O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Introdução ao Mercado de Ações<br />
Bolsa de Valores<br /><ul><li>Fundada em 23/08/1890
Ambiente que oferece condições e sistemas necessários para a realização de negociações de títulos e valores mobiliários de...
Regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e pelo CMN (Conselho Monetário Nacional).
Maior centro de Negócios da América Latina
Visa estimular o desenvolvimento econômico
Março de 1999 – Implantação do Home Broker
Hoje é totalmente eletrônica</li></li></ul><li>
Como começar a investir<br />CORRETORA<br />INVESTIDOR<br />BOLSA<br />CBLC<br />
Acreditar nas empresas <br />           do Brasil<br />
O Ciclo Virtuoso da Bolsa<br />Mercado primário e secundário<br /><ul><li>Mercado primário
Mercado secundário</li></li></ul><li>Por que as empresas abrem capital;<br />O que é uma ação;<br />Tipos de ações;<br />O...
Ação - definição<br /><ul><li>O que é uma ação?</li></ul>                  Título Negociáveis de Sociedade<br />Empresa<br...
Nomenclatura<br />	Os códigos das ações em sua maioria são formados por:<br /><ul><li>4 letras que identificam a empresa: ...
1 ou 2 números indicam a classe das ações: </li></ul>4 - ações preferenciais<br /><ul><li>Código da Petrobrás: PETR4</li><...
Com direito a Voto em Assembléias;
Ex. PETR3 – Petrobras ON
Pode se opinar nas decisões da empresa.
Preferenciais PN:
Ações que tem preferência na distribuição dos lucros (dividendos e JCP).
Exemplo: PETR4 = Petrobrás PN. Geralmente são as mais negociadas.</li></li></ul><li>Alguns códigos<br />3 ON<br />4 PN<br ...
Classificações<br />     Basicamente são 3 as principais classificações para as ações no mercado:<br /><ul><li>Blue Chips
Ações de “primeira linha” / alta liquidez;
Ex.:  VALE5, PETR4, BBDC4, CSNA3.
Ações de 2° linha:
Midlle Caps
Liquidez média
Ex.: GFSA3, CYRE3, LREN3, BRFS3.
Ações de 3° Linha
Small Caps
Empresas com menor liquidez;
Ex.: SMTO4, ACGU3, BRML3.</li></li></ul><li>Lucro<br />Lucro<br />Empresa<br />Lucro<br />Empresa<br />Empresa<br />2007<b...
Mercado fracionário;<br />Custos corretagem, custódia, emolumentos;<br />I.R.;<br />Horário de negociação.<br />Pregão Reg...
Outros mercados da BMF Bovespa<br />Mercados Futuros<br />Commodities agrícolas e Derivativos<br />
Derivativos<br />conceito e exemplo<br /><ul><li>Os derivativos constituem o instrumento de mercado mais eficaz para elimi...
Aprenda a operar<br />use as ferramentas de análise da Gradual<br /><ul><li>Muitas pessoas que entram na Bolsa operam de a...
O caminho para bons resultados exige disciplina e...</li></ul>ESTRATÉGIA!<br />
Tipos de Análise<br />
Escola Técnica<br />	Escola Fundamentalista<br />
Análise Fundamentalista<br /><ul><li>Indica:
O que comprar?
O que vender?
Analisa os fundamentos econômicos e financeiros da empresas.
Balanços, fluxos de caixa, perspectivas para longo prazo, mercado em que a empresa está inserido, entre outros.</li></li><...
Quando comprar? Quando vender? Permite identificar o “timing” da operação.
O objeto de estudo é o comportamento dos preços das ações.  Não leva em consideração os fundamentos, mas as oscilações no ...
Busca identificar, através do estudo do gráfico de preço, tendências e padrões que sinalizam os movimentos de alta ou baix...
Aproveitar o “zigzag” (sobrevendidos e sobrecomprados) e previnir-se de realizações.</li></li></ul><li>Análise Técnica - P...
1. Os gráficos descontam tudo;
2. O mercado se move seguindo certos padrões;
3. Esses padrões se repetem ao longo do tempo;
 Ajuda a entender o Comportamento das pessoas que operam no mercado</li></li></ul><li>Análise Técnica - estratégias<br /><...
Padrões Matemáticos
Algumas análises mais utilizadas:
Candle
Suportes e Resistências
Médias Móveis
Tendências.</li></ul>(Abordaremos a seguir essas estratégias)<br />
Gráfico de Candlestick<br />
Linhas de Tendências<br />Os três movimentos possíveis dos Preços:<br />1- Tendência de Lado;<br />2- Tendência de Alta;<b...
Suporte e Resistência<br />Suporte – Nível de preço onde os interesses dos compradores é suficientemente forte para se sob...
Tendência Lateral:<br />Topos e Fundos em níveis próximos;<br />
Tendência de Alta:<br />Análise Técnica<br />Topos e Fundos ascendentes ao longo do tempo;<br />
LTA<br />
Tendência de Baixa:<br />Topos e Fundos descendentes  ao longo do tempo;<br />
Médias Móveis<br />compra<br />Vende<br />compra<br />compra<br />
Exemplo de operação<br />Stop: R$0,82			Objetivo Técnico: R$2,49 / 11,9%<br />
Quem são, historicamente, as maiores pagadores de dividendos?<br />
Tenha acesso gratuito ao             Home broker: sistema online de acompanhamento do Mercado<br />
Homebroker;<br />Plataforma profissional DMA Tryd;<br />RoboTrader;<br />Negociação Eletrônica<br />
Informação<br />Diversas Ferramentas e  Relatórios para ajudar na sua decisão<br />Comentários Diários<br />Análise Gráfic...
Venda descoberta de ações (aluguel via BTC);<br />Venda e posterior compra (daytrade);<br />Trava com opções de compra;<br...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×
Próximos SlideShares
structure and properties of the atom
Avançar
Transfira para ler offline e ver em ecrã inteiro.

Compartilhar

Curso de introdução ao mercado de ações

Baixar para ler offline

Curso de introdução ao mercado de ações

  1. 1.
  2. 2. Introdução ao Mercado de Ações<br />
  3. 3. Bolsa de Valores<br /><ul><li>Fundada em 23/08/1890
  4. 4. Ambiente que oferece condições e sistemas necessários para a realização de negociações de títulos e valores mobiliários de forma transparente
  5. 5. Regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e pelo CMN (Conselho Monetário Nacional).
  6. 6. Maior centro de Negócios da América Latina
  7. 7. Visa estimular o desenvolvimento econômico
  8. 8. Março de 1999 – Implantação do Home Broker
  9. 9. Hoje é totalmente eletrônica</li></li></ul><li>
  10. 10.
  11. 11.
  12. 12. Como começar a investir<br />CORRETORA<br />INVESTIDOR<br />BOLSA<br />CBLC<br />
  13. 13.
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18.
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24. Acreditar nas empresas <br /> do Brasil<br />
  25. 25. O Ciclo Virtuoso da Bolsa<br />Mercado primário e secundário<br /><ul><li>Mercado primário
  26. 26. Mercado secundário</li></li></ul><li>Por que as empresas abrem capital;<br />O que é uma ação;<br />Tipos de ações;<br />O que é Oferta Pública de Ações (IPO);<br />Tipos de Mercado: à vista, a termo, aluguel, ETF, opções.<br />Ação?<br />
  27. 27. Ação - definição<br /><ul><li>O que é uma ação?</li></ul> Título Negociáveis de Sociedade<br />Empresa<br />S.A.<br />
  28. 28. Nomenclatura<br /> Os códigos das ações em sua maioria são formados por:<br /><ul><li>4 letras que identificam a empresa: PETR - Petrobrás
  29. 29. 1 ou 2 números indicam a classe das ações: </li></ul>4 - ações preferenciais<br /><ul><li>Código da Petrobrás: PETR4</li></li></ul><li>As ações<br /> Podem ser:<br /><ul><li>Ordinárias - ON:
  30. 30. Com direito a Voto em Assembléias;
  31. 31. Ex. PETR3 – Petrobras ON
  32. 32. Pode se opinar nas decisões da empresa.
  33. 33. Preferenciais PN:
  34. 34. Ações que tem preferência na distribuição dos lucros (dividendos e JCP).
  35. 35. Exemplo: PETR4 = Petrobrás PN. Geralmente são as mais negociadas.</li></li></ul><li>Alguns códigos<br />3 ON<br />4 PN<br />UNITS<br />
  36. 36. Classificações<br /> Basicamente são 3 as principais classificações para as ações no mercado:<br /><ul><li>Blue Chips
  37. 37. Ações de “primeira linha” / alta liquidez;
  38. 38. Ex.: VALE5, PETR4, BBDC4, CSNA3.
  39. 39. Ações de 2° linha:
  40. 40. Midlle Caps
  41. 41. Liquidez média
  42. 42. Ex.: GFSA3, CYRE3, LREN3, BRFS3.
  43. 43. Ações de 3° Linha
  44. 44. Small Caps
  45. 45. Empresas com menor liquidez;
  46. 46. Ex.: SMTO4, ACGU3, BRML3.</li></li></ul><li>Lucro<br />Lucro<br />Empresa<br />Lucro<br />Empresa<br />Empresa<br />2007<br />2008<br />2009<br />Resultados<br /><ul><li>Ganha-se no mercado de ações com o aumento no valor de mercado da empresa e com o recebimento de proventos (dividendos, JCP, subscrição de ações, etc)</li></ul>Ação = R$20,00<br />Dividendos = RS2,00<br />Ação = R$30,00<br />Dividendos = R$3,00<br />Ação = R$40,00<br />Dividendos = R$4,00<br /><ul><li> Dividendos são parte do lucro da empresa, após o imposto de renda, que é distribuído aos sócios da companhia.</li></li></ul><li>Conceito<br /> O conceito que explica a alta ou a baixa do mercado é muito simples:<br /><ul><li>Por que o mercado sobe?</li></ul> Porque a força comprado é maior, ou seja, <br /> tem mais investidores comprando ações.<br /><ul><li>Por que o mercado cai?</li></ul> Porque a força vendedora é maior, ou seja, <br /> tem mais investidores vendendo ações.<br />
  47. 47. Mercado fracionário;<br />Custos corretagem, custódia, emolumentos;<br />I.R.;<br />Horário de negociação.<br />Pregão Regular: das 10:00h às 17:00h<br />After-Market: das 17:45h às 19:00h<br />Horário de Verão:<br />Pregão Regular: das 11:00h às 18:00h<br />After-Market: das 18:45h às 19:30h<br />Observações<br />
  48. 48. Outros mercados da BMF Bovespa<br />Mercados Futuros<br />Commodities agrícolas e Derivativos<br />
  49. 49. Derivativos<br />conceito e exemplo<br /><ul><li>Os derivativos constituem o instrumento de mercado mais eficaz para eliminar o risco da variação de preços do bens econômicos, permitindo a permuta desses riscos (ou sua transferência para os especuladores). Esta é sua função básica.</li></ul>Exemplo: Hedge com Dólar<br /><ul><li>Se uma empresa exportadora ou importadora quer fixar o câmbio de uma operação, ela pode fazer uma operação de hedge com contratos de dólar.</li></ul> Função: Estar protegido das oscilações na cotação da moeda<br />
  50. 50. Aprenda a operar<br />use as ferramentas de análise da Gradual<br /><ul><li>Muitas pessoas que entram na Bolsa operam de acordo com o que ouviram de amigos, com o que leram em blogs. Cuidado!
  51. 51. O caminho para bons resultados exige disciplina e...</li></ul>ESTRATÉGIA!<br />
  52. 52. Tipos de Análise<br />
  53. 53. Escola Técnica<br /> Escola Fundamentalista<br />
  54. 54. Análise Fundamentalista<br /><ul><li>Indica:
  55. 55. O que comprar?
  56. 56. O que vender?
  57. 57. Analisa os fundamentos econômicos e financeiros da empresas.
  58. 58. Balanços, fluxos de caixa, perspectivas para longo prazo, mercado em que a empresa está inserido, entre outros.</li></li></ul><li>Análise Técnica<br /><ul><li>Indica:
  59. 59. Quando comprar? Quando vender? Permite identificar o “timing” da operação.
  60. 60. O objeto de estudo é o comportamento dos preços das ações. Não leva em consideração os fundamentos, mas as oscilações no valor da ação.
  61. 61. Busca identificar, através do estudo do gráfico de preço, tendências e padrões que sinalizam os movimentos de alta ou baixa das ações.
  62. 62. Aproveitar o “zigzag” (sobrevendidos e sobrecomprados) e previnir-se de realizações.</li></li></ul><li>Análise Técnica - Premissas<br /><ul><li>A Análise Técnica como ferramenta facilita o entendimento do mercado a partir de três premissas:
  63. 63. 1. Os gráficos descontam tudo;
  64. 64. 2. O mercado se move seguindo certos padrões;
  65. 65. 3. Esses padrões se repetem ao longo do tempo;
  66. 66. Ajuda a entender o Comportamento das pessoas que operam no mercado</li></li></ul><li>Análise Técnica - estratégias<br /><ul><li>Perfil de Curto Prazo
  67. 67. Padrões Matemáticos
  68. 68. Algumas análises mais utilizadas:
  69. 69. Candle
  70. 70. Suportes e Resistências
  71. 71. Médias Móveis
  72. 72. Tendências.</li></ul>(Abordaremos a seguir essas estratégias)<br />
  73. 73. Gráfico de Candlestick<br />
  74. 74. Linhas de Tendências<br />Os três movimentos possíveis dos Preços:<br />1- Tendência de Lado;<br />2- Tendência de Alta;<br />3- Tendência de Baixa;<br />
  75. 75. Suporte e Resistência<br />Suporte – Nível de preço onde os interesses dos compradores é suficientemente forte para se sobrepor a pressão vendedora.<br /> Resistência – Nível de preço onde os interesses dos vendedores é suficientemente forte para se sobrepor a pressão compradora.<br />São zonas psicológicas formadas pela atividade passada do ativo.<br />
  76. 76. Tendência Lateral:<br />Topos e Fundos em níveis próximos;<br />
  77. 77.
  78. 78. Tendência de Alta:<br />Análise Técnica<br />Topos e Fundos ascendentes ao longo do tempo;<br />
  79. 79. LTA<br />
  80. 80. Tendência de Baixa:<br />Topos e Fundos descendentes ao longo do tempo;<br />
  81. 81.
  82. 82. Médias Móveis<br />compra<br />Vende<br />compra<br />compra<br />
  83. 83. Exemplo de operação<br />Stop: R$0,82 Objetivo Técnico: R$2,49 / 11,9%<br />
  84. 84. Quem são, historicamente, as maiores pagadores de dividendos?<br />
  85. 85. Tenha acesso gratuito ao Home broker: sistema online de acompanhamento do Mercado<br />
  86. 86. Homebroker;<br />Plataforma profissional DMA Tryd;<br />RoboTrader;<br />Negociação Eletrônica<br />
  87. 87. Informação<br />Diversas Ferramentas e Relatórios para ajudar na sua decisão<br />Comentários Diários<br />Análise Gráfica<br />Guia de Ações<br />Analise de Empresas<br />Carteiras Recomendadas<br />
  88. 88. Venda descoberta de ações (aluguel via BTC);<br />Venda e posterior compra (daytrade);<br />Trava com opções de compra;<br />Venda do índice futuro.<br />Podemos ganhar na queda?<br />
  89. 89. Produtos<br />
  90. 90. Mercado deAções<br />Ações<br />Oferta Pública<br />Opções<br />Aluguel<br />Termo<br />Conta Margem<br />Fundos de Investimento<br />Fundos Gradual<br />FIDC (Fundos de Investimento em Direitos Creditórios<br />Fundos Imobiliários<br />Mercadorias e Futuros<br />Derivativos Agrícolas<br />Derivativos Financeiros<br />Clubes de Investimento<br />Tesouro Direto<br />Outros Produtos<br />CRI<br />Debêntures<br />
  91. 91. Análise: Brasil e os cenários macro e microeconômicos<br />
  92. 92. Cenário Atual<br />O Brasil quebrou paradigmas nos últimos anos:<br /><ul><li>Controle da inflação
  93. 93. Estabilidade política e fiscal
  94. 94. Estabilidade monetária
  95. 95. Juros em queda</li></li></ul><li>NOVO CONCEITO,NOVO EIXO GLOBAL<br />
  96. 96. O mundo que conhecíamos não existe mais: <br />mudança do eixo da economia mundial de EUA e Europa para Ásia e Emergentes<br />
  97. 97. Emergentes já mandam na economia mundial<br />Contribuição para crescimento mundial, %<br />
  98. 98. Brasil – beneficiário da nova ordem mundial: petróleo<br />Reservas provadas de petróleo, (milhões de barris)<br />
  99. 99. 6.500<br />7.000<br />6.000<br />5.200<br />5.100<br />5.000<br />4.000<br />3.000<br />3.000<br />3.000<br />2.300<br />2.000<br />1.000<br />0<br />Cana Brasil <br />Beterraba U E<br />Cana Índia<br />Milho EUA<br />Mandioca<br />Trigo U E<br />Tailândia<br />Brasil: líder no etanol<br />Produtividade do etanol (litros/hectare)<br />
  100. 100. Mais exportações,mais crédito:crescimento<br />
  101. 101. Brasil: ganhando mercado<br />Participação nas exportações mundiais, %<br />
  102. 102. Crédito: muito espaço para crescer no Brasil<br />BRASIL HOJE 17%<br />Fontes: BBM, Merril Lynch e FMI<br />
  103. 103. PIB X IBOV<br />Nos últimos 30 anos o PIB brasileiro cresceu a uma taxa média anual de 2,7% e o Ibovespa apresentou uma rentabilidade média anual de 34,3% em termos reais.<br />
  104. 104. Algumas valorizações 1999-2009<br />Se você tive investido R$ 10 mil nesta ação em dez/99 em dez/09 você teria:<br />TAM PN (TAMM4).......................... R$ 158.131,42<br />Met. Gerdau PN (GOAU4)........... R$ 314.651,29<br />Lojas Americanas PN (LAME4)..... R$ 361.064,43<br />Sid. Nacional ON (CSNA3)........... R$ 405.785,34<br />Randon Part. PN (RAPT4).............. R$ 515.876,19<br />
  105. 105. Outras projeções interessantes<br />Classe Média - Brasil<br />Deve crescer 65% até 2015 (ISPE- Instituto de Pesquisas Econômicas).<br />Bovespa<br />Deve multiplicar por 10 o número de investidores individuais até 2014 (BM&FBovespa).<br />São Paulo<br />Deve ser a quinta cidade mais rica do mundo até 2025 (Consultoria PriceWaterhouse).<br />
  106. 106. Impulsionadores do crescimento(cerejas do bolo)<br />Pré-Sal/Refino/Gasodutos<br />Investimentos projetados de R$ 360 bilhões até 2014 (Petrobras).<br />Trem Bala<br />Orçamento inicial de R$ 33 bilhões (Edital/TCU).<br />Copa do Mundo 2014<br />Investimentos públicos em infra-estrutura (aeroportos, portos e mobilidade urbana) devem somar R$ 18 bilhões e estádios podem consumir mais de R$ 5 bilhões (Brasil Econômico, 22/7/10).<br />Jogos Olímpicos – Rio 2016<br />Despesas totais previstas de R$ 29 bilhões na infraestrutura e operacionalização dos Jogos Olímpicos (Comitê Rio 2016)<br />
  107. 107. Por que investir em ações?<br />
  108. 108. Você quer ser sócio dessas empresas?<br />
  109. 109. Investidores no Mundo<br /> 50% dos americanos investem em ações. (questão cultural)<br />60% da população economicamente ativa investe na Bolsa<br />Somos pouco mais de 0,5% da população investindo em Bolsa<br />O que isso quer dizer?<br />
  110. 110. Oportunidades<br />Possibilidade de retorno no longo prazo com um aumento no número de investidores. <br />Lei da oferta e da procura. Como vimos anteriormente, uma maior força compradora impulsiona o valor das ações.<br />
  111. 111. Quem investe na Bolsa?<br />
  112. 112. 2001<br />Manchete do primeiro semestre de<br /><ul><li>Preço de commodities em mínimas históricas
  113. 113. Bolsas mundiais em mínimas históricas
  114. 114. Risco de quebradeira
  115. 115. Confiança de consumidores e empresários em mínimas históricas
  116. 116. Falta de disponilidade de crédito e custo de crédito em máxima histórica em todo mundo
  117. 117. Vendas despencando, desemprego em elevação
  118. 118. Medo de recessão longa e profunda</li></li></ul><li>Por que investir? Momento Brasil<br /><ul><li>O Brasil vive um momento de estabilidade econômica e política, crescimento, aumento na renda da população.
  119. 119. Um mercado de consumo aquecido;
  120. 120. Perspectivas excelentes para o futuro;
  121. 121. Brasil destino do capital estrangeiro</li></li></ul><li>Como começar a investir<br /><ul><li>Invista em conhecimento, invista em você. Participe dos cursos e palestras da Corretora;
  122. 122. Abra uma conta na corretora – ter conta em corretora não tem custo ou mensalidade;
  123. 123. Invista com uma corretora que ofereça todo o suporte para as operações e para sua tomada de decisão.</li></li></ul><li>BONS NEGÓCIOS E BOA SORTE!!<br />Nome nomenome<br />(16) 3413-4417<br /> Realização: Roberto Baltieri Mauad<br />(roberto.mauad@tbc.com.br)<br /> Raul Ribeiro da Silva <br />(rribeiro@gradualinvestimentos.com.br)<br /> Fábio Biffi <br />(fbiffi@gradualinvestimentos.com.br)<br />
  124. 124. Por que investir e onde?<br />Três aspectos de investimento: retorno, prazo e proteção.<br />História da Bovespa (1890).<br />A Bolsa<br />
  125. 125.
  126. 126. BOVESPA<br />CBLC<br />CVM<br />BM&F<br />CORRETORAS<br />Participantes<br />
  127. 127. Dividendos e Juros sobre Capital Próprio;<br />Valorização da ação.<br />Como ganhar?<br />
  128. 128. Longo Prazo x Curto Prazo<br />Investidor x Trader<br />Análise Fundamentalista x Análise Técnica<br />Quais empresas escolher?<br />Quando comprar e vender suas ações?<br />Decisão de Investimento<br />
  129. 129. Falta de humildade;<br />Excesso de otimismo e falta de disciplina;<br />Sem metodologia;<br />Informações em excesso;<br />Compra na alta e venda na baixa.<br />5 Maiores Erros<br />
  130. 130. A análise Fundamental analisa os fundamentos financeiros da empresa.<br />A análise Gráfica traduz os comportamentos dos investidores.<br />Esta permite identificar o “timing” da operação, aproveitar o “zigzag” (sobrevendidos e sobrecomprados) e previnir-se de realizações.<br />Análise Técnica vs. Fundamental<br />
  131. 131. Teoria de Dow Jones;<br />Identificar tendências LTA e LTB; <br />Suportes e Resistências;<br />Médias Móveis;<br />Análise Técnica<br />
  132. 132. Abrir conta na corretora;<br />Transferir recursos para a conta da corretora;<br />Operar pelo Home Broker ou mesa;<br />Corretora transfere as ações para seu nome (CBLC).<br />Passos para investir<br />
  • SekelInvestimentos

    Jun. 22, 2016
  • marcelosq7

    Nov. 26, 2015
  • FelipeMartins100

    Aug. 13, 2015
  • BrunninhoGatti

    Apr. 28, 2015

Vistos

Vistos totais

1.398

No Slideshare

0

De incorporações

0

Número de incorporações

3

Ações

Baixados

99

Compartilhados

0

Comentários

0

Curtir

4

×