Os Reflexos do Arco-Íris: visibilidade LGBT nas bi-
bliotecas municipais da região norte de São Paulo.
Por Claudio Roberto...
A participação de Nicolle Mahier,
militante e ativista de Direitos Humanos
LGBT,no “Transcidania e Dança”, reflete
um impo...
LGBT” ocorrida na Biblioteca Afonso
Schimdt entre março e abril.
	 Essa ação foi de suma importân-
cia, pois além de conte...
Conheça as bibliotecas públicas da Zona
Norte!
	 A Zona Norte da cidade de São
Paulo possui doze bibliotecas públicas e
su...
Biblioteca Pública Afonso Schmidt
INFORMAÇÕES
Endereço: Av. Elísio Teixeira Leite, 1470
Bairro: Freguesia do Ó
Horário de ...
Biblioteca Pública Álvares de Azevedo
INFORMAÇÕES
Endereço: Pç. Joaquim José da Nova, s/n
Bairro: Vila Maria
Horário de fu...
Biblioteca Pública Brito Broca
INFORMAÇÕES
Endereço: Av. Mutinga, 1425
Bairro: Pirituba
Horário de funcionamento:
seg a se...
Biblioteca Pública Érico Veríssimo
INFORMAÇÕES
Endereço: Rua Diógenes Dourado, 101
Bairro: Cohab Parada de Taipas
Horário ...
Biblioteca Pública Pe. José de Anchieta
INFORMAÇÕES
Endereço: Rua Antônio Maia, 651
Bairro: Perus
Horário de funcionamento...
Biblioteca Pública José Mauro de Vasconcelos
INFORMAÇÕES
Endereço:Pç. Com. Eduardo de Oliveira,100
Bairro: Pq. Edu Chaves
...
Biblioteca Pública Menotti Del Picchia
INFORMAÇÕES
Endereço: Rua São Romualdo, 382
Bairro: Limão
Horário de funcionamento:...
Biblioteca Pública Narbal Fontes
INFORMAÇÕES
Endereço: Rua Conselheiro Moreira de Bar-
ros, 170 (Com entrada também pela R...
Biblioteca Pública Nuto Sant’Anna
INFORMAÇÕES
Endereço: Pç. Tenório de Aguiar, 32
Bairro: Santana
Horário de funcionamento...
Biblioteca Pública Pedro Nava
INFORMAÇÕES
Endereço:Rua Helena do Sacramento,1000
Bairro: Mandaqui
Horário de funcionamento...
Biblioteca Pública Sylvia Orthof
INFORMAÇÕES
Endereço: Av. Tucuruvi, 808
Bairro: Tucuruvi
Horário de funcionamento:
seg a ...
Biblioteca Pública Thales Castanho de Andrade
INFORMAÇÕES
Endereço: Rua Dr. Artur Fajardo, 447
Bairro: Freguesia do Ó
Horá...
Revista ZN - Junho/2016
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revista ZN - Junho/2016

64 visualizações

Publicada em

Revista das bibliotecas municipais da Zona Norte. Edição de junho de 2016.

Publicada em: Serviços
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Revista ZN - Junho/2016

  1. 1. Os Reflexos do Arco-Íris: visibilidade LGBT nas bi- bliotecas municipais da região norte de São Paulo. Por Claudio Roberto da Silva As bibliotecas públicas da Região Norte têm apresentado propostas de ação afirmativa que têm fortalecido a visibili- dade LGBT. Entre estas ações, é possível destacar três: os encontros “Transcidada- nia e Dança” e “Viver sem Preconceito”, ocorridos na Biblioteca Pública Álvares de Azevedo; e a “Exposição de Livros LGBT” realizada pela Biblioteca Afonso Schmidt. Por se tratarem de ações que incentivam o acesso ao debate e aos bens culturais LGBT, as bibliotecas vêm cumprindo o importante papel de colocar em pauta a inclusão cultural de te- mas referentes à diversi- dade sexual. No que se refere ao breve contexto que precede essas ações, é importante destacar que as bibliotecas estão se alinhando a dire- trizes cidadãs, como a das “propostas prioritárias” da III Conferência Muni- cipal de Cultura de São Paulo, realizada em agosto de 2013, e que contou com a participação de todos/ as os/as cidadãos/ãs interessados/as. Elas foram aprovadas coletivamente e há duas que se referem diretamente às populações LGBT: uma tem por objetivo promover programação de atenção à expressão cul- tural, e a outra tem por objetivo ampliar o conceito de diversidade contemplando grupos que reivindicam espaços de inclusão e de preservação de sua memória em equipamentos como as bibliotecas, por exemplo. Sob este foco, as bibliotecas pú- blicas exercitam a missão cidadã de se coadunar a diretrizes como o respeito ao direito das manifestações culturais dos diferentes segmentos sociais. Nes- se sentido, a Biblioteca Pública Álvares de Azevedo, em março de 2015, aco- lheu um evento para debater a função social da dança relacio- nada às lutas em favor da “transcidadania”. O termo “transcida- dania” ganhou projeção no município de São Paulo quando no dia nacional da visibilidade trans (29 de janei- ro), foi implementado o “Programa Transci- dadania”. Ele atende a meta 61 do “Programa de Metas da Cidade”, o qual visa desenvolver ações permanentes de combate à ho- mofobia e respeito à diversidade sexu- al. Esse Programa é coordenado pela Secretaria Municipal de Direitos Hu- manos e Cidadania (SMDHC), e tem como objetivo retirar travestis e tran- sexuais de situações de vulnerabilidade social. Nesse sentido, o “Transcidada- nia” tornou-se uma iniciativa pioneira do município de São Paulo e que ainda é inédita no mundo. “As bibliotecas públicas exerci- tam a missão ci- dadã de se coa- dunar a diretrizes como o respeito ao direito das ma- nifestações cul- turais dos dife- rentes segmentos sociais.”
  2. 2. A participação de Nicolle Mahier, militante e ativista de Direitos Humanos LGBT,no “Transcidania e Dança”, reflete um importante processo que está ligado ao fato da comunidade LGBT brasileira ter uma enorme influência sobre o desen- volvimento das políticas públicas voltadas às diferenças de identidade de gênero e sexualidades. Elas têm como ponto central o reconhecimento pelo Estado de que os direitos sexuais são direitos humanos. Conforme análise do professor da Universi- dade Federal do Estado do Rio de Janei- ro (UNIRIO), Eduardo da Silva Alente- jo (2014), esse processo teve início ainda nos anos de 1990, e essa longa jor- nada se sistematizou anos mais tarde dando origem ao programa “Brasil Sem Homofobia”, lançado em 2004 no Brasil. Além do evento ocorrido em março, em novembro do mesmo ano, a Biblioteca Álvares de Azevedo sediou também o 2º Encontro para o Debate de Polí- ticas Públicas para o Movimento LGBT da Zona Norte, com o tema “Viver sem Preconceito”. Como parte desse encontro, o debate foi intercalado com momentos em que os participantes liam trechos ou textos de obras escolhidas para o “Sarau LGBT”. Essas iniciativas foram produzidas em conjunto com o Conselho Participati- vo da Subprefeitura da Vila Maria / Vila Guilherme / Vila Medeiros. Se considerarmos todas essas ações desenvolvidas na luta contra a homofobia e pelo respeito à diversidade sexual, a Biblioteca Álvares Azevedo compõe a lista de instituições que ao as acolher garante tanto a visibilidade quanto contribui para a promoção da cidadania LGBT. No que também se refere às di- retrizes cidadãs, há ainda a Lei No. 16.333, de 18 de dezembro de 2015, lei que institui o Plano Municipal do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca (PMLLLB) do Município de São Paulo com o fim de assegurar a todos o acesso ao livro, à leitu- ra e à literatura. Essa lei tem entre seus ob- jetivos “promover e fo- mentar a literatura não hegemônica, a literatura marginal periférica e a literatura de mulheres, negros e LGBT”. Se coadunarmos o objetivo acima citado, com a análise feita por José Antônio Frias, pro- fessor da Universidade de Salamanca, é possível observar uma confluência de propostas no sentido de que “a res- posta das bibliotecas públicas deve tra- duzir-se em uma integração total dos materiais LGBT nos fundos”, procu- rando sempre oferecer “modelos sociais positivos” (1996). Sob o foco desta análise, antes de partimos do princípio de que este acervo ainda precisa ser construído, cabe apontar iniciativas de mostra de materiais LGBT já existen- tes nos acervos das bibliotecas munici- pais, como a “Exposição de Livros “Abrir o espaço da biblioteca para encontros e expo- sições dedicadas a temática LGBT são importantes para dar destaque aos valores de in- clusão das dife- renças...”
  3. 3. LGBT” ocorrida na Biblioteca Afonso Schimdt entre março e abril. Essa ação foi de suma importân- cia, pois além de contemplar a ideia de apresentar a diversidade representada nos livros, ou a bibliodiversidade, esse trabalho - por se pautar na visibilidade – também se construiu por meio da exposição temá- tica LGBT presente no acervo. Se pensarmos sobre o tempo de du- ração da exposição da Biblioteca Afonso Schmidt, ela teve o importante papel de retirar das estantes obras LGBT que du- rante anos permaneceram na invisibili- dade e que nesses meses de visibilidade já cumpriu a importante função de garantir ao/à usuário/a da biblioteca o direito de conhecer não apenas livros sobre a temá- tica gay, mas também sobre a diversidade temática das populações LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trangêneros: Travestis e Transexuais). O conjunto das ações desenvolvi- das pelas bibliotecas Álvares de Azevedo e Afonso Schmidt mostram que elas po- tencializam a promoção dos fóruns para a inclusão cultural das pessoas LGBT. Abrir o espaço da biblioteca para encontros e exposições dedicadas a temática LGBT são importantes para dar destaque aos valo- res de inclusão das diferenças, respeito à diversidade sexual e luta contra a homo- fobia. Com o propósito de promover ações alinhadas às diretrizes cidadãs da bibliote- ca pública, reiteramos o convite à todos/ as nossos/as leitores/as para continuarem participando de eventos culturais e visi- tando exposições dedicadas às temáticas LGBT. Referências: ALENTEJO, Eduardo da Silva. Pouvoir et communauté : les réponses organisation- nelles et culturelles LGBT contre l’ho- mophobie, et la promotion des valeurs d’inclusion. In: IFLA WLIC 2014 - Lyon - Libraries, Citizens, Societies: Confluence for Knowledge, 2014. CONSELHO Nacional de Combate à Discri- minação. Brasil Sem Homofobia: Programa de combate à violência e à discriminação contra GLTB e promoção da cidadania ho- mossexual. Brasília : Ministério da Saúde, 2004. FRIAS, José Antônio. Homosexualidad, Lesbianismo y Servicios Bibliotecarios. Educación y biblioteca. No. 69 (1996) p. 48. VAL, Ana Paula do et al. (Orgs). Parti- cipação e cidadania cultural : a experiência da III Conferência Municipal de Cultura de São Paulo. São Paulo : SMC, 2014. Claudio Roberto da Silva Possui graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade de São Paulo (2004), graduação em História pela Universidade de São Paulo (1993), mestrado em História Social pela Univer- sidade de São Paulo (1998) e doutorado em Educação da Universidade de São Paulo (2010)
  4. 4. Conheça as bibliotecas públicas da Zona Norte! A Zona Norte da cidade de São Paulo possui doze bibliotecas públicas e suas localizações vão de Perus até o Par- que Edu Chaves, passando por Jaraguá, Pirituba, Freguesia do Ó, Limão, Manda- qui, Santana, Tucuruvi e Vila Maria. As bibliotecas dispõem de um rico acervo infantil, juvenil e adulto. Neste encontram-se livros de diversos gêneros: romance, comédia, suspense, espírita, en- tre outros. Sem contar os gibis, mangás e revistas. Alguns livros são ficção... outros baseados em fatos reais, inclusive aque- les que viraram filmes, como: A Saga Crepúsculo, Maze Runner, O menino do pijama listrado, O Diário de um banana, Querido John e Orgulho e Preconceito e zumbis. Além disso, também temos livros de pesquisa que auxiliam no trabalho es- colar e para quem está estudando para concursos públicos. Par saber o que mais sobre o que temos em nosso acervo é só consultar nosso catálogo on-line no site: http://bibliotecas.prefeitura.sp.gov.br Tudo pode ser consultado na bi- blioteca, mas se quiser pegar empres- tado é só fazer sua matrícula, trazen- do um comprovante de residência (de um dos últimos 3 meses) e RG. Para menores de 16 anos é ne- cessária autorização de um responsável, ou seja, precisamos que um responsável preencha e assine um termo de respon- sabilidade e apresente seu RG junta- mente com o comprovante de residên- cia e RG do menor. Todas tem programações cultu- rais gratuitas, como: teatro, cinema, contação de histórias, saraus, shows, entre outros. Estas são voltadas para diversos tipos de público, abrangendo todas as faixas etárias. Cada uma dessas bibliotecas tem uma característica particular de acordo com o entorno de onde está localizada. Algumas são mais voltadas ao público infantil, outras tem mais in- tervenção artística... é isso que vamos mostrar agora, a programação cultural e informações sobre cada uma delas, com certeza tem uma próxima de você!
  5. 5. Biblioteca Pública Afonso Schmidt INFORMAÇÕES Endereço: Av. Elísio Teixeira Leite, 1470 Bairro: Freguesia do Ó Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h Telefone: 3975-2305 Coordenadora: Emmanuela Fernandes Arantes E-mails: bcsp.aschmidt@gmail.com bcsp.aschmidt@prefeitura.sp.gov.br Facebook: Biblioteca Afonso Schmidt Possui Telecentro PROGRAMAÇÃO CULTURAL Leitura e Literatura Encantos de leitura Com funcionários da biblioteca. De 4 a 10 anos. Às terças-feiras às 14h30
  6. 6. Biblioteca Pública Álvares de Azevedo INFORMAÇÕES Endereço: Pç. Joaquim José da Nova, s/n Bairro: Vila Maria Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h dom das 10h às 15h Telefone: 2954-2813 Coordenadora: Elaine Telles Rodrigues E-mail: bpalvaresdeazevedo@gmail.com Facebook: Biblioteca Pública Álvares de Azevedo Possui Telecentro PROGRAMAÇÃO CULTURAL . Tai Chi Pai Lin Para que seja vida seja vivida com saúde física, mental e emocional através de exercícios suaves o Tai chi pai liu faz com que a energia flua pelo corpo sendo preventivo e curativo, a memória, o hu- mor e reduz o stress entre outros bene- fícios. Terças e quintas das 8h às 8h50 . Projeto PIÁ Atividades infantis para crianças de 5 a 14 anos. INSCRIÇÕES ABERTAS . Vocacional de Teatro e Música INSCRIÇÕES ABERTAS . Aulas de canto na Álvares de Aze- vedo Ligue ou whatsapp 95637-8553 e marque sua primeira aula. Prof. Paulo Jacovick Todas as quintas das 14h às 18h Cinema Nômade: Cinema como fábrica de visões Uma oficina livre e reflexiva com exibição e análise de filmes longa-me- tragem e produção de um vídeo pelos alunos. Os participantes conversam so- bre a obra pensando no tema, técnica e na estética do filme. Depois, serão realizados também ensaios individuais ou em grupos utilizando recursos pró- prios como celulares ou máquinas fil- madoras. Ao final, os trabalhos serão exibidos em um sarau. Todas as Terças e sextas de junho das 9h às 13h Vagas: 30 Carga horária: 45 horas Indicação etária: jovens e adultos Inscrições: pessoalmente, por telefone ou por e-mail até o preenchimento das vagas
  7. 7. Biblioteca Pública Brito Broca INFORMAÇÕES Endereço: Av. Mutinga, 1425 Bairro: Pirituba Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h Telefone: 3904-2476 Coordenador: Sandro Luiz Coelho E-mail: bmbritobroca@yahoo.com.br Facebook: Biblioteca Brito Broca PROGRAMAÇÃO CULTURAL . Show: Som do Meio Fio Versão compacta da Orquestra de Músicos das Ruas de São Paulo. A orques- tra é formada por músicos anônimos que atuam nas ruas de São Paulo e músicos pertencentes a comunidades de imigrantes da cidade de São Paulo que ainda praticam suas tradições musicais. Acompanhados por uma sanfoneiro, emboladores improvisam na ritmo do cavaquinho e sax. 08 de junho (qua) às 15h . Sarau: Elo da Corrente Sarau é uma reunião, normalmen- te noturna, com o objetivo de compar- tilhar experiências culturais e o convívio social. Um sarau é composto por um grupo de pessoas que se reúnem com o propósito de fazer atividades lúdi- cas e recreativas, como dançar, ouvir músicas, recitar poesias, conversar, ler livros, e demais atividades culturais. 15 de junho (qua) às 19h . Aulas de Hip Hop na Biblioteca Brito Broca com Heitor Haile Inscrições através do e-mail: jmcbibliobritobroca@gmail.com Todas às quintas e sextas às 15h
  8. 8. Biblioteca Pública Érico Veríssimo INFORMAÇÕES Endereço: Rua Diógenes Dourado, 101 Bairro: Cohab Parada de Taipas Horário de funcionamento: seg a sex das 8h às 17h sáb das 9h às 16h Telefone: 3972-0450 Coordenadora: Patrícia Muniz Marçal E-mails: bmericoverissimo@gmail.com bcsp.everissimo@prefeitura.sp.gov.br Facebook: Biblioteca Pública Érico Veríssimo Possui Telecentro . Vocacional de Literatura com a Profª Marina Ruivo Oficina de literatura visando à es- crita de textos, além do aprofundamen- to na literatura brasileira ou estrangeira. Todas as quintas-feiras em dois horá- rios: 9h às 12h ou 14h às 17h . Mediação de leitura para a primeira infância O objetivo da mediação é apre- sentar a leitura para os pequenos de uma forma agradável e divertida, em um espaço próprio para a idade com brinquedos e livros adequados. Tornando a leitura prazerosa e livre de traumas. Todas as quartas-feiras em dois horá- rios: 9h às 10h ou 14h às 15h . Contação de história e Oficina Abayo- mi Oficina com o objetivo de dar visi- bilidade para a cultura africana a partir da confecção das bonecas abayomi, além de uma contação de história com livros sobre a cultura negra de forma repre- sentativa. Será realizada em parceria com o CCA, as amigas da biblioteca e os funcionários numa integração intergera- cional para troca de saberes e sabores. 17 de junho (sex) às 15h . Texturas sonoras para uma dança instantânea Utilizando instrumentos inusita- dos, não convencionais e étnicos, o mú- sico e o dançarino contemporâneo, va- lendo-se da linguagem da improvisação, se inspiram na sonoridade do ambiente. Ocupam a arquitetura do lugar e en- tre o fluxo cotidiano das pessoas criam no momento presente, uma sonoplastia, movimentos únicos e efêmeros, o ins- tante. 27 de junho (seg) às 14h PROGRAMAÇÃO CULTURAL . Circuito Maior Idade (parceria entre a VIA GUTENBERG e a BIBLIOTECA) Oficinas de teatro, dança, rádio, te- rapia, ginástica para pessoas de terceira idade. Todas as terças e quintas-feiras das 8h às 12h . Encontro Amigos da Biblioteca Chá da tarde e conversa entre ami- gos que frequentam a biblioteca sobre di- versos assuntos, envolvendo projetos que criem uma memória para o bairro de Tai- pas e para os seus moradores. Todas as sextas-feiras das 14h às 17h . Literatura Digital – 10 anos de Twitter Todas as quintas-feiras das 14h às 16h
  9. 9. Biblioteca Pública Pe. José de Anchieta INFORMAÇÕES Endereço: Rua Antônio Maia, 651 Bairro: Perus Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h dom das 10h às 15h Telefone: 3917-0751 Coordenadora: Maria Elizabeth Pedrosa E-mails: bmjosedeanchieta@gmail.com Facebook: Biblioteca Padre José de Anchieta Possui Telecentro PROGRAMAÇÃO CULTURAL . Plantão da Horta O projeto pretende manter a hor- ta comunitária, que foi desenvolvida em 2015, pensando a Biblioteca como equi- pamento disseminador de cultura e novas práticas. A horta comunitária servirá para promover a convivência intergeracional no espaço da Biblioteca e sua apropriação pela comunidade. O oficineiro através da sua experiência, pretende cuidar da manuten- ção e expansão da horta orgânica no es- paço da Biblioteca, e através dela resgatar saberes, contos e mitos que falam da ter- ra e da natureza. o trabalho será desen- volvido através de dez oficinas de maio a dezembro de 2016 Dias 1, 15 e 29 de junho das 9h às 11h . Circo Show Espetáculo show tradicional circense com apresentador que interage com o pú- blico, faz comedia stand up, brincadeiras e apresentam as atrações, números de palha- ço, show mágica, malabarismo, equilibris- mo em monociclo alto e baixo, equilibrismo com cones, número com pandeiros, cubo gigante e show com aparelhos de fogo, le- vando alegria e diversão para toda família. 02 de junho (qui) - 14h . Oficinas de break - dança de rua - com Anderson StreetSon De 8 de junho até 9 de setembro às quartas às 14 h . Oficinas de percussão e dança afro com Eduardo Guimarães Dias 7, 14, 21 e 28 de junho (ter) das 9h às 11h e Dias 3, 10, 17 e 24 (sex) das 9h às 11h e das 14h às 16h . Encontro de fãs de ANIMÊS 19 de junho às 10h . Sarau D’Quilo Sarau em parceria com a Comunida- de Cultural Quilombaque 24 de junho às 20h . Show de Rock - União Independente 3 bandas de rock se apresentam na biblioteca 25 de junho a partir das 13h . O Bigodudo - Salvador Dalí Antes de tornar-se a grande figu- ra do surrealismo, Salvador Dalí foi uma criança - um menino que morava dentro de seus sonhos. De forma lúdica, a peça retrata como Dalí transformou o mundo dentro de sua cabeça, onde as velas dos barcos eram feitas de borboletas e o tem- po andava sempre distraído, em grandes obras de arte. 26 de junho (dom) - 11h
  10. 10. Biblioteca Pública José Mauro de Vasconcelos INFORMAÇÕES Endereço:Pç. Com. Eduardo de Oliveira,100 Bairro: Pq. Edu Chaves Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h Telefone: 2242-8196 / 2242-1072 Coordenadora: Sandra Cristina Brasil Silva E-mails: bmjosmaurovasconcelos@yahoo.com.br Facebook: Biblioteca Pública José Mauro de Vascon- celos Possui Telecentro PROGRAMAÇÃO CULTURAL Informações sobre a programa- ção cultural entrar em contato por telefone ou e-mail.
  11. 11. Biblioteca Pública Menotti Del Picchia INFORMAÇÕES Endereço: Rua São Romualdo, 382 Bairro: Limão Horário de funcionamento: seg a sex das 8h às 17h sáb das 9h às 16h Telefone: 3966-4814 Coordenadora: Thaís da Silva Farias E-mails: bmmenottidelpicchia@yahoo.com.br bmdpicchia@gmail.com Facebook: Biblioteca Menotti Del Picchia Blog: bmmenotti.wordpress.com Possui Telecentro . Oficina de Percussão Popular “Alegria na Parada” 25 de junho (sáb) às 13h . Show: Flor da Aroeira É um coletivo que atua há quatro anos na cidade de São Paulo difundindo a cultura da Capoeira de raiz mara- nhense expressada através do Tambor de Crioula. Unindo os fundamentos des- tas duas expressões de roda, o Flor da Aroeira se propõe a realizar rodas de Tambor de Crioula com o objetivo de valorizar a cultura de resistência que é própria das manifestações de origem afro-ameríndias do Brasil. 17 de junho (sex) às 12h PROGRAMAÇÃO CULTURAL . Mediação de leitura para primeira in- fância Toda quarta às 9h . Oficina de Danças Urbanas Toda segunda às 14h
  12. 12. Biblioteca Pública Narbal Fontes INFORMAÇÕES Endereço: Rua Conselheiro Moreira de Bar- ros, 170 (Com entrada também pela Rua Estefânia Mendes Pereira, 54) Bairro: Santana Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h Telefone: 2973-4461 Coordenadora: Raquel Beatriz de Concei- ção E-mails: bmnarbalfontes@yahoo.com.br Facebook: Biblioteca Pública Narbal Fontes PROGRAMAÇÃO CULTURAL . Contação de histórias Chá com aroma de história: Os por- quinhos Cia. Tem Tomate no Palco 04 de junho (sáb) às 11h . PIÁ: Programa de Iniciação Artística No PIÁ a gente experimenta, brinca, pinta, cria personagem, conta história, dança... Tudo junto e mistu- rado! INSCRIÇÕES ABERTAS Crianças de 5 a 7 anos De quinta das 10h às 12h 14h às 16h De sábado das 9h às 11h Crianças de 8 a 10 anos De quarta das 9h às 12h 14h às 17h Crianças de 11 a 14 anos De quarta das 9h às 12h 14h às 17h De sábado das 11h às 13h
  13. 13. Biblioteca Pública Nuto Sant’Anna INFORMAÇÕES Endereço: Pç. Tenório de Aguiar, 32 Bairro: Santana Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h Telefone: 2973-0072 Coordenadora: Regina Helena Lima Mon- teiro E-mail: bmnutosantanna@yahoo.com.br Facebook: Biblioteca Nuto Sant’Anna PROGRAMAÇÃO CULTURAL . Exposição do mês da Ecologia De 06 a 17 de junho . Exposição do mês do cinema bra- sileiro De 20 a 23 de junho . Sarau Litero-Musical do Poetas, Cantores, Declamadores Indepen- dentes de São Paulo 24 de junho (sex) às 14h
  14. 14. Biblioteca Pública Pedro Nava INFORMAÇÕES Endereço:Rua Helena do Sacramento,1000 Bairro: Mandaqui Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h Telefone: 2973-7293 Coordenadora: Domitila Alves de Oliveira Vila Nova E-mail: bmpedrosnava@yahoo.com.br Facebook: Biblioteca Pedro Nava PROGRAMAÇÃO CULTURAL . CONVERSANDO SOBRE CINEMA NA ZONA NORTE DE SÃO PAULO Exibição de filme seguido de um debate redigido por especialistas, ge- rando uma discussão sobre a questão levantada no filme e seu respectivo tema. Todo último sábados do mês às 13h15 ATENÇÃO! No caso de emendas de feriados, a sessão acontecerá no sábado anterior
  15. 15. Biblioteca Pública Sylvia Orthof INFORMAÇÕES Endereço: Av. Tucuruvi, 808 Bairro: Tucuruvi Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h Telefone: 2981-6264/2981-6263 Coordenadora: Sandra Rodrigues Nasci- mento E-mail: bmsylviaorthof@yahoo.com.br PROGRAMAÇÃO CULTURAL Informações sobre a programação cultural entrar em contato por telefone ou e-mail.
  16. 16. Biblioteca Pública Thales Castanho de Andrade INFORMAÇÕES Endereço: Rua Dr. Artur Fajardo, 447 Bairro: Freguesia do Ó Horário de funcionamento: seg a sex das 9h às 18h sáb das 9h às 16h Telefone: 3975-7439 Coordenadora: Elisabete Ferreira Filipini E-mail: bmthalescandrade@yahoo.com.br Facebook: Biblioteca Thales Castanho de Andrade PROGRAMAÇÃO CULTURAL . Os livros falam e a alma responde Leitura com mediação Todas as segundas às 10h . Contação de histórias: Você conse- gue ver? As mais belas histórias que en- cantam e fascinam. Todas as seguntas às 14h30 As duas atividades também podem ser realizadas com agendamento prévio!

×