SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Subdomínio D3 – Gestão da Colecção Duas coisas que as BE deveriam deixar de fazer: O pagamento de formação especializada (muitas vezes a expensas individuais); O pagamento de programas para catalogação informática, classificação, indexação, circulação e empréstimo e etiquetagem. Duas coisas que as BE deveriam continuar a fazer: Estabelecimento de uma política de desenvolvimento e gestão documental, bem como de circulação e rentabilização dos recursos documentais dentro do agrupamento de escolas; Cooperação entre a BE e os diferentes utentes na política de gestão e de desenvolvimento da colecção, nomeadamente as estruturas de orientação educativa e os alunos. Duas coisas que as BE deveriam começar a fazer: O estabelecimento de parcerias inter agrupamentos de escolas com vista ao desenvolvimento cooperativo das colecções; O estabelecimento de uma rede de classificação e de programação informática comum às diferentes escolas e entre estas e as BM, que permitam o empréstimo e circulação documental.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Newsletter Novembro
Newsletter NovembroNewsletter Novembro
Newsletter NovembroJSDAveiro
 
OCORRÊNCIA DE DIFERENTES SOROTIPOS DE Escherichia coli EM
OCORRÊNCIA DE DIFERENTES SOROTIPOS DE Escherichia coli EMOCORRÊNCIA DE DIFERENTES SOROTIPOS DE Escherichia coli EM
OCORRÊNCIA DE DIFERENTES SOROTIPOS DE Escherichia coli EMSamira Mantilla
 
Passeata LetíCia1
Passeata LetíCia1Passeata LetíCia1
Passeata LetíCia1guest18166af
 
Cfm Informa Novembro 2009
Cfm Informa Novembro 2009Cfm Informa Novembro 2009
Cfm Informa Novembro 2009BeefPoint
 
Florencia
FlorenciaFlorencia
Florenciajesus
 
Tiago Cv
Tiago CvTiago Cv
Tiago Cvtiago
 
Edith métodos arte y diseño en la actualidad
Edith métodos arte y diseño en la actualidadEdith métodos arte y diseño en la actualidad
Edith métodos arte y diseño en la actualidadEdithdlCruz
 
Efeito Da RadiaçãO Gama Na ReduçãO De Enterococcus Spp. Em Carne De Siri (Cal...
Efeito Da RadiaçãO Gama Na ReduçãO De Enterococcus Spp. Em Carne De Siri (Cal...Efeito Da RadiaçãO Gama Na ReduçãO De Enterococcus Spp. Em Carne De Siri (Cal...
Efeito Da RadiaçãO Gama Na ReduçãO De Enterococcus Spp. Em Carne De Siri (Cal...Samira Mantilla
 
ClassificaçãO Clave B
ClassificaçãO Clave BClassificaçãO Clave B
ClassificaçãO Clave Bguestc005212
 
Cartaz Saf Final
Cartaz Saf FinalCartaz Saf Final
Cartaz Saf Finalpesdafg
 
ComentáRio Do JoãO
ComentáRio Do JoãOComentáRio Do JoãO
ComentáRio Do JoãOclaudinapires
 
Intb3shrm 150102181815-conversion-gate02
Intb3shrm 150102181815-conversion-gate02Intb3shrm 150102181815-conversion-gate02
Intb3shrm 150102181815-conversion-gate02Demetrio Silva
 

Destaque (18)

Newsletter Novembro
Newsletter NovembroNewsletter Novembro
Newsletter Novembro
 
OCORRÊNCIA DE DIFERENTES SOROTIPOS DE Escherichia coli EM
OCORRÊNCIA DE DIFERENTES SOROTIPOS DE Escherichia coli EMOCORRÊNCIA DE DIFERENTES SOROTIPOS DE Escherichia coli EM
OCORRÊNCIA DE DIFERENTES SOROTIPOS DE Escherichia coli EM
 
R U E D A
R U E D AR U E D A
R U E D A
 
Passeata LetíCia1
Passeata LetíCia1Passeata LetíCia1
Passeata LetíCia1
 
Cfm Informa Novembro 2009
Cfm Informa Novembro 2009Cfm Informa Novembro 2009
Cfm Informa Novembro 2009
 
Florencia
FlorenciaFlorencia
Florencia
 
Act2 sudb
Act2 sudbAct2 sudb
Act2 sudb
 
Tiago Cv
Tiago CvTiago Cv
Tiago Cv
 
Nariz
NarizNariz
Nariz
 
Maquiavel
MaquiavelMaquiavel
Maquiavel
 
Edith métodos arte y diseño en la actualidad
Edith métodos arte y diseño en la actualidadEdith métodos arte y diseño en la actualidad
Edith métodos arte y diseño en la actualidad
 
Efeito Da RadiaçãO Gama Na ReduçãO De Enterococcus Spp. Em Carne De Siri (Cal...
Efeito Da RadiaçãO Gama Na ReduçãO De Enterococcus Spp. Em Carne De Siri (Cal...Efeito Da RadiaçãO Gama Na ReduçãO De Enterococcus Spp. Em Carne De Siri (Cal...
Efeito Da RadiaçãO Gama Na ReduçãO De Enterococcus Spp. Em Carne De Siri (Cal...
 
Benjamin
BenjaminBenjamin
Benjamin
 
ClassificaçãO Clave B
ClassificaçãO Clave BClassificaçãO Clave B
ClassificaçãO Clave B
 
Cartaz Saf Final
Cartaz Saf FinalCartaz Saf Final
Cartaz Saf Final
 
ComentáRio Do JoãO
ComentáRio Do JoãOComentáRio Do JoãO
ComentáRio Do JoãO
 
Recuperação Judicial
Recuperação JudicialRecuperação Judicial
Recuperação Judicial
 
Intb3shrm 150102181815-conversion-gate02
Intb3shrm 150102181815-conversion-gate02Intb3shrm 150102181815-conversion-gate02
Intb3shrm 150102181815-conversion-gate02
 

Semelhante a BE deveriam gestão colecção

SessãO 4 Plano De AvaliaçãO A.2.3. E A.2.4.
SessãO 4 Plano De AvaliaçãO A.2.3. E  A.2.4.SessãO 4 Plano De AvaliaçãO A.2.3. E  A.2.4.
SessãO 4 Plano De AvaliaçãO A.2.3. E A.2.4.Carlos Carvalho
 
Cantanhede_PADDE_RBE.pdf
Cantanhede_PADDE_RBE.pdfCantanhede_PADDE_RBE.pdf
Cantanhede_PADDE_RBE.pdfJorge Borges
 
Diigo ,ferramenta digital ao serviço das necessidades
Diigo ,ferramenta digital ao serviço das necessidadesDiigo ,ferramenta digital ao serviço das necessidades
Diigo ,ferramenta digital ao serviço das necessidadesBE Lorosae
 
O Modelo Auto-Avaliação 1
O Modelo Auto-Avaliação 1O Modelo Auto-Avaliação 1
O Modelo Auto-Avaliação 1claudinapires
 
Plano De AvaliaçãO
Plano De AvaliaçãOPlano De AvaliaçãO
Plano De AvaliaçãOclaudinapires
 
A Biblioteca Escolar Em Mudanca
A Biblioteca Escolar Em MudancaA Biblioteca Escolar Em Mudanca
A Biblioteca Escolar Em MudancaCristina Calado
 
Nelida nabais plano_de_avaliacao_da_be[1]
Nelida nabais plano_de_avaliacao_da_be[1]Nelida nabais plano_de_avaliacao_da_be[1]
Nelida nabais plano_de_avaliacao_da_be[1]nelidavbn
 
CVACs e CoPs: como e porque construi-las para profissionais da informacao
CVACs e CoPs: como e porque construi-las para profissionais da informacaoCVACs e CoPs: como e porque construi-las para profissionais da informacao
CVACs e CoPs: como e porque construi-las para profissionais da informacaoSuelybcs .
 
Modelo De Auto AvaliaçãO
Modelo De Auto AvaliaçãOModelo De Auto AvaliaçãO
Modelo De Auto AvaliaçãOrapscasg
 
Referencial de formação contínua be 2009
Referencial de formação contínua be 2009Referencial de formação contínua be 2009
Referencial de formação contínua be 2009cristinamlcoelho
 

Semelhante a BE deveriam gestão colecção (20)

Acções futuras
Acções futurasAcções futuras
Acções futuras
 
Acções futuras
Acções futurasAcções futuras
Acções futuras
 
Tabela
TabelaTabela
Tabela
 
SessãO 4 Plano De AvaliaçãO A.2.3. E A.2.4.
SessãO 4 Plano De AvaliaçãO A.2.3. E  A.2.4.SessãO 4 Plano De AvaliaçãO A.2.3. E  A.2.4.
SessãO 4 Plano De AvaliaçãO A.2.3. E A.2.4.
 
Margarida coimbra
Margarida coimbraMargarida coimbra
Margarida coimbra
 
Mav 6ª SessãO Tabela
Mav 6ª SessãO   TabelaMav 6ª SessãO   Tabela
Mav 6ª SessãO Tabela
 
Manuela Silva - Workshop
Manuela Silva - WorkshopManuela Silva - Workshop
Manuela Silva - Workshop
 
Cantanhede_PADDE_RBE.pdf
Cantanhede_PADDE_RBE.pdfCantanhede_PADDE_RBE.pdf
Cantanhede_PADDE_RBE.pdf
 
Diigo ,ferramenta digital ao serviço das necessidades
Diigo ,ferramenta digital ao serviço das necessidadesDiigo ,ferramenta digital ao serviço das necessidades
Diigo ,ferramenta digital ao serviço das necessidades
 
O Modelo Auto-Avaliação 1
O Modelo Auto-Avaliação 1O Modelo Auto-Avaliação 1
O Modelo Auto-Avaliação 1
 
O Modelo De Auto
O Modelo De AutoO Modelo De Auto
O Modelo De Auto
 
Plano De AvaliaçãO
Plano De AvaliaçãOPlano De AvaliaçãO
Plano De AvaliaçãO
 
A Biblioteca Escolar Em Mudanca
A Biblioteca Escolar Em MudancaA Biblioteca Escolar Em Mudanca
A Biblioteca Escolar Em Mudanca
 
Padde be
Padde bePadde be
Padde be
 
Wikis be(2)
Wikis be(2)Wikis be(2)
Wikis be(2)
 
Nelida nabais plano_de_avaliacao_da_be[1]
Nelida nabais plano_de_avaliacao_da_be[1]Nelida nabais plano_de_avaliacao_da_be[1]
Nelida nabais plano_de_avaliacao_da_be[1]
 
CVACs e CoPs: como e porque construi-las para profissionais da informacao
CVACs e CoPs: como e porque construi-las para profissionais da informacaoCVACs e CoPs: como e porque construi-las para profissionais da informacao
CVACs e CoPs: como e porque construi-las para profissionais da informacao
 
6ª tarefa - 2ª parte
6ª tarefa - 2ª parte6ª tarefa - 2ª parte
6ª tarefa - 2ª parte
 
Modelo De Auto AvaliaçãO
Modelo De Auto AvaliaçãOModelo De Auto AvaliaçãO
Modelo De Auto AvaliaçãO
 
Referencial de formação contínua be 2009
Referencial de formação contínua be 2009Referencial de formação contínua be 2009
Referencial de formação contínua be 2009
 

Mais de Cristina Calado

Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbBiblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbCristina Calado
 
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºbBiblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºbCristina Calado
 
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboTrabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboCristina Calado
 
Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Cristina Calado
 
Como fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointComo fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointCristina Calado
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaCristina Calado
 
Apresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoApresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoCristina Calado
 
Fotos 45 minutos a ler cópia
Fotos 45 minutos a ler   cópiaFotos 45 minutos a ler   cópia
Fotos 45 minutos a ler cópiaCristina Calado
 
C:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasC:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasCristina Calado
 
Plano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos IPlano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos ICristina Calado
 
Actividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueActividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueCristina Calado
 
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavCristina Calado
 

Mais de Cristina Calado (20)

Livraria lello e irmão
Livraria lello e irmãoLivraria lello e irmão
Livraria lello e irmão
 
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbBiblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
 
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºbBiblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
 
βιβλιοθήκη
βιβλιοθήκηβιβλιοθήκη
βιβλιοθήκη
 
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboTrabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
 
Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê
 
Como fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointComo fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpoint
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisa
 
Apresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoApresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escrito
 
Fotos 45 minutos a ler cópia
Fotos 45 minutos a ler   cópiaFotos 45 minutos a ler   cópia
Fotos 45 minutos a ler cópia
 
Power Point Alertas
Power Point AlertasPower Point Alertas
Power Point Alertas
 
C:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasC:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point Alertas
 
Plano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos IPlano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos I
 
Actividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueActividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo Blogue
 
Quest FormaçãO Mabe
Quest FormaçãO MabeQuest FormaçãO Mabe
Quest FormaçãO Mabe
 
SessãO 8 FóRum 2
SessãO 8   FóRum 2SessãO 8   FóRum 2
SessãO 8 FóRum 2
 
SessãO 8 FóRum 1
SessãO 8   FóRum 1SessãO 8   FóRum 1
SessãO 8 FóRum 1
 
SessãO 8 FóRum 1
SessãO 8   FóRum 1SessãO 8   FóRum 1
SessãO 8 FóRum 1
 
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
 
SessãO 7 Tarefa 1
SessãO 7   Tarefa 1SessãO 7   Tarefa 1
SessãO 7 Tarefa 1
 

BE deveriam gestão colecção

  • 1. Subdomínio D3 – Gestão da Colecção Duas coisas que as BE deveriam deixar de fazer: O pagamento de formação especializada (muitas vezes a expensas individuais); O pagamento de programas para catalogação informática, classificação, indexação, circulação e empréstimo e etiquetagem. Duas coisas que as BE deveriam continuar a fazer: Estabelecimento de uma política de desenvolvimento e gestão documental, bem como de circulação e rentabilização dos recursos documentais dentro do agrupamento de escolas; Cooperação entre a BE e os diferentes utentes na política de gestão e de desenvolvimento da colecção, nomeadamente as estruturas de orientação educativa e os alunos. Duas coisas que as BE deveriam começar a fazer: O estabelecimento de parcerias inter agrupamentos de escolas com vista ao desenvolvimento cooperativo das colecções; O estabelecimento de uma rede de classificação e de programação informática comum às diferentes escolas e entre estas e as BM, que permitam o empréstimo e circulação documental.