O parque nacional da peneda trabalho

10.829 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Turismo, Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.829
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
58
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
90
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O parque nacional da peneda trabalho

  1. 1. Ciências da Natureza – Parque Natural Peneda-Gêres 5ºE O Parque Nacional da Peneda-Gerês é a segunda maior altitude de Portugal Continental estando em primeiro lugar a Serra da Estrela. O Parque Nacional da Peneda-Gerês foi criado no ano 1971, e localiza-se no norte de Portugal. Têm um cume de 1548 metros de altitude. É das maiores atracções naturais de Portugal, pois apresenta uma rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor ecológico e variedade de fauna (veados, cavalos selvagens, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas medicinais). Estende-se desde a serra do Gerês, a Sul, passando pela serra da Peneda até a fronteira espanhola. Encontra-se no lugar dois importantes centros de peregrinação São Bento da Porta Aberta e o Santuário de Nossa Senhora da Peneda. Rui Pedro Passos Ferreira Página 1
  2. 2. Ciências da Natureza – Parque Natural Peneda-Gêres 5ºE É também constituído por caminhos romanos e pontes e cascadas! A Paisagem Esta é a paisagem do Parque Nacional Peneda-Gerês. A natureza do Parque Nacional Peneda-Gerês é diferente como a de qualquer dos restantes parques e reservas naturais de Portugal … Rui Pedro Passos Ferreira Página 2
  3. 3. Ciências da Natureza – Parque Natural Peneda-Gêres 5ºE A Fauna Quanto à fauna, o Gerês é a região do País que apresenta mais variedade em caça grossa, apesar de ter sido extinta, pela maléfica acção do homem, a cabra selvagem. Além de javalis e de lobos, a serra tem veados, texugos, lontras, martas, tourões, etc. A águia-real, apesar de rara, persiste na vigilância das alturas do Gerês. Também a perdiz-cinzenta voa pelos céus do parque, é uma espécie pouco comum. Para além de toda a fauna doméstica devemos acrescentar duas espécies domésticas com muito valor: o cão de Castro Laboreiro e o boi-barrosão. O cão de Castro Laboreiro é um animal de aspecto rude e bravo, que noutras épocas era utilizado na caça grossa. Apesar de manso e fiel guardador, ainda hoje muitas pessoas o acham parecido ao lobo, esta ideia é reforçada pelo facto de este cão sorver a água em vez de a lamber. O Garrano é um animal forte típico do Gerês, «de rija têmpera, sóbrio, muito cioso e rufão por índole», o garrano tem por habitat principal o vale do Gerês a norte da povoação do mesmo nome, alimentando-se de grande variedade de vegetais, desde ervas até plantas arbustivas e arbóreas. Apesar dos sucessivos cruzamentos que suportou ao longo Rui Pedro Passos Ferreira Página 3
  4. 4. Ciências da Natureza – Parque Natural Peneda-Gêres 5ºE dos séculos, o garrano é provavelmente um representante longínquo da fauna glacial do fim do Paleolítico. A Flora As matas do Ramiscal, de Albergaria, do Cabril, todo o vale superior do rio Homem e a própria Serra do Gerês são um tipo de paisagem que dificilmente encontra em Portugal algo de comparável. Nesta região montanhosa, a orientação do relevo, as variações bruscas de altitude, o entrelaçar das influências dos climas atlântico, mediterrânico e continental dão origem a uma infinidade de microclimas (pequenos tipos de clima em várias zonas do mesmo local). Estes climas, associados à constituição granítica do solo, criam características particulares, donde resultam aspectos botânicos muito especiais, que conferem ao Parque Nacional da Peneda do Gerês um lugar de primazia em relação à de mais flora portuguesa. Nas encostas dos vales mais quentes e abrigados aparecem, entre outras, o Sobreiro, o Medronheiro, o Azereiro, o Feto do Gerês, o Feto Real e a Uva do Monte. Nas zonas onde se sente mais a influência do clima atlântico e em altitude existe uma clara predominância do Carvalho. Nas zonas onde se sente mais a influência do clima atlântico e em altitudes que podem ir até aos 800 -1000 metros surgem as matas de Carvalho Comum, que se associa muitas vezes ao Azevinheiro. Este podendo subir até aos 1300 metros, ganha assim uma extensão muito elevada. Acima dos 900 metros o Rui Pedro Passos Ferreira Página 4
  5. 5. Ciências da Natureza – Parque Natural Peneda-Gêres 5ºE Carvalho Comum cede o lugar ao Carvalho Negral, ocorrendo também o Vidoeiro, espécie já característica da zona euro-siberiana, tal como o Pinheiro de Casquinha e o Teixo, localizados em altitude, nos vales mais húmidos e abrigados e representando restos de uma flora pós-glaciar. Rui Pedro Passos Ferreira Página 5
  6. 6. Ciências da Natureza – Parque Natural Peneda-Gêres 5ºE Carvalho Comum cede o lugar ao Carvalho Negral, ocorrendo também o Vidoeiro, espécie já característica da zona euro-siberiana, tal como o Pinheiro de Casquinha e o Teixo, localizados em altitude, nos vales mais húmidos e abrigados e representando restos de uma flora pós-glaciar. Rui Pedro Passos Ferreira Página 5

×