Tremor de Terra

1.184 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Tremor de Terra

  1. 1. As réguas do t(r)emor
  2. 2. Enquanto a escala de Mercalli indica os estragos causados pelo sismo, a escala de Richter mede a energia libertada.
  3. 3. Mercalli Medida da intensidade percepcionada pelas pessoas
  4. 4. Mercalli grau I Imperceptível Não é notado
  5. 5. Mercalli grau II <ul><li>Muito fraco </li></ul><ul><li>Sentido pelas pessoas em repouso nos andares elevados de edifícios </li></ul>
  6. 6. Mercalli grau III <ul><li>Fraco </li></ul><ul><li>A vibração é semelhante à provocada pela passagem de veículos ligeiros – mas não é identificada como um sismo </li></ul>
  7. 7. Mercalli grau IV <ul><li>Moderado </li></ul><ul><li>A vibração é semelhante à provocada pela passagem de camiões. Vidros e loiças chocam e tilintam </li></ul>
  8. 8. Mercalli grau V <ul><li>Forte </li></ul><ul><li>Os líquidos oscilam e alguns extravasam; pequenos objectos em equilíbrio instável deslocam-se ou são derrubados </li></ul>
  9. 9. Mercalli grau VI <ul><li>Bastante forte </li></ul><ul><li>Sentido por todos. Objectos ornamentais precipitam-se das prateleiras e os quadros caem das paredes </li></ul>
  10. 10. Mercalli grau VII <ul><li>Muito forte </li></ul><ul><li>É difícil permanecer de pé. Verificam-se danos nas alvenarias e fracturas. Queda de reboco, tijolos soltos, pedras, telhas, parapeitos. A água das torneiras sai lodosa </li></ul>
  11. 11. Mercalli grau VIII <ul><li>Ruinoso </li></ul><ul><li>Colapso das alvenarias. Torção e queda de chaminés, monumentos, torres e reservatórios elevados. </li></ul>
  12. 12. Mercalli grau IX <ul><li>Desastroso </li></ul><ul><li>Danos gerais nas fundações dos prédios. Nos terrenos de aluvião, dão-se ejecções de areia e lama </li></ul>
  13. 13. Mercalli grau X <ul><li>Destruidor </li></ul><ul><li>A maioria das estruturas é destruída com as suas fundações. </li></ul><ul><li>Danos sérios em barragens, diques e aterros. </li></ul>
  14. 14. Mercalli grau XI <ul><li>Catastrófico </li></ul><ul><li>Vias férreas muito deformadas. </li></ul><ul><li>Canalizações subterrâneas completamente inutilizadas. </li></ul>
  15. 15. Mercalli grau XII <ul><li>Danos quase totais </li></ul><ul><li>Grandes massas rochosas deslocadas. </li></ul><ul><li>Abrem-se fendas no solo. </li></ul><ul><li>Objectos atirados ao ar. </li></ul>
  16. 16. Richter Medida da magnitude
  17. 17. Richter Inferior a 3,5 <ul><li>Não sentido, mas registado pelos sismógrafos </li></ul>
  18. 18. Richter de 3,5 a 5,4 <ul><li>Normalmente sentido, mas sem danos. </li></ul>
  19. 19. Richter de 5,4 a 6 <ul><li>Danos ligeiros em edifícios bem construídos. </li></ul><ul><li>Grandes danos em edifícios de construção pobre. </li></ul><ul><li>Sismo do Afeganistão, em 2002 (5,8). </li></ul>
  20. 20. Richter de 6,1 a 6,9 <ul><li>Pode ser destrutivo, numa área de 100 km, desde o epicentro. </li></ul><ul><li>Sismos de </li></ul><ul><ul><li>Benavente (Portugal), em 1909 (magnitude 6,7), </li></ul></ul><ul><ul><li>Argélia, em 2003 (6,8), </li></ul></ul><ul><ul><li>Marrocos, em 2004 (6,7). </li></ul></ul>
  21. 21. Richter de 7,0 a 7,9 <ul><li>Sismo de 1969, em Portugal, sobretudo sentido no Algarve e em Lisboa (magnitude 7,5). </li></ul><ul><li>Sismo de El Salvador, em 2001 (7,6). </li></ul>
  22. 22. Richter 8 ou mais <ul><li>Danos severos, em áreas de várias centenas de quilómetros. </li></ul><ul><li>Terramoto de Lisboa, em 1755 (magnitude 8,5). </li></ul>
  23. 23. Fonte <ul><li>Revista Visão , 4 de Março de 2004 </li></ul>

×