SlideShare uma empresa Scribd logo

Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb

Trabalho de projeto sobre bibliotecas

1 de 10
Baixar para ler offline
Biblioteca do
convento de Mafra
O Palácio Nacional de Mafra possui uma das mais importantes bibliotecas
portuguesas, com um valioso património de aproximadamente 36.000
volumes, verdadeiro arquivo do Saber.
Localização
Situada no 4.º piso da ala nascente do Convento de
Mafra, a Biblioteca ou Casa da Livraria, como também
era chamada, ocupa a mais nobre e grande de todas as
salas do edifício. Tem forma de cruz com cerca de 85
metros de comprimento e 9,5 metros de largura. O piso
é em pedra de várias cores e, no centro, há uma abóbada
apoiada sobre quatro arcos, fechada sobre uma pedra-
mármore onde se vê esculpido um rosto humano
representando o sol.
Acervo
Para a constituição do seu acervo, o Rei enviou ao estrangeiro mensageiros especiais
encarregues de adquirir tudo o que de melhor e de mais novo aí se imprimisse.
A Biblioteca possui cerca de 30.000 volumes, compreendidos entre os séculos XV e XIX,
incluindo temas tão diferentes como a Teologia, a Sermonaria, o Direito Canónico e Civil, a
História, a Geografia e Viagens, a Matemática, a Arte e a Música, a Medicina, etc.. Todo
este património se insere no contexto do aperfeiçoamento da imprensa até ao século XVIII,
importante fator de desenvolvimento e divulgação de ideias.
Obras raras
Destacam-se algumas obras raras, como a famosa “Crónica de
Nuremberga”, bem como diversas Bíblias ou a primeira
Enciclopédia, os Livros de Horas iluminados do século XV e
ainda um importante núcleo de partituras musicais de
autores portugueses e estrangeiros, como Marcos Portugal,
João de Sousa Carvalho, João José Baldi, entre outros,
especialmente escritas para o conjunto dos seis órgãos
históricos da Basílica.
_________________________________
Xilogravura colorida à mão, da Crónica de Nuremberg, representação
de Deus criando o mundo.
A demonstrar a importância desta coleção, uma Bula
dada pelo Papa Bento XIV (14) em 1754, para além de
proibir, sob pena de excomunhão, o desvio de obras
manuscritas sem licença do Rei de Portugal, dá-lhe
autorização para incluir no seu património os livros
proibidos.

Recomendados

Real Edificio De Mafra
Real Edificio De MafraReal Edificio De Mafra
Real Edificio De Mafraluisornelas
 
Património à volta da Sé do Porto- Arqueossíteo da Rua D. Hugo - Artur Filipe...
Património à volta da Sé do Porto- Arqueossíteo da Rua D. Hugo - Artur Filipe...Património à volta da Sé do Porto- Arqueossíteo da Rua D. Hugo - Artur Filipe...
Património à volta da Sé do Porto- Arqueossíteo da Rua D. Hugo - Artur Filipe...Artur Filipe dos Santos
 
Convento de Mafra
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de MafraBiaEsteves
 
Real paço de mafra uma arquitectura de poder
Real paço de mafra  uma arquitectura de poderReal paço de mafra  uma arquitectura de poder
Real paço de mafra uma arquitectura de poderangeldenis21
 
Convento de Mafra
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de MafraJoão Couto
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Convento De Mafra
O Convento De MafraO Convento De Mafra
O Convento De Mafraaneto
 
Portugal lisboa - museu nacional de arte antiga
Portugal   lisboa - museu nacional de arte antigaPortugal   lisboa - museu nacional de arte antiga
Portugal lisboa - museu nacional de arte antigaG. Gomes
 
A Assembleia da República - 200 anos do Parlamento Português
A Assembleia da República - 200 anos do Parlamento PortuguêsA Assembleia da República - 200 anos do Parlamento Português
A Assembleia da República - 200 anos do Parlamento PortuguêsArtur Filipe dos Santos
 
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...Artur Filipe dos Santos
 
Palácio de Westminster - A noite de Guy Fawkes - Artur Filipe dos Santos
Palácio de Westminster - A noite de Guy Fawkes - Artur Filipe dos Santos Palácio de Westminster - A noite de Guy Fawkes - Artur Filipe dos Santos
Palácio de Westminster - A noite de Guy Fawkes - Artur Filipe dos Santos Artur Filipe dos Santos
 
O Palácio Potala e a Cultura do Tibete aula 1 - Artur Filipe dos Santos
O Palácio Potala e a Cultura do Tibete aula 1 - Artur Filipe dos Santos O Palácio Potala e a Cultura do Tibete aula 1 - Artur Filipe dos Santos
O Palácio Potala e a Cultura do Tibete aula 1 - Artur Filipe dos Santos Artur Filipe dos Santos
 
Memorial do Convento: o tempo histórico
Memorial do Convento: o tempo históricoMemorial do Convento: o tempo histórico
Memorial do Convento: o tempo históricomariacel
 
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...Artur Filipe dos Santos
 
Bartolomeu de Gusmao (Miguel)
Bartolomeu de Gusmao (Miguel)Bartolomeu de Gusmao (Miguel)
Bartolomeu de Gusmao (Miguel)oalvarinho
 
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saberLopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saberAndre Bezerra Lins
 
Património Cultural - As Catedrais de Portugal - Sé Catedral de Évora - Artur...
Património Cultural - As Catedrais de Portugal - Sé Catedral de Évora - Artur...Património Cultural - As Catedrais de Portugal - Sé Catedral de Évora - Artur...
Património Cultural - As Catedrais de Portugal - Sé Catedral de Évora - Artur...Artur Filipe dos Santos
 
Palácio/ Convento de Mafra
Palácio/ Convento de Mafra Palácio/ Convento de Mafra
Palácio/ Convento de Mafra Susana Simões
 

Mais procurados (16)

O Convento De Mafra
O Convento De MafraO Convento De Mafra
O Convento De Mafra
 
Portugal lisboa - museu nacional de arte antiga
Portugal   lisboa - museu nacional de arte antigaPortugal   lisboa - museu nacional de arte antiga
Portugal lisboa - museu nacional de arte antiga
 
Mafra
MafraMafra
Mafra
 
A Assembleia da República - 200 anos do Parlamento Português
A Assembleia da República - 200 anos do Parlamento PortuguêsA Assembleia da República - 200 anos do Parlamento Português
A Assembleia da República - 200 anos do Parlamento Português
 
Convento de Mafra
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de Mafra
 
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...
Património Cultural Português - Museu Nacional do Azulejo- Artur Filipe dos S...
 
Palácio de Westminster - A noite de Guy Fawkes - Artur Filipe dos Santos
Palácio de Westminster - A noite de Guy Fawkes - Artur Filipe dos Santos Palácio de Westminster - A noite de Guy Fawkes - Artur Filipe dos Santos
Palácio de Westminster - A noite de Guy Fawkes - Artur Filipe dos Santos
 
História da cidade e dos monumentos portuenses igreja sra do porto Professo...
História da cidade e dos monumentos portuenses   igreja sra do porto Professo...História da cidade e dos monumentos portuenses   igreja sra do porto Professo...
História da cidade e dos monumentos portuenses igreja sra do porto Professo...
 
O Palácio Potala e a Cultura do Tibete aula 1 - Artur Filipe dos Santos
O Palácio Potala e a Cultura do Tibete aula 1 - Artur Filipe dos Santos O Palácio Potala e a Cultura do Tibete aula 1 - Artur Filipe dos Santos
O Palácio Potala e a Cultura do Tibete aula 1 - Artur Filipe dos Santos
 
Memorial do Convento: o tempo histórico
Memorial do Convento: o tempo históricoMemorial do Convento: o tempo histórico
Memorial do Convento: o tempo histórico
 
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
HISTÓRIA DA CIDADE E DOS MONUMENTOS PORTUENSES - A Comunidade Britânica do Po...
 
Bartolomeu de Gusmao (Miguel)
Bartolomeu de Gusmao (Miguel)Bartolomeu de Gusmao (Miguel)
Bartolomeu de Gusmao (Miguel)
 
Trabalho de kelyta e cláudia
Trabalho de kelyta e cláudiaTrabalho de kelyta e cláudia
Trabalho de kelyta e cláudia
 
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saberLopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saber
 
Património Cultural - As Catedrais de Portugal - Sé Catedral de Évora - Artur...
Património Cultural - As Catedrais de Portugal - Sé Catedral de Évora - Artur...Património Cultural - As Catedrais de Portugal - Sé Catedral de Évora - Artur...
Património Cultural - As Catedrais de Portugal - Sé Catedral de Évora - Artur...
 
Palácio/ Convento de Mafra
Palácio/ Convento de Mafra Palácio/ Convento de Mafra
Palácio/ Convento de Mafra
 

Semelhante a Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb

Subsídios para a História Eclesiástica do Algarve - Os Bispos de Silves
Subsídios para a História Eclesiástica do Algarve - Os Bispos de SilvesSubsídios para a História Eclesiástica do Algarve - Os Bispos de Silves
Subsídios para a História Eclesiástica do Algarve - Os Bispos de SilvesJosé Mesquita
 
UFCD CLC6 - Cultura Comunicação e Média
UFCD CLC6 - Cultura Comunicação e MédiaUFCD CLC6 - Cultura Comunicação e Média
UFCD CLC6 - Cultura Comunicação e MédiaNome Sobrenome
 
Museu nacional de arte antiga
Museu nacional de arte antigaMuseu nacional de arte antiga
Museu nacional de arte antigaMaria Joao
 
Museu nacional de arte antiga lisboa
Museu nacional de arte antiga   lisboaMuseu nacional de arte antiga   lisboa
Museu nacional de arte antiga lisboaBeatris Lopes
 
Convento de mafra
Convento de mafraConvento de mafra
Convento de mafraOracy Filho
 
Convento de mafra
Convento de mafraConvento de mafra
Convento de mafraPelo Siro
 
casopratico_mod6.cultura palco.pptx
casopratico_mod6.cultura palco.pptxcasopratico_mod6.cultura palco.pptx
casopratico_mod6.cultura palco.pptxMariana Neves
 
Catálogo exposição ex líbris - um mundo a descobrir
Catálogo exposição ex líbris - um mundo a descobrirCatálogo exposição ex líbris - um mundo a descobrir
Catálogo exposição ex líbris - um mundo a descobrirPedro Abreu Peixoto
 
Museu nacional de arte antiga
Museu nacional de arte antigaMuseu nacional de arte antiga
Museu nacional de arte antigaAgostinho.Gouveia
 
Universidade Sénior Contemporânea - PATRIMÓNIO CULTURAL E PAISAGÍSTICO PORTU...
Universidade Sénior Contemporânea - PATRIMÓNIO CULTURAL E  PAISAGÍSTICO PORTU...Universidade Sénior Contemporânea - PATRIMÓNIO CULTURAL E  PAISAGÍSTICO PORTU...
Universidade Sénior Contemporânea - PATRIMÓNIO CULTURAL E PAISAGÍSTICO PORTU...Universidade Sénior Contemporânea do Porto
 
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...Universidade Sénior Contemporânea do Porto
 
História das Bibliotecas
História das BibliotecasHistória das Bibliotecas
História das BibliotecasCarlos Pinheiro
 
Cenótáfio do bispo D. António Pereira da Silva na Sé de Faro
Cenótáfio do bispo D. António Pereira da Silva na Sé de FaroCenótáfio do bispo D. António Pereira da Silva na Sé de Faro
Cenótáfio do bispo D. António Pereira da Silva na Sé de FaroJosé Mesquita
 
Seminário 2011 - Biblioteca Nacional
Seminário 2011 - Biblioteca NacionalSeminário 2011 - Biblioteca Nacional
Seminário 2011 - Biblioteca Nacionaljlpaesjr
 

Semelhante a Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb (20)

Bibliotecas do mundo
Bibliotecas do mundoBibliotecas do mundo
Bibliotecas do mundo
 
Subsídios para a História Eclesiástica do Algarve - Os Bispos de Silves
Subsídios para a História Eclesiástica do Algarve - Os Bispos de SilvesSubsídios para a História Eclesiástica do Algarve - Os Bispos de Silves
Subsídios para a História Eclesiástica do Algarve - Os Bispos de Silves
 
Museu britânico
Museu britânico Museu britânico
Museu britânico
 
UFCD CLC6 - Cultura Comunicação e Média
UFCD CLC6 - Cultura Comunicação e MédiaUFCD CLC6 - Cultura Comunicação e Média
UFCD CLC6 - Cultura Comunicação e Média
 
Museu nacional de arte antiga
Museu nacional de arte antigaMuseu nacional de arte antiga
Museu nacional de arte antiga
 
Museu nacional de arte antiga lisboa
Museu nacional de arte antiga   lisboaMuseu nacional de arte antiga   lisboa
Museu nacional de arte antiga lisboa
 
Convento de mafra
Convento de mafraConvento de mafra
Convento de mafra
 
Convento de mafra
Convento de mafraConvento de mafra
Convento de mafra
 
Convento de mafra
Convento de mafraConvento de mafra
Convento de mafra
 
casopratico_mod6.cultura palco.pptx
casopratico_mod6.cultura palco.pptxcasopratico_mod6.cultura palco.pptx
casopratico_mod6.cultura palco.pptx
 
Catálogo exposição ex líbris - um mundo a descobrir
Catálogo exposição ex líbris - um mundo a descobrirCatálogo exposição ex líbris - um mundo a descobrir
Catálogo exposição ex líbris - um mundo a descobrir
 
Museu nacional de arte antiga
Museu nacional de arte antigaMuseu nacional de arte antiga
Museu nacional de arte antiga
 
Blibiotecas
BlibiotecasBlibiotecas
Blibiotecas
 
Universidade Sénior Contemporânea - PATRIMÓNIO CULTURAL E PAISAGÍSTICO PORTU...
Universidade Sénior Contemporânea - PATRIMÓNIO CULTURAL E  PAISAGÍSTICO PORTU...Universidade Sénior Contemporânea - PATRIMÓNIO CULTURAL E  PAISAGÍSTICO PORTU...
Universidade Sénior Contemporânea - PATRIMÓNIO CULTURAL E PAISAGÍSTICO PORTU...
 
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
Museu Nacional de Arte Antiga - Património Cultural e Paisagístico Português ...
 
Convento de Mafra
Convento de MafraConvento de Mafra
Convento de Mafra
 
História das Bibliotecas
História das BibliotecasHistória das Bibliotecas
História das Bibliotecas
 
Cenótáfio do bispo D. António Pereira da Silva na Sé de Faro
Cenótáfio do bispo D. António Pereira da Silva na Sé de FaroCenótáfio do bispo D. António Pereira da Silva na Sé de Faro
Cenótáfio do bispo D. António Pereira da Silva na Sé de Faro
 
Orgão Sé Catedral de Faro
Orgão Sé Catedral de FaroOrgão Sé Catedral de Faro
Orgão Sé Catedral de Faro
 
Seminário 2011 - Biblioteca Nacional
Seminário 2011 - Biblioteca NacionalSeminário 2011 - Biblioteca Nacional
Seminário 2011 - Biblioteca Nacional
 

Mais de Cristina Calado

Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbBiblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbCristina Calado
 
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboTrabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboCristina Calado
 
Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Cristina Calado
 
Como fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointComo fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointCristina Calado
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaCristina Calado
 
Apresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoApresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoCristina Calado
 
Fotos 45 minutos a ler cópia
Fotos 45 minutos a ler   cópiaFotos 45 minutos a ler   cópia
Fotos 45 minutos a ler cópiaCristina Calado
 
C:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasC:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasCristina Calado
 
Plano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos IPlano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos ICristina Calado
 
Actividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueActividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueCristina Calado
 
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavCristina Calado
 
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3Cristina Calado
 

Mais de Cristina Calado (20)

Livraria lello e irmão
Livraria lello e irmãoLivraria lello e irmão
Livraria lello e irmão
 
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbBiblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
 
βιβλιοθήκη
βιβλιοθήκηβιβλιοθήκη
βιβλιοθήκη
 
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboTrabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
 
Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê
 
Como fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointComo fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpoint
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisa
 
Apresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoApresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escrito
 
Fotos 45 minutos a ler cópia
Fotos 45 minutos a ler   cópiaFotos 45 minutos a ler   cópia
Fotos 45 minutos a ler cópia
 
Power Point Alertas
Power Point AlertasPower Point Alertas
Power Point Alertas
 
C:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasC:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point Alertas
 
Plano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos IPlano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos I
 
Actividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueActividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo Blogue
 
Quest FormaçãO Mabe
Quest FormaçãO MabeQuest FormaçãO Mabe
Quest FormaçãO Mabe
 
SessãO 8 FóRum 2
SessãO 8   FóRum 2SessãO 8   FóRum 2
SessãO 8 FóRum 2
 
SessãO 8 FóRum 1
SessãO 8   FóRum 1SessãO 8   FóRum 1
SessãO 8 FóRum 1
 
SessãO 8 FóRum 1
SessãO 8   FóRum 1SessãO 8   FóRum 1
SessãO 8 FóRum 1
 
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
 
SessãO 7 Tarefa 1
SessãO 7   Tarefa 1SessãO 7   Tarefa 1
SessãO 7 Tarefa 1
 
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
 

Último

Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...DL assessoria 29
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...assessoriaff01
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024excellenceeducaciona
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 

Último (20)

Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
No âmbito do Direito, a interpretação das normas é essencial para sua aplicaç...
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIA DO DIREITO - 51/2024
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 

Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb

  • 2. O Palácio Nacional de Mafra possui uma das mais importantes bibliotecas portuguesas, com um valioso património de aproximadamente 36.000 volumes, verdadeiro arquivo do Saber.
  • 3. Localização Situada no 4.º piso da ala nascente do Convento de Mafra, a Biblioteca ou Casa da Livraria, como também era chamada, ocupa a mais nobre e grande de todas as salas do edifício. Tem forma de cruz com cerca de 85 metros de comprimento e 9,5 metros de largura. O piso é em pedra de várias cores e, no centro, há uma abóbada apoiada sobre quatro arcos, fechada sobre uma pedra- mármore onde se vê esculpido um rosto humano representando o sol.
  • 4. Acervo Para a constituição do seu acervo, o Rei enviou ao estrangeiro mensageiros especiais encarregues de adquirir tudo o que de melhor e de mais novo aí se imprimisse. A Biblioteca possui cerca de 30.000 volumes, compreendidos entre os séculos XV e XIX, incluindo temas tão diferentes como a Teologia, a Sermonaria, o Direito Canónico e Civil, a História, a Geografia e Viagens, a Matemática, a Arte e a Música, a Medicina, etc.. Todo este património se insere no contexto do aperfeiçoamento da imprensa até ao século XVIII, importante fator de desenvolvimento e divulgação de ideias.
  • 5. Obras raras Destacam-se algumas obras raras, como a famosa “Crónica de Nuremberga”, bem como diversas Bíblias ou a primeira Enciclopédia, os Livros de Horas iluminados do século XV e ainda um importante núcleo de partituras musicais de autores portugueses e estrangeiros, como Marcos Portugal, João de Sousa Carvalho, João José Baldi, entre outros, especialmente escritas para o conjunto dos seis órgãos históricos da Basílica. _________________________________ Xilogravura colorida à mão, da Crónica de Nuremberg, representação de Deus criando o mundo.
  • 6. A demonstrar a importância desta coleção, uma Bula dada pelo Papa Bento XIV (14) em 1754, para além de proibir, sob pena de excomunhão, o desvio de obras manuscritas sem licença do Rei de Portugal, dá-lhe autorização para incluir no seu património os livros proibidos.
  • 7. A arrumação atual da Biblioteca teve início em 1809 e foi organizada por Frei João de Santa Anna, segundo o que chamou a Regra das 4 Ordens. O trabalho pormenorizado e organizado do frade resultou num catálogo manuscrito em oito volumes. As normas utilizadas para essa organização mantêm grande atualidade: a entrada principal é feita por apelido; as obras anónimas têm entrada pelo título; e utilizam-se remissivas.
  • 9. Trabalho realizado por: Inês Matias Branco, 4.º ano
  • 10. Perguntas: 1 - Dá um exemplo de uma das obras que se encontre na biblioteca do Convento de Mafra. 2 - Quantos volumes tem a biblioteca? 3 - Indica 2 temas de livros que existem na biblioteca.