SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL
              Escola/CMEI ..................................................................................................................................................................................................
              PROFESSORA ...................................................................................... Série ........................................ Turno ...........................................



                                                PROJETO DIA DAS MÃES
JUSTIFICATIVA


    Como começou o Dia das Mães?
    "Feliz Dia das Mães" é a frase mais utilizada no segundo domingo de maio em quase todos os países. Os americanos e ingleses dizem Happy
Mother's Day, os italianos Tanti Auguri, Mammina e os alemães Alles Gute Zum Mutter Tag. Independente da língua utilizada, cada pessoa
expressa, nesse dia, seus sentimentos, seu carinho, sua ternura e sua alegria à mãe. E os que já a viram partir desta vida, lembram-na com o
coração cheio de saudade.
      A comemoração do Dia das Mães é uma das celebrações mais antigas. A História revela que antigamente na Grécia, durante a prim avera, os
gregos celebravam-no em honra de Rhea, a mãe dos deuses. Séculos depois, na Inglaterra, em meados de 1600, encontrou-se a celebração
intitulada Mothering Day, honrando as mães da Inglaterra. Nessa época, o dia era reservado aos serviçais pobres, que prestavam serviços aos
mais ricos geralmente em lugares afastados de seus lares, para se deslocarem até suas casas e passarem o dia com as mães. Para dar sentido a
essa confraternização e a união, elaborava-se, conforme a tradição, um bolo especial, o mothering cake. Em 1872, nos Estados Unidos, falou-se,
pela primeira vez, em dia das mães, que seria dedicado à paz, sugerido por Julia Ward Howe. No entanto, somente em 1907 foi iniciada uma
campanha para a criação de um dia das mães nacional. Essa idéia surgiu na pequena cidade de West Virginia, Estados Unidos. A jovem Ana
Jarvis, órfã materna, sugeriu celebrar a data no segundo aniversário da morte de sua mãe, no segundo domingo do mês de maio. Assim, nesse
dia de 1907, iniciou-se o costume de reverenciar as mães em cerimônia religiosa. No ano seguinte, a 10 de maio, Ana Jarvis propôs na igreja
episcopal, onde sua mãe muito havia trabalhado, que a homenagem se estendesse a todas as mães do país. Em 1910, sempre em maio, o
governador de West Virginia oficializou a cerimônia no estado. Finalmente, em 1914, o presidente americano Woodrow Wilson decretou
oficialmente o Dia das Mães como feriado nacional, fixado no segundo domingo de maio de cada ano. Na América do Sul, a primeira
comemoração do dia das mães, foi realizada pela Associação Cristã de Moços, em Porto Alegre, a 12 de maio de 1918. Quase todos os países do
mundo celebram essa festa. Alguns a celebram em datas diferentes, mas do mesmo modo que o Brasil, vários países como a Austrália, Bélgica,
Dinamarca, Estados Unidos, Canadá, Finlândia, Itália, Turquia instituíram o segundo domingo de maio.
   A idéia original de homenagear as mães numa cerimônia religiosa foi modificada pelo comércio, que aproveita a data para incrementar as vendas
de produtos para presenteá-las. Muitas pessoas lembram apenas de homenagear as mães porque a data é explorada comercialmente, com
campanhas publicitárias lembrando como a mãe é importante na vida de todos e, por isso, "precisam dar algum presente" a ela, homenageando-a.

                                                                                                 Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Objetivos          Procedimento Metodológico                                                                                               Avaliação
- Reconhecer a - Desenvolvimento de atividades variadas, que terão a finalidade de resgatar valores estruturantes para a criança,          - Acompanhar a
importância     da obedecendo a um cronograma de planejamento, conforme as características da escola. Para isso, será necessário           participação/satis
mãe na família.    organizar atividades em que as mães sejam percebidas fora do vínculo materno e proporcionem ao aluno a                  fação de alunos,
                   ampliação de seu campo de análise, tanto no pequeno grupo quanto na totalidade de seu convívio;                         pais             e
                                                                                                                                           comunidade
                      - Elaboração de projetos /planejamentos menores para cada série e turma a serem desenvolvidos conforme o nível       educativa como
                      de maturidade das crianças.                                                                                          um todo.
-   Resgatar       os
valores que as Sugestões:
famílias       estão
perdendo (respeito, - Concurso Vovó Charmosa (para a avó materna) - tem o objetivo de contemplar as relações que ocorrem na escola
amor, partilha...)    de forma mais ampla, bem como as diversas formas de família vivenciadas pelas crianças;
                      - Mamãe Trabalha Fora - convite a mães que exerçam diferentes atividades profissionais para falar sobre seu          - Refletir em
                      trabalho e de que forma conseguem conciliá-lo com a vida pessoal;                                                    torno          de
                      - Bazar da Mamãe – comércio, a preços simbólicos, de lembrancinhas artesanais confeccionadas pelos alunos, cujo      aspectos
                      total arrecadado será revertido em benefícios da escola ou da própria classe que desenvolver a ação;                 relevantes      a
-    Valorizar      a - Aulas para Mamãe – convite às mães para participarem de aulas lúdicas com a participação de sua criança.           serem mantidos
pessoa humana.        - Sarau Musical para Mamãe – homenagens musicais para as mães da escola. Atividade por turma ou fazer um             e     a    serem
                      coral coletivo , após distribuição de lembrançinhas.                                                                 revistos para o
                                                                                                                                           próximo      ano,
                                                                                                                                           fazendo         o
                      OUTRAS SUGESTÕES.                                                                                                    registro dos mais
                                                                                                                                           importantes.
                      - Diálogo, aula expositiva, interação com os alunos, para conhecer melhor o perfil das mães em questão.
-    Valorizar  o     - Pesquisa extra classe sobre as mães ou responsaveis.
trabalho da mãe       - Ornamentação de murais com fotos das mães, alunos e mensagens, homenageando às Mães.
(às vezes dupla       - Confecção de lembranças.
jornada        de     - Confecção de cartões.
trabalho).            - Produção de desenhos a partir de temas ligados à Mãe grávida: gravidez saudável ou de risco, mãe aidética,
                      fumante, alcoólatra.

- Conhecer direitos   - Criação de depoimentos a partir do tema:
e deveres dos         DA CRIANÇA PARA MÃE OU RESPONSAVEL - O que nunca disse à mamãe..., Meus sentimentos de criança...
membros          da   DA RESPONSAVEL OU MÃE PARA CRIANÇA - O que nunca disse à minha criança amada..., Meus sentimentos...
família,        em    - Criação de slogans com o tema MÃE.
especial das mães     - Apresentação de dança ou músicas pelos alunos.


                                                                          Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
JOGRAL PARA A MULHER DA VIDA DAS CRIANÇAS (MÃES, AVÓS OU OUTRAS RESPONSAVEIS)

1   –   As mães são flores maravilhosas,
2   –   São lírios lindos e belas rosas,
3   –   São dálias, cravos, açucenas,
4   –   Jasmins, violetas amenas.
1   –   Flores belas, simples ou perfumadas,


TODOS – As mães são flores sagradas!

2   –   Merecem nosso carinho, a nossa admiração,
3   –   O nosso amor mais sincero, a nossa dedicação.
4   –   Por tudo o que elas sofrem,
1   –   E pelo amor que elas têm,
2   –   Bem merecem no seu dia


TODOS – Mil beijos e parabéns!

3   –   As mães são símbolo de amor,
4   –   De sacrifício e dores,
1   –   Fazemos-lhes, portanto, justiça
3   –   Dizendo: “As mães são flores!”



                                    TODOS - Ó mães queridas, nós vos amamos,
                                           E neste dia vos abraçamos.
                                        Ao Deus bendito por vós rogamos
                                        Que vos dê vida por muitos anos!

                                                    Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.SimoneHelenDrumond
 
Sequência didática 1º ao 5º ano
Sequência didática 1º ao 5º anoSequência didática 1º ao 5º ano
Sequência didática 1º ao 5º anoAndré Moraes
 
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aulaProjeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aulaMaria Cecilia Silva
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Atividade com a música aquarela ufam simone drumond
Atividade com a música aquarela ufam simone drumondAtividade com a música aquarela ufam simone drumond
Atividade com a música aquarela ufam simone drumondSimoneHelenDrumond
 
Plano de aula dia das mães
Plano de aula dia das mãesPlano de aula dia das mães
Plano de aula dia das mãesAndré Moraes
 
Modelo relatório individual
Modelo relatório individualModelo relatório individual
Modelo relatório individualstraraposa
 
Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreheliane
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantiljanainasantosborba
 
Projeto dia da cidade
Projeto dia da cidadeProjeto dia da cidade
Projeto dia da cidadeMarcio Moura
 
RelatóRio De DeficiêNcia Visual
RelatóRio De DeficiêNcia VisualRelatóRio De DeficiêNcia Visual
RelatóRio De DeficiêNcia VisualGuilherminaP
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestreflaviacrm
 
Modelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especialModelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especialstraraposa
 
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra    joão e o pé de feijãoReconto escrito da obra    joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijãoHugo Ferreira
 

Mais procurados (20)

Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
 
Planejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodoPlanejamento 1º periodo
Planejamento 1º periodo
 
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
 
Sequência didática 1º ao 5º ano
Sequência didática 1º ao 5º anoSequência didática 1º ao 5º ano
Sequência didática 1º ao 5º ano
 
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aulaProjeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
Projeto poemas em festa - Gêneros textuais na sala de aula
 
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumondModelos de relatórios de alunos simone helen drumond
Modelos de relatórios de alunos simone helen drumond
 
Atividade com a música aquarela ufam simone drumond
Atividade com a música aquarela ufam simone drumondAtividade com a música aquarela ufam simone drumond
Atividade com a música aquarela ufam simone drumond
 
Relogio da rotina diaria
Relogio da rotina diariaRelogio da rotina diaria
Relogio da rotina diaria
 
Plano de aula dia das mães
Plano de aula dia das mãesPlano de aula dia das mães
Plano de aula dia das mães
 
Modelo relatório individual
Modelo relatório individualModelo relatório individual
Modelo relatório individual
 
Projeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestreProjeto de leitura para o 3º bimestre
Projeto de leitura para o 3º bimestre
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
 
Sequencia didatica arte
Sequencia didatica arteSequencia didatica arte
Sequencia didatica arte
 
Projeto dia da cidade
Projeto dia da cidadeProjeto dia da cidade
Projeto dia da cidade
 
RelatóRio De DeficiêNcia Visual
RelatóRio De DeficiêNcia VisualRelatóRio De DeficiêNcia Visual
RelatóRio De DeficiêNcia Visual
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestre
 
Modelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especialModelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especial
 
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra    joão e o pé de feijãoReconto escrito da obra    joão e o pé de feijão
Reconto escrito da obra joão e o pé de feijão
 
Sequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDASequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDA
 
Modelos relatorios
Modelos relatoriosModelos relatorios
Modelos relatorios
 

Destaque

Projeto Dia das Mães - Escola Municipal Salvador Nogueira / Iguatemi - MS
Projeto Dia das Mães - Escola Municipal Salvador Nogueira / Iguatemi - MSProjeto Dia das Mães - Escola Municipal Salvador Nogueira / Iguatemi - MS
Projeto Dia das Mães - Escola Municipal Salvador Nogueira / Iguatemi - MSninello2
 
Projeto páscoa feliz
Projeto páscoa felizProjeto páscoa feliz
Projeto páscoa felizjuviane
 
Planejamento de páscoa
Planejamento de páscoaPlanejamento de páscoa
Planejamento de páscoakekinhaborges
 
Projeto páscoa com cristo
Projeto páscoa com cristoProjeto páscoa com cristo
Projeto páscoa com cristoManoel Júnior
 
Planejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumondPlanejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Teatro Missionário - Peças teatrais e jograis sobre missões e evangelização p...
Teatro Missionário - Peças teatrais e jograis sobre missões e evangelização p...Teatro Missionário - Peças teatrais e jograis sobre missões e evangelização p...
Teatro Missionário - Peças teatrais e jograis sobre missões e evangelização p...Sammis Reachers
 
Dinamicas dia das maes
Dinamicas dia das maesDinamicas dia das maes
Dinamicas dia das maesPriscilaNeei
 
Projeto básico projeto dia das crianças accv 2013
Projeto básico   projeto dia das crianças accv 2013Projeto básico   projeto dia das crianças accv 2013
Projeto básico projeto dia das crianças accv 2013Denis Nishida
 
Formandos 5º ano 2013
Formandos 5º ano 2013Formandos 5º ano 2013
Formandos 5º ano 2013myrthes
 
O Laço e o Abraço
O Laço e o AbraçoO Laço e o Abraço
O Laço e o AbraçoChuck Gary
 

Destaque (20)

Projeto Páscoa da Amizade.
Projeto Páscoa da Amizade.Projeto Páscoa da Amizade.
Projeto Páscoa da Amizade.
 
Projeto Dengue
Projeto Dengue Projeto Dengue
Projeto Dengue
 
Projeto Dia das Mães - Escola Municipal Salvador Nogueira / Iguatemi - MS
Projeto Dia das Mães - Escola Municipal Salvador Nogueira / Iguatemi - MSProjeto Dia das Mães - Escola Municipal Salvador Nogueira / Iguatemi - MS
Projeto Dia das Mães - Escola Municipal Salvador Nogueira / Iguatemi - MS
 
Projeto páscoa feliz
Projeto páscoa felizProjeto páscoa feliz
Projeto páscoa feliz
 
Planejamento de páscoa
Planejamento de páscoaPlanejamento de páscoa
Planejamento de páscoa
 
Projeto páscoa com cristo
Projeto páscoa com cristoProjeto páscoa com cristo
Projeto páscoa com cristo
 
Projeto dia das mães 2014
Projeto dia das mães 2014Projeto dia das mães 2014
Projeto dia das mães 2014
 
Planejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumondPlanejamento páscoa simone helen drumond
Planejamento páscoa simone helen drumond
 
Teatro Missionário - Peças teatrais e jograis sobre missões e evangelização p...
Teatro Missionário - Peças teatrais e jograis sobre missões e evangelização p...Teatro Missionário - Peças teatrais e jograis sobre missões e evangelização p...
Teatro Missionário - Peças teatrais e jograis sobre missões e evangelização p...
 
Projeto dia das Mães
Projeto dia das MãesProjeto dia das Mães
Projeto dia das Mães
 
Dinamicas dia das maes
Dinamicas dia das maesDinamicas dia das maes
Dinamicas dia das maes
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
 
Projeto básico projeto dia das crianças accv 2013
Projeto básico   projeto dia das crianças accv 2013Projeto básico   projeto dia das crianças accv 2013
Projeto básico projeto dia das crianças accv 2013
 
Mariaaparecida
MariaaparecidaMariaaparecida
Mariaaparecida
 
Formandos 5º ano 2013
Formandos 5º ano 2013Formandos 5º ano 2013
Formandos 5º ano 2013
 
O laco e o abraco
O laco e o abracoO laco e o abraco
O laco e o abraco
 
Projeto Dia das Mães
Projeto Dia das MãesProjeto Dia das Mães
Projeto Dia das Mães
 
Cândido portinari
Cândido portinariCândido portinari
Cândido portinari
 
O Laço e o Abraço
O Laço e o AbraçoO Laço e o Abraço
O Laço e o Abraço
 
Autores mirins
Autores mirinsAutores mirins
Autores mirins
 

Semelhante a Projeto dia das mães (simone helen drumond)

Projeto dia das mães (simone drumond 2009)
Projeto dia das mães (simone drumond 2009)Projeto dia das mães (simone drumond 2009)
Projeto dia das mães (simone drumond 2009)SimoneHelenDrumond
 
Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1SimoneHelenDrumond
 
Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1SimoneHelenDrumond
 
Plano resgate dos valores etica e cidadania de simone helen drumond
Plano resgate dos valores   etica e cidadania de simone helen drumondPlano resgate dos valores   etica e cidadania de simone helen drumond
Plano resgate dos valores etica e cidadania de simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Violência na escola educação infantil
Violência na escola   educação infantilViolência na escola   educação infantil
Violência na escola educação infantilAna Lopes
 
Slides 7º Chá Pedagógico outubro.pptx
Slides 7º Chá Pedagógico outubro.pptxSlides 7º Chá Pedagógico outubro.pptx
Slides 7º Chá Pedagógico outubro.pptxJayaneSales1
 
Violência na escola educação infantil
Violência na escola   educação infantilViolência na escola   educação infantil
Violência na escola educação infantilAna Lopes
 
Proj mae 2
Proj mae 2Proj mae 2
Proj mae 2keillacr
 
Memorial acadêmico
Memorial acadêmicoMemorial acadêmico
Memorial acadêmicoCNSR
 
Jornal Agrupamento "Baú das Letras"
Jornal Agrupamento "Baú das Letras"Jornal Agrupamento "Baú das Letras"
Jornal Agrupamento "Baú das Letras"Carlos Antunes
 
Sustentabilidade da sala de aula
Sustentabilidade da sala de aulaSustentabilidade da sala de aula
Sustentabilidade da sala de aulaDaniela Menezes
 
Reutilizando Resíduos e Reeducando Hábitos .
Reutilizando Resíduos e Reeducando Hábitos .Reutilizando Resíduos e Reeducando Hábitos .
Reutilizando Resíduos e Reeducando Hábitos .Vis-UAB
 
Projeto reciclar no cmei simone drumond
Projeto reciclar no cmei simone drumondProjeto reciclar no cmei simone drumond
Projeto reciclar no cmei simone drumondSimoneHelenDrumond
 
Projeto pedaggico 3 anos 16_17
Projeto pedaggico 3 anos 16_17Projeto pedaggico 3 anos 16_17
Projeto pedaggico 3 anos 16_17Emiliamarques
 
Projeto de externsão a comunidade
Projeto de externsão a comunidadeProjeto de externsão a comunidade
Projeto de externsão a comunidadeAna Amelia Duarte
 

Semelhante a Projeto dia das mães (simone helen drumond) (20)

Projeto dia das mães (simone drumond 2009)
Projeto dia das mães (simone drumond 2009)Projeto dia das mães (simone drumond 2009)
Projeto dia das mães (simone drumond 2009)
 
Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1
 
Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1Apostila quem canta seus males espanta vol1
Apostila quem canta seus males espanta vol1
 
Monografia Merielen Pedagogia 2009
Monografia Merielen Pedagogia 2009Monografia Merielen Pedagogia 2009
Monografia Merielen Pedagogia 2009
 
Plano resgate dos valores etica e cidadania de simone helen drumond
Plano resgate dos valores   etica e cidadania de simone helen drumondPlano resgate dos valores   etica e cidadania de simone helen drumond
Plano resgate dos valores etica e cidadania de simone helen drumond
 
Como atrair os pais para a escola
Como atrair os pais para a escolaComo atrair os pais para a escola
Como atrair os pais para a escola
 
Violência na escola educação infantil
Violência na escola   educação infantilViolência na escola   educação infantil
Violência na escola educação infantil
 
Slides 7º Chá Pedagógico outubro.pptx
Slides 7º Chá Pedagógico outubro.pptxSlides 7º Chá Pedagógico outubro.pptx
Slides 7º Chá Pedagógico outubro.pptx
 
Violência na escola educação infantil
Violência na escola   educação infantilViolência na escola   educação infantil
Violência na escola educação infantil
 
Historico com timbre
Historico com timbreHistorico com timbre
Historico com timbre
 
Proj mae 2
Proj mae 2Proj mae 2
Proj mae 2
 
Gilvanete
GilvaneteGilvanete
Gilvanete
 
Boletim Informativo
Boletim InformativoBoletim Informativo
Boletim Informativo
 
Memorial acadêmico
Memorial acadêmicoMemorial acadêmico
Memorial acadêmico
 
Jornal Agrupamento "Baú das Letras"
Jornal Agrupamento "Baú das Letras"Jornal Agrupamento "Baú das Letras"
Jornal Agrupamento "Baú das Letras"
 
Sustentabilidade da sala de aula
Sustentabilidade da sala de aulaSustentabilidade da sala de aula
Sustentabilidade da sala de aula
 
Reutilizando Resíduos e Reeducando Hábitos .
Reutilizando Resíduos e Reeducando Hábitos .Reutilizando Resíduos e Reeducando Hábitos .
Reutilizando Resíduos e Reeducando Hábitos .
 
Projeto reciclar no cmei simone drumond
Projeto reciclar no cmei simone drumondProjeto reciclar no cmei simone drumond
Projeto reciclar no cmei simone drumond
 
Projeto pedaggico 3 anos 16_17
Projeto pedaggico 3 anos 16_17Projeto pedaggico 3 anos 16_17
Projeto pedaggico 3 anos 16_17
 
Projeto de externsão a comunidade
Projeto de externsão a comunidadeProjeto de externsão a comunidade
Projeto de externsão a comunidade
 

Mais de SimoneHelenDrumond

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfSimoneHelenDrumond
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfSimoneHelenDrumond
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfSimoneHelenDrumond
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfSimoneHelenDrumond
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfSimoneHelenDrumond
 

Mais de SimoneHelenDrumond (20)

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
 

Projeto dia das mães (simone helen drumond)

  • 1. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL Escola/CMEI .................................................................................................................................................................................................. PROFESSORA ...................................................................................... Série ........................................ Turno ........................................... PROJETO DIA DAS MÃES JUSTIFICATIVA Como começou o Dia das Mães? "Feliz Dia das Mães" é a frase mais utilizada no segundo domingo de maio em quase todos os países. Os americanos e ingleses dizem Happy Mother's Day, os italianos Tanti Auguri, Mammina e os alemães Alles Gute Zum Mutter Tag. Independente da língua utilizada, cada pessoa expressa, nesse dia, seus sentimentos, seu carinho, sua ternura e sua alegria à mãe. E os que já a viram partir desta vida, lembram-na com o coração cheio de saudade. A comemoração do Dia das Mães é uma das celebrações mais antigas. A História revela que antigamente na Grécia, durante a prim avera, os gregos celebravam-no em honra de Rhea, a mãe dos deuses. Séculos depois, na Inglaterra, em meados de 1600, encontrou-se a celebração intitulada Mothering Day, honrando as mães da Inglaterra. Nessa época, o dia era reservado aos serviçais pobres, que prestavam serviços aos mais ricos geralmente em lugares afastados de seus lares, para se deslocarem até suas casas e passarem o dia com as mães. Para dar sentido a essa confraternização e a união, elaborava-se, conforme a tradição, um bolo especial, o mothering cake. Em 1872, nos Estados Unidos, falou-se, pela primeira vez, em dia das mães, que seria dedicado à paz, sugerido por Julia Ward Howe. No entanto, somente em 1907 foi iniciada uma campanha para a criação de um dia das mães nacional. Essa idéia surgiu na pequena cidade de West Virginia, Estados Unidos. A jovem Ana Jarvis, órfã materna, sugeriu celebrar a data no segundo aniversário da morte de sua mãe, no segundo domingo do mês de maio. Assim, nesse dia de 1907, iniciou-se o costume de reverenciar as mães em cerimônia religiosa. No ano seguinte, a 10 de maio, Ana Jarvis propôs na igreja episcopal, onde sua mãe muito havia trabalhado, que a homenagem se estendesse a todas as mães do país. Em 1910, sempre em maio, o governador de West Virginia oficializou a cerimônia no estado. Finalmente, em 1914, o presidente americano Woodrow Wilson decretou oficialmente o Dia das Mães como feriado nacional, fixado no segundo domingo de maio de cada ano. Na América do Sul, a primeira comemoração do dia das mães, foi realizada pela Associação Cristã de Moços, em Porto Alegre, a 12 de maio de 1918. Quase todos os países do mundo celebram essa festa. Alguns a celebram em datas diferentes, mas do mesmo modo que o Brasil, vários países como a Austrália, Bélgica, Dinamarca, Estados Unidos, Canadá, Finlândia, Itália, Turquia instituíram o segundo domingo de maio. A idéia original de homenagear as mães numa cerimônia religiosa foi modificada pelo comércio, que aproveita a data para incrementar as vendas de produtos para presenteá-las. Muitas pessoas lembram apenas de homenagear as mães porque a data é explorada comercialmente, com campanhas publicitárias lembrando como a mãe é importante na vida de todos e, por isso, "precisam dar algum presente" a ela, homenageando-a. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 2. Objetivos Procedimento Metodológico Avaliação - Reconhecer a - Desenvolvimento de atividades variadas, que terão a finalidade de resgatar valores estruturantes para a criança, - Acompanhar a importância da obedecendo a um cronograma de planejamento, conforme as características da escola. Para isso, será necessário participação/satis mãe na família. organizar atividades em que as mães sejam percebidas fora do vínculo materno e proporcionem ao aluno a fação de alunos, ampliação de seu campo de análise, tanto no pequeno grupo quanto na totalidade de seu convívio; pais e comunidade - Elaboração de projetos /planejamentos menores para cada série e turma a serem desenvolvidos conforme o nível educativa como de maturidade das crianças. um todo. - Resgatar os valores que as Sugestões: famílias estão perdendo (respeito, - Concurso Vovó Charmosa (para a avó materna) - tem o objetivo de contemplar as relações que ocorrem na escola amor, partilha...) de forma mais ampla, bem como as diversas formas de família vivenciadas pelas crianças; - Mamãe Trabalha Fora - convite a mães que exerçam diferentes atividades profissionais para falar sobre seu - Refletir em trabalho e de que forma conseguem conciliá-lo com a vida pessoal; torno de - Bazar da Mamãe – comércio, a preços simbólicos, de lembrancinhas artesanais confeccionadas pelos alunos, cujo aspectos total arrecadado será revertido em benefícios da escola ou da própria classe que desenvolver a ação; relevantes a - Valorizar a - Aulas para Mamãe – convite às mães para participarem de aulas lúdicas com a participação de sua criança. serem mantidos pessoa humana. - Sarau Musical para Mamãe – homenagens musicais para as mães da escola. Atividade por turma ou fazer um e a serem coral coletivo , após distribuição de lembrançinhas. revistos para o próximo ano, fazendo o OUTRAS SUGESTÕES. registro dos mais importantes. - Diálogo, aula expositiva, interação com os alunos, para conhecer melhor o perfil das mães em questão. - Valorizar o - Pesquisa extra classe sobre as mães ou responsaveis. trabalho da mãe - Ornamentação de murais com fotos das mães, alunos e mensagens, homenageando às Mães. (às vezes dupla - Confecção de lembranças. jornada de - Confecção de cartões. trabalho). - Produção de desenhos a partir de temas ligados à Mãe grávida: gravidez saudável ou de risco, mãe aidética, fumante, alcoólatra. - Conhecer direitos - Criação de depoimentos a partir do tema: e deveres dos DA CRIANÇA PARA MÃE OU RESPONSAVEL - O que nunca disse à mamãe..., Meus sentimentos de criança... membros da DA RESPONSAVEL OU MÃE PARA CRIANÇA - O que nunca disse à minha criança amada..., Meus sentimentos... família, em - Criação de slogans com o tema MÃE. especial das mães - Apresentação de dança ou músicas pelos alunos. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 3. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 4. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 5. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 6. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 7. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 8. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 9. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 10. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 11. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 12. JOGRAL PARA A MULHER DA VIDA DAS CRIANÇAS (MÃES, AVÓS OU OUTRAS RESPONSAVEIS) 1 – As mães são flores maravilhosas, 2 – São lírios lindos e belas rosas, 3 – São dálias, cravos, açucenas, 4 – Jasmins, violetas amenas. 1 – Flores belas, simples ou perfumadas, TODOS – As mães são flores sagradas! 2 – Merecem nosso carinho, a nossa admiração, 3 – O nosso amor mais sincero, a nossa dedicação. 4 – Por tudo o que elas sofrem, 1 – E pelo amor que elas têm, 2 – Bem merecem no seu dia TODOS – Mil beijos e parabéns! 3 – As mães são símbolo de amor, 4 – De sacrifício e dores, 1 – Fazemos-lhes, portanto, justiça 3 – Dizendo: “As mães são flores!” TODOS - Ó mães queridas, nós vos amamos, E neste dia vos abraçamos. Ao Deus bendito por vós rogamos Que vos dê vida por muitos anos! Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com
  • 13. Professora Simone Helen Drumond de Carvalho – http://simonehelendrumond.ning.com