Desertificação

1.780 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre a desertificação elaborado pela Alexandrina Machado, aluna nº 2 do 9ºD do Agrupamento de Escolas General Serpa Pinto de Cinfães, no âmbito da disciplina de Geografia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.780
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.041
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Desertificação

  1. 1. Trabalho realizado por: Alexandrina Machado nº2 9ºD Disciplina: Geografia Professor: Pedro Peixoto E.B.2,3 General Serpa Pinto
  2. 2. Neste trabalho, pretendo deixar-vos a conhecer tudo acerca do tema “Desertificação”, desde o que é, até ás suas causas e consequências. Este tema foi-me dado pelo professor de geografia, com a finalidade de esclarecer a situação em que o nosso país está quanto á desertificação, um problema que tem vindo a agravar-se cada vez mais, tanto em Portugal como em todo o mundo. Espero que gostem!
  3. 3. Desertificação é um processo de degradação progressiva do solo em regiões áridas e semiáridas. Este processo é natural e afeta algumas regiões do planeta.
  4. 4. As principais causas são: agricultura e a pecuária intensiva (adubação e cultivo excessivo); desflorestação;  crescimento urbano; erosão dos solos;  escassez de precipitação; poluição.
  5. 5. As principais consequências são: Abandono das terras por parte das populações mais pobres (migrações);  Queda na produção e produtividade agrícolas;  Perda de biodiversidade (flora e fauna); Perda de solos por erosão;  Diminuição de recursos hídricos devido ao assoreamento de rios e reservatórios;  Aumento dos períodos de secas por incapacidade de retenção de água dos solos.
  6. 6. • Uma forma de combater a desertificação é com o reflorestamento. Esta é uma maneira de recuperar desertos ou áreas pedregosas. É muito efetiva em termos de custo e realmente sustentável por usar água do ar e não necessitar de eletricidade.
  7. 7. As regiões do mundo mais afetadas pela desertificação são a África subsariana e a Ásia central, ocorrendo já situações catastróficas. Segundo vários especialistas até 2020 milhões de pessoas terão de deslocar-se para o norte de África e para a Europa devido á desertificação.
  8. 8. • Portugal é um dos países europeus com maior risco de desertificação. Esse risco é praticamente nulo nas regiões acima do rio Tejo, mas abaixo do mesmo esse risco torna- se evidente.
  9. 9. As más práticas agrícolas, os longos períodos de seca, os incêndios florestais e o despovoamento de algumas regiões do interior (abandono dos campos) são algumas das causas que contribuem para a crescente desertificação do território português.
  10. 10. • Na província alentejana, para combater a falta de pluviosidade, foi construída a barragem do Alqueva (não foi a única razão para a sua construção). Esse lago permitiu a irrigação dos campos agrícolas envolventes, sem a necessidade de utilizar fontes de água primitivas. • Já no Algarve, devido aos campos de golfe e outras infraestruturas turísticas como as piscinas, o governo português implementou algumas políticas de modo a restringir o uso de água para estas atividades.
  11. 11. • Na minha opinião devia-se investir na produção agrícola, atribuindo subsídios aos agricultores, incentivando-os a continuar a produzir alimentos evitando assim a migração da população e a desertificação.
  12. 12. • http://pt.wikipedia.org/wiki/Desertifica%C3%A7%C3%A3o#Ver_tamb.C3.A9m • http://noticias.ambientebrasil.com.br/clipping/2007/06/18/31833-desertificacao-afeta-12-bilhao-em-100- paises.html • Manual • https://www.groasis.com/pt/restaurac-o/como-combater-a-desertificac-o-com-reflorestamento

×