Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)

2.195 visualizações

Publicada em

Urbanização - Aula 1

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.195
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
925
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Urbanização - Aula 1 (Conceitos e Problemas)

  1. 1. Prof. Luciano Pessanha Urbanização: Conceitos e Problemas
  2. 2. Urbanização X Crescimento Urbano •Urbanização: aumento da população urbana em relação à rural (êxodo rural) Crescimento Urbano: expansão das cidades (Horizontal)
  3. 3. Urbanização Contemporânea Urbanização : até o séc. XX foi um fenômeno lento e realizada em países que iniciaram o processo de industrialização clássica. • Após a 2ª Guerra Mundial foi concluído nos países centrais e iniciado de maneira avassaladora nos países periféricos (desestruturas no planejamento – urbanização desordenada ). Ano - Urbanização Mundial 1800 : 2 % 1975: 37,8 % 1999: 46,5 % 2015: 53,2 % OBS: Com exceção da China e da Índia, com as maiores populações e de industrialização tardia, são os únicos que são industrializados mas não urbanizados. Porem há países que são muito urbanizados mas não são industrializados. Ex: Bahamas e Trinidad e Tobago.
  4. 4. A Urbanização é fruto da Industrialização e do avanço dos meios de transporte e comunicações, salvo raras exceções.
  5. 5. (Fgv) Na tabela, os algarismos I e II representam, respectivamente, a dinâmica da população: a) I - urbana; II - rural. b) I - empregada no setor secundário; II - empregada no setor primário. c) I - economicamente ativa; II - desempregada. d) I - empregada no setor terciário; II - empregada no setor primário. e) I - de 20 e 59 anos; II - de 0 a 19 anos.
  6. 6. Causas Os principais motivos que fazem com que grandes quantidades de habitantes saiam da zona rural para as grandes cidades são: busca de empregos com boa remuneração, mecanização da produção rural, fuga de desastres naturais (secas, enchentes, etc.), qualidade de ensino e necessidade de infraestrutura e serviços (hospitais, transportes, educação, etc.).
  7. 7. Máquinas na Agricultura
  8. 8. Colheita de Milho
  9. 9. Consequências O êxodo rural provoca, na maioria das vezes, problemas sociais. Cidades que recebem grande quantidade de migrantes, muitas vezes, não estão preparadas para tal fenômeno. Os empregos não são suficientes e muitos migrantes partem para o mercado de trabalho informal e passam a residir em habitações sem boas condições (favelas, cortiços, etc). Além do desemprego, o êxodo rural descontrolado causa outros problemas nas grandes cidades. Ele aumenta em grandes proporções a população nos bairros de periferia das grandes cidades. Como são bairros carentes em hospitais e escolas, a população destes locais acabam sofrendo com o atendimento destes serviços. Escolas com excesso de alunos por sala de aula e hospitais superlotados são as consequências deste fato. Os municípios rurais também acabam sendo afetados pelo êxodo rural. Com a diminuição da população local, diminui a arrecadação de impostos, a produção agrícola decresce e muitos municípios acabam entrando em crise. Há casos de municípios que deixam de existir quando todos os habitantes deixam a região.
  10. 10. (Puccamp) Considere o seguinte depoimento: Meu nome é Benedito. Sou do interior. Moro na capital. No interior, o trabalho era pouco, as cercas eram muitas, a seca era grande. Às vezes, trabalhava na cana, às vezes, trabalhava de servente, às vezes, fazia bico brocando mato. Eu não tinha terra. Vim para a capital. Aqui trabalho na construção civil. Levanto edifícios, levanto casas, levanto pontes e cavo galerias. A minha mão faz a cidade maior. Sonho construir uma boa casa. A casa da minha família. (Revista "Travessia", maio/agosto de 2001, p. 38) A leitura do texto e seus conhecimentos sobre a dinâmica populacional brasileira permitem afirmar que a) nos anos de 1990, as migrações cíclicas no campo perderam força, principalmente, devido às oportunidades de trabalho nas cidades. b) desde o início dos anos de 1980, que praticamente não há mais migração do campo para a cidade, sendo este depoimento bem antigo. c) nos anos de 1990, a nova abertura das fronteiras agrícolas, no Norte, redirecionou as migrações para o campo e não mais para as cidades. d) no final do século ) XX, a estrutura fundiária concentradora, ainda, é responsável pelo êxodo de milhares de trabalhadores rurais. e) nos anos de 1990, o movimento do campo em direção às pequenas e médias cidades declinou, aumentando aquele que se dirige para as grandes cidades.
  11. 11. Urbanização - evolução Em 1900, nove em cada dez homens, mulheres e crianças que somavam uma população de 1,65 bilhão de humanos, ainda viviam no campo. Em pouco tempo, quase metade da atual população habitará cidades; dessa população urbana, estima-se que uma proporção de uma para quinze pessoas se encontrem nas cerca de meia centena de metrópoles e megalópoles, que têm a população igual ou maior que 5 milhões de habitantes
  12. 12. Urbanização em Países Desenvolvidos A Cidade A cidade se apresenta centro das ambições Para mendigos ou ricos e outras armações Coletivos, automóveis, motos e metrôs Trabalhadores, patrões, policiais e camelôs A cidade não para, a cidade só cresce O de cima sobe e o de baixo desce Chico Science, “A Cidade”. Essa urbanização aconteceu de forma lenta e planejada, absorvendo os migrantes, fazendo melhorias na infra-estrutura urbana, e gerando empregos. Assim os problemas urbanos não se multiplicaram tanto como nos países periféricos. As indústrias transformaram o espaço com suas melhorias e atração de fluxos. A industrialização foi se descentralizando com o tempo de forma concêntrica formando uma densa e articulada rede de cidades.
  13. 13. Urbanização em Países Subdesenvolvidos (Paraisópolis – SP) Minha Alma (A paz que eu não quero) A minha alma está armada e apontada para a cara do sossego pois paz sem voz não é paz é medo [...] As grades do condomínio são para trazer proteção mas também trazem a dúvida se não é você que está nessa prisão me abrace e me dê um beijo faça um filho comigo mas não me deixe sentar na poltrona no dia de domingo procurando novas drogas de aluguel nesse vídeo coagido pela paz que eu não quero seguir admitindo Foi prejudicada palas péssimas condições de vida na zona rural, em função da estrutura fundiária bastante concentrada, dos baixos salários, a falta de apoio aos pequenos agricultores, das técnicas de cultivo atrasadas, da falta de empregos, alta natalidade, etc. Devido a esses fatores há uma grande transferência de população para as cidades gerando a “Macrocefalia Urbana”. O excesso de população gera o desemprego formal e o trabalho informal que por possuírem baixos salários aumentam o nº. de submoradias, favelas, cortiços, população de rua, mendigos, de violência urbana, etc. OBS: das 19 Megacidades ( com mais de 10 milhões de habitantes) do mundo 15 estão em países subdesenvolvidos.

×