Tsunamis

2.616 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Tsunamis

  1. 1. Trabalho realizado por :• Cristiana Costa - nº53 - 8ºB• Sofia Torres - nª24 - 8ºB• Vanessa Moutinho - nº25 - 8ºB
  2. 2. • Introdução • Áreas de Incidência do Tsunami• Em que consiste o Tsunami • Ocorrências do Tsunami nos últimos 100 anos• Como se Originam os Tsunamis • Conclusão• Consequências que Originam o Tsunami • Bibliografia
  3. 3. Os fenómenos naturais que causam desastres podem trazer, além de prejuízos, benefícios para associedades. Neste trabalho iremos falar sobre os tsunamis e explicar os estragos que uma simplesonda marítima pode causar a uma cidade. Falaremos também da sua formação e as formas deminimizar os seus efeitos. Esperemos que gostem...
  4. 4. Um tsunami consiste numa ou em várias ondas marítimas geradaspor fenómenos geológicos catastróficos ocorridos em regiõesoceânicas. Os Tsunamis dão origem a deformações bruscas do fundomarítimo, provocando o deslocamento da coluna de água que seafasta da sua posição de equilíbrio.
  5. 5. Os tsunamis sofrem grandes transformações quando sepropagam e deixam as grandes profundidadesabissais, passando a deslocar-se na plataformacontinental. À medida que a onda se aproxima deterra, a sua amplitude aumenta à medida que a suavelocidade diminui.
  6. 6. Um tsunami pode ser gerado quando os limites de placas tectónicas convergentes ou destrutivasmovem-se abruptamente e deslocam verticalmente a água sobrejacente. É muito improvável que essesmovimentos podem formar-se em limites divergentes (construtivo) ou conservativos das placastectónicas. Isso ocorre porque os limites construtivos ou conservadores em geral não perturbam odeslocamento vertical da coluna de água.
  7. 7. Existem muitas descrições antigas de ondasrepentinas e catastróficas, particularmente em tornono Mar Mediterrâneo. Os milhares de portugueses quesobreviveram ao grande terremoto de Lisboa de 1755foram mortos por um tsunami que se seguiu poucosminutos depois. Antes da grande onda atingir, aságuas do porto retrocederam, revelandocarregamentos perdidos e naufrágios abandonados.No Atlântico Norte, o Storegga Slide tem a maiorincidência.
  8. 8. Data Magnitude Alt. máx. Mortes Local 2 de Setembro de 7.2 10 m 170 Nicarágua 199212 de Dezembro de Ilha de Flores, 7.5 26 m 1000 1992 Indonésia12 de Julho de 1993 7.6 30 m 200 Hokaido, Japão2 de Junho de 1994 7.2 14 m 220 Java, Indonésia 4 de Outubro de 8.1 11 m 11 Ilhas Curilas 199414 de Novembro de 7.1 7m 70 Mindoro 1994 21 de Fevereiro de 7.5 5m 12 Peru 199617 de Julho de 1998 7.0 15 m 2000 Nova Guiné23 de Junho de 2001 8.3 5m 50 Peru Oceano Índico26 de dezembro de 9.0 10 m c. 230 000 Oceano Índico 2004 Japão 9,0 10 m c. 1.600 Oceano Pacífico11 de Março de 2011
  9. 9. • http://www.youtube.com/watch?v=5-zfCBCq-8I
  10. 10. Gostamos de realizar este trabalho em grupo, pois foi bastante interessante e adquirimos certosconhecimentos dos quais nunca imaginamos que assim fossem. Ficamos também com a noção doquanto este fenómeno, que apesar de parecer insignificante, consegue destruir uma cidade inteira embreves segundos.
  11. 11. • http://pt.scribd.com/doc/10211613/Tsunamis#• http://www.mundovestibular.com.br/articles/4677/1/TSUNAMIS/Paacutegina1.html• http://pt.wikipedia.org/wiki/Tsunami

×