ORIGEM DA PÁSCOA<br />A palavra portuguesa “páscoa” é usada para designar a festa dos judeus que, no hebraico, recebe o no...
Essa mortandade convenceu o faraó de permitir que Israel deixasse o Egito, após 400 anos de servidão naquele país. Por tud...
Êxodo 12:1 Disse o SENHOR a Moisés e a Arão na terra do Egito:Êxodo 12:2 Este mês vos será o principal dos meses; será o p...
Êxodo 12:5 O cordeiro será sem defeito, macho de um ano; podereis tomar um cordeiro ou um cabrito;Êxodo 12:6 e o guardarei...
Origens e Significados da Páscoa<br />
Êxodo 12:7 Tomarão do sangue e o porão em ambas as ombreiras e na verga da porta, nas casas em que o comerem;<br />
Pães Ázimos e o CordeiroPães sem fermentoBode, Cabrito até 8 meses, sem defeito e sem manchasErvas Amargas<br />
Páscoa dos judeus de ontem e até os dias de hoje<br />
Êxodo 12:8 naquela noite, comerão a carne assada no fogo; com pães asmos e ervas amargas a comerão.Êxodo 12:9 Não comereis...
A Páscoa e o Cristianismo<br />
A Páscoa, como vimos, instituída por Deus para fazer memória dos seus atos salvívificosna história do povo de Israel, no i...
Com o advento do cristianismo foi incorporada pela cristandade como uma celebração que aponta e memoriza a ação libertador...
A Vida sem Deus é como viver no Egito<br />
Os pães asmos e as ervas amargas – lembra-nos que éramos escravos do mundo e do senhor do mundo – éramos alienados e estra...
O Cordeiro Pascal – Jesus Cristo é identificado como o cordeiro pascal, cujo sangue derramado livra-nos da morte e abre-no...
ConclusãoA Páscoa antiga marcou a libertação do povo de Deus do Velho Testamento, de sua aflição e escravidão no Egito, da...
O Batismo e Santa Ceia<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PáScoa, O Que Ela Significa Para Mim

5.342 visualizações

Publicada em

  • @Renato Lins E aconteceu que, passados os quatrocentos e trinta anos, naquele mesmo dia, todos os exércitos do Senhor saíram da terra do Egito. Êxodo 12:41
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
  • só uma observação, no slide 7 fala que o povo viveu 400 anos de escravidão, mas na verdade o povo ficou no Egito por 430 anos de escravidão conforme escrito em Êxodo 12:40,41.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui

PáScoa, O Que Ela Significa Para Mim

  1. 1.
  2. 2.
  3. 3.
  4. 4.
  5. 5.
  6. 6. ORIGEM DA PÁSCOA<br />A palavra portuguesa “páscoa” é usada para designar a festa dos judeus que, no hebraico, recebe o nome de pesach (passar por sobre). Esse nome surgiu em face da narrativa bíblica em que o anjo da morte, ou o anjo destruidor, “passou por sobre” as casas assinaladas com o sangue do cordeiro pascal, atacando ferozmente as casas dos egípcios e matando a todos os primogênitos de entre eles (Ex 12.21ss).<br />
  7. 7. Essa mortandade convenceu o faraó de permitir que Israel deixasse o Egito, após 400 anos de servidão naquele país. Por tudo isso, é correto afirmar que a palavra páscoa – desde tempos mais remotos – tem o sentido de libertação e expiação. O sangue do cordeiro teria um papel expiatório, e o êxodo seria a concretização dessa libertação.<br />
  8. 8. Êxodo 12:1 Disse o SENHOR a Moisés e a Arão na terra do Egito:Êxodo 12:2 Este mês vos será o principal dos meses; será o primeiro mês do ano.Êxodo 12:3 Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês, cada um tomará para si um cordeiro, segundo a casa dos pais, um cordeiro para cada família.Êxodo 12:4 Mas, se a família for pequena para um cordeiro, então, convidará ele o seu vizinho mais próximo, conforme o número das almas; conforme o que cada um puder comer, por aí calculareis quantos bastem para o cordeiro.<br />
  9. 9. Êxodo 12:5 O cordeiro será sem defeito, macho de um ano; podereis tomar um cordeiro ou um cabrito;Êxodo 12:6 e o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o imolará no crepúsculo da tarde.<br />
  10. 10. Origens e Significados da Páscoa<br />
  11. 11. Êxodo 12:7 Tomarão do sangue e o porão em ambas as ombreiras e na verga da porta, nas casas em que o comerem;<br />
  12. 12. Pães Ázimos e o CordeiroPães sem fermentoBode, Cabrito até 8 meses, sem defeito e sem manchasErvas Amargas<br />
  13. 13. Páscoa dos judeus de ontem e até os dias de hoje<br />
  14. 14. Êxodo 12:8 naquela noite, comerão a carne assada no fogo; com pães asmos e ervas amargas a comerão.Êxodo 12:9 Não comereis do animal nada cru, nem cozido em água, porém assado ao fogo: a cabeça, as pernas e a fressura.Êxodo 12:10 Nada deixareis dele até pela manhã; o que, porém, ficar até pela manhã, queimá-lo-eis.Êxodo 12:11 Desta maneira o comereis: lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão; comê-lo-eis à pressa; é a Páscoa do SENHOR.<br />
  15. 15. A Páscoa e o Cristianismo<br />
  16. 16. A Páscoa, como vimos, instituída por Deus para fazer memória dos seus atos salvívificosna história do povo de Israel, no início foi uma festa familiar, presidida pelo pai de família, porém com o passar do tempo tornou-se uma celebração litúrgica oficial realizada exclusivamente no templo em Jerusalém<br />
  17. 17. Com o advento do cristianismo foi incorporada pela cristandade como uma celebração que aponta e memoriza a ação libertadora de Cristo para o seu Novo Israel, a Igreja de Cristo – ação libertadora da morte e do pecado, assumindo cada ingrediente tradicional do rito um sentido próprio e atualizado.<br />
  18. 18. A Vida sem Deus é como viver no Egito<br />
  19. 19. Os pães asmos e as ervas amargas – lembra-nos que éramos escravos do mundo e do senhor do mundo – éramos alienados e estrangeiros, mas Deus liberta definitivamente de nossas aflições e sofrimento.<br />
  20. 20. O Cordeiro Pascal – Jesus Cristo é identificado como o cordeiro pascal, cujo sangue derramado livra-nos da morte e abre-nos caminho, para a saída definitiva, da terra da servidão para a liberdade (Jo. 1:29; I Cor. 5:7 e I Pedro 1:19)<br />
  21. 21.
  22. 22. ConclusãoA Páscoa antiga marcou a libertação do povo de Deus do Velho Testamento, de sua aflição e escravidão no Egito, da mesma forma que a celebração atual marca as ações libertadoras de Deus – através de Seu Filho, Jesus, com sua Paixão, Morte e Ressurreição – livrando-nos do sofrimento, da escravidão e da morte.<br />
  23. 23. O Batismo e Santa Ceia<br />

×