Planejamento de obra aula 43 e 44

1.006 visualizações

Publicada em

Aula de Planejamento de Obras: O canteiro de obras e os serviços de terraplenagem (contração do solo), fechamento da obra (tapume) e ligações provisórias (água e energia elétrica).

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.006
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
88
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planejamento de obra aula 43 e 44

  1. 1. Profª Aline Cristina Souza dos Santos aline.engenheira@hotmail.com GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO E CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SECITEC ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE SINOP
  2. 2. SERVIÇOS DE CANTEIRO 1 - TERRAPLENAGEM 2 - FECHAMENTO DA OBRA 3 - LIGAÇÕES PROVISÓRIAS 4 - ÁREAS PARA MATERIAIS NÃO PERECÍVEIS 5 - CONSTRUÇÕES PROVISÓRIAS 6 - DISTRIBUIÇÃO DE MÁQUINAS 7 - CIRCULAÇÃO 8 - GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS
  3. 3. CONTRAÇÃO DO SOLO “Diminuição de volume do solo aterrado devido à compactação mecânica ou manual sofrida. É expresso em porcentagem do volume original.” Varia de acordo com o tipo do solo, umidade, espessura das camadas de aterro e equipamento de compactação.
  4. 4. EXEMPLO 2 Uma obra necessita aterrar um volume de 11m³. Sabendo que 1m³ do solo (medido no corte) contrai para 0,9m³, qual será o volume de terra de corte (Vc) a ser extraído para fazer o serviço?
  5. 5. 2 – FECHAMENTO DA OBRA O tapume da obra pode ser de: • TIJOLOS OU BLOCOS • MADEIRAS FINAS • PLACAS METÁLICAS
  6. 6. TAPUME DE MADEIRA
  7. 7. TAPUME DE MADEIRA
  8. 8. EXEMPLO 3 Uma terreno de 12x30m necessita ser fechado com tapume em chapas de madeira compensada (1,10x2,20m) e caibros de madeira (3”x3”). Sabendo que deverá ser deixado um espaço de 3m para portão de entrada de veículos, quantas unidades de chapa de madeira compensada e quantos metros de caibro de madeira serão necessários?
  9. 9. TAPUME METÁLICO
  10. 10. 3 – LIGAÇÕES PROVISÓRIAS ÁGUA ENERGIA ELÉTRICA
  11. 11. 3 – LIGAÇÕES PROVISÓRIAS ÁGUA •Concessionária •Poços •Artesiano •Semi-artesiano •Lençol freático
  12. 12. 3 – LIGAÇÕES PROVISÓRIAS ENERGIA ELÉTRICA •Grupo Energisa – CEMAT •Fornecimento Provisório
  13. 13. VÍDEO: Ligações Elétricas Provisórias
  14. 14. REFERÊNCIAS AZEREDO, Hélio Alves de. Edifício até sua cobertura. 2. Ed. São Paulo: Edgard Blücher Ltda. 1997. BORGES, Alberto de Campos; LEITE, Jaime Lopes; MONTEFUSCO, Elizabeth. Prática das pequenas construções, Volume 1. 8. Ed. rev e ampl. – São Paulo: Edgard Blücher, 2004. VARALLA, Ruy. Planejamento e controle de obras. Coleção primeiros passos da qualidade no canteiro de obras – São Paulo: O Nome da Rosa, 2003.

×