Prefeitura Municipal de Sorocaba                   Secretaria da Educação                   CEI -15 “Prof.ª Terezinha Luca...
“É ouvindo histórias que podemos SENTIRemoções importantes, como a tristeza, a raiva,a irritação, o bem-estar, o medo, a a...
“É ouvindo histórias que podemos SENTIRemoções importantes, como a tristeza, a raiva,a irritação, o bem-estar, o medo, a a...
“É ouvindo histórias que podemos SENTIRemoções importantes, como a tristeza, a raiva,a irritação, o bem-estar, o medo, a a...
“É ouvindo histórias que podemos SENTIRemoções importantes, como a tristeza, a raiva,a irritação, o bem-estar, o medo, a a...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Para gostar de ler

431 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Para gostar de ler

  1. 1. Prefeitura Municipal de Sorocaba Secretaria da Educação CEI -15 “Prof.ª Terezinha Lucas Fernandes”Processo: Para gostar de ler...Professora Ana Lúcia Antoneli Flaquer – 1ª EtapaMeta 1 – Ler / Meta 2 – Escrever /Meta 3 – Expressar-se através da linguagemverbal e não verbalObjetivos: • Estimular o interesse pela literatura infantil • Familiarizar-se com a escrita por meio do manuseio de livros diversos.Passos: • Toda sexta-feira, os alunos escolherão um livro de história, que irá para casa em uma pasta azul, junto com a ficha de leitura. • Um adulto deverá fazer a leitura da história ao aluno. • Após a leitura e apreciação do livro, o aluno (a) fará o registro da história ouvida, desenhando a parte que mais gostou. • Em roda de conversa, na segunda-feira, faremos a socialização dos livros lidos, onde cada aluno se desejar contará a parte da história que mais gostou e mostrará o registro feito em casa. • Confeccionaremos uma pasta com os registros dos livros lidos. • Avaliação: Durante o processo.
  2. 2. “É ouvindo histórias que podemos SENTIRemoções importantes, como a tristeza, a raiva,a irritação, o bem-estar, o medo, a alegria, opavor, a insegurança, a tranqüilidade, e tantasoutras mais, e viver profundamente tudo o queas narrativas provocam em quem as ouve”.
  3. 3. “É ouvindo histórias que podemos SENTIRemoções importantes, como a tristeza, a raiva,a irritação, o bem-estar, o medo, a alegria, opavor, a insegurança, a tranqüilidade, e tantasoutras mais, e viver profundamente tudo o queas narrativas provocam em quem as ouve”.
  4. 4. “É ouvindo histórias que podemos SENTIRemoções importantes, como a tristeza, a raiva,a irritação, o bem-estar, o medo, a alegria, opavor, a insegurança, a tranqüilidade, e tantasoutras mais, e viver profundamente tudo o queas narrativas provocam em quem as ouve”.
  5. 5. “É ouvindo histórias que podemos SENTIRemoções importantes, como a tristeza, a raiva,a irritação, o bem-estar, o medo, a alegria, opavor, a insegurança, a tranqüilidade, e tantasoutras mais, e viver profundamente tudo o queas narrativas provocam em quem as ouve”.

×