TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Por que qualific...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Decreto 7.508/20...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Atenção Primária...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Atenção Primária...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
ESF/ACS/SB
ESF/A...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Programa Telessa...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Teleconsultoria ...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Resultados – Tel...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Por que empregar...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Evolução dos pro...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Evolução dos pro...
TELESSAÚDE BRASIL REDES
Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do
Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
Homo
superioris
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

[BPM Congress GP 2012] ESSAÚDE- UFRGS Processos de qualificação da Atenção Primária à Saúde por meio das Tecnologias de Informação e Comunicação

74 visualizações

Publicada em

[BPM Congress GP 2012] ESSAÚDE- UFRGS Processos de qualificação da Atenção Primária à Saúde por meio das Tecnologias de Informação e Comunicação

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
74
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[BPM Congress GP 2012] ESSAÚDE- UFRGS Processos de qualificação da Atenção Primária à Saúde por meio das Tecnologias de Informação e Comunicação

  1. 1. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
  2. 2. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Por que qualificar APS?
  3. 3. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Decreto 7.508/2011 => Regulamenta a Lei 8.080/1990 Define a assistência à saúde baseada em RAS coordenadas pela APS e tendo como principais portas de entrada os serviços de APS e os serviços de Urgência e Emergência. Por que qualificar APS?
  4. 4. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Atenção Primária à Saúde A atenção terciária se materializa através do atendimento hospitalar, e a atenção secundária através dos ambulatórios e clínicas de especialidades. Atributos da Atenção Primária à Saúde Essenciais Derivados Acesso Orientação familiar Longitudinalidade Orientação comunitária Integralidade Competência cultural Coordenação do cuidado
  5. 5. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Atenção Primária à Saúde
  6. 6. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI ESF/ACS/SB ESF/ACS ACS SEM ESF, ACS E ESB 31.500 ESF em 5.296 municípios 243.022 ACS em 5.377 municípios 20.103 ESB em 4.811 municípios APS no Brasil 36.000 equipes
  7. 7. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Programa Telessaúde Brasil Redes Telessaúde é o uso das modernas tecnologias da informação e telecomunicações para atividades à distância relacionadas à saúde em seus diversos níveis (primário, secundário e terciário), possibilitando a interação entre profissionais de saúde, bem como o acesso remoto a recursos diagnósticos ou até mesmo terapêuticos (através da robótica).
  8. 8. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Teleconsultoria e Segunda Opinião Formativa (SOF): principais serviços oferecidos Atividade de apoio assistencial e/ou de consultoria com caráter educacional, portanto com o objetivo de ampliar a capacidade resolutiva de quem a solicita; Baseada na melhor evidência científica disponível, adaptada para as realidades locais e seguindo os princípios do SUS e da APS; OBJETO • discussão de um caso clínico (paciente concreto); • situações ou problemas que envolvam toda uma família ou comunidade; • tema geral de saúde; • processo de trabalho das equipes da ESF; Síncrono => (webconferência) <= Assíncrono (formulário eletrônico) FORMATO
  9. 9. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Resultados – TelessaúdeRS Mais de 10.000 teleconsultorias respondidas Evitação de encaminhamento Médico considerando todas as solicitações 1:2 Um encaminhamento evitado a cada duas teleconsultorias solicitadas
  10. 10. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Por que empregar BPM em Telessaúde para APS? • Incipiência conceitual: inexistência de referencial científico consolidado em Telessaúde, considerando a experiência nacional; • Incipiência processual: inexistência de expertise prática nacional em Telessaúde; • Incipiência tecnológica: inexistência de oferta de produtos baseados em referenciais científicos consolidados e em expertises práticas de longa data.
  11. 11. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Evolução dos processos de solicitação, regulação e resposta de teleconsultorias. BPM e evolução de processos
  12. 12. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI
  13. 13. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Evolução dos processos de solicitação, regulação e resposta de teleconsultorias. BPM e evolução de processos
  14. 14. TELESSAÚDE BRASIL REDES Núcleo de Telessaúde Técnico-Científico do Rio Grande do Sul - UFRGS/FAMED/PPGEPI Homo superioris Gisele Bündchen BPM e evolução de processos Obrigado! telessauders@ufrgs.br http://www.ufrgs.br/telessauders

×