Ah, Ester, eu tava tentando/ ESTER —— (saca) Claro... você é tipo Tom e Jerry com o Leandro, por isso. Queria acabar com o casamento dele. Só que quebrou a cara, mauricinho! Então agora eu me dei conta, é mentira tudo isso. Leandro não me trai coisa nenhuma. Tudo uma invenção, uma montagem sua! Pra quê? Pra acabar com o meu casamento! JECA —— Não, Ester, isso não é menti/ ESTER —— (corta, braba) Invejoso! Não sei como deixei você entrar na minha festa de noivado. Trambiqueiro filho duma égua! (aponta dedo) Escuta aqui, não ouse mais brincar com uma coisa séria dessa. Ouviu bem? JECA —— Você acha que me assusta, garota? Eu
  11. 11. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 011 tenho muito mais experiência/ ESTER —— Experiência no quê?! Em armar montagens em programinhas de software pra detonar namoros? Experiência tem um papa de 71 anos, você é um amador! (perdida) Meu Deus do céu, onde eu tava com a cabeça que caí numa cilada dessa?!JECA FICA SEM REAÇÃO, JÁ QUE SEU PLANO TODO FOI POR ÁGUAABAIXO. ESTER —— Ah... antes de eu ir, queria deixar uma coisa esclarecida. Antes desse ocorrido, você tava convidado pro meu casamento... não tá mais!ESTER VIRA-SE E VAI SAINDO, SÉRIA. CAMINHA ATÉ SEU CARRO.JECA FICA SEM REAÇÃO. JECA —— (p/ si) Que anta que eu sou! Que anta! Que anta! Acabei pondo todo meu plano a perder. E ainda por cima agora, ela pensa que não é traída. Droga, droga, droga!REVOLTADO, ELE COMEÇA BOFETAR SUA CABEÇA, ENQUANTO ESTERENTRA EM SEU CARRO.Corta para: CENA 14. RESTAURANTE JAPONÊS. INT. NOITE. CONTINUIDADE.JÚLIO E RAQUEL à MESA. RAQUEL —— Sabe, eu que sou moça simples, de família. (mentindo) Trabalhei como babá durante 2 anos, nunca pensei que ia comer com uma hashi. JÚLIO —— Ah, Rosana também disse isso.PERCEBENDO QUE FALOU ASNEIRA, JÚLIO PIGARREIA. RAQUEL PERCEBEE ESTRANHA. RAQUEL —— Rosana?
  12. 12. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 012 JÚLIO —— Ah, desculpe. Falei coisa que não devia. RAQUEL —— (sem graça) Ah, imagina. Mas... é tão boa a culinária japonesa. JÚLIO —— Ah, de fato é. RAQUEL —— Sabe, que meu sonho além de ser uma grande paraquedista era ser cozinheira. Uma chef! JÚLIO —— Ah, que interessante. Nunca é tarde pra começar. RAQUEL —— Então, o problema é “onde”. JÚLIO —— (pensativo) Ei, pensando aqui, estou precisando de uma empregada. É que Néia saiu do serviço por um tempo, e ela era cozinheira além de empregada.RAQUEL DÁ UM SORRISO, MAS NO FUNDO AMOU A IDEIA. RAQUEL —— (diz no pensamento) Trabalhar na mansão... que oportunidade ótima! (ri) O que a Ester ia achar dessa ideia!RAQUEL “VIAJA” E JÚLIO CONTINUA A FALAR: JÚLIO —— … e como ela fazia tudo, recebia muito bem. RAQUEL —— (acorda p/ vida) Ah! É? Poxa, eu gostei da ideia. Iria testar meus dons culinários. JÚLIO —— Então pense bem, mas com carinho. RAQUEL —— Ah, tenha certeza disso.UM SORRI PRO OUTRO.Corta para: CENA 15. MANSÃO DE JÚLIO. INT. SALA. NOITE. CONTINUIDADE.LISA VEM ENTRANDO COM A AJUDA DE LEANDRO, QUE FECHA A PORTA.LISA SE ENCANTA COM A MANSÃO. LISA —— Nossa, é uma linda casa! (ri) Corrigindo: casa não, mansão! LEANDRO —— (risinho) Ah, modéstia. LISA —— (vira-se) Leandro... e se sua noiva
  13. 13. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 013 chega? LEANDRO —— Acho que não. Liguei pra casa da Leninha e ninguém atendeu. É sinal de que estão se divertindo tanto, que nem ouviram o barulho do telefone tocar.Corta imediatamente para casa de Leninha:APENAS MOSTRA LENINHA AINDA RONCANDO, DEBRUÇADA EM CIMA DOSPRATOS, CANSADA DA ESPERA DE GEOVANE.Corta novamente para MANSÃO DE JÚLIO: LISA —— Tá, vou acreditar. LEANDRO —— Fica tranquila, Lisa. Meu pai também, a uma hora dessas tá viajando com a moça que ele conheceu. LISA —— E nós? LEANDRO —— Nós...? Nós vamos...LEANDRO APROXIMA SEU ROSTO AO DE LISA E ACABA A BEIJANDO.LISA ACABA NÃO RESISTINDO E ABRAÇADA A LEANDRO, O BEIJA.Romântica. TUDO PARA NESTE MOMENTO, APENAS OS DOIS SE BEIJAM.LISA PARA DE BEIJAR LEANDRO E DÁ AS COSTAS A ELE. LISA —— Leandro. LEANDRO —— Lisa. O que foi dessa vez? LISA —— Eu não acho certo a gente se beijar na casa que vai ser da sua noiva. LEANDRO —— Eu ia pedir pra... pra você esquecer tudo, e se concentrar em nós, se em nós, mas... tô vendo que tá difícil. LISA —— Não é que eu não queira. Eu não posso.LEANDRO ABAIXA A CABEÇA TRISTE. LISA —— Me perdoe. Não queria te desapontar. LEANDRO —— Você me ama. LISA —— Tô amando, Leandro/ LEANDRO —— (corta) Então me dá uma prova do seu amor! LISA —— Como é? LEANDRO —— Eu quero apenas ter a certeza de que tô sendo correspondido à mulher que
  14. 14. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 014 amo. LISA —— Talvez seja cedo pra dizer se é amor. Nos conhecemos há 1 mês. LEANDRO —— Parece 10 anos pra mim. LISA —— E se estivermos avançando sinal? Apressados demais? LEANDRO —— Lisa... Viva o momento! LISA —— (decidida) É o que eu vou fazer. Viver o momento!ROSTO A ROSTO. SE APROXIMAM.Corta rapidamente para: FACHADA DA MANSÃO.O CARRO DE ESTER, PRETO, VEM ESTACIONANDO. ELA AINDAINDIGNADA COM JECA DESCE DO CARRO. ESTER —— (p/ si) Não acredito no que eu vi. Tem pessoas que ainda usam truques baratos pra arrancar dinheiro dos outros.ELA BATE A PORTA DO CARRO E COM O CONTROLE, ABRE O PORTÃO DAMANSÃO.Pausa.ESTER VEM CHEGANDO A PORTA DA MANSÃO. LÁ ELA PARA, FUÇA SUABOLSA MAS NÃO ACHA A CHAVE. ESTER —— Droga, a chave! Corta para INTERIOR DA MANSÃO.LISA E LEANDRO AOS BEIJOS. É QUANDO ESTER LÁ DE FORA FORÇA AFECHADURA, E A PORTA TRANCADA. ELA ENTÃO DIZ: ESTER —— (off) Leandro! Abre pra mim!LEANDRO E LISA PARAM DE SE BEIJAR TRAUMATIZADOS, ESPANTADOS EGELADOS. LEANDRO —— (assustado, baixinho) Meu Deus! A
  15. 15. PERFEIÇÃO/ CAPÍTULO 020 PÁGINA 015 Ester! LISA —— (pálida) Não acredito. E agora? ESTER —— (off, lá fora) Leandro, tá me ouvindo? Abre essa porta.CLOSES: LISA E LEANDRO SE OLHAM SEM RUMO.Corta para: FIM DO CAPÍTULO.

×