A páscoa

2.210 visualizações

Publicada em

Se você perguntar para a maioria das crianças sobre a Páscoa, você perceberá que a ideia de páscoa no consciente delas está ligado a ovos de chocolate e coelhinhos. E isso é lamentável! Mas é o que está acontecendo com os valores cristãos nos dias de hoje. Infelizmente trocaram o cordeiro pelo coelho. Pra falar a verdade a Páscoa é uma festa de origem judaica (Êxodo 12:1-25), e os cristãos devem saber que entendê-la fará uma grande diferença, pois Cristo é a nossa Páscoa. Todos os elementos da ceia de Páscoa judaica se cumprem na pessoa do nosso Senhor e salvador Jesus Cristo. A sua morte e ressurreição, nós celebramos todos os meses na Santa ceia do Senhor, em Cristo a Páscoa se cumpriu, ele é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1:29), Ele é a nossa verdadeira Páscoa e deve ser reverenciado todos os dias da nossa vida cristã.
Devemos aproveitar esse momento festivo para ensinar aos cristãos e principalmente as crianças a verdadeira páscoa que é Cristo!

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.210
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.270
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A páscoa

  1. 1. Ministério Bíblico: A Palavra do Senhor http://a-palavradosenhor.blogspot.com.br Irmão Jáder de Souza
  2. 2. O que é Páscoa? • “Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade”. (1 Coríntios 5:7-8)
  3. 3. O que é Páscoa? • A Páscoa é uma festa de origem Judaica, no hebraico é pessach que significa passagem ou passar por cima: "...é a páscoa do Senhor" (Ex.12:11), "Porque o Senhor passará para ferir os egípcios..." (Ex.12:23), "É o sacrifício da páscoa ao Senhor que passou por cima das casas dos filhos de Israel..." (Ex.12:27).
  4. 4. A Coercitiva força do capitalismo • A páscoa é um período lucrativo para a indústria de chocolates. Toneladas de ovos, barras e bombons são produzidas e comercializadas em todo o mundo. Mas, o real significado da data, para muitos, não é valorizado. A morte e ressurreição de Jesus Cristo ficam em segundo plano.
  5. 5. Carnaval • O Carnaval é uma festa que é marcada pelo "adeus a carne" que a partir dela se fazia um grande período de abstinência e jejum, como o seu próprio nome em latim "carnis levale" o indica. Para a sua preparação havia uma grande concentração de festejos populares. Cada lugar e região brincava a seu modo, geralmente de uma forma propositadamente extravagante, de acordo com seus costumes. http://ribeirobr.blogspot.com.br/http://pt.wikipedia.org/
  6. 6. Quaresmas • A expressão Quaresma é originária do latim, quadragesima dies (quadragésimo dia). O adjetivo referente a este período é dito quaresmal ou, mais raro, quadragesimal . • Em diversas denominações cristãs, o Ciclo Pascal compreende três tempos: preparação, celebração e prolongamento. A Quaresma insere-se no período de preparação. • Os serviços religiosos desse tempo intentam a preparação da comunidade de fiéis para a celebração da festa pascal, que comemora a ressurreição e a vitória de Cristo depois dos seus sofrimentos e morte, http://www.tudodoms.com.br http://pt.wikipedia.org/
  7. 7. Origem Pagã • A deusa germânica da fertilidade, da agricultura e da primavera, Eostre, ou Eastre, era celebrada com o ateamento ritual dos fogos da aurora como proteção para as plantações. Ela simboliza a primavera, o novo crescomento, o renascimento. No Equinócio da Primavera, quando as horas de luz são precisamente as mesmas que as de escuridão, marcava-se o início da estação das flores e das colheitas com o festival de Eostre, que celebra a deusa com o mesmo nome. Este ritual sazonal celebrado na cultura celta, também conhecido como Sabat, festeja o eterno ciclo de morte e ressurreição presente na Natureza. Eostre, que é a deusa da fertilidade e da abundância, é representada com um ovo na mão e uma Lebre no colo: o ovo simbolizando o nascimento e a criação e a Lebre, animal sagrado da deusa, representa a capacidade de reprodução, a fertilidade e a abundância. http://anaomente.blogspot.com.br/ http://www.luzemhisterio.com.br//
  8. 8. Ovos e Coelhos • Na tradição saxónica, a Lebre também é símbolo da lua, que está associada à Páscoa por ser utilizada para definir a data da celebração. No dia sagrado de Eostre, os antigos decoravam ovos com tintas coloridas que depois lançavam ao fogo como oferenda à deusa. Certa vez, quando a Deusa estava demorando a chegar, uma menininha encontrou um passarinho prestes a morrer de frio e pediu ajuda a Eostre. Uma ponte de arco-íris surgiu e Eostre veio com seu vestido vestido vermelho de quente e vibrante como a luz do Sol, então derreteu a neve e a Primavera chegou. Como o passarinho estivesse mortalmente ferido, Eostre transformou-o numa lebre do gelo que botava ovos de arco-íris. Como um sinal da primavera, Eostre ensinou a garotinha a observar quando a lebre do gelo surgisse nas florestas... Anunciando assim, o inicio da Primavera. http://www.recadosonline.com/http://www.luzemhisterio.com.br//
  9. 9. Seder Pessach • Até os dias de hoje os judeus celebram a páscoa, em sua tradição eles realizam a ceia de páscoa (seder pessah) com um cardápio exclusivo e cheio de significados para esse povo. O Sofrimento morte e ressurreição do Messias se cumprem de forma profética em cada elemento da páscoa judaica. http://www.americanhaggadah.com/
  10. 10. A Verdadeira Páscoa • Jesus celebrou a páscoa pela última vez e instituiu, em seu lugar, a Ceia Memorial. Aquela última páscoa, ficou encerrada a antiga aliança relembrada e legalmente instituída no Sinai (Luc. 22:14-18). Logo em seguida, a Ceia é instituída, memorando a Nova Aliança no Seu Sangue (Luc. 22:19,20). • A Ceia, portanto, é para ser comemorada até que cristo volte e não a páscoa, cujo término foi retificado com a morte de Cristo no Calvário – acontecimento para o qual a páscoa apontava. http://christianagapecentre.com https://setimodia.wordpress.com
  11. 11. Fim • Ministério Bíblico: A Palavra do Senhor • http://a-palavradosenhor.blogspot.com.br • Irmão Jáder de Souza

×