Cent. manuel fonseca

2.307 visualizações

Publicada em

1º CENTENÁRIO

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.307
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cent. manuel fonseca

  1. 1. CENTENÁRIOS2011
  2. 2. MANUEL DAFONSECA1911-1993
  3. 3. MANUEL DA FONSECA NASCEUEM 15 DE OUTUBRO DE 1911, EMSANTIAGO DO CACÉM E FALECEU EMLISBOA, EM 11 DE MARÇO DE 1993.
  4. 4. APÓS TER COMPLETADOA INSTRUÇÃO PRIMÁRIA, CONTINUOUOS ESTUDOS EM LISBOA TENDOFREQUENTADO O COLÉGIO VASCO DAGAMA, O LICEU CAMÕES E A ESCOLALUSITÂNIA E, MAIS TARDE, A ESCOLADE BELAS ARTES.
  5. 5. FOI MEMBRODO PARTIDO COMUNISTAPORTUGUÊS, FEZ PARTE DOGRUPO DO NOVO CANCIONEIRO EÉ CONSIDERADO UM DOSMELHORES ESCRITORES DONEOREALISMO PORTUGUÊS.
  6. 6. A SUA VIDA PROFISSIONAL FOI DÍSPARTENDO EXERCIDO NOS MAISDIFERENTES SECTORES: COMÉRCIO,INDÚSTRIA, REVISTAS, AGÊNCIASPUBLICITÁRIAS, ENTRE OUTRAS.
  7. 7. NO POUCO TEMPO LIVRE QUELHE RESTAVA DEDICAVA-SE AOTOUREIO E AO DESPORTO -JOGOU FUTEBOL, INTERESSOU-SE PELA ESPADA E FLORETEE CHEGOU MESMO A GANHARUM CAMPEONATO DE BOXE.
  8. 8. INICIOU-SE NO MUNDO DALEITURA, DESDE MUITONOVO, POR INFLUÊNCIA DO PAI ENA ESCOLA JÁ CULTIVAVA A SUAPAIXÃO PELA ESCRITA.FOI UM ESCRITOR(POETA, CONTISTA, ROMANCISTAE CRONISTA) PORTUGUÊS.
  9. 9. EM 1925 PUBLICOU NUMSEMANÁRIO DE PROVÍNCIA OS SEUSPRIMEIROS VERSOS E NARRATIVAS.FOI HABITUAL COLABORADOR EMREVISTAS LITERÁRIAS, COMO OPENSAMENTO, VÉRTICE, SOL NASCENTE E SEARA NOVA.
  10. 10. NAS SUAS OBRAS, CARREGADAS DEINTERVENÇÃO SOCIAL E POLÍTICA, RELATACOMO POUCOS A VIDA DURA DO ALENTEJO E DOS ALENTEJANOS.A SUA ESCRITA ERA SEGUIDA DE PERTO PELACENSURA, POIS ERA MUITO CRÍTICO ECONTESTATÁRIO DA SITUAÇÃO POLÍTICO-SOCIAL EM QUE SE VIVIA.
  11. 11. :
  12. 12. ROSA DOS VENTOS (POEMAS), 1940;PLANÍCIE (POEMAS), 1942;CERROMAIOR (ROMANCE), 1943;O FOGO E AS CINZAS (CONTOS), 1951;SEARA DE VENTO (ROMANCE), 1958;TEMPO DE SOLIDÃO (CONTOS),1973;POEMAS COMPLETOS, 1958;UM ANJO NO TRAPÉZIO (CONTOS), 1968;ALDEIA NOVA (CONTOS), 1942;CRÓNICAS ALGARVIAS (CONTOS), 1986.
  13. 13. ALDEIA NOVA (1942) é um livro de contos deManuel da Fonseca. Esta obra foi escrita apartir dos anos 20 até ao fim da década de30. Alguns dos contos foram publicados emjornais e revistas da época.Cinco destes contos foram criados a partir decinco destes acontecimentos vividos porpessoas da sua família uns assistidos eoutros relatados, sendo as restantes vividospor pessoas da sua família uns assistidos eoutros relatados, sendo as restantessituações fictícias da autoria de Manuel daFonseca. Exploram-se neste texto neo-realista muitas áreas da sociedade e da
  14. 14. Os 12 contos contidos no livrosão: Campaniça O primeiro camarada que ficou no caminho O ódio das vilas Sete-estrelo Névoa A Torre da Má Hora A visita Viagem Mestre Finezas Aldeia Nova Maria Altinha

×