Cinesio

6.162 visualizações

Publicada em

Cinesiologia

Publicada em: Educação
0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.162
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
228
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cinesio

  1. 1. CINESIOLOGIA Prof. Me. Thiago Gadelha
  2. 2. EQUIPE ▪ Amanda de Oliveira ▪ Francisca Vivianne ▪ Hennela Guimarães ▪ Keuvia Mirlândya ▪ Thays Cristinne INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ – CAMPUS LIMOEIRO DO NORTE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA
  3. 3. FUNÇÃO DO QUADRIL ▪ Movimentos do quadril. ▪ Movimentos da pelve em relação ao quadril.
  4. 4. FUNÇÃO DO QUADRIL MOVIMENTOS TRÊS GRAUS DE LIBERDADE NA ARTICULAÇÃO DO QUADRIL
  5. 5. TRÊS PLANOS DE MOVIMENTO PLANO SAGITAL PLANO FRONTAL PLANO TRANSVERSO EXTENSÃO ABDUÇÃO ROTAÇÃO MEDIAL FLEXÃO ADUÇÃO ROTAÇÃO LATERAL 20º/120º 40º/25º 35º/45º
  6. 6. FLEXÃO E EXTENSÃO PLANO SAGITAL FLEXÃO EXTENSÃO
  7. 7. FLEXÃO E EXTENSÃO  Ocorre no plano sagital e ao redor do eixo látero-lateral.  Na flexão a face anterior da coxa é levada em direção ao tronco.  Na extensão é o movimento contrário a flexão, levando o membro inferior posteriormente ao plano frontal.
  8. 8. ADUÇÃO E ABDUÇÃO ABDUÇÃO PLANO FRONTAL ADUÇÃO
  9. 9. ROTAÇÃO MEDIAL E ROTAÇÃO LATERAL Ocorrem no plano transverso e ao redor do eixo longitudinal.  A rotação lateral e medial acontecem quando o trocanter maior do fêmur é dirigido posterior e anteriormente, respectivamente. A amplitude de rotação lateral do quadril é de 60 e a de rotação medial é de 30 .
  10. 10. MOVIMENTOS DA PELVE EM RELAÇÃO AO QUADRIL Quando as espinhas ilíacas ântero-superiores se deslocam anteriormente no plano sagital, teremos a flexão dos quadris. Quando a pelve se move anteriormente, acontece o movimento de anteversão da pelve, onde o tronco pode acompanhar essa flexão ou não. ANTEVERSÃO Inversamente, quando as espinhas se deslocam posteriormente, acontece a extensão do quadril, que pode estar relacionado ou não com a extensão do tronco, esse movimento denomina-se de retroversão da pelve. RETROVERSÃO
  11. 11. MOVIMENTOS DA PELVE EM RELAÇÃO AO QUADRIL MOVIMENTOS DA PELVE MOVIMENTOS DA LOMBAR MOVIMENTOS DO QUADRIL DIREITO MOVIMENTOS DO QUADRIL ESUQUERDO Anteversão Extensão Flexão Flexão Retroversão Flexão Extensão Extensão Inclinação lateral D Inclinação lateral E Abdução Adução Inclinação lateral E Inclinação lateral D Adução Abdução Rotação direita Rotação esquerda Rotação medial Rotação lateral Rotação esquerda Rotação direita Rotação lateral Rotação medial Assim como os movimentos envolvendo a articulação do ombro estão associados aos movimentos da cintura escapular, os movimentos do quadril estão associados aos movimentos da pelve e da coluna vertebral, cujo objetivo é aumentar as amplitudes de movimento global. E a combinação coordenada de movimentos dessas articulações é denominada ritmo lombopélvico.

×