Trabalho de cinesiologia

5.160 visualizações

Publicada em

Trabalho de cinesiologia

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.160
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
113
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de cinesiologia

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS
  2. 2.  Funções:  sustentação de carga  proteção da medula espinhal  mobilidade  equilíbrio postural  Localização:  esqueleto axial Coluna Vertebral
  3. 3. Curvatura lateral – usualmente torácica – direção da curva tem relação com o membro superior dominante
  4. 4. Curvaturas Curvaturas Primária (2 / A) e Secundárias (1, 3, 4 / B, C)
  5. 5. Equilíbrio na Postura Bípede Resistência à Carga Funções das Curvaturas
  6. 6.  Acidentes ósseos  corpo vertebral  pedículos  processos transversos  facetas articulares*  lâminas  processos espinhosos Vértebras  Ligamentos  longitudinal anterior e posterior  flavum/flavo/amarelo  inter-espinhoso  Inter-espinhosos e inter-transversários
  7. 7. Vértebras em diferentes segmentos da coluna Cervical e lombar – discos espessos anteriormente - contribui para curvaturas
  8. 8. Articulações e Funções Segmento funcional
  9. 9. Mobilidade
  10. 10. Estrutura do Disco Intervertebral
  11. 11. Mecânica do Disco Intervertebral
  12. 12. • Estado de Pré-constrição do disco • Tração  diminui a tensão • Tensão  disco x anel fibroso Disco Intervertebral e Movimentos Fundamentais
  13. 13. Pressão Intradiscal 25 75 100 150 220 140 185 275
  14. 14. Elevação de Carga
  15. 15. Postura Ortostática x Sentada
  16. 16. Pressão Intradiscal Postura Sentada – efeito do apoio •  Braço de Resistência •  Atividade Muscular • Retificação das curvaturas
  17. 17. Músculos da Cervical  Esternocleidomastóideo:  Contração Unilateral: Inclinação lateral e rotação com a face virada para o lado oposto  Contração Bilateral: Flexão da cabeça
  18. 18. Flexão Cervical ECOM Longo da cabeça Longo do pescoço
  19. 19. Inclinação ou Flexão Lateral ECOM Longo do pescoço Escalenos Esplênio
  20. 20. Rotação da Cabeça ECOM Longo da cabeça Esplênio
  21. 21. Extensão da Cabeça Esplênio Trapézio Elevador Escápula
  22. 22. Músculos do tronco  Provêem estabilidade extrínseca a coluna vertebral  (discos e ligamentos = estabilidade intrínseca)  Músculos abdominais  Músculos do dorso  Extrínsecos* ○ Superficial (trapézio e grande dorsal) ○ Intermediário (serrátil posterior)  Intrínsecos (ou profundos)** ○ Lâmina superficial ○ Lâmina intermediária ○ Lâmina profunda *mmss e respiração; **movimentos próprios da coluna vertebral e cabeça músculos do dorso
  23. 23. Músculos abdominais  Parede anterior (ou antero-lateral)  OBLÍQUO EXTERNO  OBLÍQUO INTERNO  TRANSVERSO DO ABDOMEN  RETO ABDOMINAL
  24. 24.  Parede posterior  QUADRADO LOMBAR  PSOAS MAIOR e ILÍACO (ILIOPSOAS) Músculos abdominais
  25. 25.  Superficiais  TRAPÉZIO  GRANDE DORSAL  Intermediário  SERRÁTIL POSTERIOR Músculos extrínsecos do dorso
  26. 26.  Lâmina superficial  ESPLÊNIOS  Lâmina intermediária  ERETOR DA ESPINHA ○ Iliocostal ○ Longuíssimo ○ Espinhal (origem comum) Músculos intrínsecos (profundos) do dorso
  27. 27. Semi-espinhal; Multífidos •Intertransversos; •Interespinhal; •Rotadores  Lâmina profunda  TRASNVERSOESPINHAIS ○ Semi-espinhal ○ Multífido ○ Rotadores ○ Intertransversos ○ Interespinhais Músculos intrínsecos (profundos) do dorso
  28. 28. Considerações funcionais – flexão-extensão do tronco ritmo sacrolombar
  29. 29. Considerações funcionais – flexão-extensão do tronco
  30. 30.  Flexão de quadril Exercícios abdominais  Flexão de tronco
  31. 31. LIMA, C.S et al. Cinesiologia e musculação. Porto Alegre, Artmed, 2006.
  32. 32. LIMA, C.S et al. Cinesiologia e musculação. Porto Alegre, Artmed, 2006.
  33. 33. Flexão lateral e rotação
  34. 34. LIMA, C.S et al. Cinesiologia e musculação. Porto Alegre, Artmed, 2006.
  35. 35. Desvios posturais  As curvaturas anormais são causadas devido a anomalias congênitas (malformações adquiridas pela criança na gestação).  Processos patológicos, hábitos de postura viciosa, traumatismos.  Podem também ser idiopáticas (quando a causa é desconhecida).
  36. 36. Cifose  A cifose torácica pode originar-se de osteoporose, osteocondrose espinhal (Scheüermann), maus hábitos posturais, traumas.  Acredita-se também que possa resultar de deformidade multifatorial.
  37. 37. Lordose lombar  A lordose lombar pode surgir devido ao enfraquecimento da musculatura, para compensar deformidades de quadril, em decorrência da obesidade.  Em mulheres, a curva lordótica pode aumentar devido ao uso excessivo de salto alto, a práticas frequentes de dança (como o Balé); e também pode aumentar temporariamente na gravidez.
  38. 38. Escoliose  A maioria dos casos de escoliose é idiopática, correspondendo a aproximadamente 80%. A escoliose idiopática pode ser originada na infância (até 3 anos de idade), na fase juvenil, ou na adolescência.  Quando causado por doenças ósseas, o dorso sinuoso pode ter caráter infeccioso, inflamatório, tumoral, congênito (Síndrome de Ehlers- Danlos), traumático, metabólico.  No caso de escoliose funcional, essa alteração pode decorrer da assimetria dos membros inferiores; e a postural, como o nome mesmo sugere, é a curvatura anormal causada por hábito postural impróprio.

×