SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
CONTENÇÃO DE
CAMUNDONGOS
Importância de uma contenção correta
Cuidados prévios
Principais métodos
Manipulação de neonatos
Aula de hoje
Importância de uma contenção
correta
Segurança do manipulador
e do animal
Minimizar o stress causado
ao animal
Luvas
Mascara
Bancada/mesa limpa e organizada
(atenção a altura!)
Preparação
EPIs e local de trabalho
Método 1
1. Posicione o camundongo sobre uma superfície em que ele possa agarrar
(como a tampa da gaiola) e gentilmente segure a cauda do animal em direção
ao seu corpo;


2. Posicione seu polegar e dedo indicador no dorso do animal, sobre os
membros anteriores e logo atrás das orelhas;
3. De forma lenta e gentil empurre o animal em direção a superfície
de apoio, enquanto puxa a pele com seu polegar e indicador;


4. Uma vez que tem firmeza sobre o animal, levantá-lo da superfície
de apoio, enquanto o vira para exposição do abdômen.


5. Com uso do dedo mínimo, segurar a cauda do animal, evitando
que ela interfira no procedimento.
Método 2
1. Retire o camundongo gaiola e o coloque na superfície da
bancada próximo ao tubo para contenção;


2. Posicione o tubo para contenção em frente do focinho do
camundongo e, de forma gentil, guie o animal até que ele
introduza o corpo inteiro no dentro do tubo;
Primeiro retirar a fêmea para depois manipular os filhotes
Transferir os filhotes de uma caixa para outra com parte do
substrato (maravalha) para evitar abandono da ninhada


mANIPULAÇÃO DE
nEONATOS
Bibliografia
FOSTER, H.; SMALL, D. & FOX, G. (Eds.). The Mouse in Biomedical Research. New York:
Academic Press, 1983.
BOGDANSKE, JOHN J. et al. Laboratory mouse procedural techniques: manual and DVD. CRC
Press, 2010.
ZANATTO, D. A.; OLIVEIRA, J. G. M. L.; FONTES, R. S.; ONG, F. M. P.; GUIZZO, C.; ARAUJO,
Y. F.; NEVES, S. M. P.; MAIORKA, P. C.; MARSON, G. A.; MORI, C. M. C. Boas Práticas em
Experimentação Animal: Procedimentos em Ratos de Laboratório. 2019. Disponível em:
<http://bpeanimal.iq.usp.br>. Acesso em: 24 de julho de 2022

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Sistema nervoso autonomo
Sistema nervoso autonomoSistema nervoso autonomo
Sistema nervoso autonomo
 
Hora do jogo
Hora do jogoHora do jogo
Hora do jogo
 
Estrutura da Ponte
Estrutura da PonteEstrutura da Ponte
Estrutura da Ponte
 
Aula 08 sistema nervoso
Aula 08   sistema nervosoAula 08   sistema nervoso
Aula 08 sistema nervoso
 
Atlas de anatomia do rato
Atlas de anatomia do ratoAtlas de anatomia do rato
Atlas de anatomia do rato
 
Neuroses
NeurosesNeuroses
Neuroses
 
Desenvolvimento Humano Piaget 1
Desenvolvimento Humano Piaget 1Desenvolvimento Humano Piaget 1
Desenvolvimento Humano Piaget 1
 
Estudos de sujeito único
Estudos de sujeito únicoEstudos de sujeito único
Estudos de sujeito único
 
Sistema nervoso central
Sistema nervoso centralSistema nervoso central
Sistema nervoso central
 
Relatório sistema nervoso
Relatório sistema nervoso Relatório sistema nervoso
Relatório sistema nervoso
 
Slide sistema genital feminino
Slide   sistema genital femininoSlide   sistema genital feminino
Slide sistema genital feminino
 
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologiaAula 06   sistema nervoso - anatomia e fisiologia
Aula 06 sistema nervoso - anatomia e fisiologia
 
SISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSOSISTEMA NERVOSO
SISTEMA NERVOSO
 
Medula Espinhal
Medula EspinhalMedula Espinhal
Medula Espinhal
 
Relatório de zoo
Relatório de zooRelatório de zoo
Relatório de zoo
 
Exame fisico geral
Exame fisico geralExame fisico geral
Exame fisico geral
 
Aula hipófise
Aula hipófiseAula hipófise
Aula hipófise
 
Bacia obstétrica - aula para graduação de medicina
Bacia obstétrica - aula para graduação de medicinaBacia obstétrica - aula para graduação de medicina
Bacia obstétrica - aula para graduação de medicina
 
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
Sistema Límbico: uma abordagem neuroanatômica e funcional.
 
Sistema genital masculino2
Sistema genital masculino2Sistema genital masculino2
Sistema genital masculino2
 

Mais de StefanSudono

8a-aula--crustacea-09(1).pdf
8a-aula--crustacea-09(1).pdf8a-aula--crustacea-09(1).pdf
8a-aula--crustacea-09(1).pdfStefanSudono
 
Slides - Acidentes causados por animais peçonhentos.pdf
Slides - Acidentes causados por animais peçonhentos.pdfSlides - Acidentes causados por animais peçonhentos.pdf
Slides - Acidentes causados por animais peçonhentos.pdfStefanSudono
 
Slides-resumo_Ciências_biológicas_5.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_5.pdfSlides-resumo_Ciências_biológicas_5.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_5.pdfStefanSudono
 
Slides-resumo_Ciências_biológicas_4.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_4.pdfSlides-resumo_Ciências_biológicas_4.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_4.pdfStefanSudono
 
Slides-resumo_Ciências_biológicas_1.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_1.pdfSlides-resumo_Ciências_biológicas_1.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_1.pdfStefanSudono
 
Beta_Diversity_along_an_Elevational_Gradient
Beta_Diversity_along_an_Elevational_GradientBeta_Diversity_along_an_Elevational_Gradient
Beta_Diversity_along_an_Elevational_GradientStefanSudono
 
Aula_6_Análise__de_Correspondência_-_CA.pdf
Aula_6_Análise__de_Correspondência_-_CA.pdfAula_6_Análise__de_Correspondência_-_CA.pdf
Aula_6_Análise__de_Correspondência_-_CA.pdfStefanSudono
 

Mais de StefanSudono (7)

8a-aula--crustacea-09(1).pdf
8a-aula--crustacea-09(1).pdf8a-aula--crustacea-09(1).pdf
8a-aula--crustacea-09(1).pdf
 
Slides - Acidentes causados por animais peçonhentos.pdf
Slides - Acidentes causados por animais peçonhentos.pdfSlides - Acidentes causados por animais peçonhentos.pdf
Slides - Acidentes causados por animais peçonhentos.pdf
 
Slides-resumo_Ciências_biológicas_5.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_5.pdfSlides-resumo_Ciências_biológicas_5.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_5.pdf
 
Slides-resumo_Ciências_biológicas_4.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_4.pdfSlides-resumo_Ciências_biológicas_4.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_4.pdf
 
Slides-resumo_Ciências_biológicas_1.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_1.pdfSlides-resumo_Ciências_biológicas_1.pdf
Slides-resumo_Ciências_biológicas_1.pdf
 
Beta_Diversity_along_an_Elevational_Gradient
Beta_Diversity_along_an_Elevational_GradientBeta_Diversity_along_an_Elevational_Gradient
Beta_Diversity_along_an_Elevational_Gradient
 
Aula_6_Análise__de_Correspondência_-_CA.pdf
Aula_6_Análise__de_Correspondência_-_CA.pdfAula_6_Análise__de_Correspondência_-_CA.pdf
Aula_6_Análise__de_Correspondência_-_CA.pdf
 

TÉCNICAS DE CONTENÇÃO DE CAMUNDONGOS

  • 2. Importância de uma contenção correta Cuidados prévios Principais métodos Manipulação de neonatos Aula de hoje
  • 3. Importância de uma contenção correta Segurança do manipulador e do animal Minimizar o stress causado ao animal
  • 4. Luvas Mascara Bancada/mesa limpa e organizada (atenção a altura!) Preparação EPIs e local de trabalho
  • 6. 1. Posicione o camundongo sobre uma superfície em que ele possa agarrar (como a tampa da gaiola) e gentilmente segure a cauda do animal em direção ao seu corpo; 2. Posicione seu polegar e dedo indicador no dorso do animal, sobre os membros anteriores e logo atrás das orelhas;
  • 7. 3. De forma lenta e gentil empurre o animal em direção a superfície de apoio, enquanto puxa a pele com seu polegar e indicador; 4. Uma vez que tem firmeza sobre o animal, levantá-lo da superfície de apoio, enquanto o vira para exposição do abdômen. 5. Com uso do dedo mínimo, segurar a cauda do animal, evitando que ela interfira no procedimento.
  • 8.
  • 10. 1. Retire o camundongo gaiola e o coloque na superfície da bancada próximo ao tubo para contenção; 2. Posicione o tubo para contenção em frente do focinho do camundongo e, de forma gentil, guie o animal até que ele introduza o corpo inteiro no dentro do tubo;
  • 11. Primeiro retirar a fêmea para depois manipular os filhotes Transferir os filhotes de uma caixa para outra com parte do substrato (maravalha) para evitar abandono da ninhada mANIPULAÇÃO DE nEONATOS
  • 12. Bibliografia FOSTER, H.; SMALL, D. & FOX, G. (Eds.). The Mouse in Biomedical Research. New York: Academic Press, 1983. BOGDANSKE, JOHN J. et al. Laboratory mouse procedural techniques: manual and DVD. CRC Press, 2010. ZANATTO, D. A.; OLIVEIRA, J. G. M. L.; FONTES, R. S.; ONG, F. M. P.; GUIZZO, C.; ARAUJO, Y. F.; NEVES, S. M. P.; MAIORKA, P. C.; MARSON, G. A.; MORI, C. M. C. Boas Práticas em Experimentação Animal: Procedimentos em Ratos de Laboratório. 2019. Disponível em: <http://bpeanimal.iq.usp.br>. Acesso em: 24 de julho de 2022