Peneda Gerês

6.553 visualizações

Publicada em

Trabalho Área Projecto 6ºI

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.553
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
126
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Peneda Gerês

  1. 1. PARQUE NACIONAL PENEDA GERÊS.
  2. 2. PARQUE NACIONAL DA PENEDA GERÊS.  O parque Nacional da Peneda Gerês foi criado em 1971.  Situa-se no extremo nordeste do Minho.  É a área protegida mais antiga de Portugal. E a única classificada como parque Nacional.  A sua área tem 72 000 hectares de terreno.  Engloba territórios de Arcos de Valdevez , Ponte da Barca , Melgaço , Montalegre e terras do Bouro.  Neste Parque existem cerca de 114 aldeias onde moram cerca de 10 000 pessoas.  Estas pessoas têm como actividades principais a agricultura , a pastorícia e a pecuária.
  3. 3. QUANDO VISITAR. REGRAS DE SEGURANÇA.  No entanto deverá preparar correctamente a sua visita recolhendo as informações necessárias nos locais de atendimento do PNPG (Parque Nacional Peneda Gerês) e observando os seguintes conselhos:  - Tenha sempre em atenção as previsão metrológicas e evite realizar actividades em dias em que se prevê a ocorrência de chuva, trovoadas e nevoeiros;  - Evite ir sozinho para a montanha, mas, se o fizer informe alguém conhecido ou alguma entidade local da sua partida e do seu regresso;  - Opte por uma roupa simples e descontraída. Tenha ainda presente que os imprevistos podem acontecer: previna-se com agasalhos, alimentos, água e protector solar. Poderá munir-se também de telemóvel lanterna e isqueiro; - Tome precauções especiais quando caminha em zonas húmidas e rochosas, para evitar quedas e não pratique actos que possam colocar em risco a sua segurança e a dos outros. Não saia dos trilhos e caminhos existentes.
  4. 4. A FLORA  A flora de cada região depende de diversos factores, tais como o clima e a altitude. Até aos 1200m, a vegetação é bastante densa. A baixas altitudes, em vales quentes e abrigados existe o bosque de carvalho alvarinho (Quercus robur), encontrando-se também a gilbardeira (Ruscus lusitanica), o medronheiro (Arbustus unedo) e o azereiro (Prunus lusitanica), entre outros. O bosque de carvalho-negral ocorre em maiores altitudes, entre os 1200m e os 1400m, no chamado piso de montanha. Além do carvalho-negral (Quercus pyrenaica), podem encontrar-se o mirtilho (Vaccinium myrtillus), o azevinho (Ilex aquifolium), o vidoeiro (Betula celtibérica e Bétula pubescens), o teixo (Taxus baccata) e o pinheiro. Acima dos 1400m subsistem o zimbro e os arbustos rasteiros.
  5. 5. A FAUNA  Estão recenseadas 226 espécies de vertebrados protegidas pela Convenção de Berna, das quais 65 pertencem à lista de espécies ameaçadas do Livro Vermelho de Portugal. O isolamento em que permanecem as altas zonas serranas e as condições favoráveis do meio permitiram que se mantivessem aqui espécies hoje raras e únicas no mundo, como é o caso dos garranos selvagens (Equus caballus). O garrano é um cavalo de pequeno porte que corre pelas serras do Parque e que não é estranho a quem o visita. Muitos deles já não são selvagens e pertencem aos aldeões, mas andam soltos pelas serras. Subsistem também o javali, a raposa, o texugo, a lontra, o gato-bravo (Felis silvestris), a fuinha, o musaranho-dos-dentes-vermelhos (Sorex granarius), a marta (Martes martes) e o esquilo (Sciurus vulgaris). Há também espécies que têm vindo a desaparecer, como o lobo e o corço, para além do garrano. O lobo (Canis lupus), quase extinto em todo o país, ainda subsiste na Peneda-Gerês, embora com pouca representatividade. Tido como predador de gado, sofre com a perseguição do homem e com as alterações do seu habitat, nomeadamente com o desaparecimento de várias espécies que constituem a sua alimentação. 
  6. 6. …  O corço é um animal florestal parecido com o veado, apesar de o seu porte ser muito menor. Existem também texugos e gatos bravos. A comunidade de morcegos presente no Parque do Gerês conta com oito espécies, das quais a mais importante em termos de conservação é o morcego- arborícola- pequeno.  O boi barrosão e a vaca cachena são animais típicos desta zona. A cachena é um animal de pequena estatura - o mais pequeno dos bovinos portugueses (altura à cernelha de cerca de 110 cm) e um dos mais pequenos do mundo - e encontra-se apenas em algumas zonas serranas. Também é conhecida por cabreira, devida à sua grande mobilidade na serra. É um animal de trabalho, que tem vindo a desaparecer à medida que a agricultura de subsistência e as tarefas agrícolas se reduzem.
  7. 7. 18 E 24 DE AGOSTO DE 2007  A 18 de Agosto o Parque Nacional da Peneda Geres foi incendiado.  Em 24 de Agosto de 2007 foi incendiado por volta das 7h40 da manhã.
  8. 8. EM AGOSTO DE 2010  Em Setembro de 2010 o PNPG (Parque Nacional da Peneda Gerês) houve um incêndio duranTrês incêndios estavam às 09:30 a ser combatidos por mais de 140 homens em área do Parque Nacional Peneda Gerês, em Aguieira, no lugar da Calcedonia e em Vilarinho das Furnas, segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil.  Mais de uma centena de homens combatiam as chamas espalhadas por duas frentes ativas em Aguieira, concelho de Arcos de Valdevez, em área do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG).
  9. 9. …  De acordo com a informação atualizada às 09:30 Protecção Civil, estes 101 homens estavam a ser auxiliados por 30 veículos.  Contudo, este não era o único incêndio ativo na área do Parque Nacional da Peneda Gerês: dois outros lavravam em Vilarinho das Furnas e no lugar da Calcedonia, no concelho de Terras de Bouro.  O fogo de Vilarinho das Furnas, com duas frentes, estava a ser combatido por mais de duas dezenas de homens, apoiados por seis viaturas, e o de Calcedónia por 17 homens, três veículos e um helicóptero bombardeiro pesado.  Mas o incêndio que mais meios mobilizava no país às 09:30 era o de São Pedro do Sul (Viseu), com mais de 200 homens a combater as chamas espalhadas por quatro frentes ativas, com o auxílio de 63 viaturas.
  10. 10. …  Este fogo não tem dado tréguas aos bombeiros desde sexta feira e hoje de manhã, pelas 08:00, os bombeiros voltaram a ter o apoio de dois helicópteros bombardeiros pesados.  No sábado à tarde as chamas chegaram mesmo a obrigar as autoridades a cortar a Estrada Nacional 227, entre São Pedro do Sul e Santa Cruz da Trapa, em ambos os sentidos.  Mas outros fogos mantinham-se ativos às 09:30 de hoje, como é o caso do incêndio com duas frentes em Pedralva, concelho de Braga, combatido por 88 homens apoiados por 23 viaturas e um helicóptero bombardeiro pesado.  Os fogos de Tabuaço (Viseu), Vale de Cambra e Arouca (Aveiro) e Soure (Coimbra) eram os restantes dos nove mais significativos em curso pelas 09:30.  À mesma hora os bombeiros já tinham conseguido dominar o fogo que lavrava em Ribeira de Pena, distrito de Vila Real.  te 5 dias e 4 noites.
  11. 11. FLORES DO PARQUE NACIONAL DA PENEDA GERÊS
  12. 12. MAPA DO GERÊS…
  13. 13. AZEVINHO…
  14. 14. FETO-DO-GERÊS…
  15. 15. MEDRONHEIRO
  16. 16. RAPOSA
  17. 17. LOBOS
  18. 18. TEXUGO
  19. 19. GATO BRAVO
  20. 20. ÁGUIA-REAL…
  21. 21. GAZELA
  22. 22. GERÊS… PaisagensDa Peneda Gerês…
  23. 23. G ERÊS Área Protegidado ParqueNacionalPenedaGerês.
  24. 24. GERÊS PAISAGEMDO PARQUEPENEDAGERÊS…
  25. 25. GERÊS… As ovelhas do Gerês.
  26. 26. GERÊS… Cascata do Parque Nacional Peneda Gerês…
  27. 27. GERÊS… Mais uma cascata…
  28. 28. GERÊS Um cavalo a pastar.
  29. 29. IMAGENS… CASCATA DO GERÊS,… PAISAGEM…
  30. 30. GERÊS… Veados nas montanha s.
  31. 31. GERÊS. Cavalos selvagens do Parque Nacional Peneda Gerês.
  32. 32. GERÊS… Os Bois e Vacas do Parque Peneda Gerês.
  33. 33. GERÊS Paisagem/Monta nhas Do Parque Nacional Peneda Gerês.
  34. 34. TRABALHO REALIZADO POR: Carina nº2 Catarina Silva nº 5 João Gonçalves nº 12

×