TERMO DE PARTICIPAÇÃO NA 1ª PROVA DE GANHO DE PESO DO CIRCUITO
            BRASILEIRO DAS RAÇAS DORPER E WHITE DORPER

Pel...
3ª) Uma vez instalados na Estação Experimental do Canguiri , os animais pertencentes ao
CONTRATANTE serão zelados por func...
traumatismo ou influência que prejudique o seu desempenho, ou, ainda, apresentar
problemas de ordem andrológica, poderá se...
Parágrafo Quinto: Despesas extraordinárias com exames clínicos e medicamentos serão
apresentadas ao CONTRATANTE mediante n...
ANEXO – I

REGULAMENTO DA 1ª PROVA DE GANHO DE PESO DO CIRCUITO BRASILEIRO
              DAS RAÇAS DORPER E WHITE DORPER

...
A Prova terá duração aproximada de 140 dias, com período de inicial de
adaptação a fim de minimizar os efeitos do rebanho ...
6. Equipe Técnica

  Profa. Dra. Alda Lucia Gomes Monteiro
  Engenheira Agrônoma formada pela ESALQ
  Coordenadora do Labo...
ANEXO – II

1- Calendário da Prova de Ganho de Peso de Ovinos da Raça Dorper


•   Inscrições dos animais participantes: 1...
** Foram utilizados 20 animais como referência para os cálculos.


3- Investimento Total para Participação na Prova de Gan...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Regulamento da 1ª prova de ganho de peso do circuito brasileiro das raças Dorper e White Dorper

516 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
516
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulamento da 1ª prova de ganho de peso do circuito brasileiro das raças Dorper e White Dorper

  1. 1. TERMO DE PARTICIPAÇÃO NA 1ª PROVA DE GANHO DE PESO DO CIRCUITO BRASILEIRO DAS RAÇAS DORPER E WHITE DORPER Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, entre partes, de um lado a ÁLAMOS AGRONEGÓCIOS GENÉTICA E PARTICIPAÇÕES LTDA, pessoa jurídica de direito privado com sede na BR- 376 Km 554 + 870 metros, Cidade de Balsa Nova, Distrito de São Luis do Purunã, Estado do Paraná, inscrito no CNPJ sob nº. 03.475.946/0001-00, neste ato representado pelo SR. EDUARDO AVELINO BERGSTEIN, brasileiro, casado, agropecuarista, portador da cédula de identidade com RG sob nº. _______________, inscrito no CPF sob nº. ______________, residente na _____________________, no município de Curitiba Pr, a seguir denominado simplesmente CONTRATADO; e de outro lado, o Sr. ______________________, brasileiro, _______________, agropecuarista, portador(a) da cédula de identidade com RG sob nº _________, inscrito(a) no CPF sob nº ________________, residente na cidade de _____________ à _________________________, nº. ____________, tele/fax nº.______________, proprietário (a) da Fazenda _________, situada no município de _______, com tele/fax nº.___________, cadastrada no INCRA sob nº ________________, a seguir denominado (a) simplesmente CONTRATANTE, abaixo assinados, têm entre si justo e contratado o seguinte: I – O CONTRATANTE é possuidor de __ (__) animais das raças Dorper e White Dorper _____, categoria PO, devidamente individualizados e identificados, pelos números ______ e ______, de controle e/ou registro constantes do registro genealógico da ARCO. II – O CONTRATADO, por meio de termo de cooperação firmado com a Universidade Federal do Paraná - UFPR, através do LAPOC/Funpar, Termo de Cooperação 039/07, de 03 de setembro de 2007; projeto/plano de trabalho 2139) proprietária da Estação Experimental do Canguiri, situada à Rua Ivone Pimentel, 1000 no município de Pinhais, comarca de Curitiba PR dispõe do mencionado imóvel rural, que conta com as instalações necessárias para a realização da Prova de Ganho de Peso que titula este instrumento; a saber: pastagens próprias para ovinos, providos de cochos para mineralização/suplementação e confinamento com cochos e bebedouros, maquinário, curral de manejo (balança eletrônica, tronco de contenção e seringa), fábrica de ração, além de contar com funcionários treinados para o manejo e trato dos animais. III – Na melhor forma de Direito, as partes convencionam a participação dos animais pertencentes ao CONTRATANTE, identificados no nº. I, retro, na Prova de Ganho de Peso, promovido pela CONTRATADA, conforme as seguintes cláusulas e condições: 1ª.) A CONTRATADA declara que receberá os animais do CONTRATANTE, indicados no nº I, retro, para a finalidade já indicada neste contrato; 2ª) O embarque, transporte e desembarque dos animais do CONTRATANTE correrão sempre por sua conta, inclusive quanto aos custos e aos riscos decorrentes dessas operações;
  2. 2. 3ª) Uma vez instalados na Estação Experimental do Canguiri , os animais pertencentes ao CONTRATANTE serão zelados por funcionários daquela propriedade, onde receberão alimentação e cuidados de manejo adequados; 4ª.) O CONTRATADO não responderá pelos danos decorrentes de caso fortuito ou força maior, eventos incluindo, mas não se restringindo a raios, vendavais, tempestades e outros similares, assim como de doenças ou acidentes que porventura vierem a prejudicar qualquer animal, ou mesmo causar a sua morte, renunciando o CONTRATANTE, desde já, como renunciado tem, ao direito de reclamar qualquer indenização ou compensação; 5ª) É facultado ao CONTRATANTE, às suas expensas, contratar seguro específico para os animais participantes da prova, com Seguradora de sua preferência; 6ª) O prazo de vigência deste contrato será de 140 (cento e quarenta) dias, iniciando em 16/06/2010, quando os animais serão entregues pelo CONTRATANTE nas instalações da Fazenda do Canguiri, e findando em 05/11/2010, quando os animais serão retirados pelos seus respectivos proprietários; 7ª) Ao serem entregues na Estação Experimental do Canguiri (no período de 16/06/2010 a 18/06/2010 – 4ª a 6ª feira, em horário comercial) os animais deverão estar acompanhados pelos respectivos registros provisórios, ou definitivos , de nascimento para que possam ser devidamente identificados e acompanhados durante o teste. Os proprietários deverão apresentar o atestado sanitário dos animais que participarão da Prova de Ganho de Peso, assinado por um médico veterinário de sua confiança, pois os mesmos não poderão apresentar sintomas de doenças infectocontagiosas, a saber, Linfadenite Caseosa, Ceratoconjutivite e Ectima contagioso. 8ª) As avaliações estarão a cargo da EQUIPE TÉCNICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ, composta pelo pessoal técnico descrito no item 6 (seis) do ANEXO – I deste contrato. Os detalhes da execução, condução e avaliações que passarão estes animais, constam também descritos nos ANEXO – I e ANEXO - II, sobre os quais o CONTRATANTE desde já declara ter pleno conhecimento, e concorda em se submeter ao mesmo em todos os seus aspectos técnicos. Para dar legitimidade ao projeto proposto o CONTRATADO irá seguir as cláusulas do Termo de Cooperação LAPOC/Funpar 039/07, de 03 de setembro de 2007; projeto/plano de trabalho 2139). 9ª) As pesagens dos animais serão realizadas mediante acompanhamento da equipe indicada na cláusula anterior a partir da entrada dos animais na Estação Experimental do Canguiri, ou seja, no período de 16/06/2010 a 18/06/2010 – 4ª a 6ª feira, em horário comercial. Nas datas apresentadas nesta cláusula serão também realizadas outras avaliações constantes no projeto apresentado pela equipe da UFPR ao CONTRATADO. Parágrafo primeiro: O animal que apresentar característica desclassificante sob os pontos de vista racial ou sanitário terá a sua entrada vetada na prova; bem como grupo de animais que seja inadequado para validação dos resultados da Prova. Parágrafo segundo: No decorrer do teste, todo e qualquer animal que manifestar flagrante aversão ao regime alimentar adotado com prejuízo do seu desempenho, sofrer
  3. 3. traumatismo ou influência que prejudique o seu desempenho, ou, ainda, apresentar problemas de ordem andrológica, poderá ser afastado do teste mediante comunicação prévia ao CONTRATANTE. Parágrafo terceiro: A decisão de afastar qualquer animal será tomada pela mesma Equipe Técnica a que se refere a cláusula 8ª (oitava) e será irrecorrível; 10ª) Serão admitidos para o teste machos, categoria PO controlados, nascidos entre 28/01/2010 e 07/03/2010; As fêmeas categoria PO da raça Dorper também poderão ser aceitas desde que atendam ao número mínimo necessário para a execução da prova de desempenho, pois a classificação dos animais é realizada para cada sexo, separadamente, com diferença máxima entre o animal mais jovem e mais velho de 40 dias. 11ª) O preço do teste de performance será de R$ 884,00 (oitocentos e oitenta e quatro reais) por animal do CONTRATANTE, independente dos investimentos sanitários, clínicos e complementares da alimentação que vierem a ser feitos e que não estejam previstos no projeto apresentado para avaliação dos animais pela equipe da UFPR. Parágrafo Primeiro: A estrutura de custos para viabilização da Prova está discriminada em detalhes no ANEXO – II deste contrato, para total transparência em relação a sua composição. Bem como os preços com descontos para as situações de inscrição de mais de um animal por criador. Parágrafo Segundo: Todo patrocínio que o projeto obtiver, assim como sal mineral, ração, medicamentos, vacinas ou outros recursos que possam vir a ser captados, serão revertidos em desconto por unidade animal da prova. De forma que o total dos patrocínios será dividido pelo total de animais participantes da prova. Parágrafo Terceiro: As inscrições deverão ser feitas até a data 28/05/2010 e os requisitos são: enviar por e-mail (contato@alamos.com.br) ou fax (41) 3243-1727 os dados completos dos animais que ainda não estiverem com os registros definitivos em mãos; fazer um depósito de R$ 300,00 (trezentos reais) por animal (para garantia da participação) na conta da CONTRATADA (Banco Itaú S/A Agencia 4080, conta corrente 00223-3), pois não poderá haver desistência. No caso de baixa de animais estes R$ 300,00 (trezentos reais) serão retidos como forma de multa por animal. Em caso de sobra de caixa devido aos patrocínios, este depósito caução será devolvido no fim da prova ou poderá valer se for necessário como uma parcela a se abater no total da despesa por animal, entrando em uma das parcelas. Parágrafo Quarto: O valor a ser pago pelo CONTRATANTE R$ 884,00 por animal (oitocentos e oitenta e quatro reais), será pago em 3 (três) parcelas, vencíveis, respectivamente, em 18/06/2010, 19/07/2010 e 18/08/2010. A fim de viabilizar os pagamentos, serão encaminhados ao CONTRATANTE os respectivos boletos bancários emitidos pelo Banco Itaú S/A. Tais valores e parcelas ficam assim distribuídos para que o CONTRATADO possa repassar a UFPR os seguintes valores, nas seguintes datas: R$ 294,66 em 21/06/2010; R$ 294,66 em 23/07/2010 e R$ 294,66 em 20/08/2010.
  4. 4. Parágrafo Quinto: Despesas extraordinárias com exames clínicos e medicamentos serão apresentadas ao CONTRATANTE mediante notas fiscais ou recibos que as comprovem, para quitação no prazo de 5 (cinco) dias úteis. Parágrafo Sexto: O não pagamento das parcelas nos seus respectivos vencimentos acarretará a incidência da multa de 2% (cinco por cento) sobre o valor do débito, com o acréscimo dos juros de 1% ao mês; 12ª) O CONTRATANTE assume o compromisso irrevogável e irretratável de não dispor dos animais identificados no nº I, retro, e de apresentá-los para o teste a que se refere este contrato, sob pena de arcar com a multa desde já estipulada em R$ 300,00 (trezentos reais), a ser paga no prazo de 5 (cinco) dias úteis a partir da entrega de boleto bancário a ser emitido e encaminhado pelo Banco Itaú S/A. 13ª) O CONTRATANTE assume o compromisso irrevogável e irretratável de disponibilizar e inscrever o(s) animal(ais) objetos da presente avaliação, para comercialização, através do evento denominado LEILÃO ÁLAMOS GENÉTICA DE ANIMAIS PROVADOS, evento esse a ser organizado pelo CONTRATADO, e realizado no mês de novembro de 2010. Ou realizar as coletas de seus respectivos materiais genéticos (sêmen e embriões) por meio do CONTRATADO em caráter de exclusividade pelo período mínimo de 3 (três) anos, a contar da data de término da prova. 14ª) É atribuído pelas partes, ao presente contrato, de forma irrevogável e irretratável, para as finalidades de aplicação do disposto nas cláusulas que estipulam obrigações pecuniárias para o OUTORGANTE, o caráter de título executivo extrajudicial; 15ª) Fica eleito o Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba –PR para dirimir quaisquer questões decorrentes do presente contrato, o qual obriga em todos os seus termos os herdeiros e sucessores das partes contratantes, com expressa renúncia a qualquer outro, por mais privilegiado que seja. E, por estarem justos e contratados, firmam o presente instrumento em duas vias de igual teor, com cinco folhas cada via, devidamente rubricadas pelas partes, na presença de duas testemunhas. Curitiba PR, 10 de maio de 2010. _____________________________ ____________________________ CONTRATADO CONTRATANTE Testemunhas: _________________________ _____________________________
  5. 5. ANEXO – I REGULAMENTO DA 1ª PROVA DE GANHO DE PESO DO CIRCUITO BRASILEIRO DAS RAÇAS DORPER E WHITE DORPER 1. Descrição da Prova A Prova de Ganho de Peso de Ovinos reunirá, em um único local e sob as mesmas condições de criação, animais jovens pertencentes a diversos rebanhos, que serão avaliados pelo seu próprio desempenho em ganho de peso e que são candidatos a futuros reprodutores. Trata-se de uma opção importante para a seleção precoce de reprodutores em Programas de Melhoramento Genético Animal principalmente para características com herdabilidade moderada, como, por exemplo, as características de carcaça e desenvolvimento ponderal. 2. Objetivo da Prova de Ganho de Peso Identificar reprodutores jovens geneticamente superiores para velocidade de crescimento; Possibilitar a comercialização de reprodutores com desempenhos testados, com valor agregado. 3. Metodologia Utilizada na Prova de Ganho de Peso Os proprietários deverão providenciar o transporte dos animais para a Estação Experimental do Canguiri, em Pinhas, região metropolitana de Curitiba onde serão alojados em aprisco elevado de piso ripado em baias individuais no Laboratório de Produção e Pesquisa em Ovinos e Caprinos (LAPOC) da UFPR e serão manejados de acordo com os padrões de excelência para a criação utilizados na rotina deste laboratório. Para avaliar precocemente o crescimento, os animais deverão ter, em média, 4 meses de idade (com diferença máxima de 40 dias entre os animais) e pertencer ao mesmo grupo genético (raça ou cruzamento).
  6. 6. A Prova terá duração aproximada de 140 dias, com período de inicial de adaptação a fim de minimizar os efeitos do rebanho de origem. Os animais serão pesados periodicamente, sendo que, o peso inicial será aferido após o período de adaptação e as pesagens intermediárias e a final serão utilizadas para calcular a velocidade de ganho de peso durante a Prova. A Prova será realizada com no mínimo 15 e no máximo 40 animais, do mesmo sexo e da mesma raça ou grupo genético, com o objetivo de garantir a qualidade da análise estatística dos resultados, assim como o bem-estar dos animais. Vale ressaltar que o número máximo de animais se refere à quantidade de baias individuais disponíveis atualmente no LAPOC, o que ao longo do tempo poderá ser modificado. 4. Compromisso dos Criadores Participantes Os animais inscritos na Prova deverão ter genealogia e data de nascimento confirmadas por meio de registro em suas Associações de Criadores. Além disso, no momento da recepção, os animais já deverão estar identificados por meio de brincos e também tatuagem. Os criadores deverão providenciar as GTA´s e as certificações sanitárias de praxe para a participação em eventos, segundo a legislação em vigor. Quaisquer animais que apresentarem problemas sanitários ao longo da Prova, o proprietário será imediatamente comunicado, e estes deverão ser excluídos do aprisco. O transporte dos animais será de total responsabilidade dos proprietários. 5. Divulgação dos Resultados Após as avaliações, os animais serão classificados em função de um índice conforme o seu desempenho, como: Elite, Superior, Mediano Superior, Mediano e Inferior. Ao término da Prova cada animal receberá um certificado da UFPR de participação, atestado pela equipe de execução, contendo as avaliações individuais. Os resultados de todos os animais serão divulgados por meio de boletins e também nos sites oficiais dos Laboratórios da UFPR: LAPOC e GAMA.
  7. 7. 6. Equipe Técnica Profa. Dra. Alda Lucia Gomes Monteiro Engenheira Agrônoma formada pela ESALQ Coordenadora do Laboratório de Produção e Pesquisa em Ovinos e Caprinos (LAPOC) da UFPR. Profa. Dra. Laila Talarico Dias Zootecnista formada pela UNESP/Jaboticabal Coordenadora do Laboratório de Genética Aplicada ao Melhoramento Animal (GAMA) da UFPR. Prof. Msc. Odilei Rogério Prado Médico Veterinário, formado pela Universidade de Marília e Mestrado pela UFPR Pesquisador do Laboratório de Produção e Pesquisa em Ovinos e Caprinos (LAPOC) da UFPR. Prof. Dr. Paulo Rossi Junior Zootecnista formado pela UNESP/Jaboticabal Coordenador do Laboratório de Pesquisa em Bovinocultura (LAPBOV) da UFPR. Prof. Dr. Rodrigo de Almeida Teixeira Zootecnista formado pela UNESP/Jaboticabal Pesquisador do Laboratório de Genética Aplicada da UFPR (GAMA).
  8. 8. ANEXO – II 1- Calendário da Prova de Ganho de Peso de Ovinos da Raça Dorper • Inscrições dos animais participantes: 10/05 a 28/05/2010. • Recepção dos animais: 16 a 18/06/2010 (4ª a 6ª feira, em horário comercial). Vale ressaltar que não é permitida a recepção de animais na Fazenda do Canguiri aos finais de semana. • Período de Adaptação: 18/06 a 11/07/2010: 24 dias. • 1ª. Pesagem 12/07/2010 • Última Pesagem 04/11/2010 • Período Total da Prova 112 dias • Permanência dos Animais no LAPOC 140 dias (112 dias de Prova + 24 dias de Adaptação + 4 dias para retirada dos animais) • Retirada dos animais: de 05 a 08/11/2010 • Entrega do relatório Final: 19/11/2010 2- Investimento Descrição de Cada Item/Animal Alimentação e Sanidade: R$ 280,00/Animal Avaliação Ultrassonográfica: R$ 40,00/Animal (R$ 10,00/animal - 4 avaliações) Exame Andrológico: R$ 100,00/Animal Demais Custos (Análises bromatológicas, exames coproparasitológicos (OPG)): R$ 140,00/Animal Deslocamento (Combustível): R$120,00/Animal (R$ 2.400,00 (ida e volta duas vezes por dia, para a Estação Experimental do Canguiri, durante 140 dias - R$17,15/dia) *Custo da Avaliação: R$ 2,50/Animal/dia (R$ 340,00/Animal/136 dias) * Por se tratar da 1ª Prova de Ganho de Peso e por poder contar com o auxílio nas reformas necessárias para a execução da Prova, os Criadores terão um Bônus no Custo da Avaliação em que será cobrado R$1,50/animal/dia ou R$ 204,00/animal/136 dias.
  9. 9. ** Foram utilizados 20 animais como referência para os cálculos. 3- Investimento Total para Participação na Prova de Ganho de Peso Inscrição: 1 animal inscrito: R$ 884,00/animal 2 animais inscritos: R$ 844,00/animal 3 ou + animais inscritos: R$ 804,00/animal

×