Pensando com e sobre as imagens: uma convergência entre cinema  e  blog no contexto de uma  Pesquisa-formação  Multirrefer...
<ul><li>A pesquisa-formação contempla a possibilidade da mudança das práticas, bem como dos sujeitos em formação. Assim, “...
A abordagem multirreferencial possibilita uma ruptura epistemológica em direção a uma aproximação do fazer educativo de fo...
Convergência Cinema Blog Pesquisa-formação
Grupo de Pesquisa Docência e Cibercultura que  pesquisa e desenvolve estudos e projetos sobre a docência na contemporaneid...
ORKUT FLICK TWITTER NING BLOG YAHOOGRUPOS
Sobre uma atividade de pesquisa e suas motivações  teórico/metodológicas Epistemologia da Multirreferencialidade (Ardoino)...
O objetivo  Ampliar os repertórios culturais dos sujeitos envolvidos, articulando leituras multirreferenciais com experiên...
Partiu inicialmente do desejo de contribuir com o repertório cultural dos sujeitos da pesquisa Num segundo momento teve co...
Leitor imersivo  Leitor contemplativo  Leitor movente  Leitores imersivos (condicionados pelas tecnologias digitais em red...
Convergência das mídias Práticas curriculares Redes sociotécnicas
Encontro presencial no laboratório de Informática, onde ministramos aulas e desenvolvemos nossas atividades no GPDOC O CIN...
O que pretendemos no cineclube  como dispositivo multirreferencial? Estabelecer uma relação com as nossas memórias, objeto...
Um ambiente  online  de aprendizagem é um conjunto de interfaces digitais de conteúdos e de comunicação que, juntamente co...
Os blogs nasceram como espaços de registro e/ou diários pessoais na web e depois passaram por várias ressignificações e at...
Algumas considerações: final como obra aberta Concluímos este texto com depoimentos dos sujeitos que tiveram oportunidade ...
 
 
 
 
Referências Bibliográficas ALVES, Nilda.  Sobre os movimentos das pesquisas nos/dos/com os cotidianos . In: ALVES, Nilda, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pensando com e sobre as imagens: uma convergência entre

798 visualizações

Publicada em

Trabaho apresentado na Abciber.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
798
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • “ uma organização de meios materiais e/ou intelectuais, fazendo parte de uma estratégia de conhecimento de um objeto” (ARDOINO, 2003, p. 80)
  • A noção de rede nos é bastante cara por compreendermos que não podemos forjar práticas curriculares desarticuladas e fechadas em discursos e entendimentos únicos. Para nós que formamos professores em contextos educacionais variados é de fundamental importância fazer a integração de mídias e de sujeitos com seus variados perfis sócio-cognitivos e político-culturais O surgimento da sociedade em rede torna-se possível com o desenvolvimento das novas tecnologias da informação que, no processo, &amp;quot;agruparam-se em torno de redes de empresas, organizações e instituições para formar um novo paradigma sociotécnico&amp;quot; (Castells, 1999: 77) cujos aspectos centrais, representam a base material da sociedade da informação.
  • Pensando com e sobre as imagens: uma convergência entre

    1. 1. Pensando com e sobre as imagens: uma convergência entre cinema e blog no contexto de uma Pesquisa-formação Multirreferencial Edméa Santos E-mail: edmeabaiana@gmail.com Rosemary dos Santos E-mail: brisaerc@hotmail.com
    2. 2. <ul><li>A pesquisa-formação contempla a possibilidade da mudança das práticas, bem como dos sujeitos em formação. Assim, “a pessoa é, simultaneamente, objeto e sujeito da formação”. (NÓVOA, 2004, 15).  </li></ul>
    3. 3. A abordagem multirreferencial possibilita uma ruptura epistemológica em direção a uma aproximação do fazer educativo de forma complexa e não de maneira compartimentada, isolada do social, dos processos políticos, econômicos, históricos e culturais.
    4. 4. Convergência Cinema Blog Pesquisa-formação
    5. 5. Grupo de Pesquisa Docência e Cibercultura que pesquisa e desenvolve estudos e projetos sobre a docência na contemporaneidade e as práticas e processos da Cibercultura, em especial a Educação Online O GPDOC
    6. 6. ORKUT FLICK TWITTER NING BLOG YAHOOGRUPOS
    7. 7. Sobre uma atividade de pesquisa e suas motivações teórico/metodológicas Epistemologia da Multirreferencialidade (Ardoino) e na metodologia da Pesquisa-formação (Nóvoa, Josso, Macedo) DISPOSITIVOS O cineclube O blog
    8. 8. O objetivo Ampliar os repertórios culturais dos sujeitos envolvidos, articulando leituras multirreferenciais com experiências de formação continuada em ambientes virtuais de aprendizagem .
    9. 9. Partiu inicialmente do desejo de contribuir com o repertório cultural dos sujeitos da pesquisa Num segundo momento teve como principal objetivo verificar como o cinema vem explorando ao longo do tempo a relação de aprendizagem entre seres humanos, suas linguagens e as tecnologias. “ O cineclube: o cinema como um dispositivo mutirreferencial ”
    10. 10. Leitor imersivo Leitor contemplativo Leitor movente Leitores imersivos (condicionados pelas tecnologias digitais em rede), os leitores contemplativos (condicionados pelos impressos) e os leitores moventes (condicionados pelo mundo das imagens e dos audiovisuais massivos)
    11. 11. Convergência das mídias Práticas curriculares Redes sociotécnicas
    12. 12. Encontro presencial no laboratório de Informática, onde ministramos aulas e desenvolvemos nossas atividades no GPDOC O CINECLUBE
    13. 13. O que pretendemos no cineclube como dispositivo multirreferencial? Estabelecer uma relação com as nossas memórias, objetos, nossos estudos e nossas práticas. O cinema ao se apropriar dos vários elementos culturais de nossas vidas, permite-nos, repensar nosso passado, presente e futuro.
    14. 14. Um ambiente online de aprendizagem é um conjunto de interfaces digitais de conteúdos e de comunicação que, juntamente com a expressão e autoria dos praticantes que habitam tais interfaces, forma-se um híbrido entre objetos técnicos e seres humanos. http://formacaocineclub.wordpress.com/2009/04/15/entre-os-muros-da-escola/ “ O blog cineclube: pensando com e sobre as imagens em ambientes online de aprendizagem” Página Inicial do blog Formação Cineclube
    15. 15. Os blogs nasceram como espaços de registro e/ou diários pessoais na web e depois passaram por várias ressignificações e atualizações, sendo utilizados mais recentemente por professores e alunos em projetos didáticos. A opção pelo blog justifica-se pelo fato de apresentar aos professores o desdobramento de uma discussão iniciada e mediada por nós, revelando a multiplicidade de sentidos e significados desencadeados pela leitura de uma narrativa cinematográfica. O Blog “Formação Cineclube”
    16. 16. Algumas considerações: final como obra aberta Concluímos este texto com depoimentos dos sujeitos que tiveram oportunidade de participar desta experiência de convergência de mídias e de espaços multirreferenciais de aprendizagem. A partir destes depoimentos e da nossa experiência pessoal na criação e mediação da atividade formativa presencial (cineclube) e online (blog), reconhecemos seu valor e sua importância, e ao mesmo tempo, que reconhecemos seus limites.
    17. 21. Referências Bibliográficas ALVES, Nilda. Sobre os movimentos das pesquisas nos/dos/com os cotidianos . In: ALVES, Nilda, OLIVEIRA, Inês Barbosa (Orgs.). 3. ed. Petrópolis: DP&A, 2008. ARDOINO, J. Para uma pedagogia socialista. Brasília: Editora Plano, 2003. ARNAL, S. , BENJO, C.,LETELLIER, B., SCOTTA, C., CANTET, L. Entre os muros da escola . [Filme-vídeo]. Produção de Barbara Letellier, Carole Scotta, Caroline Benjo e Simon Arnal, direção de Laurent Cantet. França, Sony Pictures Classics e Imovision, 2008.128 min. Drama. Cor. Som. BARBIER. R. A pesquisa-ação. Trad. Lucie Didio. Brasília: Plano, 2002. CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999. DONNER, l. S. EPHRON, N. Mensagem para você . [Filme-vídeo]. Produção de Nora Ephron e Lauren Shuler Donner, direção de Nora Ephron. Estados Unidos, Warner Bros, 1998. 119 min. Comédia romântica. Cor. Som. JOSSO, Marie Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez Editora, 2004. LEBLANC, P. PEREIRA, L. A. BIANCHI, S. Quanto vale ou é por quilo? . [Filme-vídeo]. Produção de Patrick Leblanc e Luís Alberto Pereira, direção de Sérgio Bianchi. Brasil, Riofilme, 2005. 104 min. Drama. Cor. Som. MACEDO, R. S. A etnopesquisa crítica e multirreferencial nas ciências humanas e na educação. Salvador: EDUFBA, 2000. MASAGÃO, M.  Nós que aqui estamos por vós esperamos . [Filme-vídeo]. Produção e Direção de Marcelo Masagão. Riofilme, Brasil, 1998. 73min. Documentário. Som. NICCOL, A. Simone . [Filme-vídeo]. Produção e Direção de Andrew Niccol. Estados Unidos, New Line Cinema, 2002. 117min. Drama. Cor. Som. NÓVOA, A. Prefácio. In: JOSSO, M.-C. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez Editora, 2004. (p.11-34). NÓVOA, A. (Org.). Profissão professor . Porto: Porto Editora. 1999. NÓVOA, A. Prefácio. In: JOSSO, Marie Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez Editora, 2004, p. 11-34. O'REILLY, Tim. What is web 2.0 - design patterns and business models for the next Generation of software . O'reilly publishing, 2005. PAQUET, Sébastien. Personal knowledge publishing and its uses in research . 2002. Disponível em

    ×