SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Questionário Formação Contínua de Professores
                                Avaliação da Acção de Formação pelo Formando


  Designação da Acção: Bibliotecas Escolas – Modelo de Auto-avaliação

  Local de Realização: Escola Secundária de D. Dinis (presencial) + online

  Nº da Acção DRELVT / Região Lisboa – Sintra N.º de Horas da Acção: ?

  Data: 21/10/ 2009 a 16-12-2009

        Este questionário visa conhecer a opinião do formando sobre o modo como decorreu a
acção, fornecer dados úteis para a consolidação do Plano de Formação Contínua de Professores,
directamente relacionado com a implementação dos novos Programas dos ensinos básico e
secundário. A sua apreciação permitirá eventuais reajustamentos ao modelo de formação
implementado. Agradecemos o seu contributo.


Assinale com um círculo (o) a resposta que corresponde à sua apreciação das afirmações seguintes:

                      4 – Totalmente      3 – Maior parte      2 – Em parte      1 – Nada

FORMAÇÃO

1. Programa e Materiais

 1.1 O programa foi cumprido                                                                        4   3   2   1

 1.2 Os conteúdos aplicam-se à sua prática lectiva                                                  4   3   2   1

 1.3 A documentação e os materiais disponibilizados eram actualizados                               4   3   2   1

 1.4 A duração da formação permitiu desenvolver todos os pontos do programa                         4   3   2   1

 1.5 Os documentos e materiais disponibilizados continham orientações práticas                      4   3   2   1

 1.6 A duração da formação permitiu a execução de exercícios práticos                               4   3   2   1

 1.7 A duração da formação foi adequada                                                             4   3   2   1

 1.8 Se o tempo não foi adequado, indique qual o tempo que considera correcto                               horas

      Justifique a sua opinião:
2. Metodologia

2.1 A metodologia foi adequada aos objectivos da formação                       4    3   2   1

2.2 A metodologia facilitou a aprendizagem e a compreensão prática dos conteúdos 4   3   2   1

2.3 Os formandos foram envolvidos no desenvolvimento da formação                4    3   2   1

2.4 Foi proporcionada a troca de experiências entre os formandos                4    3   2   1

2.5 Foi relacionada a teoria e com a prática profissional dos formandos         4    3   2   1


3. Horário e Adequação das Instalações

3.1 O horário diário foi adequado à formação ministrada                         4    3   2   1

3.2 As instalações tinham condições adequadas:

    a) Em termos de conforto                                                    4    3   2   1

    b) Em termos de dimensões                                                   4    3   2   1

    c) Em termos de equipamentos e materiais pedagógicos                        4    3   2   1


4. Pertinência da Formação

4.1 A Formação permitiu:


    a) Fundamentar e enquadrar melhor a prática                                4     3   2   1

    b) Reflectir sobre a prática exercida                                      4     3   2   1

    c) Desenvolver/melhorar métodos e técnicas de trabalho                     4     3   2   1

    d) Visualizar soluções para problemas práticos                             4     3   2   1

    e) Relembrar/consolidar conhecimentos adquiridos                           4     3   2   1

    f) Aprender matérias novas                                                 4     3   2   1

4.2 A Formação correspondeu às minhas expectativas                             4     3   2   1

4.3 A Formação respondeu às minha necessidades de formação nesta área          4     3   2   1
FORMADOR

 5    Monitoria

 3.1 O formador organizou adequadamente a formação                                     4   3   2   1

 3.2 O formador desenvolveu uma exposição clara                                        4   3   2   4

 3.3 O formador tinha domínio e conhecimentos actualizados dos temas                   4   3   2   1

 3.4 Foram esclarecidas as dúvidas suscitadas                                          4   3   2   1

 3.5 O formador encorajou o debate entre os participantes                              4   3   2   1



6    Avaliação do Formador

Assinale com um círculo (o) a resposta que corresponde à sua apreciação:

                               4 – Excelente      3 – Muito Bom 2 – Bom 1 – Satisfaz

 4.1 Avaliação global do Formador                                                      4   3   2   1

7    Comentário Final:

 Indique críticas e/ou sugestões que achar pertinentes sobre esta Formação:

     1-   Os parâmetros do presente questionário de avaliação devem ser revistos em
          função da modalidade de formação em e-learning, pois nem todos se adequam à
          forma como se processam as actividades.
     2-   O período de realização desta acção foi talvez precipitado tendo em conta que
          muitos formandos estavam a iniciar funções como professores bibliotecários,
          representando a formação uma sobrecarga de trabalho impeditiva de uma reflexão
          mais ponderada e proveitosa de conteúdos de tão grande pertinência e importância
          para a sua prática.
     3-   O local das sessões presenciais apresentou-se pouco acessível para quem vem de
          Sintra e com condições para um grupo de cerca de 30 formandos que certamente
          encontraríamos noutra escola mais perto.
     4-   Era importante assegurar a acessibilidade de todos ao equipamento informático
          disponível nas sessões presenciais.
5-   Seria importante, por último, que o cronograma das actividades a realizar fosse
       acompanhado de um programa de cada uma das actividades a realizar em cada
       sessão/etapa, para que não restassem dúvidas sobre o que é esperado de nós
       durante e no final da formação – o cronograma e o programa seriam fornecidos no
       início da formação.


Data: 15/12/2009
                                                              Obrigado pela sua colaboração
                                                                  O Núcleo de Formação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento da ação didática ana carneirinho
Planejamento da ação didática ana carneirinhoPlanejamento da ação didática ana carneirinho
Planejamento da ação didática ana carneirinhoacarneirinho
 
[634929103509890000]edital tutores 001
[634929103509890000]edital tutores 001[634929103509890000]edital tutores 001
[634929103509890000]edital tutores 001leonardo2710
 
Heteroavaliação regência-14-e-15
Heteroavaliação regência-14-e-15Heteroavaliação regência-14-e-15
Heteroavaliação regência-14-e-15j_sdias
 
PROJ INTEG MULTIDISCIPLINAR I
PROJ INTEG MULTIDISCIPLINAR IPROJ INTEG MULTIDISCIPLINAR I
PROJ INTEG MULTIDISCIPLINAR Ipaulocsm
 
Heteroavaliação regência-18
Heteroavaliação regência-18Heteroavaliação regência-18
Heteroavaliação regência-18j_sdias
 
Procedimentos para trabalho de conclusão de curso na feapa 2012 1
Procedimentos para trabalho de conclusão de curso na feapa 2012 1Procedimentos para trabalho de conclusão de curso na feapa 2012 1
Procedimentos para trabalho de conclusão de curso na feapa 2012 1Carla Suelen
 
Relatório de avaliação da ação de formação cópia
Relatório de avaliação da ação de formação   cópiaRelatório de avaliação da ação de formação   cópia
Relatório de avaliação da ação de formação cópiaFilomena Rodrigues
 
Orientações para o TCC Lato Sensu DSW
Orientações para o TCC Lato Sensu DSWOrientações para o TCC Lato Sensu DSW
Orientações para o TCC Lato Sensu DSWElaine Cecília Gatto
 
Relatório de transposição didática pronatec
Relatório de transposição didática  pronatecRelatório de transposição didática  pronatec
Relatório de transposição didática pronatecAbner Lima
 

Mais procurados (15)

Planejamento da ação didática ana carneirinho
Planejamento da ação didática ana carneirinhoPlanejamento da ação didática ana carneirinho
Planejamento da ação didática ana carneirinho
 
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCPreferencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
 
Guião 02.03.2012
Guião 02.03.2012Guião 02.03.2012
Guião 02.03.2012
 
[634929103509890000]edital tutores 001
[634929103509890000]edital tutores 001[634929103509890000]edital tutores 001
[634929103509890000]edital tutores 001
 
Prepmap bc
Prepmap bcPrepmap bc
Prepmap bc
 
Heteroavaliação regência-14-e-15
Heteroavaliação regência-14-e-15Heteroavaliação regência-14-e-15
Heteroavaliação regência-14-e-15
 
PROJ INTEG MULTIDISCIPLINAR I
PROJ INTEG MULTIDISCIPLINAR IPROJ INTEG MULTIDISCIPLINAR I
PROJ INTEG MULTIDISCIPLINAR I
 
Heteroavaliação regência-18
Heteroavaliação regência-18Heteroavaliação regência-18
Heteroavaliação regência-18
 
Procedimentos para trabalho de conclusão de curso na feapa 2012 1
Procedimentos para trabalho de conclusão de curso na feapa 2012 1Procedimentos para trabalho de conclusão de curso na feapa 2012 1
Procedimentos para trabalho de conclusão de curso na feapa 2012 1
 
Relatório de avaliação da ação de formação cópia
Relatório de avaliação da ação de formação   cópiaRelatório de avaliação da ação de formação   cópia
Relatório de avaliação da ação de formação cópia
 
Orientações para o TCC Lato Sensu DSW
Orientações para o TCC Lato Sensu DSWOrientações para o TCC Lato Sensu DSW
Orientações para o TCC Lato Sensu DSW
 
Relatório de transposição didática pronatec
Relatório de transposição didática  pronatecRelatório de transposição didática  pronatec
Relatório de transposição didática pronatec
 
Recomendações do GT -
Recomendações do GT -Recomendações do GT -
Recomendações do GT -
 
Relato 25 nov 2010
Relato 25 nov 2010Relato 25 nov 2010
Relato 25 nov 2010
 
As ações da reflexão crítica na atividade Sessão Reflexiva. Dissertação de Me...
As ações da reflexão crítica na atividade Sessão Reflexiva. Dissertação de Me...As ações da reflexão crítica na atividade Sessão Reflexiva. Dissertação de Me...
As ações da reflexão crítica na atividade Sessão Reflexiva. Dissertação de Me...
 

Destaque

Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradoresQuestionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradoreslaruzinha
 
Questionários de avaliação da satisfação creche
Questionários de avaliação da satisfação   crecheQuestionários de avaliação da satisfação   creche
Questionários de avaliação da satisfação crechelaruzinha
 
Questionario
QuestionarioQuestionario
Questionariore_neves
 
Questionário 1 professor
Questionário 1   professorQuestionário 1   professor
Questionário 1 professorJD Dantas
 
I avaliação institucional formulario pais 2013
I avaliação  institucional formulario  pais 2013I avaliação  institucional formulario  pais 2013
I avaliação institucional formulario pais 2013QUEDMA SILVA
 
Questionário de pesquisa de campo
Questionário de pesquisa de campoQuestionário de pesquisa de campo
Questionário de pesquisa de campoGecilene Silva
 
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.Diego Ventura
 
Material auto avaliação ct
Material auto avaliação ctMaterial auto avaliação ct
Material auto avaliação ctImpactto Cursos
 
Modelo de questionário
Modelo de questionárioModelo de questionário
Modelo de questionárioramonfarma
 
Técnicas para a coleta de dados
Técnicas para a coleta de dadosTécnicas para a coleta de dados
Técnicas para a coleta de dadosRaquel Stela de Sá
 

Destaque (10)

Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradoresQuestionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
Questionário de avaliação do grau de satisfação dos colaboradores
 
Questionários de avaliação da satisfação creche
Questionários de avaliação da satisfação   crecheQuestionários de avaliação da satisfação   creche
Questionários de avaliação da satisfação creche
 
Questionario
QuestionarioQuestionario
Questionario
 
Questionário 1 professor
Questionário 1   professorQuestionário 1   professor
Questionário 1 professor
 
I avaliação institucional formulario pais 2013
I avaliação  institucional formulario  pais 2013I avaliação  institucional formulario  pais 2013
I avaliação institucional formulario pais 2013
 
Questionário de pesquisa de campo
Questionário de pesquisa de campoQuestionário de pesquisa de campo
Questionário de pesquisa de campo
 
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.
 
Material auto avaliação ct
Material auto avaliação ctMaterial auto avaliação ct
Material auto avaliação ct
 
Modelo de questionário
Modelo de questionárioModelo de questionário
Modelo de questionário
 
Técnicas para a coleta de dados
Técnicas para a coleta de dadosTécnicas para a coleta de dados
Técnicas para a coleta de dados
 

Semelhante a Quest FormaçãO Mabe

Projeto de treinamento e desenvolvimento na Pedagogia Empresarial
Projeto de treinamento e desenvolvimento na Pedagogia EmpresarialProjeto de treinamento e desenvolvimento na Pedagogia Empresarial
Projeto de treinamento e desenvolvimento na Pedagogia EmpresarialJesuel Arruda
 
Apresentação GT CP 18 fevereiro
Apresentação  GT CP 18 fevereiroApresentação  GT CP 18 fevereiro
Apresentação GT CP 18 fevereirovivianelima
 
Pde Artemir Pires 2010 Oficina 2
Pde   Artemir Pires 2010   Oficina 2Pde   Artemir Pires 2010   Oficina 2
Pde Artemir Pires 2010 Oficina 2guestbc6f85
 
Relaotorio parcial 1semestre
Relaotorio parcial 1semestreRelaotorio parcial 1semestre
Relaotorio parcial 1semestrefaceca
 
Apresentação1 do 3º encontro
Apresentação1 do 3º encontroApresentação1 do 3º encontro
Apresentação1 do 3º encontromaucandido
 
Plano de trabalho para grupo de estudo Fuxicos e Boatos em 2012
Plano de trabalho para grupo de estudo Fuxicos e Boatos em 2012Plano de trabalho para grupo de estudo Fuxicos e Boatos em 2012
Plano de trabalho para grupo de estudo Fuxicos e Boatos em 2012Tereza Carneiro
 
Relatório ppel_ava_2015_elizabethbatista_23.06.2015
Relatório ppel_ava_2015_elizabethbatista_23.06.2015Relatório ppel_ava_2015_elizabethbatista_23.06.2015
Relatório ppel_ava_2015_elizabethbatista_23.06.2015Elizabeth Batista
 
Sessao1 apresentacao da oficina moodle2
Sessao1 apresentacao da oficina moodle2Sessao1 apresentacao da oficina moodle2
Sessao1 apresentacao da oficina moodle2jifonseca
 
Modelo de-projeto-pedagógico
Modelo de-projeto-pedagógicoModelo de-projeto-pedagógico
Modelo de-projeto-pedagógicoLuciano Almeida
 
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagemRelatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagemguilhermewonderland
 
1203078170 an2 qimfc_profs
1203078170 an2 qimfc_profs1203078170 an2 qimfc_profs
1203078170 an2 qimfc_profsAbel Antunes
 
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...Claudia Machado
 
Palm - Programa Aluno Monitor - Estimulando Competências e Habilidades Técnic...
Palm - Programa Aluno Monitor - Estimulando Competências e Habilidades Técnic...Palm - Programa Aluno Monitor - Estimulando Competências e Habilidades Técnic...
Palm - Programa Aluno Monitor - Estimulando Competências e Habilidades Técnic...Roberto Carlos Oliveira Junior
 

Semelhante a Quest FormaçãO Mabe (20)

elearning na CTOC
elearning na CTOCelearning na CTOC
elearning na CTOC
 
Projeto de treinamento e desenvolvimento na Pedagogia Empresarial
Projeto de treinamento e desenvolvimento na Pedagogia EmpresarialProjeto de treinamento e desenvolvimento na Pedagogia Empresarial
Projeto de treinamento e desenvolvimento na Pedagogia Empresarial
 
PCN EM AÇÃO
PCN EM AÇÃOPCN EM AÇÃO
PCN EM AÇÃO
 
Apresentação GT CP 18 fevereiro
Apresentação  GT CP 18 fevereiroApresentação  GT CP 18 fevereiro
Apresentação GT CP 18 fevereiro
 
Pde Artemir Pires 2010 Oficina 2
Pde   Artemir Pires 2010   Oficina 2Pde   Artemir Pires 2010   Oficina 2
Pde Artemir Pires 2010 Oficina 2
 
Relaotorio parcial 1semestre
Relaotorio parcial 1semestreRelaotorio parcial 1semestre
Relaotorio parcial 1semestre
 
Apresentação1 do 3º encontro
Apresentação1 do 3º encontroApresentação1 do 3º encontro
Apresentação1 do 3º encontro
 
Plano de trabalho para grupo de estudo Fuxicos e Boatos em 2012
Plano de trabalho para grupo de estudo Fuxicos e Boatos em 2012Plano de trabalho para grupo de estudo Fuxicos e Boatos em 2012
Plano de trabalho para grupo de estudo Fuxicos e Boatos em 2012
 
O.f. 1.ª sessão
O.f.   1.ª sessãoO.f.   1.ª sessão
O.f. 1.ª sessão
 
O.f. 1.ª sessão
O.f.   1.ª sessãoO.f.   1.ª sessão
O.f. 1.ª sessão
 
O.f. 1.ª sessão
O.f.   1.ª sessãoO.f.   1.ª sessão
O.f. 1.ª sessão
 
Relatório ppel_ava_2015_elizabethbatista_23.06.2015
Relatório ppel_ava_2015_elizabethbatista_23.06.2015Relatório ppel_ava_2015_elizabethbatista_23.06.2015
Relatório ppel_ava_2015_elizabethbatista_23.06.2015
 
Sessao1 apresentacao da oficina moodle2
Sessao1 apresentacao da oficina moodle2Sessao1 apresentacao da oficina moodle2
Sessao1 apresentacao da oficina moodle2
 
Modelo de-projeto-pedagógico
Modelo de-projeto-pedagógicoModelo de-projeto-pedagógico
Modelo de-projeto-pedagógico
 
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagemRelatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
Relatório da Ação de Integração das TIC no ensino-aprendizagem
 
1203078170 an2 qimfc_profs
1203078170 an2 qimfc_profs1203078170 an2 qimfc_profs
1203078170 an2 qimfc_profs
 
slides_efafem_mat_31.8 (1).pptx
slides_efafem_mat_31.8 (1).pptxslides_efafem_mat_31.8 (1).pptx
slides_efafem_mat_31.8 (1).pptx
 
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
Formação de investigadores para uso do MENDELEY: um relato de experiência na ...
 
Metodologia e didática
Metodologia e didáticaMetodologia e didática
Metodologia e didática
 
Palm - Programa Aluno Monitor - Estimulando Competências e Habilidades Técnic...
Palm - Programa Aluno Monitor - Estimulando Competências e Habilidades Técnic...Palm - Programa Aluno Monitor - Estimulando Competências e Habilidades Técnic...
Palm - Programa Aluno Monitor - Estimulando Competências e Habilidades Técnic...
 

Mais de Cristina Calado

Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbBiblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbCristina Calado
 
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºbBiblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºbCristina Calado
 
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboTrabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboCristina Calado
 
Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Cristina Calado
 
Como fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointComo fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointCristina Calado
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaCristina Calado
 
Apresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoApresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoCristina Calado
 
Fotos 45 minutos a ler cópia
Fotos 45 minutos a ler   cópiaFotos 45 minutos a ler   cópia
Fotos 45 minutos a ler cópiaCristina Calado
 
C:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasC:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasCristina Calado
 
Plano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos IPlano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos ICristina Calado
 
Actividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueActividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueCristina Calado
 
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavCristina Calado
 
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3Cristina Calado
 

Mais de Cristina Calado (20)

Livraria lello e irmão
Livraria lello e irmãoLivraria lello e irmão
Livraria lello e irmão
 
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºbBiblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
Biblioteca itinerante fundação calouste gulbenkian isabel gomes 4ºb
 
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºbBiblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
Biblioteca do Convento de Mafra inês branco 4ºb
 
βιβλιοθήκη
βιβλιοθήκηβιβλιοθήκη
βιβλιοθήκη
 
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colomboTrabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
Trabalhos 7ºc um pombo chamado colombo
 
Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê Histórias selecionadas do Ateliê
Histórias selecionadas do Ateliê
 
Como fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpointComo fazer uma apresentação powerpoint
Como fazer uma apresentação powerpoint
 
Como fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisaComo fazer um trabalho de pesquisa
Como fazer um trabalho de pesquisa
 
Apresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escritoApresentação formal de um trabalho escrito
Apresentação formal de um trabalho escrito
 
Fotos 45 minutos a ler cópia
Fotos 45 minutos a ler   cópiaFotos 45 minutos a ler   cópia
Fotos 45 minutos a ler cópia
 
Power Point Alertas
Power Point AlertasPower Point Alertas
Power Point Alertas
 
C:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point AlertasC:\Fakepath\Power Point Alertas
C:\Fakepath\Power Point Alertas
 
Plano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos IPlano De AcçãO Be D Carlos I
Plano De AcçãO Be D Carlos I
 
Actividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo BlogueActividades 1º PeríOdo Blogue
Actividades 1º PeríOdo Blogue
 
SessãO 8 FóRum 2
SessãO 8   FóRum 2SessãO 8   FóRum 2
SessãO 8 FóRum 2
 
SessãO 8 FóRum 1
SessãO 8   FóRum 1SessãO 8   FóRum 1
SessãO 8 FóRum 1
 
SessãO 8 FóRum 1
SessãO 8   FóRum 1SessãO 8   FóRum 1
SessãO 8 FóRum 1
 
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO MavComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
ComentáRio CríTico 7ª SessãO Mav
 
SessãO 7 Tarefa 1
SessãO 7   Tarefa 1SessãO 7   Tarefa 1
SessãO 7 Tarefa 1
 
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
Mav 6ª SessãO Duas Coisas X 3
 

Quest FormaçãO Mabe

  • 1. Questionário Formação Contínua de Professores Avaliação da Acção de Formação pelo Formando Designação da Acção: Bibliotecas Escolas – Modelo de Auto-avaliação Local de Realização: Escola Secundária de D. Dinis (presencial) + online Nº da Acção DRELVT / Região Lisboa – Sintra N.º de Horas da Acção: ? Data: 21/10/ 2009 a 16-12-2009 Este questionário visa conhecer a opinião do formando sobre o modo como decorreu a acção, fornecer dados úteis para a consolidação do Plano de Formação Contínua de Professores, directamente relacionado com a implementação dos novos Programas dos ensinos básico e secundário. A sua apreciação permitirá eventuais reajustamentos ao modelo de formação implementado. Agradecemos o seu contributo. Assinale com um círculo (o) a resposta que corresponde à sua apreciação das afirmações seguintes: 4 – Totalmente 3 – Maior parte 2 – Em parte 1 – Nada FORMAÇÃO 1. Programa e Materiais 1.1 O programa foi cumprido 4 3 2 1 1.2 Os conteúdos aplicam-se à sua prática lectiva 4 3 2 1 1.3 A documentação e os materiais disponibilizados eram actualizados 4 3 2 1 1.4 A duração da formação permitiu desenvolver todos os pontos do programa 4 3 2 1 1.5 Os documentos e materiais disponibilizados continham orientações práticas 4 3 2 1 1.6 A duração da formação permitiu a execução de exercícios práticos 4 3 2 1 1.7 A duração da formação foi adequada 4 3 2 1 1.8 Se o tempo não foi adequado, indique qual o tempo que considera correcto horas Justifique a sua opinião:
  • 2. 2. Metodologia 2.1 A metodologia foi adequada aos objectivos da formação 4 3 2 1 2.2 A metodologia facilitou a aprendizagem e a compreensão prática dos conteúdos 4 3 2 1 2.3 Os formandos foram envolvidos no desenvolvimento da formação 4 3 2 1 2.4 Foi proporcionada a troca de experiências entre os formandos 4 3 2 1 2.5 Foi relacionada a teoria e com a prática profissional dos formandos 4 3 2 1 3. Horário e Adequação das Instalações 3.1 O horário diário foi adequado à formação ministrada 4 3 2 1 3.2 As instalações tinham condições adequadas: a) Em termos de conforto 4 3 2 1 b) Em termos de dimensões 4 3 2 1 c) Em termos de equipamentos e materiais pedagógicos 4 3 2 1 4. Pertinência da Formação 4.1 A Formação permitiu: a) Fundamentar e enquadrar melhor a prática 4 3 2 1 b) Reflectir sobre a prática exercida 4 3 2 1 c) Desenvolver/melhorar métodos e técnicas de trabalho 4 3 2 1 d) Visualizar soluções para problemas práticos 4 3 2 1 e) Relembrar/consolidar conhecimentos adquiridos 4 3 2 1 f) Aprender matérias novas 4 3 2 1 4.2 A Formação correspondeu às minhas expectativas 4 3 2 1 4.3 A Formação respondeu às minha necessidades de formação nesta área 4 3 2 1
  • 3. FORMADOR 5 Monitoria 3.1 O formador organizou adequadamente a formação 4 3 2 1 3.2 O formador desenvolveu uma exposição clara 4 3 2 4 3.3 O formador tinha domínio e conhecimentos actualizados dos temas 4 3 2 1 3.4 Foram esclarecidas as dúvidas suscitadas 4 3 2 1 3.5 O formador encorajou o debate entre os participantes 4 3 2 1 6 Avaliação do Formador Assinale com um círculo (o) a resposta que corresponde à sua apreciação: 4 – Excelente 3 – Muito Bom 2 – Bom 1 – Satisfaz 4.1 Avaliação global do Formador 4 3 2 1 7 Comentário Final: Indique críticas e/ou sugestões que achar pertinentes sobre esta Formação: 1- Os parâmetros do presente questionário de avaliação devem ser revistos em função da modalidade de formação em e-learning, pois nem todos se adequam à forma como se processam as actividades. 2- O período de realização desta acção foi talvez precipitado tendo em conta que muitos formandos estavam a iniciar funções como professores bibliotecários, representando a formação uma sobrecarga de trabalho impeditiva de uma reflexão mais ponderada e proveitosa de conteúdos de tão grande pertinência e importância para a sua prática. 3- O local das sessões presenciais apresentou-se pouco acessível para quem vem de Sintra e com condições para um grupo de cerca de 30 formandos que certamente encontraríamos noutra escola mais perto. 4- Era importante assegurar a acessibilidade de todos ao equipamento informático disponível nas sessões presenciais.
  • 4. 5- Seria importante, por último, que o cronograma das actividades a realizar fosse acompanhado de um programa de cada uma das actividades a realizar em cada sessão/etapa, para que não restassem dúvidas sobre o que é esperado de nós durante e no final da formação – o cronograma e o programa seriam fornecidos no início da formação. Data: 15/12/2009 Obrigado pela sua colaboração O Núcleo de Formação