Núcleo estruturas e componentes mb

2.004 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.004
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
69
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Núcleo estruturas e componentes mb

  1. 1. NÚCLEO ESTRUTURA E COMPONENTES
  2. 2. Núcleo Celular  Descoberto pelo escocês Robert Brown, em 1833.  Núcleo vem do grego nux, que significa semente.  Esta estrutura abriga os genes, o material genético que codifica a síntese de proteínas e “programa” a atividade celular.  É o CENTRO DE REGULAÇÃO E DE CONTROLE das atividades e funções celulares.  Armazena a informação genética. NÚCLEO  DNA  CROMOSSOMOS  GENES
  3. 3. COMPONENTES Uma célula em INTÉRFASE, isto é, que não está se dividindo, apresenta os seguintes componentes: componentes 1) Carioteca (membrana nuclear): formada por duas membranas com poros, onde há intercâmbio de substâncias entre o núcleo e o citoplasma. 2) Nucleoplasma, Cariolinfa ou Suco Nuclear: é uma massa incolor constituída principalmente de água e proteínas. 3) Nucléolo: corpúsculo denso, desprovido de membranas, que se encontra em contato direto com o suco nuclear. Formado por RNA e está relacionado com a síntese de proteínas.
  4. 4. COMPONENTES 4) Cromatina: formada por filamentos muito finos de proteínas chamadas HISTONAS, e por DNA. Quando a célula entra em divisão, a cromatina se condensa, se espiraliza, formando então os cromossomos. 5) Cromossomos: filamentos constituídos por uma única molécula de DNA que, a intervalos regulares, enrola-se sobre as proteínas histonas. É neles que se encontram armazenados todos os genes do indivíduo.
  5. 5. Níveis de empacotamento e condensação do DNA DNA  DNA + HISTONAS = CROMATINA  CONDENSAÇÃO DA CROMATINA  CROMOSSOMOS
  6. 6. DNA E A INFORMAÇÃO HEREDITÁRIA DNA (ácido desoxirribonucléico) é a molécula que contém as informações genéticas das células, as quais determinam as características hereditárias dos seres vivos através do código genético.   Francis Crick e James Watson ganharam o Nobel da Medicina por determinar cientificamente que o DNA é uma dupla hélice.  A molécula de DNA possui dois filamentos de nucleotídeos ligadas um ao outro pelas bases nitrogenadas. Eles são torcidos formando uma dupla hélice.
  7. 7. DNA E RNA  São moléculas de ácidos nucléicos.  Tanto o DNA como o RNA são formados pelo encadeamento de grande número de moléculas menores, os nucleotídeos, formados por três tipos de substâncias químicas: 1) Base nitrogenada: composto por uma cadeia fechada de carbonos que contêm nitrogênio. 2) Um açúcar de 5 carbonos (pentose) 3) Um fosfato.  As bases nitrogenadas: DNA: Adenina – Timina; Citosina – Guanina RNA: Adenina – Uracila. Citosina – Guanina  Os tipos de açúcares: DNA: possui uma desoxirribose. Ácido desoxirribonucléico. RNA: possui uma ribose. Ácido ribonucléico  Organização da molécula DNA: fita dupla. Cadeias complementares RNA: fita simples
  8. 8. DIFERENÇAS ENTRE O DNA E O RNA
  9. 9. DUPLICAÇÃO DO DNA  A molécula de DNA possui a capacidade de se autoduplicar.  Antes de iniciar a divisão celular, ainda no período da intérfase, ocorre esta duplicação  Neste processo as fitas se separam e cada uma uma é usada como molde para a síntese de uma fita complementar.  A duplicação é semiconservativa.
  10. 10. CROMOSSOMOS  Cromossomos são constituídos por DNA e proteínas.  Ao longo de todo o cromossomo, existem genes – cada gene é responsável por determinada característica do indivíduo.  Um cromossomos pode abrigar inúmeros lócus gênicos.  Genoma: conjunto haplóide de informações referentes a uma célula. Células diplóides possuem dois genomas.
  11. 11. O Cromossomo é formado por cromátides ligadas pelo centrômero. Quando a célula está prestes a se dividir, as cromátides se duplicam formando cromátides irmãs (que até que ocorra a separação final, ficam ligadas pelo centrômero).
  12. 12. TIPOS DE CROMOSSOMOS  Metacêntrico: Centrômero na região média  Submetacêntrico: Formando dois braços de tamanhos um pouco diferentes.  Acrocêtrico: Formando um braço longo e outro curto.  Telocêntrico: Centrômero na região terminal, formando apenas um braço.
  13. 13. NÚMERO DE CROMOSSOMOS (N)  É variável para cada tipo de espécie. Conceitos importantes:  Célula Diplóide (2n) : possui o dobro do número de cromossomos. Os cromossomos encontram-se aos pares. Ex.: células somáticas (formam o corpo dos animais), zigoto (resultante da união dos gametas).  Célula Haplóide (n) : possui metade do número de cromossomos. Ex.: células que formam os gametas (óvulo e sptz.) Cromossomos autossômicos= cromossomos do corpo=44 Cromossomos sexuais= determinam o sexo=2 Células possuem: 44 Autossômicos + 2 Sexuais 46 cromossomos 44XX 44XY Mulher Homem
  14. 14. CROMOSSOMOS HOMÓLOGOS  Cromossomos que formam pares e estão presentes nas células diplóides (2n).  Possuem mesmo tamanho, formato e mesma posição do centrômero. Possuem ainda a mesma sequência de genes.  Em cada par de cromossomos homólogos, existe um cromossomo de origem paterna e outro de origem materna.
  15. 15. CARIÓTIPO  É o conjunto de todos os cromossomos presentes no núcleo da célula de um organismo. O estudo do cariótipo (forma, tamanho e número de cromossomos de uma pessoa) pode ajudar no diagnóstico pré-natal ou pós-natal de aberrações genéticas.  As células somáticas humanas possuem 46 cromossomos em 23 pares (22 pares de autossomos e o par sexual). Relembrando... Células diplóides: 2n= 46 cromossomos (23 pares de homólogos) Células haplóides: n= 23 cromossomos (1 cromossomo de cada par)
  16. 16. CARIÓTIPO HUMANO

×