O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Porque um duplo diploma na frança?

1.484 visualizações

Publicada em

Encontro Fred Donier com os alunos da Poli - Novembro de 2012

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Porque um duplo diploma na frança?

  1. 1. Encontro com os alunos da Poli Porquê um duplo diploma na França? São Paulo, Novembro de 2012Crescendo Consultoria – Rua Funchal 418 – 35 andar – Ed. E-Tower - Cep 04551-060 - São Paulo – Brasil – Tel: +55 11 3521 7322 - www.crescendo-consult.com.br
  2. 2. Sumário Introdução : experiência pessoal Crescendo Estudar engenharia na França ConclusõesEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 2
  3. 3. Minha formação internacional :4 componentes1. Experiência de expatriação durante minha infância - 3 anos na Espanha / 4 anos no Brasil2. Viagens durante a adolescência - EUA, Inglaterra, Brasil, Argentina,...3. Estágios internacionais na Ecole des Mines - Estágio de 4º ano no Brasil / 5º ano na Inglaterra4. Cooperação (antigo serviço militar francês) - 16 meses no Consulado da França em SP como adido científico e de cooperaçãoEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 3
  4. 4. Formação internacional : lições aprendidas Quando mais cedo você inicia a sua formação internacional, mais o processo se torna facilitado: − Idiomas estrangeiros adquiridos até os 15 anos podem ser falados sem sotaque − Facilita a aquisição de uma verdadeira multi-cultura Viver no exterior provoca uma aceleração de sua curva de aprendizado Formar-se no exterior é uma extraordinária escola da adaptabilidade e da flexibilidade Confrontar-se a outros modelos culturais é uma fonte de enriquecimento e de conscientização em relação ao seu próprio modelo − Combater o etnocentrismoEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 4
  5. 5. Minha trajetória profissional no exterior :5 etapas progressivas1. Multinacional na França 4 anos como engenheiro na ExxonMobil Chemicals na Normandia / Numerosas viagens ao exterior destacando o aprendizado com pessoas de cultura anglo-saxônica2. Expatriação 6 anos como consultor na Eurogoup com transferência da matriz em Paris para o escritório de SP3. Empregado local 4 anos na Solving International / Consolidação do aprendizado como expatriado e transição para o empreendedorismo4. Empreendedor local Fundação da consultoria Crescendo em 1999 e lançamento no mercado brasileiro no final de 20035. Empreendedor internacional A partir de 2008, Crescendo torna-se uma empresa internacional com projetos realizados em 15 países.Encontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 5
  6. 6. Sumário Introdução : experiência pessoal Crescendo Estudar engenharia na França ConclusõesEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 6
  7. 7. Uma Consultoria Brasileira com vasta experiência internacional Fundada em São Paulo em 1999, atua em todo o Brasil Possui experiência mais de 15 países na América Latina, América do Norte e Europa Desenvolvemos métodos próprios, abordagens, expertises, benchmarks, recursos etc.Encontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 7
  8. 8. Transformation Consulting Posicionamento único, focalizado na realização das intenções estratégicas e na integração dos aspectos hard e soft skills, levando a resultados profundos e sustentáveisEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 8
  9. 9. Um Jeito Singular de Fazer Consultoria Unir Estratégia e Implementação, tomando em conta as necessidades humanas desde a concepção do modelo de negócio; Fazer acontecer co-criando e co-conduzindo as mudanças junto com nossos clientes; Transformar os colaboradores de nossos clientes em líderes habilitados e motivados para multiplicar e ampliar os resultados após o fim de nossa colaboração,Encontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 9
  10. 10. Cinco áreas de atuação Estratégia & Business 1. Estratégia & Business Gestão & Cultura Estrutura & Organização Development Development Arquitetura organizacional Planejamento estratégico Processos de inteligência Governança operacional Inteligência competitiva coletiva Integração pós-fusão Novos negócios / Alianças Cultura e gestão da inovação Transformação participativa estratégicas Processos de das organizações Marketing estratégico internacionalização Mapeamento e eficácia dos Distribuição Profissionalização da gestão processos Internacionalização familiar Sustentabilidade Eficácia Coletiva Desenvolvimento da liderança / Performance Transformação global Pilotagem estratégica / Balance Visão compartilhada Scorecard (BSC) Programas de transformação Gestão da eficácia dos custos transversais Eficiência comercial Transformação cultural Excelência operacional Turnaround Gestão de criseEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro 2012 - Página 10
  11. 11. Uma equipe, três competências Expertise técnico setorial e funcional Parceria real com nossos clientes; Expertise funcional e/ou setorial permite que atuemos desafiando o status quo; Compartilhar boas práticas; Resolver problemas complexos e encontrar soluções sob medida; Excelência em fazer acontecer a mudança Envolvemos as pessoas desde o início Consultores (pessoas) em projetos complexos de mudança, realmente diferentes Trabalhando em co-criação e Trabalhamos com a cabeça, o coração e as preenchendo o gap entre estratégia e mãos. implementação. Temos a capacidade especial de interagir de Usamos abordagens inovadoras tais manhã na sala do conselho e facilitar um como Cultural Transformation Tools workshop a tarde no chão de fábrica. (CTT), Inteligência Coletiva, Análise de Temos a expertise e a experiência para fomentar Redes Sociais, Eficácia Coletiva, etc. ambientes amigáveis, positivos e engajadores.Encontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 11
  12. 12. Referências junto a organizações prestigiosasEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 12
  13. 13. Soluções Crescendo exportadas em 15 países: resultado da confiançaconquistada junto aos nossos clientes no Brasil Sede Crescendo - São Paulo Localização de projetos CrescendoEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 13
  14. 14. Sumário Introdução : experiência pessoal Crescendo Estudar engenharia na França ConclusõesEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 14
  15. 15. Os 10 idiomas mais falados no mundo: português e francês sãorespectivamente o 3ª e 4ª idioma mais falado pelo mundo ocidental # Idioma # de praticantes em milhões 1 Mandarim ~1000 2 Inglês 508 3 Hindu 497 4 Espanhol 392 5 Russo 277 6 Árabe 246 7 Bengali 211 8 Português 191 9 Indonésio/Malásio 159 10 Francês 129Encontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 15
  16. 16. Alguns engenheiros franceses renomados LOUIS BLÉRIOT AERONAUTICA PIERRE ANGÉNIEUX OTICA FRANCIS BOUYGUES CONSTRUÇÃO JEAN-LOUP CHRÉTIEN ESPACIAL ANDRE CITROËN AUTOMOTIVO MARCEL DASSAULT AERONAUTICA GUSTAVE EIFFEL CONSTRUÇÃO BENOIT FOURNEYRON TURBINA HIDRAULICA ANDRE MICHELIN PNEUMATICOSEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 16
  17. 17. Algumas obras da engenharia francesa ...de ontem Henri Ziegler Pierre AngénieuxEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 17
  18. 18. Algumas obras da engenharia francesa...de hojeEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 18
  19. 19. Algumas das principais empresas industriais francesas presentes no BrasilEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 19
  20. 20. Sumário Introdução : experiência pessoal Crescendo Estudar engenharia na França ConclusõesEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 20
  21. 21. Alguns benefícios de estudar na França Conhecer um pais com cultura milenar Vivencia em uma sociedade que tenta equilibrar a qualidade de vida, a preservação da cultura e a inovação E o país de Descartes => valorização forte do raciocínio científico Estar no centro da Europa ocidental num país com boas infraestruturas => facilidade para conhecer facilmente o restante da Europa A vantagem do duplo diploma − 2 diplomas + 2 culturas com experiência prática dos estágios − Um ótima porta para se tornar no futuro um líder em uma empresa francesa/europeia no Brasil A importância e força das redes de alumni (ex-alunos) das escolas de engenharia francesasEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 21
  22. 22. Exemplo de rede de alumni :ParisTech Alumni Uma rede mundial de 70.000 alumni ativos formados na HEC e em 11 das melhores escolas de engenharia francesas Escola ParisTech # países c/ grupo # de Alumni (aprox) AgroParisTech+ Engref 3 15 000 Arts et Métiers ParisTech 50 38 000 Chimie ParisTech ? 4 000 ENSAE ParisTech 10 5 000 ENSTA ParisTech 8 5 500 ESPCI ParisTech 0 3 000 HEC 52 43 000 Mines ParisTech 9+ 7 500 Polytechnique 11 20 000 Ponts ParisTech 11 13 500 SupOptique ? 2 500 Télécom ParisTech 9 12 000 TOTAL (alumni em vida) 169.000Encontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 22
  23. 23. ParisTech Alumni no Brasil Brésil Encontros e eventos sociais de networking em São Paulo e no Rio de Janeiro − Happy hour / café da manhã (2 eventos em 2012) − Jantar de confraternização (2 eventos em 2012) − Finais de semana de lazer (encontro em Búzios em maio de 2011) Organização de reuniões de alto nível Brasil-França (temas de economia e gestão) − Confêrencia em Paris em novembro de 2010 realizada com a apoio da Intermines e IHEAL − Projeto de conferência ParisTech sobre o Brasil em Paris em 25/04/2013 Redes sociais => Grupo LinkedIn : PARISTECH ALUMNI BRESIL − Membresia atual de 158 membros em forte crescimento (potencial estimado em 500 membros) − Perfil de alta diversidade: 23% iniciantes, 21% sênior, 30% diretores/VPs, 14% outros (academia, ...) Apoio adhoc aos estudantes − Inserção profissional / networking − EstágiosEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 23
  24. 24. «BRÉSIL : ÉTERNEL PAYS DU FUTUR OU L’UNE DES GRANDES PUISSANCES ÉCONOMIQUES DU 21e SIÈCLE ?» QUELLES RELATIONS ÉCONOMIQUES AVEC LA FRANCE ET L’EUROPE ? Conférence-débat du 24/11/2010 à Paris Organisée par les associations des anciens élèves de MINES ParisTech Alumni – MINES de Saint-Étienne – MINES de Nancy Alumni Et l’IHEAL – Institut des Hautes Études de l’Amérique Latine Les intervenants : Alain Rouquié, ancien ambassadeur de France au Brésil, Président de la Maison de l’Amérique Latine Jean-Yves Koch, Président d’Intermines Jean-Pierre Clamadieu, PDG de Rhodia Jean-Pierre Floris, Membre du Comité Exécutif de St Gobain Jean-Carlos Angulo, Membre du Comité Exécutif de Lafarge Humberto Antunes, CEO de Galderma José Luiz Rossi, CEO Braxis, Cap Gemini Modérateur : Fredéric Donier, Président de Crescendo Consulting, Président du groupe Intermines Brésil Mercredi 24 novembre 2010 à 18h Maison de l’Amérique Latine 217 boulevard Saint-Germain 75007 Paris Documents/video disponibles sur www.inter-mines.org / onglet conférence Brésil 24/11/10Encontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 24
  25. 25. MUITO OBRIGADO PELA SUA ATENÇÃO ! E-mail: fred@crescendo-consult.com.brEncontro com os alunos da Poli – F.Donier – Novembro de 2012 - Página 25

×