SlideShare uma empresa Scribd logo
DESENHO DE ARQUITETURA
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA:
1. Deve-se estimar o tamanho total do desenho – com base na escala
escolhida para sua representação – e verificar como os diversos
desenhos componentes do projeto serão distribuídos nas pranchas,
determinando também, o tamanho das folhas que serão utilizadas e
quais desenhos serão colocados em cada uma delas.
2. Delimitar as paredes: serão demarcadas através das linhas
horizontais, verticais, inclinadas e curvas (caso existam).
3. Representação da projeção dos beirais, marquises e demais
elementos que se localizem acima da representação em planta (com
o tipo de linha indicado para isso).
PROJETO ARQUITETÔNICO
SÍMBOLOS GRÁFICOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA:
4. Representação da posição dos vãos e das dimensões das suas
esquadrias, se existirem. Juntamente com as portas (representadas
sempre abertas), deverão aparecer os arcos que demarcam sua
abertura e também as dimensões principais: h(altura) x l(largura)
/p(peitoril).
5. Representação de louças sanitárias.
6. Representação de dutos, rampas (com seu comprimento e
inclinação), vegetação.
7. Representação esquemática das circulações verticais: elevadores
(com suas dimensões internas) e escadas (número de degraus, pé
direito, base e altura dos degraus).
PROJETO ARQUITETÔNICO
SÍMBOLOS GRÁFICOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA:
8. Representação dos quadriculados que denominados pisos frios.
9. Representação de textos e cotagem (parcial e total).
10. Representação dos desníveis: degraus, rampas, soleiras, balcões,
demais detalhes em vista e principais detalhem em projeção.
11. Representação da projeção dos beirais, marquises e demais
elementos que se localizem acima da representação em planta (com
o tipo de linha indicado para isso).
12. Indicar onde passam os cortes longitudinal e transversal ( traço e
ponto com linha grossa ) e o sentido de observação , colocando
letras ou números que correspondem aos cortes .
PROJETO ARQUITETÔNICO
SÍMBOLOS GRÁFICOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) criou normas que
devem ser sempre seguidas na elaboração dos projetos:
NBR 6492/94 – Representação de projetos de arquitetura
NBR 8196/99 – Emprego de escalas
NBR 8403/84 – Aplicações de linha – tipos e larguras
NBR 10068/87 – Folha de desenho – layout e dimensões
NBR 13142/99 – Dobramento e cópia
PROJETO ARQUITETÔNICO
NORMAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
As escalas usualmente empregadas nos projetos são:
- Planta de situação: 1/200, 1/500, 1/1000, 1/2000
- Planta de localização: 1/200, 1/250, 1/500
- Planta baixa e cortes: 1/50, 1/100
- Desenho de detalhes: 1/10, 1/20, 1/25
PROJETO ARQUITETÔNICO
ESCALAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Caligrafia técnica é o conjunto de caracteres usados para escrever
em desenho.
- Deve ser legível e facilmente desenhável.
-As letras devem ser feitas DEPOIS de concluído o desenho – afinal,
complementam as figuras.
- A altura mínima é de 3mm, sendo o espaçamento entre linhas igual
ou superior a 3mm.
PROJETO ARQUITETÔNICO
CALIGRAFIA TÉCNICA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
A NBR 8402:1994 determina as proporções necessárias para a
caligrafia correta:
PROJETO ARQUITETÔNICO
CALIGRAFIA TÉCNICA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- SEMPRE localizado no canto inferior direito do desenho.
-Direção de leitura do carimbo = direção de leitura do desenho
Ou seja:
desenho horizontal = carimbo horizontal
desenho vertical = carimbo vertical
PROJETO ARQUITETÔNICO
CARIMBO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
A NBR 8403 normatiza o desenho das linhas e para que são utilizadas:
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Contínua larga:
Contorno de superfícies
de elementos
seccionados e visíveis
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Contínua estreita:
Contorno de superfícies
visíveis não seccionados
e se encontram
destacados das linhas
mais próximas do
observador
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Contínua estreita:
Linhas de chamada ou
extensão, linhas de
cota, hachuras, linhas
que representam pisos
ou azulejos e linhas de
construção de
desenhos
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Tracejada estreita:
Contornos não visíveis
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Traço-ponto estreita:
Linhas de centro e de
simetria
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Traço dois pontos
estreita:
Detalhe de desenho
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Traço ponto estreita nas
extremidades e larga
nos desvios:
Linhas de corte
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Ziguezague estreita:
Rupturas longas
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO ARQUITETÔNICO
LINHAS
Sinuosa estreita:
Rupturas curtas
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
O desenho arquitetônico , por ser feito em escala reduzida e por
abranger áreas relativamente grandes, é obrigado a recorrer a
símbolos gráficos . Assim utilizaremos as simbologias para definir,
como por exemplo, as paredes, portas, janelas, louças sanitárias,
telhas, concreto ...
PROJETO ARQUITETÔNICO
SÍMBOLOS GRÁFICOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PAREDES
Normalmente as paredes internas são representadas com espessura
de 15 cm , mesmo que na realidade a parede tenha 14 cm ou até
menos . Nas parede externas o uso de paredes de 20 cm de
espessura é o recomendado mas não obrigatório. É no entanto
obrigatório o uso de paredes de 20cm de espessura quando esta se
situa entre dois vizinhos ( de apartamento , salas comerciais ... )
Convenciona-se para paredes altas ( que vão do piso ao teto ) traço
grosso contínuo , e para paredes a meia altura , com traço médio
contínuo , indicando a altura correspondente .
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PAREDES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PAREDES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
ABERTURAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
São desenhados representando-se sempre a(s) folha(s) da esquadria,
com linhas auxiliares, se necessário procurando especificar o
movimento da(s) folha(s) e o espaço ocupado.
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
NÍVEIS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
ESQUEMA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
1. Porta interna - Geralmente a comunicação entre dois ambientes
não há diferença de nível , ou seja estão no mesmo plano, ou ainda,
possuem a mesma cota .
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
2. Porta externa - A comunicação entre os dois ambientes ( externo e
interno ) possuem cotas diferentes , ou seja o piso externo é mais baixo.
Nos banheiros a água alcança a parte inferior da porta ou passa para
o ambiente vizinho ; os dois inconvenientes são evitados quando há
uma diferença de cota nos pisos de 1 a 2 cm pelo menos.
Por esta razão as portas de sanitários desenham se como as externas .
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
3. Outros tipos de porta :
- De correr ou corrediça
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
3. Outros tipos de porta :
- Porta pivotante
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
3. Outros tipos de porta :
- Porta basculante
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PORTAS
3. Outros tipos de porta :
- Porta de enrolar
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
JANELAS
O plano horizontal da planta corta as janelas com altura do peitoril até
1.50m , sendo estas representadas conforme a figura abaixo , sempre
tendo como a primeira dimensão a largura da janela pela sua altura e
peitoril correspondente.
Para janelas em que o plano horizontal não o corta , a representação
é feita com linhas invisíveis.
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
JANELAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
JANELAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
JANELAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
Janela Baixa: normalmente a janela é
representada como baixa, se o peitoril
dela for abaixo de 1.50m
Janela Alta: toda janela onde o peitoril
esteja acima de 1.50m
Cobogó: quando o mesmo estiver com peitoril
acima de 1.50m, é aconselhável colocar em
linhas tracejadas, ou seja, linha de projeção
JANELAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
JANELAS
Representação de janelas acima ou abaixo do plano de corte (1,50m)
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJEÇÕES
Representação de objetos acima do plano de corte (1,50m)
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
ESCADAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
NOTAÇÕES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
ACABAMENTOS
- Escritos em um quadro geral
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
NÍVEIS
- São cotas altimétricas dos pisos,
sempre em relação a uma
determinada referência de nível
pré fixada pelo projetista e igual
a zero.
-Regras:
. Colocar dos dois lados onde
existir uma diferença de nível;
. Indicar sempre em metros, na
horizontal;
. Evitar repetições de níveis
próximos em plantas e não
marcar sucessão de desníveis
iguais (escada).
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
NÍVEIS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PISOS
Em nível de representação gráfica em planta baixa, os pisos são
apenas distintos em dois tipos: comuns ou impermeáveis – estes,
representados apenas em áreas dotadas de equipamentos
hidráulicos.
PISOS COMUNS:
PISOS IMPERMEÁVEIS:
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PISOS
Representação de uma área molhada:
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PISOS
Representação de outra área molhada:
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PISOS
Representação completa de piso em uma residência:
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PISOS
Representação de uma planta de paginação de piso:
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
OUTROS EQUIPAMENTOS
- Dependendo de sua altura, podem ser seccionados ou não pelo
plano que define a planta baixa.
PEÇAS SANITÁRIAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PEÇAS SANITÁRIAS
OUTROS EQUIPAMENTOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
MÓVEIS DE SALA E QUARTO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
MÓVEIS DE COZINHA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
MÓVEIS DE ÁREA DE SERVIÇO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
VAGAS DE GARAGEM
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
SÍMBOLOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
REPRESENTAÇÃO DE COTAS EM ABERTURAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
REPRESENTAÇÃO DE COTAS EM ABERTURAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
COTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO DE ARQUITETURA
REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS
PLANTA BAIXA
RESUMO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
RESUMO - REPRESENTAÇÕES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
RESUMO - REPRESENTAÇÕES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
RESUMO - TRAÇADOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
RESUMO – CONVENÇÕES AUXILIARES
Nível em
Planta
Nível em
Corte
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO DE ARQUITETURA
REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS
PLANTA BAIXA
EXEMPLOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
Parede cortada
Porta abrir
Piso frio Linhas de
corte
Chuveiro
Louças
Granito
Divisória
Janela - projeção
CONVENÇÕES AUXILIARES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
NOMES DE COMPARTIMENTOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
MARCAÇÃO – COLOCAÇÃO DE PISOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJETO DE ARQUITETURA
REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS
PLANTA BAIXA
EXERCÍCIO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
Paredes
Esquadrias
Piso
Louças
Mobiliário
Linhas de cotas
Linha de corte
Níveis
Desníveis
LEMBRAR DOS TIPOS DE LINHAS E ESPESSURAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Formato A4
ESCOLHER O TAMANHO IDEAL DE PRANCHA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Determinar a escala do
desenho
- Determinar a disposição do
desenho na prancha
- Escala 1:50
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Traçar duas retas perpendiculares
entre si, que servirão de guia para o
traçado de todas as linhas
- Sobre a linha base horizontal,
assinalar todas as cotas lidas na
direção horizontal da planta
- Sobre a linha base vertical, assinalar
todas as cotas lidas na direção
vertical da planta
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
TRAÇO BEM FINO E FRACO:
- Marcar o contorno externo do
projeto;
- Desenhar a espessura das paredes
externas;
- Desenhar as principais divisões
internas;
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
TRAÇOS MÉDIOS:
- Desenhar as aberturas (portas e
janelas);
- Desenhar as louças e pia da cozinha
(áreas molhadas);
- Desenhar a projeção da cobertura
em linha fina contínua;
- Apagar o excesso de traços
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Desenhar as linhas tracejadas
(projeção da cobertura)
- Denominar os ambientes
- Indicar a área de cada ambiente
e a especificação do tipo de piso
- Desenhar linhas de desnível e
soleiras
- Mobiliar (ver apostila com as
dimensões dos equipamentos)
PLANTA BAIXA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
ABERTURAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
EQUIPAMENTOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
PROJEÇÃO DO BEIRAL DO TELHADO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
NOMES, ÁREA E NÍVEIS DOS AMBIENTES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Cotar o projeto (medir na escala
1:50 e fazer a cotagem no seu
desenho)
- Cotar aberturas – portas, janelas e
portões. Fazer quadro de esquadrias
como segunda opção
COTAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
QUADRO DE ESQUADRIAS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Desenhar o piso nas áreas
molhadas (20 x 20 cm) e áreas secas
(piso flutuante - réguas de 20 cm de
espessura incl. 450)
PISOS
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Colocar a indicação de nível
- Indicar a posição dos cortes
FINALIZANDO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
FINALIZANDO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Acentuar a espessura dos traços
das paredes
- Denominar o tipo de desenho e
colocar a escala
FINALIZANDO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Indicar o norte
FINALIZANDO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Indicar acesso principal
FINALIZANDO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
- Linhas de corte
FINALIZANDO
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
200
120
30
00
90x210
151501540015
01
885
A
15701015701515
15275
15512015
120x100/90
30
30
15
15
170
160
160
160
+0.20
01
C
200
200
380
VARANDA
+0.35
21.20 M²
15
70x210
5.70 M²
BANHO
+0.48+0.50
100x60/140
15
+0.50
SALA
13.75 M²
340
560
500
60x60/140
60 100
01
D
15
15
1530
15
370
400
1525
15
1510025
15150
01
B
275
275
15
15
PROJ. COBERTURA
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
Importante
Ao término do projeto, é essencial a verificação de todos os seus
itens.
Sugerimos que verifique, com a ajuda dessa lista, se todos os itens
estão de acordo com as regras do projeto:
1- Linhas de cota fracionadas e inteiras;
2- Cotas das esquadrias (largura, altura, peitoril);
3- Cotas das portas (largura e altura);
4- Nomes dos compartimentos e suas áreas;
5- Cotas dos níveis dos pisos;
6- Projeções da laje, telhado ou pergolado (caso tenha);
7- Desenhos dos equipamentos instalados (pias, vasos sanitários,
lavatórios, boxes...);
8- Linhas mais fortes (0,9) representando paredes em corte;
9- Cotas dos portões localizados no muro (altura e largura);
10- Linhas de corte identificadas com setas e letras.
ALÉM DOS ITENS ACIMA NÃO ESQUEÇA
LIMPEZA É PRIMORDIAL!!!
AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Unidade 03 planta baixa
Unidade 03   planta baixaUnidade 03   planta baixa
Unidade 03 planta baixa
nelsonpoer
 
Detalhamento de Telhado
Detalhamento de TelhadoDetalhamento de Telhado
Detalhamento de Telhado
danilosaccomori
 
Desenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNTDesenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNT
danilosaccomori
 
Planta baixa
Planta baixaPlanta baixa
Planta baixa
Caliandra Desenhos
 
Etapas de um projeto de arquitetura
Etapas de um projeto de arquiteturaEtapas de um projeto de arquitetura
Etapas de um projeto de arquitetura
Mariana Azevedo
 
Topografia para arquitetos
Topografia para arquitetosTopografia para arquitetos
Topografia para arquitetos
Urban Acabamentos
 
Apresentação normas abnt desenho técnico
Apresentação normas abnt desenho técnicoApresentação normas abnt desenho técnico
Apresentação normas abnt desenho técnico
Tiago Gomes
 
NBR 6492 94 - Representão de Projeto Arquitetônico
NBR 6492 94 - Representão de Projeto ArquitetônicoNBR 6492 94 - Representão de Projeto Arquitetônico
NBR 6492 94 - Representão de Projeto Arquitetônico
Thaynara Ferraz
 
Desenho escadas
Desenho escadasDesenho escadas
Desenho escadas
lpscheibler
 
Aula 8 (a) p.baixa
Aula 8 (a) p.baixaAula 8 (a) p.baixa
Aula 8 (a) p.baixa
Lucas Barbosa
 
Aula da escadas
Aula da escadasAula da escadas
Aula da escadas
lpscheibler
 
Fundamentos de arquitetura
Fundamentos de arquiteturaFundamentos de arquitetura
Fundamentos de arquitetura
Heldio Carneiro
 
Aula de escadas
Aula de escadasAula de escadas
Aula de escadas
Maycon Del Piero
 
Estudo preliminar
Estudo preliminarEstudo preliminar
Estudo preliminar
Daniela Santos
 
Desenho arquitetônico
Desenho arquitetônicoDesenho arquitetônico
Desenho arquitetônico
Danielle Sousa
 
Mat14032013210601
Mat14032013210601Mat14032013210601
Mat14032013210601
Ranieri Abrantes Sarmento
 
planta baixa.pptx
planta baixa.pptxplanta baixa.pptx
planta baixa.pptx
NataliaCardoso40
 
Detalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas MolhadasDetalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas Molhadas
danilosaccomori
 
Escada
EscadaEscada
Aula planta baixa
Aula planta baixaAula planta baixa
Aula planta baixa
Roberto Duran
 

Mais procurados (20)

Unidade 03 planta baixa
Unidade 03   planta baixaUnidade 03   planta baixa
Unidade 03 planta baixa
 
Detalhamento de Telhado
Detalhamento de TelhadoDetalhamento de Telhado
Detalhamento de Telhado
 
Desenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNTDesenho - Normas ABNT
Desenho - Normas ABNT
 
Planta baixa
Planta baixaPlanta baixa
Planta baixa
 
Etapas de um projeto de arquitetura
Etapas de um projeto de arquiteturaEtapas de um projeto de arquitetura
Etapas de um projeto de arquitetura
 
Topografia para arquitetos
Topografia para arquitetosTopografia para arquitetos
Topografia para arquitetos
 
Apresentação normas abnt desenho técnico
Apresentação normas abnt desenho técnicoApresentação normas abnt desenho técnico
Apresentação normas abnt desenho técnico
 
NBR 6492 94 - Representão de Projeto Arquitetônico
NBR 6492 94 - Representão de Projeto ArquitetônicoNBR 6492 94 - Representão de Projeto Arquitetônico
NBR 6492 94 - Representão de Projeto Arquitetônico
 
Desenho escadas
Desenho escadasDesenho escadas
Desenho escadas
 
Aula 8 (a) p.baixa
Aula 8 (a) p.baixaAula 8 (a) p.baixa
Aula 8 (a) p.baixa
 
Aula da escadas
Aula da escadasAula da escadas
Aula da escadas
 
Fundamentos de arquitetura
Fundamentos de arquiteturaFundamentos de arquitetura
Fundamentos de arquitetura
 
Aula de escadas
Aula de escadasAula de escadas
Aula de escadas
 
Estudo preliminar
Estudo preliminarEstudo preliminar
Estudo preliminar
 
Desenho arquitetônico
Desenho arquitetônicoDesenho arquitetônico
Desenho arquitetônico
 
Mat14032013210601
Mat14032013210601Mat14032013210601
Mat14032013210601
 
planta baixa.pptx
planta baixa.pptxplanta baixa.pptx
planta baixa.pptx
 
Detalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas MolhadasDetalhamento - Áreas Molhadas
Detalhamento - Áreas Molhadas
 
Escada
EscadaEscada
Escada
 
Aula planta baixa
Aula planta baixaAula planta baixa
Aula planta baixa
 

Mais de Daebul University

Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Tq ferramentas da_qualidade_semana2Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Daebul University
 
Tq ferramentas da_qualidade_semana1
Tq ferramentas da_qualidade_semana1Tq ferramentas da_qualidade_semana1
Tq ferramentas da_qualidade_semana1
Daebul University
 
Ferramentas da qualidade_semana10_revisado
Ferramentas da qualidade_semana10_revisadoFerramentas da qualidade_semana10_revisado
Ferramentas da qualidade_semana10_revisado
Daebul University
 
Apostila brigada incendio
Apostila brigada incendioApostila brigada incendio
Apostila brigada incendio
Daebul University
 
Rt cbmrs nr_14_1.extintores_ incendio
Rt cbmrs  nr_14_1.extintores_ incendioRt cbmrs  nr_14_1.extintores_ incendio
Rt cbmrs nr_14_1.extintores_ incendio
Daebul University
 
14.555parte vetada mantida
14.555parte vetada mantida14.555parte vetada mantida
14.555parte vetada mantida
Daebul University
 
La 016
La 016La 016
Termo de interdio_mte_silva
Termo de interdio_mte_silvaTermo de interdio_mte_silva
Termo de interdio_mte_silva
Daebul University
 
Mte
MteMte
Sintese das aulas 1
Sintese das aulas 1Sintese das aulas 1
Sintese das aulas 1
Daebul University
 
Exercicio freq e_grav1
Exercicio freq e_grav1Exercicio freq e_grav1
Exercicio freq e_grav1
Daebul University
 
Auditor fiscal prova_2
Auditor fiscal prova_2Auditor fiscal prova_2
Auditor fiscal prova_2
Daebul University
 
Auditor fiscal prova_1
Auditor fiscal prova_1Auditor fiscal prova_1
Auditor fiscal prova_1
Daebul University
 
Cd onlinetrabalhovisualizarresumo
Cd onlinetrabalhovisualizarresumoCd onlinetrabalhovisualizarresumo
Cd onlinetrabalhovisualizarresumo
Daebul University
 
Diretrizes seguranca saude_do_trabalho_para_empresas_contratadas
Diretrizes seguranca saude_do_trabalho_para_empresas_contratadasDiretrizes seguranca saude_do_trabalho_para_empresas_contratadas
Diretrizes seguranca saude_do_trabalho_para_empresas_contratadas
Daebul University
 
Avaliação os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefíci...
Avaliação   os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefíci...Avaliação   os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefíci...
Avaliação os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefíci...
Daebul University
 
Apt apresentacao-01
Apt apresentacao-01Apt apresentacao-01
Apt apresentacao-01
Daebul University
 
Ohsas18001 mod2
Ohsas18001 mod2Ohsas18001 mod2
Ohsas18001 mod2
Daebul University
 
Ohsas18001 mod1
Ohsas18001 mod1Ohsas18001 mod1
Ohsas18001 mod1
Daebul University
 
Basico sobre sst_para_me_e_epp_serralheria
Basico sobre sst_para_me_e_epp_serralheriaBasico sobre sst_para_me_e_epp_serralheria
Basico sobre sst_para_me_e_epp_serralheria
Daebul University
 

Mais de Daebul University (20)

Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Tq ferramentas da_qualidade_semana2Tq ferramentas da_qualidade_semana2
Tq ferramentas da_qualidade_semana2
 
Tq ferramentas da_qualidade_semana1
Tq ferramentas da_qualidade_semana1Tq ferramentas da_qualidade_semana1
Tq ferramentas da_qualidade_semana1
 
Ferramentas da qualidade_semana10_revisado
Ferramentas da qualidade_semana10_revisadoFerramentas da qualidade_semana10_revisado
Ferramentas da qualidade_semana10_revisado
 
Apostila brigada incendio
Apostila brigada incendioApostila brigada incendio
Apostila brigada incendio
 
Rt cbmrs nr_14_1.extintores_ incendio
Rt cbmrs  nr_14_1.extintores_ incendioRt cbmrs  nr_14_1.extintores_ incendio
Rt cbmrs nr_14_1.extintores_ incendio
 
14.555parte vetada mantida
14.555parte vetada mantida14.555parte vetada mantida
14.555parte vetada mantida
 
La 016
La 016La 016
La 016
 
Termo de interdio_mte_silva
Termo de interdio_mte_silvaTermo de interdio_mte_silva
Termo de interdio_mte_silva
 
Mte
MteMte
Mte
 
Sintese das aulas 1
Sintese das aulas 1Sintese das aulas 1
Sintese das aulas 1
 
Exercicio freq e_grav1
Exercicio freq e_grav1Exercicio freq e_grav1
Exercicio freq e_grav1
 
Auditor fiscal prova_2
Auditor fiscal prova_2Auditor fiscal prova_2
Auditor fiscal prova_2
 
Auditor fiscal prova_1
Auditor fiscal prova_1Auditor fiscal prova_1
Auditor fiscal prova_1
 
Cd onlinetrabalhovisualizarresumo
Cd onlinetrabalhovisualizarresumoCd onlinetrabalhovisualizarresumo
Cd onlinetrabalhovisualizarresumo
 
Diretrizes seguranca saude_do_trabalho_para_empresas_contratadas
Diretrizes seguranca saude_do_trabalho_para_empresas_contratadasDiretrizes seguranca saude_do_trabalho_para_empresas_contratadas
Diretrizes seguranca saude_do_trabalho_para_empresas_contratadas
 
Avaliação os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefíci...
Avaliação   os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefíci...Avaliação   os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefíci...
Avaliação os nove jeitos mais comuns de avaliar os estudantes e os benefíci...
 
Apt apresentacao-01
Apt apresentacao-01Apt apresentacao-01
Apt apresentacao-01
 
Ohsas18001 mod2
Ohsas18001 mod2Ohsas18001 mod2
Ohsas18001 mod2
 
Ohsas18001 mod1
Ohsas18001 mod1Ohsas18001 mod1
Ohsas18001 mod1
 
Basico sobre sst_para_me_e_epp_serralheria
Basico sobre sst_para_me_e_epp_serralheriaBasico sobre sst_para_me_e_epp_serralheria
Basico sobre sst_para_me_e_epp_serralheria
 

Último

AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptxWorkshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
marcosmpereira
 
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
Consultoria Acadêmica
 
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
carlos silva Rotersan
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
Consultoria Acadêmica
 
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptxMAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
Vilson Stollmeier
 

Último (7)

AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
AE02 - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II UNICESUMAR 52/2024
 
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptxWorkshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
Workshop Gerdau 2023 - Soluções em Aço - Resumo.pptx
 
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
AE03 - MATERIAIS DA CONSTRUÇÃO MECÂNICA UNICESUMAR 52/2024
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL  INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL INDÚSTRIA E TRANSFORMAÇÃO DIGITAL ...
 
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
Grau TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO I - LEGISLAÇÃO APLICADA À SAÚDE E SEGUR...
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE UNIC...
 
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptxMAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
MAQUINAS-EQUIPAMENTOS-E-FERRAMENTAS.pptx
 

Planta baixa sue

  • 1. DESENHO DE ARQUITETURA PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 2. PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 3. PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 4. PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 5. PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 6. PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 7. PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA: 1. Deve-se estimar o tamanho total do desenho – com base na escala escolhida para sua representação – e verificar como os diversos desenhos componentes do projeto serão distribuídos nas pranchas, determinando também, o tamanho das folhas que serão utilizadas e quais desenhos serão colocados em cada uma delas. 2. Delimitar as paredes: serão demarcadas através das linhas horizontais, verticais, inclinadas e curvas (caso existam). 3. Representação da projeção dos beirais, marquises e demais elementos que se localizem acima da representação em planta (com o tipo de linha indicado para isso). PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 8. PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA: 4. Representação da posição dos vãos e das dimensões das suas esquadrias, se existirem. Juntamente com as portas (representadas sempre abertas), deverão aparecer os arcos que demarcam sua abertura e também as dimensões principais: h(altura) x l(largura) /p(peitoril). 5. Representação de louças sanitárias. 6. Representação de dutos, rampas (com seu comprimento e inclinação), vegetação. 7. Representação esquemática das circulações verticais: elevadores (com suas dimensões internas) e escadas (número de degraus, pé direito, base e altura dos degraus). PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 9. PASSOS PARA MONTAGEM DE PLANTA BAIXA: 8. Representação dos quadriculados que denominados pisos frios. 9. Representação de textos e cotagem (parcial e total). 10. Representação dos desníveis: degraus, rampas, soleiras, balcões, demais detalhes em vista e principais detalhem em projeção. 11. Representação da projeção dos beirais, marquises e demais elementos que se localizem acima da representação em planta (com o tipo de linha indicado para isso). 12. Indicar onde passam os cortes longitudinal e transversal ( traço e ponto com linha grossa ) e o sentido de observação , colocando letras ou números que correspondem aos cortes . PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 10. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) criou normas que devem ser sempre seguidas na elaboração dos projetos: NBR 6492/94 – Representação de projetos de arquitetura NBR 8196/99 – Emprego de escalas NBR 8403/84 – Aplicações de linha – tipos e larguras NBR 10068/87 – Folha de desenho – layout e dimensões NBR 13142/99 – Dobramento e cópia PROJETO ARQUITETÔNICO NORMAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 11. As escalas usualmente empregadas nos projetos são: - Planta de situação: 1/200, 1/500, 1/1000, 1/2000 - Planta de localização: 1/200, 1/250, 1/500 - Planta baixa e cortes: 1/50, 1/100 - Desenho de detalhes: 1/10, 1/20, 1/25 PROJETO ARQUITETÔNICO ESCALAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 12. - Caligrafia técnica é o conjunto de caracteres usados para escrever em desenho. - Deve ser legível e facilmente desenhável. -As letras devem ser feitas DEPOIS de concluído o desenho – afinal, complementam as figuras. - A altura mínima é de 3mm, sendo o espaçamento entre linhas igual ou superior a 3mm. PROJETO ARQUITETÔNICO CALIGRAFIA TÉCNICA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 13. A NBR 8402:1994 determina as proporções necessárias para a caligrafia correta: PROJETO ARQUITETÔNICO CALIGRAFIA TÉCNICA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 14. - SEMPRE localizado no canto inferior direito do desenho. -Direção de leitura do carimbo = direção de leitura do desenho Ou seja: desenho horizontal = carimbo horizontal desenho vertical = carimbo vertical PROJETO ARQUITETÔNICO CARIMBO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 15. A NBR 8403 normatiza o desenho das linhas e para que são utilizadas: PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Contínua larga: Contorno de superfícies de elementos seccionados e visíveis AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 16. PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Contínua estreita: Contorno de superfícies visíveis não seccionados e se encontram destacados das linhas mais próximas do observador AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 17. PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Contínua estreita: Linhas de chamada ou extensão, linhas de cota, hachuras, linhas que representam pisos ou azulejos e linhas de construção de desenhos AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 18. PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Tracejada estreita: Contornos não visíveis AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 19. PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Traço-ponto estreita: Linhas de centro e de simetria AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 20. PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Traço dois pontos estreita: Detalhe de desenho AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 21. PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Traço ponto estreita nas extremidades e larga nos desvios: Linhas de corte AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 22. PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Ziguezague estreita: Rupturas longas AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 23. PROJETO ARQUITETÔNICO LINHAS Sinuosa estreita: Rupturas curtas AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 24. O desenho arquitetônico , por ser feito em escala reduzida e por abranger áreas relativamente grandes, é obrigado a recorrer a símbolos gráficos . Assim utilizaremos as simbologias para definir, como por exemplo, as paredes, portas, janelas, louças sanitárias, telhas, concreto ... PROJETO ARQUITETÔNICO SÍMBOLOS GRÁFICOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 25. PAREDES Normalmente as paredes internas são representadas com espessura de 15 cm , mesmo que na realidade a parede tenha 14 cm ou até menos . Nas parede externas o uso de paredes de 20 cm de espessura é o recomendado mas não obrigatório. É no entanto obrigatório o uso de paredes de 20cm de espessura quando esta se situa entre dois vizinhos ( de apartamento , salas comerciais ... ) Convenciona-se para paredes altas ( que vão do piso ao teto ) traço grosso contínuo , e para paredes a meia altura , com traço médio contínuo , indicando a altura correspondente . AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 26. PAREDES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 27. PAREDES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 28. ABERTURAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 29. PORTAS São desenhados representando-se sempre a(s) folha(s) da esquadria, com linhas auxiliares, se necessário procurando especificar o movimento da(s) folha(s) e o espaço ocupado. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 30. PORTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 31. PORTAS NÍVEIS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 32. PORTAS ESQUEMA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 33. PORTAS 1. Porta interna - Geralmente a comunicação entre dois ambientes não há diferença de nível , ou seja estão no mesmo plano, ou ainda, possuem a mesma cota . AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 34. PORTAS 2. Porta externa - A comunicação entre os dois ambientes ( externo e interno ) possuem cotas diferentes , ou seja o piso externo é mais baixo. Nos banheiros a água alcança a parte inferior da porta ou passa para o ambiente vizinho ; os dois inconvenientes são evitados quando há uma diferença de cota nos pisos de 1 a 2 cm pelo menos. Por esta razão as portas de sanitários desenham se como as externas . AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 35. PORTAS 3. Outros tipos de porta : - De correr ou corrediça AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 36. PORTAS 3. Outros tipos de porta : - Porta pivotante AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 37. PORTAS 3. Outros tipos de porta : - Porta basculante AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 38. PORTAS 3. Outros tipos de porta : - Porta de enrolar AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 39. JANELAS O plano horizontal da planta corta as janelas com altura do peitoril até 1.50m , sendo estas representadas conforme a figura abaixo , sempre tendo como a primeira dimensão a largura da janela pela sua altura e peitoril correspondente. Para janelas em que o plano horizontal não o corta , a representação é feita com linhas invisíveis. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 40. JANELAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 41. JANELAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 42. JANELAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 43. Janela Baixa: normalmente a janela é representada como baixa, se o peitoril dela for abaixo de 1.50m Janela Alta: toda janela onde o peitoril esteja acima de 1.50m Cobogó: quando o mesmo estiver com peitoril acima de 1.50m, é aconselhável colocar em linhas tracejadas, ou seja, linha de projeção JANELAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 44. JANELAS Representação de janelas acima ou abaixo do plano de corte (1,50m) AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 45. PROJEÇÕES Representação de objetos acima do plano de corte (1,50m) AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 46. ESCADAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 47. NOTAÇÕES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 48. ACABAMENTOS - Escritos em um quadro geral AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 49. NÍVEIS - São cotas altimétricas dos pisos, sempre em relação a uma determinada referência de nível pré fixada pelo projetista e igual a zero. -Regras: . Colocar dos dois lados onde existir uma diferença de nível; . Indicar sempre em metros, na horizontal; . Evitar repetições de níveis próximos em plantas e não marcar sucessão de desníveis iguais (escada). AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 50. NÍVEIS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 51. PISOS Em nível de representação gráfica em planta baixa, os pisos são apenas distintos em dois tipos: comuns ou impermeáveis – estes, representados apenas em áreas dotadas de equipamentos hidráulicos. PISOS COMUNS: PISOS IMPERMEÁVEIS: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 52. PISOS Representação de uma área molhada: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 53. PISOS Representação de outra área molhada: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 54. PISOS Representação completa de piso em uma residência: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 55. PISOS Representação de uma planta de paginação de piso: AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 56. OUTROS EQUIPAMENTOS - Dependendo de sua altura, podem ser seccionados ou não pelo plano que define a planta baixa. PEÇAS SANITÁRIAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 57. PEÇAS SANITÁRIAS OUTROS EQUIPAMENTOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 58. MÓVEIS DE SALA E QUARTO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 59. MÓVEIS DE COZINHA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 60. MÓVEIS DE ÁREA DE SERVIÇO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 61. VAGAS DE GARAGEM AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 62. SÍMBOLOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 63. COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 64. COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 65. COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 66. COTAS REPRESENTAÇÃO DE COTAS EM ABERTURAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 67. COTAS REPRESENTAÇÃO DE COTAS EM ABERTURAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 68. COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 69. COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 70. COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 71. COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 72. PROJETO DE ARQUITETURA REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS PLANTA BAIXA RESUMO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 73. RESUMO - REPRESENTAÇÕES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 74. RESUMO - REPRESENTAÇÕES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 75. RESUMO - TRAÇADOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 76. RESUMO – CONVENÇÕES AUXILIARES Nível em Planta Nível em Corte AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 77. PROJETO DE ARQUITETURA REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS PLANTA BAIXA EXEMPLOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 78. Parede cortada Porta abrir Piso frio Linhas de corte Chuveiro Louças Granito Divisória Janela - projeção CONVENÇÕES AUXILIARES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 79. NOMES DE COMPARTIMENTOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 80. MARCAÇÃO – COLOCAÇÃO DE PISOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 81. PROJETO DE ARQUITETURA REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS PLANTA BAIXA EXERCÍCIO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 82. Paredes Esquadrias Piso Louças Mobiliário Linhas de cotas Linha de corte Níveis Desníveis LEMBRAR DOS TIPOS DE LINHAS E ESPESSURAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 83. - Formato A4 ESCOLHER O TAMANHO IDEAL DE PRANCHA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 84. - Determinar a escala do desenho - Determinar a disposição do desenho na prancha - Escala 1:50 PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 85. - Traçar duas retas perpendiculares entre si, que servirão de guia para o traçado de todas as linhas - Sobre a linha base horizontal, assinalar todas as cotas lidas na direção horizontal da planta - Sobre a linha base vertical, assinalar todas as cotas lidas na direção vertical da planta PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 86. TRAÇO BEM FINO E FRACO: - Marcar o contorno externo do projeto; - Desenhar a espessura das paredes externas; - Desenhar as principais divisões internas; PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 87. TRAÇOS MÉDIOS: - Desenhar as aberturas (portas e janelas); - Desenhar as louças e pia da cozinha (áreas molhadas); - Desenhar a projeção da cobertura em linha fina contínua; - Apagar o excesso de traços PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 88. - Desenhar as linhas tracejadas (projeção da cobertura) - Denominar os ambientes - Indicar a área de cada ambiente e a especificação do tipo de piso - Desenhar linhas de desnível e soleiras - Mobiliar (ver apostila com as dimensões dos equipamentos) PLANTA BAIXA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 89. ABERTURAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 90. EQUIPAMENTOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 91. PROJEÇÃO DO BEIRAL DO TELHADO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 92. NOMES, ÁREA E NÍVEIS DOS AMBIENTES AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 93. - Cotar o projeto (medir na escala 1:50 e fazer a cotagem no seu desenho) - Cotar aberturas – portas, janelas e portões. Fazer quadro de esquadrias como segunda opção COTAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 94. QUADRO DE ESQUADRIAS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 95. - Desenhar o piso nas áreas molhadas (20 x 20 cm) e áreas secas (piso flutuante - réguas de 20 cm de espessura incl. 450) PISOS AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 96. - Colocar a indicação de nível - Indicar a posição dos cortes FINALIZANDO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 97. FINALIZANDO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 98. - Acentuar a espessura dos traços das paredes - Denominar o tipo de desenho e colocar a escala FINALIZANDO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 99. - Indicar o norte FINALIZANDO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 100. - Indicar acesso principal FINALIZANDO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 101. - Linhas de corte FINALIZANDO AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 102. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 103. AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 104. 200 120 30 00 90x210 151501540015 01 885 A 15701015701515 15275 15512015 120x100/90 30 30 15 15 170 160 160 160 +0.20 01 C 200 200 380 VARANDA +0.35 21.20 M² 15 70x210 5.70 M² BANHO +0.48+0.50 100x60/140 15 +0.50 SALA 13.75 M² 340 560 500 60x60/140 60 100 01 D 15 15 1530 15 370 400 1525 15 1510025 15150 01 B 275 275 15 15 PROJ. COBERTURA AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES
  • 105. Importante Ao término do projeto, é essencial a verificação de todos os seus itens. Sugerimos que verifique, com a ajuda dessa lista, se todos os itens estão de acordo com as regras do projeto: 1- Linhas de cota fracionadas e inteiras; 2- Cotas das esquadrias (largura, altura, peitoril); 3- Cotas das portas (largura e altura); 4- Nomes dos compartimentos e suas áreas; 5- Cotas dos níveis dos pisos; 6- Projeções da laje, telhado ou pergolado (caso tenha); 7- Desenhos dos equipamentos instalados (pias, vasos sanitários, lavatórios, boxes...); 8- Linhas mais fortes (0,9) representando paredes em corte; 9- Cotas dos portões localizados no muro (altura e largura); 10- Linhas de corte identificadas com setas e letras. ALÉM DOS ITENS ACIMA NÃO ESQUEÇA LIMPEZA É PRIMORDIAL!!! AULA 01 – PROF ALINE FERNANDES