SlideShare uma empresa Scribd logo
Instituto Federal Goiano – Campus Iporá
                               Curso: Técnico em _________ integrado ao Ensino Médio
                               Disciplina: QUÍMICA – 2º ANO
                               Professor: Dylan Ávila
                               Iporá, 19 de junho de 2012.
                               Aluno(a):__________________________________________


                                            LISTA DE EXERCÍCIOS DE QUÌMICA

OBS : As questões de 1 a 15 deverão ser resolvidas até o dia 21 de junho, as outras deverão ser
entregues até o dia da prova
01 - (UDESC SC)
     Dadas as seguintes equações:

    A.     2CO(g) + O2(g)  2CO2(g)                                      H = – 65,6 kJ
    B.     2CH4O(g) + 3O2(g)  2CO2(g) + 4H2O(l)                         H = – 1452,6 kJ
    C.     3O2(g)  2O3(g)                                               H = + 426,9 kJ
    D.     Fe2O3(g) + 3C(s)  2Fe(s) + 3CO(g)                            H = + 490,8 kJ

    Considere as seguintes proposições em relação às equações:

    I.     As reações (A) e (B) são endotérmicas.
    II.    As reações (A) e (B) são exotérmicas.
    III.   As reações (C) e (D) são exotérmicas.
    IV.    As reações (C) e (D) são endotérmicas.
    V.     A reação com maior liberação de energia é a (B).
    VI.    A reação com maior liberação de energia é a (D).

    Assinale a alternativa correta.

    a)     Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.
    b)     Somente as afirmativas I, III e VI são verdadeiras.
    c)     Somente as afirmativas I, IV e VI são verdadeiras.
    d)     Somente as afirmativas II, V e VI são verdadeiras.
    e)     Somente as afirmativas II, IV e V são verdadeiras.

02 - (UESPI)
   O acetileno é um gás utilizado em maçaricos para cortar e soldar metais. Ao queimar, produz uma chama luminosa intensa, alcançando uma
   temperatura ao redor de 3.000°C. Considere a equação termoquímica para a reação de decomposição do acetileno: C 2H2(g) 
                                                                                                                           2 C(s) +
   H2(g) ΔH = − 230 kJ . mol−1 e analise as seguintes afirmativas:

   1)    a reação é exotérmica, pois o calor é liberado.
   2)    a variação da entalpia da reação inversa é idêntica à da reação direta.
   3)    a entalpia dos produtos é menor que a entalpia dos reagentes.

   Está(ão) correta(s):

   a)    1 apenas
   b)    2 apenas
   c)    3 apenas
   d)    1 e 3 apenas
   e)    1, 2 e 3
03 - (UERGS)
    O perfil de reação




    corresponde a uma reação

    a)   endotérmica com energia de ativação igual a 40 kJ.mol–1.
    b)   exotérmica com H = 20 kJ.
    c)   endotérmica com energia de ativação igual a 50 kJ.mol–1.
    d)   exotérmica com energia de ativação igual a 40 kJ.mol–1.
    e)   exotérmica com H = –20 kJ.

04 - (UCS RS)
    Atletas que sofrem problemas musculares durante uma competição podem utilizar bolsas instantâneas
    frias ou quentes como dispositivos para primeiros socorros. Esses dispositivos normalmente são
    constituídos por uma bolsa de plástico que contém água em uma seção e uma substância química seca em
    outra seção. Ao golpear a bolsa, a água dissolve a substância, de acordo com as equações químicas
    representadas abaixo.

    Equação 1:
    CaCl2s água  Ca2+(aq) + 2Cl–(aq) H = –82,8 kJ/mol
            
    Equação 2:
    NH4NO3(s) água  NH4+(aq) + NO3–(aq) H = +26,2 kJ/mol
                  
                  


    Se um atleta precisasse utilizar uma bolsa instantânea fria, escolheria a bolsa que contém o
    a) CaCl2(s), pois sua dissociação iônica é exotérmica.
    b) NH4NO3(s), pois sua reação de deslocamento com a água deixa a bolsa fria.
    c) CaCl2(s), pois sua dissociação iônica absorve o calor.
    d) NH4NO3(s), pois sua dissociação iônica é endotérmica.
    e) CaCl2(s), pois sua reação de dupla troca com a água deixa a bolsa fria.

05 - (MACK SP)
    1) CaC 2(s) O  CaC 2(aq.) H  82,7 kJ / mol.
                   
                  H2


    2) NH4 NO3(s) O  NH4 NO3(aq.) H  26,3 kJ / mol.
                      
                     H2




    Uma aplicação interessante do calor de dissolução são as compressas de emergência (saco plástico com
    cloreto de cálcio ou nitrato de amônio e ampola de água), usadas em atletas com contusões. Da dissolução
    das substâncias em água, tal como equacionadas acima, fazem-se as afirmações:
I. O cloreto de cálcio é usado em compressas quentes.
    II. O nitrato de amônio é usado em compressas frias.
    III. A equação 1 representa uma reação exotérmica.

    Dessas afirmações,
    a) somente I está correta.
    b) somente II está correta.
    c) somente I e III estão corretas.
    d) somente I e II estão corretas.
    e) I, II e III estão corretas.

06 - (VUNESP SP)
    Em uma cozinha, estão ocorrendo os seguintes processos:
    I. gás queimando em uma das “bocas” do fogão e
    II. água fervendo em uma panela que se encontra sobre esta “boca” do fogão.
    Com relação a esses processos, pode-se afirmar que:
    a) I e II são exotérmicos.
    b) I é exotérmico e II é endotérmico.
    c) I é endotérmico e II é exotérmico.
    d) I é isotérmico e II é exotérmico.
    e) I é endotérmico e II é isotérmico.

07 - (UNIFOR CE)
     Durante o ciclo hidrológico natural a água muda constantemente de estado físico e de lugar. Entre os fenômenos que ocorrem estão:
     I. derretimento de “icebergs”
     II. formação de gotículas de água na atmosfera a partir do vapor
     III. formação de neve
     IV. dissipação de nevoeiros
     Dentre esses fenômenos, são exotérmicos SOMENTE
     a) I e II
     b) I e III
     c) II e III
     d) II e IV
     e) III e IV

08 - (UEL PR)

    I.     C(graf) + 2H2(g)  CH4(g)    H = -74,5 kJ/mol
    II.    C(graf) + O2(g)  CO2(g)     H = -393,3 kJ/mol
    III.   H2(g) + 1/2O2(g) H2O(l)     H = -285,8 kJ/mol
    IV.    C(s) C(g)                   H = +715,5 kj/mol
    V.     6C(graf) + 3H2(g) C6H6(l)   H = + 48,9 kJ/mol

    São transformações endotérmicas:
    a) I e II
    b) II e III
    c) III e IV
    d) III e V
    e) IV e V


09 - (UECE)
    O sal de cozinha, em contato com a água, mesmo na forma de gelo, tende a se dissolver. Essa dissolução é
    um processo endotérmico, isto é, exige uma quantidade de energia para se concretizar. A temperatura da
    mistura pode chegar a –18ºC e, em 5 minutos, seu isopor será capaz de fazer por sua latinha de cerveja o
    que o freezer faria em 15 minutos. Assinale a opção que contém o gráfico que representa um processo
    endotérmico, em uma reação química.
a)




   b)




   c)




   d)



10 - (UFRRJ)
    Desde a pré-história, quando aprendeu a manipular o fogo para cozinhar seus alimentos e se aquecer, o
    homem vem percebendo sua dependência cada vez maior das várias formas de energia. A energia é
    importante para uso industrial e doméstico, nos transportes, etc.
    Existem reações químicas que ocorrem com liberação ou absorção de energia, sob a forma de calor,
    denominadas, respectivamente, como exotérmicas e endotérmicas. Observe o gráfico a seguir e assinale a
    alternativa correta:




   a)   O gráfico representa uma reação endotérmica.
   b)   O gráfico representa uma reação exotérmica.
   c)   A entalpia dos reagentes é igual à dos produtos.
   d)   A entalpia dos produtos é maior que a dos reagentes.
   e)   A variação de entalpia é maior que zero.

11 - (UESPI)
    Observe o gráfico abaixo.
1. O gráfico corresponde a um processo endotérmico.
   2. A entalpia da reação é igual a + 226 kcal.
   3. A energia de ativação da reação é igual a 560kcal.
   Está(ão) correta(s):
   a) 1 apenas
   b) 2 apenas
   c) 2 e 3 apenas
   d) 1 e 3 apenas
   e) 1, 2 e 3

12 - (UFTM MG)
    O gráfico apresenta os valores de entalpia para uma reação genérica X + Y  Z + W, em duas situações:
    na presença e na ausência de catalisador.




   Os valores da energia de ativação na presença do catalisador e o tipo de reação quanto à liberação ou
   absorção de calor são, respectivamente,
   a) 30 kJ e endotérmica.
   b) 50 kJ e endotérmica.
   c) 50 kJ e exotérmica.
   d) 110 kJ e endotérmica.
   e) 110 kJ e exotérmica.

13 - (UDESC SC)
    A combustão completa do butano C4H10 considerado o principal componente do gás de cozinha, GLP, pode ser representada pela equação
    química

    C4H10 (g) + 13/2 O2 (g)  4 CO2 (g) + 5H2 O(g)

    Dadas as entalpias de formação a 25ºC e 1 atm, a entalpia da reação global, nas condições citadas, em kJ/mol é:

    Dados: entalpia de formação:

    C4H10(g) = – 125 kJ/mol;
    CO2(g) = – 394 kJ/mol;
    H2O(g) = – 242 kJ/mol.
a)   – 2911 kJ/mol
    b)   – 511 kJ/mol
    c)   – 2661 kJ/mol
    d)   – 2786 kJ/mol
    e)   – 1661 kJ/mol


14 - (UDESC SC)
    Determine o calor de combustão (Hº) para o metanol (CH3OH) quando ele é queimado, sabendo-se que
    ele libera dióxido de carbono e vapor de água, conforme reação descrita abaixo.
                                             Substância H o , kJ.mol 1
                                                           f
                                               CH 3OH         239,0
                                                CO 2          393,5
                                                H 2O          2418
                                                                  ,

                                       CH3OH + 3/2O2  CO2 + 2H2O

   a) Hº = + 638,1 kJ.mol–1
   b) Hº = – 396,3 kJ.mol–1
   c) Hº = – 638,1 kJ.mol–1
   d) Hº = + 396,3 kJ.mol–1
   e) Hº = – 874,3 kJ.mol–1
   Formulário: Hº = (Hºf)produto – (Hºf)reagente

15 - (UFC CE)
    No Brasil, o álcool etílico vem sendo muito utilizado como uma opção de biocombustível, uma vez que
    possui origem vegetal e é renovável. Sabe-se que sua reação de combustão é dada por:
                                      C2H5OH (l)  3O2 (g)  2CO2 (g)  3H2O (l)
   Assinale a alternativa que corretamente expressa o valor da entalpia padrão de combustão, em kJ.mol –1,
   para esta reação.
   Dados: f fo, CO2  394kJ  mol 1 ; f fo, H 2 O  286kJ  mol 1 ; f fo, C 2 H 5OH  278kJ  mol 1
    a) –1268
    b) –1368
    c) –1468
    d) –1568
    e) –1668
16 - (UESPI)
    Os clorofluorcarbono (CFCs) são usados extensivamente em aerosóis, ar-condicionado, refrigeradores e
    solventes de limpeza. Os dois principais tipos de CFCs são o triclorofluorcarbono (CFCl3) ou CFC-11 e
    diclorodifluormetano (CF2Cl2) ou CFC-12. O triclorofluorcarbono é usado em aerosóis, enquanto que o
    diclorodifluormetano é tipicamente usado em refrigeradores. Determine o H para a reação de formação
    do CF2Cl2:

                           CH4(g) + 2Cl2(g) + 2F2(g)  CF2Cl2(g) + 2HF(g) + 2HCl(g)

   Dados de energia de ligação em kJ/mol: C-H (413); Cl-Cl (239); F-F (154); C-F (485); C-Cl (339); H-F
   (565); H-Cl (427).

   a) – 234 kJ
   b) – 597 kJ
   c) – 1194 kJ
d) – 2388 kJ
    e) – 3582 kJ

17 - (UFOP MG)
    O ácido clorídrico é um importante ácido industrial, e uma das etapas de sua obtenção é representada pela
    seguinte equação química:

                                                               H 2(g)  Cl 2(g)  2HCl(g)


   Considere a seguinte tabela de valores de energia de ligação:

                                                         Substância Energiade ligação(kJ/mol)
                                                           H 2(g)            436,0
                                                           Cl 2(g)           243,0
                                                           HCl(g)            432,0


   Com base nessa tabela, pode-se afirmar que a entalpia de formação do HCl(g), em kJ/mol, é de:
   a) 247,0
   b) 123,0
   c) –247,0
   d) –92,5

18 - (UEG GO)

    Ligação Entalpiade Ligação/ kJ.mol 1
     CH                      412
     CC                      348
     CO                      743
     OO                      484
     OH                      463

    Baseado na tabela contendo valores de entalpias de ligação acima, o calor liberado em kJ.mol–1, na reação
    de combustão completa do butano em fase gasosa, seria:
    a) 1970
    b) 2264
    c) 4180
    d) 5410

19 - (UNIFEI MG)
    Considerando os dados de entalpia de ligação abaixo, o calor associado (kJ/mol) à reação:

    CH 4 (g)  4 Cl 2 (g)  CCl 4 (g)  4 HCl (g) ,   à pressão constante, deverá ser :

    (C – H = 414 kJ/mol, H – Cl = 431 kJ/mol, Cl – Cl = 243 kJ/mol, C – Cl = 331 kJ/mol)

    a)   + 420 kJ/mol
    b)   + 105 kJ/mol
    c)   – 105 kJ/mol
    d)   – 420 kJ/mol

20 - (UNIFESP SP)
Com base nos dados da tabela:
                                          Ligação       Energia média de ligação (kJ/mol)
                                          O–H                    460
                                          H–H                    436
                                          O=O                    490
    pode-se estimar que o H da reação representada por: 2H2O(g)        2(g) + O2(g), dado em kJ por mol de H2O(g), é igual a:
    a) + 239.
    b) + 478.
    c) + 1101.
    d) – 239.
    e) – 478.


21 - (PUC RJ)
     Dadas as energias de ligação (estado gasoso) abaixo
                                                             H - H, H = + 104 Kcal/mol
                                                             H - F, H = + 135 Kcal/mol
                                                            F – F, H = + 37 Kcal/mol
    O calor (H) da reação H2(g) + F2(g)  2HF(g), em Kcal/mol, será igual a:
    a) - 276
    b) -195
    c) -129
    d) - 276
    e) 129

22 - (UFG GO)
     Determine a entalpia de formação de ácido clorídrico gasoso, segundo a reação representada pela equação:

                                                            H2 (g) + Cl2 (g)  2HCl (g)

    Dados:
    H2 (g)  2H (g)          Ho = 436 kJ/mol
    Cl2 (g)  2Cl (g)        Ho = 243 kJ/mol

                                                 HCl (g)  H (g) + Cl (g)      Ho = 431 kJ/mol

    Indique os cálculos.

23 - (UFOP MG)
     O carbeto de tungstênio (WC) é usado em brocas de perfuração de poços de petróleo. A medição experimental do calor de formação do WC é
     tarefa difícil devido à alta temperatura em que a reação ocorre. Entretanto, o calor de formação do WC pode ser calculado a partir dos calores
     de combustão das substâncias abaixo:

                             W (s) + 3/2 O2 (g)  WO3 (s)                     H = - 840 kJ/mol
                             C (grafite) + O2 (g)  CO2 (g)                   H = - 394 kJ/mol
                             WC (s) + 5/2 O2 (g) WO3 (s) + CO2 (g)           H = - 1196 kJ/mol

    a)   Calcule o calor de formação do WC.
         W (s) + C (s)  WC (s)          H = ?
    b)   A reação de formação do WC é endotérmica ou exotérmica? Justifique.


24 - (UEG GO)
    A variação de entalpia envolvida numa reação química, em determinadas condições, depende
    exclusivamente da etapa inicial dos reagentes e da etapa final dos produtos, seja a reação executada em
    uma única etapa ou em várias etapas sucessivas.
    Sabendo que

                             CH3CH2OH(l) + 3O2(g)  2CO2 + 3H2O(l) H = –326,71kcal
                              C(s) + O2(g)  CO2 (g)               H = –94,05kcal
                           H2(g) + 1/2 O2(g)  H2O(l)                 H = –68,32kcal
faça o que se pede:
   a) Calcule o H para: 2C(s) + 3H2(g) + 1/2 O2(g)  CH3CH2OH(l) H = ?
   b) Responda: a reação de formação do etanol é endotérmica ou exotérmica?

25 - (UFMS)
    Calcule a entalpia em kcal.mol–1 da reação não-balanceada:
                    CH4(g) + O2(g)  CO2(g) + H2O(l), conhecendo-se as entalpias das reações:
    a) C(grafite) + O2(g)  CO2(g)       H1 =  94,2 kcal.mol1
    b) H2(g) + 1/2O2(g)  H2O(l)        H2 =  68,4 kcal.mol1
    c) C(grafite) + 2H2(g)  CH4(g)      H3 =  17,9 kcal.mol1
    Para efeito de resposta, expresse o resultado em módulo, com três algarismos significativos.

26 - (PUC MG)
    Dadas as seguintes equações termoquímicas, a 25ºC e 1 atm:

   C2H2(g) + 5/2 O2(g)  2CO2(g) + H2O(l) H1 = – 1301,0 kJ/mol
   C2H6(g) + 7/2 O2(g)  2CO2(g) + 3H2O(l) H2 = – 1560,0 kJ/mol
   H2(g) + 1/2O2(g)  H2O(l)               H3 = –286,0 kJ/mol

   Assinale a variação de entalpia (H), em kJ, para a reação C2H2(g) + 2 H2(g)  C2H6(g).
   a) – 313,0
   b) – 27,0
   c) + 313,0
   d) + 27,0

27 - (UFMS)
    Calcule a entalpia,       H ,   em kcal/mol, da reação:

                                                             CO2(g)  Cgrafitesólido  O2(g) ,


   nas condições ambientes (25ºC e 1 atm), sabendo-se que:
   I. C2H6(g)  7 / 2 O2(g)  2 CO2(g)  3 H2O() Hº  372,7kcal / mol
   II. 2 Cgrafitesólido  3 H2(g)  C2 H6(g)         Hº  20,2kcal / mol
   III. H2(g)  1 / 2 O2(g)  H2O()                   Hº  68,3kcal / mol


28 - (UEG GO)
    Nos processos industriais, a termoquímica tem sido muito empregada para o aproveitamento do calor do
    sistema em trocas térmicas, as quais geram benefícios econômicos para as indústrias. Muitas reações
    químicas liberam calor, e esse calor pode ser estimado a partir da variação de entalpia de outras reações
    químicas.

   Considerando este assunto e a reação de formação do benzeno (C6H6), responda ao que se pede:

                                                            6 C(grafite)  3H 2(g)  C6 H6()


   I.    C(grafite)  O 2(g)  CO 2(g)    H 0  94,1kcal  mol 1

   II.   H 2(g)  1/ 2O 2(g)  H 2 O()   H 0  68,4kcal  mol 1
II.   C 6 H 6()  15 / 2O 2(g ) 
          6CO 2(g )  3H 2 O ()       H 0  781 0kcal  mol 1
                                                   ,


   a) Calcule a variação de entalpia para a reação de formação do benzeno (C6H6), a partir das demais
      reações, cuja variação de entalpia é conhecida.
   b) Classifique a reação de formação do benzeno em exotérmica ou endotérmica.

29 - (UFCG PB)
    Um dos processos de controle de dióxido de carbono em atmosferas artificiais consiste na utilização do
    hidróxido de lítio que, após a hidratação, seguida de carbonatação, elimina o referido gás do ambiente.
    São apresentadas abaixo duas equações parciais que descrevem esse processo e a reação global. Faça a
    estimativa da quantidade de calor liberada na reação global
    1ª Etapa:
    LiOH(s)  H2O(g)  LiOH H2O(s) H   14,5 kcal
   2ª Etapa:
   2 LiOH H 2O(s)  CO 2(g) 
    Li2CO3(s)  3 H 2O(g) H   7,6 kcal
   Reação global:
    2 LiOH(s)  CO2(g)  Li2CO3(s)  H2O(g)


   a)    22,1 kcal.
   b)    6,9 kcal.
   c)    21,4 kcal.
   d)    36,6 kcal.
   e)    29,7 kcal.

30 - (UFT TO)
    Durante a produção industrial do ácido sulfúrico são necessárias as seguintes etapas intermediárias:
    combustão do enxofre e oxidação do dióxido de enxofre.
                                               2 S(s )  3 O 2(g )  2 SO3(g ) Hº  791 44 kJ
                                                                                         ,
                                               S(s )  O 2(g )  SO 2(g )   Hº  296,83 kJ
   Determine a entalpia padrão de formação do trióxido de enxofre de acordo com a reação abaixo:
                                                          2 SO2(g)  O2(g)  2 SO3(g)
   a)    – 197,78 KJ
   b)    – 1088,27 KJ
   c)    + 197,78 KJ
   d)    – 494,61 KJ



GABARITO:

16) Gab: C

17) Gab: D

18) Gab: B

19) Gab: D
20) Gab: A


21) Gab: C

22) Gab: Aplicando os cálculos pela Lei de Hess temos que : Ho = -91,5 kJ/mol

23) Gab:
a) –38kj/mol
b) exotérmica, pois apresenta H = negativo.


24) Gab:
a) H = –66,32kcal
b) exotérmica

25) Gab: 213

26) Gab: A

27) Gab: 094

28) Gab:
    a) ΔH11,3kcal/mol

    b) endotérmica, uma vez que a variação de entalpia é positiva.

29) Gab: C

30) Gab: A

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reações Químicas
Reações QuímicasReações Químicas
Reações Químicas
Polo UAB de Alagoinhas
 
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Carlos Priante
 
Atividade tabela periódica
Atividade   tabela periódicaAtividade   tabela periódica
Atividade tabela periódica
Escola Pública/Particular
 
Lista de exercicios sobre tabela periodica
Lista de exercicios sobre tabela periodicaLista de exercicios sobre tabela periodica
Lista de exercicios sobre tabela periodica
Estude Mais
 
Lista de exercícios 02 2014
Lista de exercícios 02   2014Lista de exercícios 02   2014
Lista de exercícios 02 2014
professoraludmila
 
Caça palavra para fazer 8serie 9 ano
Caça palavra para fazer 8serie 9 anoCaça palavra para fazer 8serie 9 ano
Caça palavra para fazer 8serie 9 ano
Renato De Souza Abelha
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
Carlos Magno Braga
 
Exercícios funções inorgânicas
Exercícios funções inorgânicasExercícios funções inorgânicas
Exercícios funções inorgânicas
Leonardo Carneiro
 
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufaAtividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividade 2º ano (termoquímica)
Atividade  2º ano (termoquímica)Atividade  2º ano (termoquímica)
Atividade 2º ano (termoquímica)
Junior Oliveira
 
Entalpia
EntalpiaEntalpia
Entalpia
Dani Barbosa
 
QUÍMICA - 3ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT203) D3
QUÍMICA - 3ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT203) D3QUÍMICA - 3ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT203) D3
QUÍMICA - 3ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT203) D3
GernciadeProduodeMat
 
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Karol Maia
 
Manual de atividades lúdicas
Manual de atividades lúdicasManual de atividades lúdicas
Manual de atividades lúdicas
Jéssica Rodrigues'
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucaoExercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
Jonas Santos
 
Quadro de distribuição de conteúdos da eja química
Quadro de distribuição de conteúdos da eja   químicaQuadro de distribuição de conteúdos da eja   química
Quadro de distribuição de conteúdos da eja química
japquimica
 
Obtenção de hidrogenio
Obtenção de hidrogenioObtenção de hidrogenio
Obtenção de hidrogenio
Mila Dé Zacché
 
Termoquímica 2015 exercicios ii unidade
Termoquímica 2015 exercicios ii unidadeTermoquímica 2015 exercicios ii unidade
Termoquímica 2015 exercicios ii unidade
Junior Dou
 
Exercícios - 1 entalpia (2º ano Poliedro)
Exercícios  - 1 entalpia (2º ano Poliedro)Exercícios  - 1 entalpia (2º ano Poliedro)
Exercícios - 1 entalpia (2º ano Poliedro)
Professora Analynne Almeida
 

Mais procurados (20)

Reações Químicas
Reações QuímicasReações Químicas
Reações Químicas
 
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
 
Atividade tabela periódica
Atividade   tabela periódicaAtividade   tabela periódica
Atividade tabela periódica
 
Lista de exercicios sobre tabela periodica
Lista de exercicios sobre tabela periodicaLista de exercicios sobre tabela periodica
Lista de exercicios sobre tabela periodica
 
Lista de exercícios 02 2014
Lista de exercícios 02   2014Lista de exercícios 02   2014
Lista de exercícios 02 2014
 
Caça palavra para fazer 8serie 9 ano
Caça palavra para fazer 8serie 9 anoCaça palavra para fazer 8serie 9 ano
Caça palavra para fazer 8serie 9 ano
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
 
Exercícios funções inorgânicas
Exercícios funções inorgânicasExercícios funções inorgânicas
Exercícios funções inorgânicas
 
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufaAtividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufa
 
Atividade 2º ano (termoquímica)
Atividade  2º ano (termoquímica)Atividade  2º ano (termoquímica)
Atividade 2º ano (termoquímica)
 
Entalpia
EntalpiaEntalpia
Entalpia
 
QUÍMICA - 3ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT203) D3
QUÍMICA - 3ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT203) D3QUÍMICA - 3ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT203) D3
QUÍMICA - 3ª SÉRIE - HABILIDADE DA BNCC - (EM13CNT203) D3
 
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
 
Manual de atividades lúdicas
Manual de atividades lúdicasManual de atividades lúdicas
Manual de atividades lúdicas
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
 
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucaoExercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
Exercicios quimica funcoes organicas gabarito resolucao
 
Quadro de distribuição de conteúdos da eja química
Quadro de distribuição de conteúdos da eja   químicaQuadro de distribuição de conteúdos da eja   química
Quadro de distribuição de conteúdos da eja química
 
Obtenção de hidrogenio
Obtenção de hidrogenioObtenção de hidrogenio
Obtenção de hidrogenio
 
Termoquímica 2015 exercicios ii unidade
Termoquímica 2015 exercicios ii unidadeTermoquímica 2015 exercicios ii unidade
Termoquímica 2015 exercicios ii unidade
 
Exercícios - 1 entalpia (2º ano Poliedro)
Exercícios  - 1 entalpia (2º ano Poliedro)Exercícios  - 1 entalpia (2º ano Poliedro)
Exercícios - 1 entalpia (2º ano Poliedro)
 

Destaque

Exercícios termoquímica
Exercícios termoquímicaExercícios termoquímica
Exercícios termoquímica
Vanderlei Barboza da Silva
 
V dfilo cap7p_conhecimento_verdade
V dfilo cap7p_conhecimento_verdadeV dfilo cap7p_conhecimento_verdade
V dfilo cap7p_conhecimento_verdade
Leonardo Espíndola Espindola Moreira
 
Exercicios de termoquimica com gabarito
Exercicios de termoquimica com gabaritoExercicios de termoquimica com gabarito
Exercicios de termoquimica com gabarito
Estude Mais
 
Unificação italiana
Unificação italianaUnificação italiana
Unificação italiana
Dênis Valério Martins
 
Unificação italiana
Unificação italianaUnificação italiana
Unificação italiana
lucaskdf
 
Ligação, recombinação e mapas genéticos
Ligação, recombinação e mapas genéticosLigação, recombinação e mapas genéticos
Ligação, recombinação e mapas genéticos
Evilene Bolos
 
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticaisSegunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
ma.no.el.ne.ves
 
A Unificação Da Itália E Da Alemanha
A  Unificação Da  Itália E Da  AlemanhaA  Unificação Da  Itália E Da  Alemanha
A Unificação Da Itália E Da Alemanha
Claudio Souza
 
Apostila de Química Analítica Qualitativa
Apostila de Química Analítica QualitativaApostila de Química Analítica Qualitativa
Apostila de Química Analítica Qualitativa
Dharma Initiative
 

Destaque (9)

Exercícios termoquímica
Exercícios termoquímicaExercícios termoquímica
Exercícios termoquímica
 
V dfilo cap7p_conhecimento_verdade
V dfilo cap7p_conhecimento_verdadeV dfilo cap7p_conhecimento_verdade
V dfilo cap7p_conhecimento_verdade
 
Exercicios de termoquimica com gabarito
Exercicios de termoquimica com gabaritoExercicios de termoquimica com gabarito
Exercicios de termoquimica com gabarito
 
Unificação italiana
Unificação italianaUnificação italiana
Unificação italiana
 
Unificação italiana
Unificação italianaUnificação italiana
Unificação italiana
 
Ligação, recombinação e mapas genéticos
Ligação, recombinação e mapas genéticosLigação, recombinação e mapas genéticos
Ligação, recombinação e mapas genéticos
 
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticaisSegunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
Segunda aplicação do enem 2011, aspectos gramaticais
 
A Unificação Da Itália E Da Alemanha
A  Unificação Da  Itália E Da  AlemanhaA  Unificação Da  Itália E Da  Alemanha
A Unificação Da Itália E Da Alemanha
 
Apostila de Química Analítica Qualitativa
Apostila de Química Analítica QualitativaApostila de Química Analítica Qualitativa
Apostila de Química Analítica Qualitativa
 

Semelhante a Lista 2 ano_19.06

Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
Vinny Silva
 
Termoquimica cjc
Termoquimica cjcTermoquimica cjc
Termoquimica cjc
Jesrayne Nascimento
 
Cálculos quimicos de termoquimica
Cálculos quimicos de  termoquimicaCálculos quimicos de  termoquimica
Cálculos quimicos de termoquimica
Aninha Felix Vieira Dias
 
Lista termo
Lista termoLista termo
Lista termo
Daiane Gris
 
Lista termo
Lista termoLista termo
Lista termo
Daiane Gris
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Slides da aula de Química (Manoel) sobre TermoquímicaSlides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Turma Olímpica
 
AULA 09 - TERMOQUÍMICA.pptx
AULA 09 - TERMOQUÍMICA.pptxAULA 09 - TERMOQUÍMICA.pptx
AULA 09 - TERMOQUÍMICA.pptx
ThaisMoreira82
 
Lista de exercícios VI Termoquímica
Lista de exercícios VI TermoquímicaLista de exercícios VI Termoquímica
Lista de exercícios VI Termoquímica
Carlos Priante
 
Listao organica
Listao organicaListao organica
Listao organica
Enéderson Rossetto
 
Lista de exercicios de termoquimica
Lista de exercicios de termoquimicaLista de exercicios de termoquimica
Lista de exercicios de termoquimica
Estude Mais
 
exercicios termoquimica
exercicios termoquimicaexercicios termoquimica
exercicios termoquimica
Donias Silva Junior
 
Atividade termoquímica em duplas 2 a b-c
Atividade termoquímica em duplas 2 a b-cAtividade termoquímica em duplas 2 a b-c
Atividade termoquímica em duplas 2 a b-c
Francisco Rocha Moura
 
2º ano (P) - Termoquímica
2º ano (P) - Termoquímica2º ano (P) - Termoquímica
2º ano (P) - Termoquímica
Analynne Almeida
 
2°em química rec final_exercícios
2°em química rec final_exercícios2°em química rec final_exercícios
2°em química rec final_exercícios
Adriana Ignácio
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
Carlos Priante
 
145 093513 reacoes_inorganicasagamenon
145 093513 reacoes_inorganicasagamenon145 093513 reacoes_inorganicasagamenon
145 093513 reacoes_inorganicasagamenon
Andrey Luiz
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
Bio Sem Limites
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
Glayson Sombra
 
TERMOQUÍMICA - EXERCÍCIOS
TERMOQUÍMICA - EXERCÍCIOSTERMOQUÍMICA - EXERCÍCIOS
TERMOQUÍMICA - EXERCÍCIOS
Cursos Profissionalizantes
 
Unidade4 2012 csa_gabarit_op115,128,130
Unidade4 2012 csa_gabarit_op115,128,130Unidade4 2012 csa_gabarit_op115,128,130
Unidade4 2012 csa_gabarit_op115,128,130
ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 

Semelhante a Lista 2 ano_19.06 (20)

Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
Termoquimica cjc
Termoquimica cjcTermoquimica cjc
Termoquimica cjc
 
Cálculos quimicos de termoquimica
Cálculos quimicos de  termoquimicaCálculos quimicos de  termoquimica
Cálculos quimicos de termoquimica
 
Lista termo
Lista termoLista termo
Lista termo
 
Lista termo
Lista termoLista termo
Lista termo
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Slides da aula de Química (Manoel) sobre TermoquímicaSlides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Termoquímica
 
AULA 09 - TERMOQUÍMICA.pptx
AULA 09 - TERMOQUÍMICA.pptxAULA 09 - TERMOQUÍMICA.pptx
AULA 09 - TERMOQUÍMICA.pptx
 
Lista de exercícios VI Termoquímica
Lista de exercícios VI TermoquímicaLista de exercícios VI Termoquímica
Lista de exercícios VI Termoquímica
 
Listao organica
Listao organicaListao organica
Listao organica
 
Lista de exercicios de termoquimica
Lista de exercicios de termoquimicaLista de exercicios de termoquimica
Lista de exercicios de termoquimica
 
exercicios termoquimica
exercicios termoquimicaexercicios termoquimica
exercicios termoquimica
 
Atividade termoquímica em duplas 2 a b-c
Atividade termoquímica em duplas 2 a b-cAtividade termoquímica em duplas 2 a b-c
Atividade termoquímica em duplas 2 a b-c
 
2º ano (P) - Termoquímica
2º ano (P) - Termoquímica2º ano (P) - Termoquímica
2º ano (P) - Termoquímica
 
2°em química rec final_exercícios
2°em química rec final_exercícios2°em química rec final_exercícios
2°em química rec final_exercícios
 
Termoquimica
TermoquimicaTermoquimica
Termoquimica
 
145 093513 reacoes_inorganicasagamenon
145 093513 reacoes_inorganicasagamenon145 093513 reacoes_inorganicasagamenon
145 093513 reacoes_inorganicasagamenon
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
TERMOQUÍMICA - EXERCÍCIOS
TERMOQUÍMICA - EXERCÍCIOSTERMOQUÍMICA - EXERCÍCIOS
TERMOQUÍMICA - EXERCÍCIOS
 
Unidade4 2012 csa_gabarit_op115,128,130
Unidade4 2012 csa_gabarit_op115,128,130Unidade4 2012 csa_gabarit_op115,128,130
Unidade4 2012 csa_gabarit_op115,128,130
 

Lista 2 ano_19.06

  • 1. Instituto Federal Goiano – Campus Iporá Curso: Técnico em _________ integrado ao Ensino Médio Disciplina: QUÍMICA – 2º ANO Professor: Dylan Ávila Iporá, 19 de junho de 2012. Aluno(a):__________________________________________ LISTA DE EXERCÍCIOS DE QUÌMICA OBS : As questões de 1 a 15 deverão ser resolvidas até o dia 21 de junho, as outras deverão ser entregues até o dia da prova 01 - (UDESC SC) Dadas as seguintes equações: A. 2CO(g) + O2(g)  2CO2(g) H = – 65,6 kJ B. 2CH4O(g) + 3O2(g)  2CO2(g) + 4H2O(l) H = – 1452,6 kJ C. 3O2(g)  2O3(g) H = + 426,9 kJ D. Fe2O3(g) + 3C(s)  2Fe(s) + 3CO(g) H = + 490,8 kJ Considere as seguintes proposições em relação às equações: I. As reações (A) e (B) são endotérmicas. II. As reações (A) e (B) são exotérmicas. III. As reações (C) e (D) são exotérmicas. IV. As reações (C) e (D) são endotérmicas. V. A reação com maior liberação de energia é a (B). VI. A reação com maior liberação de energia é a (D). Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras. b) Somente as afirmativas I, III e VI são verdadeiras. c) Somente as afirmativas I, IV e VI são verdadeiras. d) Somente as afirmativas II, V e VI são verdadeiras. e) Somente as afirmativas II, IV e V são verdadeiras. 02 - (UESPI) O acetileno é um gás utilizado em maçaricos para cortar e soldar metais. Ao queimar, produz uma chama luminosa intensa, alcançando uma temperatura ao redor de 3.000°C. Considere a equação termoquímica para a reação de decomposição do acetileno: C 2H2(g)   2 C(s) + H2(g) ΔH = − 230 kJ . mol−1 e analise as seguintes afirmativas: 1) a reação é exotérmica, pois o calor é liberado. 2) a variação da entalpia da reação inversa é idêntica à da reação direta. 3) a entalpia dos produtos é menor que a entalpia dos reagentes. Está(ão) correta(s): a) 1 apenas b) 2 apenas c) 3 apenas d) 1 e 3 apenas e) 1, 2 e 3
  • 2. 03 - (UERGS) O perfil de reação corresponde a uma reação a) endotérmica com energia de ativação igual a 40 kJ.mol–1. b) exotérmica com H = 20 kJ. c) endotérmica com energia de ativação igual a 50 kJ.mol–1. d) exotérmica com energia de ativação igual a 40 kJ.mol–1. e) exotérmica com H = –20 kJ. 04 - (UCS RS) Atletas que sofrem problemas musculares durante uma competição podem utilizar bolsas instantâneas frias ou quentes como dispositivos para primeiros socorros. Esses dispositivos normalmente são constituídos por uma bolsa de plástico que contém água em uma seção e uma substância química seca em outra seção. Ao golpear a bolsa, a água dissolve a substância, de acordo com as equações químicas representadas abaixo. Equação 1: CaCl2s água  Ca2+(aq) + 2Cl–(aq) H = –82,8 kJ/mol  Equação 2: NH4NO3(s) água  NH4+(aq) + NO3–(aq) H = +26,2 kJ/mol   Se um atleta precisasse utilizar uma bolsa instantânea fria, escolheria a bolsa que contém o a) CaCl2(s), pois sua dissociação iônica é exotérmica. b) NH4NO3(s), pois sua reação de deslocamento com a água deixa a bolsa fria. c) CaCl2(s), pois sua dissociação iônica absorve o calor. d) NH4NO3(s), pois sua dissociação iônica é endotérmica. e) CaCl2(s), pois sua reação de dupla troca com a água deixa a bolsa fria. 05 - (MACK SP) 1) CaC 2(s) O  CaC 2(aq.) H  82,7 kJ / mol.  H2 2) NH4 NO3(s) O  NH4 NO3(aq.) H  26,3 kJ / mol.  H2 Uma aplicação interessante do calor de dissolução são as compressas de emergência (saco plástico com cloreto de cálcio ou nitrato de amônio e ampola de água), usadas em atletas com contusões. Da dissolução das substâncias em água, tal como equacionadas acima, fazem-se as afirmações:
  • 3. I. O cloreto de cálcio é usado em compressas quentes. II. O nitrato de amônio é usado em compressas frias. III. A equação 1 representa uma reação exotérmica. Dessas afirmações, a) somente I está correta. b) somente II está correta. c) somente I e III estão corretas. d) somente I e II estão corretas. e) I, II e III estão corretas. 06 - (VUNESP SP) Em uma cozinha, estão ocorrendo os seguintes processos: I. gás queimando em uma das “bocas” do fogão e II. água fervendo em uma panela que se encontra sobre esta “boca” do fogão. Com relação a esses processos, pode-se afirmar que: a) I e II são exotérmicos. b) I é exotérmico e II é endotérmico. c) I é endotérmico e II é exotérmico. d) I é isotérmico e II é exotérmico. e) I é endotérmico e II é isotérmico. 07 - (UNIFOR CE) Durante o ciclo hidrológico natural a água muda constantemente de estado físico e de lugar. Entre os fenômenos que ocorrem estão: I. derretimento de “icebergs” II. formação de gotículas de água na atmosfera a partir do vapor III. formação de neve IV. dissipação de nevoeiros Dentre esses fenômenos, são exotérmicos SOMENTE a) I e II b) I e III c) II e III d) II e IV e) III e IV 08 - (UEL PR) I. C(graf) + 2H2(g)  CH4(g) H = -74,5 kJ/mol II. C(graf) + O2(g)  CO2(g) H = -393,3 kJ/mol III. H2(g) + 1/2O2(g) H2O(l) H = -285,8 kJ/mol IV. C(s) C(g) H = +715,5 kj/mol V. 6C(graf) + 3H2(g) C6H6(l) H = + 48,9 kJ/mol São transformações endotérmicas: a) I e II b) II e III c) III e IV d) III e V e) IV e V 09 - (UECE) O sal de cozinha, em contato com a água, mesmo na forma de gelo, tende a se dissolver. Essa dissolução é um processo endotérmico, isto é, exige uma quantidade de energia para se concretizar. A temperatura da mistura pode chegar a –18ºC e, em 5 minutos, seu isopor será capaz de fazer por sua latinha de cerveja o que o freezer faria em 15 minutos. Assinale a opção que contém o gráfico que representa um processo endotérmico, em uma reação química.
  • 4. a) b) c) d) 10 - (UFRRJ) Desde a pré-história, quando aprendeu a manipular o fogo para cozinhar seus alimentos e se aquecer, o homem vem percebendo sua dependência cada vez maior das várias formas de energia. A energia é importante para uso industrial e doméstico, nos transportes, etc. Existem reações químicas que ocorrem com liberação ou absorção de energia, sob a forma de calor, denominadas, respectivamente, como exotérmicas e endotérmicas. Observe o gráfico a seguir e assinale a alternativa correta: a) O gráfico representa uma reação endotérmica. b) O gráfico representa uma reação exotérmica. c) A entalpia dos reagentes é igual à dos produtos. d) A entalpia dos produtos é maior que a dos reagentes. e) A variação de entalpia é maior que zero. 11 - (UESPI) Observe o gráfico abaixo.
  • 5. 1. O gráfico corresponde a um processo endotérmico. 2. A entalpia da reação é igual a + 226 kcal. 3. A energia de ativação da reação é igual a 560kcal. Está(ão) correta(s): a) 1 apenas b) 2 apenas c) 2 e 3 apenas d) 1 e 3 apenas e) 1, 2 e 3 12 - (UFTM MG) O gráfico apresenta os valores de entalpia para uma reação genérica X + Y  Z + W, em duas situações: na presença e na ausência de catalisador. Os valores da energia de ativação na presença do catalisador e o tipo de reação quanto à liberação ou absorção de calor são, respectivamente, a) 30 kJ e endotérmica. b) 50 kJ e endotérmica. c) 50 kJ e exotérmica. d) 110 kJ e endotérmica. e) 110 kJ e exotérmica. 13 - (UDESC SC) A combustão completa do butano C4H10 considerado o principal componente do gás de cozinha, GLP, pode ser representada pela equação química C4H10 (g) + 13/2 O2 (g)  4 CO2 (g) + 5H2 O(g) Dadas as entalpias de formação a 25ºC e 1 atm, a entalpia da reação global, nas condições citadas, em kJ/mol é: Dados: entalpia de formação: C4H10(g) = – 125 kJ/mol; CO2(g) = – 394 kJ/mol; H2O(g) = – 242 kJ/mol.
  • 6. a) – 2911 kJ/mol b) – 511 kJ/mol c) – 2661 kJ/mol d) – 2786 kJ/mol e) – 1661 kJ/mol 14 - (UDESC SC) Determine o calor de combustão (Hº) para o metanol (CH3OH) quando ele é queimado, sabendo-se que ele libera dióxido de carbono e vapor de água, conforme reação descrita abaixo. Substância H o , kJ.mol 1 f CH 3OH  239,0 CO 2  393,5 H 2O  2418 , CH3OH + 3/2O2  CO2 + 2H2O a) Hº = + 638,1 kJ.mol–1 b) Hº = – 396,3 kJ.mol–1 c) Hº = – 638,1 kJ.mol–1 d) Hº = + 396,3 kJ.mol–1 e) Hº = – 874,3 kJ.mol–1 Formulário: Hº = (Hºf)produto – (Hºf)reagente 15 - (UFC CE) No Brasil, o álcool etílico vem sendo muito utilizado como uma opção de biocombustível, uma vez que possui origem vegetal e é renovável. Sabe-se que sua reação de combustão é dada por: C2H5OH (l)  3O2 (g)  2CO2 (g)  3H2O (l) Assinale a alternativa que corretamente expressa o valor da entalpia padrão de combustão, em kJ.mol –1, para esta reação. Dados: f fo, CO2  394kJ  mol 1 ; f fo, H 2 O  286kJ  mol 1 ; f fo, C 2 H 5OH  278kJ  mol 1 a) –1268 b) –1368 c) –1468 d) –1568 e) –1668 16 - (UESPI) Os clorofluorcarbono (CFCs) são usados extensivamente em aerosóis, ar-condicionado, refrigeradores e solventes de limpeza. Os dois principais tipos de CFCs são o triclorofluorcarbono (CFCl3) ou CFC-11 e diclorodifluormetano (CF2Cl2) ou CFC-12. O triclorofluorcarbono é usado em aerosóis, enquanto que o diclorodifluormetano é tipicamente usado em refrigeradores. Determine o H para a reação de formação do CF2Cl2: CH4(g) + 2Cl2(g) + 2F2(g)  CF2Cl2(g) + 2HF(g) + 2HCl(g) Dados de energia de ligação em kJ/mol: C-H (413); Cl-Cl (239); F-F (154); C-F (485); C-Cl (339); H-F (565); H-Cl (427). a) – 234 kJ b) – 597 kJ c) – 1194 kJ
  • 7. d) – 2388 kJ e) – 3582 kJ 17 - (UFOP MG) O ácido clorídrico é um importante ácido industrial, e uma das etapas de sua obtenção é representada pela seguinte equação química: H 2(g)  Cl 2(g)  2HCl(g) Considere a seguinte tabela de valores de energia de ligação: Substância Energiade ligação(kJ/mol) H 2(g) 436,0 Cl 2(g) 243,0 HCl(g) 432,0 Com base nessa tabela, pode-se afirmar que a entalpia de formação do HCl(g), em kJ/mol, é de: a) 247,0 b) 123,0 c) –247,0 d) –92,5 18 - (UEG GO) Ligação Entalpiade Ligação/ kJ.mol 1 CH 412 CC 348 CO 743 OO 484 OH 463 Baseado na tabela contendo valores de entalpias de ligação acima, o calor liberado em kJ.mol–1, na reação de combustão completa do butano em fase gasosa, seria: a) 1970 b) 2264 c) 4180 d) 5410 19 - (UNIFEI MG) Considerando os dados de entalpia de ligação abaixo, o calor associado (kJ/mol) à reação: CH 4 (g)  4 Cl 2 (g)  CCl 4 (g)  4 HCl (g) , à pressão constante, deverá ser : (C – H = 414 kJ/mol, H – Cl = 431 kJ/mol, Cl – Cl = 243 kJ/mol, C – Cl = 331 kJ/mol) a) + 420 kJ/mol b) + 105 kJ/mol c) – 105 kJ/mol d) – 420 kJ/mol 20 - (UNIFESP SP)
  • 8. Com base nos dados da tabela: Ligação Energia média de ligação (kJ/mol) O–H 460 H–H 436 O=O 490 pode-se estimar que o H da reação representada por: 2H2O(g)  2(g) + O2(g), dado em kJ por mol de H2O(g), é igual a: a) + 239. b) + 478. c) + 1101. d) – 239. e) – 478. 21 - (PUC RJ) Dadas as energias de ligação (estado gasoso) abaixo H - H, H = + 104 Kcal/mol H - F, H = + 135 Kcal/mol F – F, H = + 37 Kcal/mol O calor (H) da reação H2(g) + F2(g)  2HF(g), em Kcal/mol, será igual a: a) - 276 b) -195 c) -129 d) - 276 e) 129 22 - (UFG GO) Determine a entalpia de formação de ácido clorídrico gasoso, segundo a reação representada pela equação: H2 (g) + Cl2 (g)  2HCl (g) Dados: H2 (g)  2H (g) Ho = 436 kJ/mol Cl2 (g)  2Cl (g) Ho = 243 kJ/mol HCl (g)  H (g) + Cl (g) Ho = 431 kJ/mol Indique os cálculos. 23 - (UFOP MG) O carbeto de tungstênio (WC) é usado em brocas de perfuração de poços de petróleo. A medição experimental do calor de formação do WC é tarefa difícil devido à alta temperatura em que a reação ocorre. Entretanto, o calor de formação do WC pode ser calculado a partir dos calores de combustão das substâncias abaixo: W (s) + 3/2 O2 (g)  WO3 (s) H = - 840 kJ/mol C (grafite) + O2 (g)  CO2 (g) H = - 394 kJ/mol WC (s) + 5/2 O2 (g) WO3 (s) + CO2 (g) H = - 1196 kJ/mol a) Calcule o calor de formação do WC. W (s) + C (s)  WC (s) H = ? b) A reação de formação do WC é endotérmica ou exotérmica? Justifique. 24 - (UEG GO) A variação de entalpia envolvida numa reação química, em determinadas condições, depende exclusivamente da etapa inicial dos reagentes e da etapa final dos produtos, seja a reação executada em uma única etapa ou em várias etapas sucessivas. Sabendo que CH3CH2OH(l) + 3O2(g)  2CO2 + 3H2O(l) H = –326,71kcal C(s) + O2(g)  CO2 (g) H = –94,05kcal H2(g) + 1/2 O2(g)  H2O(l) H = –68,32kcal
  • 9. faça o que se pede: a) Calcule o H para: 2C(s) + 3H2(g) + 1/2 O2(g)  CH3CH2OH(l) H = ? b) Responda: a reação de formação do etanol é endotérmica ou exotérmica? 25 - (UFMS) Calcule a entalpia em kcal.mol–1 da reação não-balanceada: CH4(g) + O2(g)  CO2(g) + H2O(l), conhecendo-se as entalpias das reações: a) C(grafite) + O2(g)  CO2(g) H1 =  94,2 kcal.mol1 b) H2(g) + 1/2O2(g)  H2O(l) H2 =  68,4 kcal.mol1 c) C(grafite) + 2H2(g)  CH4(g) H3 =  17,9 kcal.mol1 Para efeito de resposta, expresse o resultado em módulo, com três algarismos significativos. 26 - (PUC MG) Dadas as seguintes equações termoquímicas, a 25ºC e 1 atm: C2H2(g) + 5/2 O2(g)  2CO2(g) + H2O(l) H1 = – 1301,0 kJ/mol C2H6(g) + 7/2 O2(g)  2CO2(g) + 3H2O(l) H2 = – 1560,0 kJ/mol H2(g) + 1/2O2(g)  H2O(l) H3 = –286,0 kJ/mol Assinale a variação de entalpia (H), em kJ, para a reação C2H2(g) + 2 H2(g)  C2H6(g). a) – 313,0 b) – 27,0 c) + 313,0 d) + 27,0 27 - (UFMS) Calcule a entalpia, H , em kcal/mol, da reação: CO2(g)  Cgrafitesólido  O2(g) , nas condições ambientes (25ºC e 1 atm), sabendo-se que: I. C2H6(g)  7 / 2 O2(g)  2 CO2(g)  3 H2O() Hº  372,7kcal / mol II. 2 Cgrafitesólido  3 H2(g)  C2 H6(g) Hº  20,2kcal / mol III. H2(g)  1 / 2 O2(g)  H2O() Hº  68,3kcal / mol 28 - (UEG GO) Nos processos industriais, a termoquímica tem sido muito empregada para o aproveitamento do calor do sistema em trocas térmicas, as quais geram benefícios econômicos para as indústrias. Muitas reações químicas liberam calor, e esse calor pode ser estimado a partir da variação de entalpia de outras reações químicas. Considerando este assunto e a reação de formação do benzeno (C6H6), responda ao que se pede: 6 C(grafite)  3H 2(g)  C6 H6() I. C(grafite)  O 2(g)  CO 2(g) H 0  94,1kcal  mol 1 II. H 2(g)  1/ 2O 2(g)  H 2 O() H 0  68,4kcal  mol 1
  • 10. II. C 6 H 6()  15 / 2O 2(g )   6CO 2(g )  3H 2 O () H 0  781 0kcal  mol 1 , a) Calcule a variação de entalpia para a reação de formação do benzeno (C6H6), a partir das demais reações, cuja variação de entalpia é conhecida. b) Classifique a reação de formação do benzeno em exotérmica ou endotérmica. 29 - (UFCG PB) Um dos processos de controle de dióxido de carbono em atmosferas artificiais consiste na utilização do hidróxido de lítio que, após a hidratação, seguida de carbonatação, elimina o referido gás do ambiente. São apresentadas abaixo duas equações parciais que descrevem esse processo e a reação global. Faça a estimativa da quantidade de calor liberada na reação global 1ª Etapa: LiOH(s)  H2O(g)  LiOH H2O(s) H   14,5 kcal 2ª Etapa: 2 LiOH H 2O(s)  CO 2(g)   Li2CO3(s)  3 H 2O(g) H   7,6 kcal Reação global: 2 LiOH(s)  CO2(g)  Li2CO3(s)  H2O(g) a) 22,1 kcal. b) 6,9 kcal. c) 21,4 kcal. d) 36,6 kcal. e) 29,7 kcal. 30 - (UFT TO) Durante a produção industrial do ácido sulfúrico são necessárias as seguintes etapas intermediárias: combustão do enxofre e oxidação do dióxido de enxofre. 2 S(s )  3 O 2(g )  2 SO3(g ) Hº  791 44 kJ , S(s )  O 2(g )  SO 2(g ) Hº  296,83 kJ Determine a entalpia padrão de formação do trióxido de enxofre de acordo com a reação abaixo: 2 SO2(g)  O2(g)  2 SO3(g) a) – 197,78 KJ b) – 1088,27 KJ c) + 197,78 KJ d) – 494,61 KJ GABARITO: 16) Gab: C 17) Gab: D 18) Gab: B 19) Gab: D
  • 11. 20) Gab: A 21) Gab: C 22) Gab: Aplicando os cálculos pela Lei de Hess temos que : Ho = -91,5 kJ/mol 23) Gab: a) –38kj/mol b) exotérmica, pois apresenta H = negativo. 24) Gab: a) H = –66,32kcal b) exotérmica 25) Gab: 213 26) Gab: A 27) Gab: 094 28) Gab: a) ΔH11,3kcal/mol b) endotérmica, uma vez que a variação de entalpia é positiva. 29) Gab: C 30) Gab: A