Operacoes de corte_ solda_e_trabalhos_a_quente

320 visualizações

Publicada em

solda e trabalho a quente

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
320
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Operacoes de corte_ solda_e_trabalhos_a_quente

  1. 1. ;Íílbfíüízíx ¡r5'¡: ~“1” ítvr ~ J w Axüuxdhnoíhv : w iríMY/ JLJNE . T _ HVÂFJY¡ LJ c: :: aJJÍ CLCJriÊVtíú-g* Cia : ãiaczcs:
  2. 2. :xxx-reuniam 'I' ü = l j' i Boletim Técnico 001 / _§>'j_; __¡_l_, _f_¡ _l l OPERAÇÕES DE CORTE, SOLDA E TRABALHOS A QUENTE Introdução As operações de corte, solda e outros trabalhos a quente, por meio da utilização de equipamentos portáteis, apresentam um risco de incêndio elevado por provocarem fontes de ignição em áreas aleatórias das instalações. A National Fire Protection Association (NFPA - Associação Nacional de Proteção Contra Incêndio) estima que aproximadamente 6% de todos os incêndios em propriedades industriais ocorridos nos EUA são causados por procedimentos ou equipamentos inadequados. Um dos métodos de controle mais bem sucedidos para evitareste tipo de incêndio é a implantação de um sistema de permissão. Portanto, recomenda-se que o sistema de"Permissão para trabalhos a quente, corte e solda”da JMaIuceIli Controle de Riscos seja utilizado sempre que for necessário realizar as operações numa área fora da oficina de manutenção. O sistema, combinado com um importante apoio da gerência e empregados treinados, pode ajudara controlara exposição aos riscos. Princípios básicos para trabalhos a quente Define-se como trabalho a quente qualquer procedimento que gereca| or, fagu| hasou chamasOiniciodeumincêndiocausado porestas operações é rotineiramente o resultado defagulhas ou glóbulos de metais derretidos, que são projetados a uma distância além doIimiteondeostrabalhossãorea| izados, ou que penetram através de pequenas aberturas sobre materiais combustíveis não notados. Este material pode queimar e eventualmente irromperem chamas mesmo apos otérmino do trabalhoeosempregadosdeixaremaárea. Falhas habituais Indústrias ou instalações de pequeno porte muitas vezes acreditam que, como trabalhos a quente não ocorrem com frequência, um sistema formal de permissão não é necessário. Na verdade, quanto menos estas operações forem realizadas, mais importante será ter um programa estabelecido para que os empregados estejam familiarizados com os riscos e com as precauções que devem ser tomadas. Por outro lado, instalações de grande porte que possuem programas implantados devem tomarcuidado para não se tornarem complacentes. Quando um grande número de permissões é concedido regularmente, os processos tendem a se tornar uma formalidade e esta liberação poderá ser emitida sem uma avaliação cuidadosa da área responsável. l/ luitas empresas sofreram um incêndio de grandes proporções porque confiaram suas instalações a um subcontratado que "deveria saber o que estava fazendo, afinal, esta era sua especialidade". Aproximadamente um terço das perdas por incêndio e' causado por subcontratados, que devem ser supervisionados com rigor e todas as regras internas também precisamseraplicáveiseestendidasaeles. AF»¡amando! iilllWAth¡hi1n43llilltriiíl! l›hlilokàplolr' 019X? !hkúêlmóhkú)¡Guto! Mah-à¡iM5131lilowihçtllàliílêlñl): rTMHQEIHQOIIIEIGÍHQLIlildhlikolkorcmlidlaiililbnllirq 'iqtlllpn¡nnraiiiondkalíallluomo¡ 'Pleuiiardtqrars like mi-«Ézucm-a-ülelbmlnvck-a ¡upmr : n pliaczalulúisacolnr “ml nl onaauqtllallíla, l «AhmnnmonaIlmpmranlnmmkaqtummm --lt-qalluarçñnôhwoxpratêcxüat anr bro¡ . .imagina dia pnmtqcjílnczonllnr lnrirzâlirdllonias- on lilllr-clfdfiiilvlililon *Ballhguunr pmwar 'milnitoxrcwilvconnnlbraihvzr lnrcñnridllorvnror loxctâli, 'Ella-da nr *liâclmzondkar ; mullnllçtuolqi bmgnldllsiisuita" llrcfâlnd , ONQEIIELEK n onnnlhrái a aumrelnvmtonhlr ar axaclccíton' 01s "Inlbnl ma. imillrjlr' : rat-n : Hair-i ITIr' n: : K-ilw www. jma| ucelliseguros. com. br : ornlul: :umíluroxxeylnnlimaillltauilrrosuomnbir l «l › '› ("i'll ; ñlsilsôyllllr 1-4
  3. 3. o Associada a TRAVELERSJ , iJMalucelli l, , Controlede Riscos Os subcontratados, diferentemente dos empregados das instalações, não têm interesse em investir esforços quanto à continuidade da produção da fábrica. Na realidade, em virtude de restrições de tempo e dinheiro, o mesmo pode ter um interesse maior em incentivar a realização dos trabalhos o mais rápido possivel, independentemente das preocupações de segurança envolvidas. Ao contratar colaboradores externos, a JMaIuceIliSegurosrecomendaaseus seguradosterem contratos por escrito, que especifiquem os padrões de conduta destes trabalhadores e para fixar a responsabilidade dos mesmos no caso de uma perda. Um modelo de disposição contratual pode ser redigido como segue: "Será dever e responsabilidade do subcontratado, realizando quaisquer operações de corte, solda ou de trabalho a quente, cumprir as disposições de segurança da Norma Regulamentadora 18 do Ministério do Trabalho pertinentes a referida operação, e o mesmo será responsável por todos os danos resultantes de falha ao cumprir estas tarefas. ” Já que as leis estaduais são diferentes, ê importante ter algum modelo de cláusula tal como a acima mencionada, revisto por seu próprio advogado, antes de sua inserção no seu contrato escrito padronizado. Além de contratos por escrito: - Somente escolha subcontratados que possuam pessoal treinado adequadamente e que tenham consciência da magnitude dos riscos envolvidos; - Avise os subcontratados sobre materiais inflamáveis ou condições perigosas, com relação às quais precauções devem ser tomadas. ri 1 , '1;l: r:<_j, íf1ã›f% «i: .r:1:II; , ãllÍ1l/ ..ÍIA flifñêiállfelílêl A ríxuam; E! hmm ldtaallpnrdla» olpralmgfâa dkavzannmar 'REIlkilíkhâllllâIHEBCÍ$ÍLQIIEICÉEJI piloikapncíhis. , *um czonnnowoiitcflnran. cita IIIEIIMÍÍÉIIKÇÉÍ mr realismo (unindo rqlbnllhlo : Em ; tutelar : far ¡Iromlojtor pnlranmitrtlnmuo nnmuilancráiosnnlmupx a-qturainiiuqtavxmur 'olbiíhklfqllitalssqulauq“Ellen Irailnllvnmajb' IMarim. AqpralInllsúlo-dtauwraraIlliildlmlpxalnwr lr . Inlprãhvmoxr db» roílalpnliialnr a : :Lgllllâlllçjr nargtullallrgt, alngralllitanlo» dia Sialllnlllgii Olll nx-, Jlnnpnroiílsmlonnlv iilvtar avzllraroikonuâll-, eauau t-, qiiitrzardknçtlra “anime-am; narram@asdkuragmnlnxçaníoimnmilanrdlldhw. Seleção e responsabilidades de um supervisor As operações de trabalhos a quente devem ser rigorosamente monitoradas para que incêndios sejam evitados. Recomenda-se que a gerência nomeie uma pessoa responsável para supervisionar de perto o uso de todos os equipamentos desses trabalhos e suas condições. A(s) pessoa(s) designada(s) para supervisionar o programa de precaução deve(m) estar completamente familiarizada(s) com esses processos e com os riscos das áreas onde os trabalhos devem ser realizados. Ela(s) também develm) ser capaz(es) de determinar as providências a serem tomadas para completar os serviços de maneira segura. O sucesso do programa dependerá do treinamento e do conhecimento daqueles que irão implementar o sistema de permissão. Antes do corte ou solda serem permitidos, o supervisor designado deve inspecionar a área, a fim de verificar se todas as precauções contra incêndioforam rea| izadas. A inspeção deve começarcom uma pergunta simp| es: "Aoperaçãodetrabalho a quente e necessária para completar o trabalho”. ¡Gl-Ílllniüni-(ILW www. jmalucelliseguros. com. br : Ia-quai . n r' 71:1 (air-p ~ a2,Ííazlâlñí'ZOHQIIIIFIlllulllllíàüllllihlillllahi l -› ›1›'~ ? i'll 11143411010 2-4
  4. 4. o Associada a TRAVELERSJ , iJMalucelli l, , Controlede Riscos l/ luitas vezes a solda e o corte com chama são usados por serem processos rápidos e fáceis, mesmo havendo métodos mais seguros, tais como fixação e serra mecânica, que também poderiam ser utilizados. Se o trabalho a quente não for absolutamente necessário, o mesmo não deve ser permitido, especialmenteemáreas perigosas. Depois de verificar que as precauções relacionadas na permissão foram tomadas, o supervisor podera assina-la e fornecer a mesma ao trabalhador. A data, hora final, área envolvida, o tipo de trabalho e os nomes do pessoal designado para acompanhar ostrabalhos deverão ser registrados na permissão. Nenhum trabalho deve ser permitido sem esse documento adequadamente assinado e disponivel no local do trabalho. Se o serviço for continuar por mais uma jornada de trabalho, uma nova permissão deverá ser emitida para o próximo turno. Se as condições não puderem ser mantidas seguras, o supervisor deve insistir para que outros métodos sejam utilizados até completara solicitação da manutenção. A seguir, e apresentada uma breve visão das medidas de segurança que devem ser verificadas ou realizadas antes que o supervisor autorize a permissão de corte/ solda: Precauções Para a extinção de qualquer incêndio que possa ser iniciado, deve-se prover um brigadista para estar presente na área envolvida e realizar rondas nos andares superiores e inferiores. Ele deve acompanhar as operações continuamente durante a execução de trabalhos a quente, inclusive intervalos para almoço, e continuar por pelo menos meia hora depois que os trabalhos tiverem sido completados. Se o trabalho a quente terminar próximo do horário da mudança de equipe, devem ser feitos os devidos arranjos para que as rondas continuem durante opróximoturno. Os brigadistas que acompanharão os trabalhos devem ter sido treinados e estar equipados com extintores portáteis adequados e/ ou linhas de mangueiras pequenas carregadas. Eles também devem estar cientes dos procedimentos de emergência e como acionaroalarme sonoro de incêndio. Utilizar apenas equipamentos em boas condições. Válvulas, reguladores, mangueiras e maçaricos precisam ser minuciosamente verificados. Antes de começar o trabalho, prender os cilindros de gás para corte e solda de forma que eles não sejam derrubados ou danificados e veriñcar se as tampas protetoras estão nos cilindros que não estão sendo utilizados. ri 1 , '1;l: r:<_j, íf1ã›f% «i: .r:1:II; , ãllÍ1l/ ..ÍIA flifñêiállfelílêl A ríxuam; Quando usar o equipamento de solda de arco elétrico, o engate do aterramento pode se tornar uma fonte de ignição, por este motivo, o engate de aterramento deve ser cuidadosamente conectado, próximo ao trabalho, de forma a serfacilmente observado. A solda, o corte ou outro trabalho a quente não deve ser permitido em qualquer edificio que se encontre em operação e com o sistema de sprink/ ers desativado. ! Ismixoxcílaunnnnno--i a 'lu¡iunmñímvílçiihlínlliror rzxqomraiurcihwrà' ' ? Walmir os', iiralbnllhrox. »garantia al'l$-q1ura4u› 51min. .ardjlaxcaniias ¡úlor-*ianlhrl ílavmlanuremla III , 011.101¡i? orla¡ledkarrzonnslillwjtwczo Ibllsiiivlál, o». . dkawamr : rar pit-itaim¡ ; orqlnuavliiilr (kmax: pulam, no», «dia «lnrrâmlkos i Raimomalr *iniciou . ou Ilqpilldton. ÍIIÍÉIIIEÍVIGIÊ~CEL. ÍIÍ%›<H Ilmpnlr qturalkqplar : rc ¡Itwdl-e-dkao), Amam¡ o». no nlblulnilvlalk, .pralkownlranrouar 'lOln¡›-dk›-o1px= n@o› cita"" ral Ibiurnilvlalle, Iâlowplurdtuzannr Hill arrasaram_ ou, nxannmmclavtsnm . wi 'plloilâkgílíloxt pm¡ »garantia R: o): album». .Iireilãllc . , Cilinlñüwülll colbxaiilulnn. lailsltalnilftaror ? ngm Nfalowumrr k i Plmlbnr o): *inlbrallhr . .auçturanita &KâqllwfiolíkltiltilÕIHÍÍIIEB» dia¡ , EIÍEICÍL'Q'~= HÍLOH› pnm): .ar 'Imir-dlar-olprdlarçâwmnlhnlnhr muito bra¡«Itamarnmntruardkrdhu um 'pIIOÍEÇIÍOÍÉE-CLà-OI m. comr-oolbraílumr ¡Ireirlllczawur lamas. ÍãÍHÍGIIÍÍGI-«IO ogro¡ ¡Gl-Ílllniüni-(ILW www. jmalucelliseguros. com. br : Ia-quai . n r' 71:1 (air-p ~ a2,Ííazlâlñí'ZOHQIIIIFIlllulllllíàüllllihlillllahi l -› ›1›'~ ? i'll ? ICPHIOIN 3-4
  5. 5. o Associada a TRAVELERSJ , *JMaIuceIli l, , Controlede Riscos Para trabalhos em paredes e tetos recomenda-se: ' Não trabalhar em paredes ou tetos combustiveis ou naqueles que possuem isolamento de materiais combustiveis (painéis sanduiche de espuma de poliuretano ou poliestireno, por exemplo); ' Os combustiveis do outro lado da parede devem ser afastados de forma que o calor transmitido através da parede não possa causar a queima dos mesmos; - Quando trabalhar em tetos ou nos niveis superiores dos equipamentos do processo, lonas resistentes a chamas devem ser suspensas acima da área de trabalho para conter fagulhas. Para trabalhos em espaço confinado recomenda-se: - Antes de trabalhar em espaço confinado, remover todos os residuos combustiveis do seu interior. Quando estiver em sistemas de dutos, além de remover os residuos combustiveis do seu interior, removertambêm qualquertela combustivel ou filtros de po; - Proibir trabalhos a quente em vasos que contenham inflamáveis, combustiveis ou residuos ate' que os mesmos tenham sido completamente limpos, purificados ou tornados inertes, além de verificar se não há ocorrência de vaporização desses produtos através de detectores de gás combustivel. Se houver a possibilidade deliberação de vapores de gás durante as operações de trabalhos a quente, usar detectores de gás para monitorar a área continuamente. <í1:1;l: r:<_; íí1ã›f% t1 íjIrjl: II§, ›'llÍ1L. _fIA f: 1:1 lêiálllelí ic; A ríxuam; Iilsjpr-, gfqtoiílnrall Apr-ie. o): “Inlbrallhrron, ar optante “lananr : mt-r Ilnralknroíkoxe_ czonnpltáislr o» piraxelnrichllnnraniior dia pxulnltsfàor a dtaaolkvrar : r ntannnnronmprarnvmon que (O “IILIQITJCÍÍO mr : mr-at Apr . A731 ¡Búlfill : r pxalmlsútoi : agita: elevam. :air glfqllllpxârqlihü» lu. umasmnilcílainannnqt¡nvmpmranmvmhwínlluivaw. Para mais informações, visite o site www. jmalucelliseguroscombr ou entre em contato com um consultor da JMaIuceIli Controle de Riscos. Associada a TRAVELERSl ^ ff Íllrfra, lr, rr : ír-ílli Controle de Riscos A informação disponibilizada neste documento e' orientava e não se destina ou tampouco constitui de recomendação legal ou profissional. A JMaIuceIli não garante que a adesão e/ ou observância às recomendações, melhores práticas ou diretrizes constantes neste documento atingirão determinado resultado. Em nenhuma hipótese a ! Malucelli ou qualquer de suas subsidiárias, coligadas, controladas ou controladoras serão contratual, civil, ou penalmente responsáveis por qualquer pessoa que tenha acesso ou utilize desta informação. A JMaIuceIli não garante que este documento constitui uma lista completa e exaustiva de todo e qualquer item ou procedimento relativos aos tópicos ou assuntos aqui referidos. Ademais, leis, regulamentações, padrões ou códigos federais, estaduais ou municipais são suscetíveis a alterações esporãdicas e o leitor deverá sempre referir-se aos requisitos mais atualizados, Este material não servirá de endosso ou afetará qualquer das provisões e/ ou coberturas constantes em quaisquer apálices ou endossos de seguro emitidos e tampouco significa ou indica que determinada cobertura existe e/ ou se aplica a qualquer reclamação de sinistro ou perda decorrente das referidas apálices ou endossos. O alcance das coberturas depende de fatos circunstâncias envolvidas na reclamação do sinistro ou perda, bem como das provisões constantes na apólice ou endossos elegislação aplicáveis. : ;i-iltznrünt-(nr. www. jmalucelliseguros. com. br : Ia-quai . n r' 71:1 (it-p - s, ::atum: mamnirzlluqalllsxutlirosxxon¡. iii l «› ›1n'~ ? i'll ? ICMYIOIN 4-4

×