O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

slides ditadura.pptx

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 14 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Mais recentes (20)

Anúncio

slides ditadura.pptx

  1. 1. Alunas:Joanne Camilly Kayllane Santos Lorrane Cristina Rauane Moura Sanelly Maiuri Ditadura Militar
  2. 2. Ditadura: • Governos marcados pelo autoritarismo; Indispostos a dialogar com os diversos setores da sociedade. • Utilização dos Atos Institucionais (AI): Conjunto de normas superiores até mesmo à constituição. • Os militares restringiram as instituições democráticas e impuseram censura aos meios de comunicação. Os brasileiros que se opunham a essa situação foram perseguidos, exilados, torturados ou mortos.
  3. 3. Em 1964, um golpe de Estado depôs o presidente João Goulart e instaurou uma ditadura militar no país. A partir desse momento, a população brasileira teve seus direitos restringidos: • foram suspensas as eleições diretas para presidente, governadores dos estados, prefeitos de capitais e de municípios considerados áreas de segurança nacional • oposicionistas foram exilados, presos ou mortos; • produções artísticas foram vigiadas; • críticas à ditadura foram proibidas. O Brasil Sob a Ditadura Civil Militar (1964-1985)
  4. 4. • Durante a ditadura militar, o Brasil foi governado por cinco presidentes, todos eles generais do Exército. As Três Fases da Ditadura Civil Militar (1964-1985) • O regime enfrentou fortes reações da oposição. Em 1967, uma nova constituição foi imposta. Ditadura com reações oposicionistas(1964-1968) • O regime ampliou sua características autoritárias. Foi instituída a censura prévia e a proibição de habeas corpus a presos políticos. O presidente podia suspender os direitos políticos de qualquer pessoa e fechar o congresso naciona quando desejasse. A prática de tortura a presos políticos torno-se comum Endurecimento do regime (1969-1978) • A oposição reorganizou-se e ocorreram amplas manifestações pelo retorno da democracia. Crise do regime (1978- 1985)
  5. 5. Aspectos da Ditadura Militar no Brasil Políticos: A ditadura militar se caracterizou por governos autoritários, que centralizavam o poder em torno do Executivo federal e a existência do bipartidarismo (ARENA E MDB) Entretanto, o poder do Congresso Nacional era limitado e, em diversos momentos, o governo militar anulou o mandato de parlamentares da oposição. Econômicos: A ditadura militar intensificou o processo de industrialização do país e, com isso, atraiu investimentos de empresas estrangeiras que se instalaram no Brasil. Criou e reorganizou empresas estatais para consolidar setores básicos da economia. Todos os investimentos resultaram no chamado “milagre econômico” – uma fase de crescimento econômico rápido. Sociais: Foi um período marcado por forte concentração de renda e crescimento das cidades. A população urbana passou a ser maior do que a população rural.
  6. 6. Os Atos Institucionais – A I Ato institucional é um decreto que permite ao governo modificar a legislação sem consultar o poder Legislativo. Durante o regime militar foram introduzidos dezessete atos institucionais, mas os cinco primeiros foram os mais conhecidos. O AI-5(1968) autorizava o governo a: • intervir nos estados e municípios; • suspender direitos políticos; • aposentar compulsoriamente funcionários públicos; • reformar a Constituição; • extinguir os partidos políticos.
  7. 7. Ditadura e as reações oposicionistas (1964-1968) Estudantes e membros de sindicatos eram os grupos sociais que mais se manifestavam. A produção cultural também passou a incorporar protestos contra o autoritarismo e a criticar, aberta ou veladamente, o governo e o regime. A partir de 1968, a oposição à ditadura se tornou mais intensa. Ocorreram vários conflitos entre estudantes e órgãos de repressão, policiais, militares e paramilitares a serviço do governo. Houve também muitas greves de trabalhadores. Pressionado, o governo decretou, em 13 de dezembro de 1968, o Ato Institucional número 5 (AI-5), conjunto de medidas que iniciaram o período mais autoritário e repressivo da ditadura militar
  8. 8. Endurecimento do regime (1969-1978) Com o AI-5, muitos oposicionistas deixaram o país. Outros, principalmente os mais jovens, entraram em grupos clandestinos e passaram a utilizar a luta armada para enfrentar o governo. Isso deu origem a muitas organizações guerrilheiras. Em resposta, o governo aumentou a repressão. Criou órgãos para dissolver grupos de esquerda, armados ou não, e prender seus integrantes. A repressão afetou diretamente os grupos de luta armada e as organizações de esquerda. No início da década de 1970, esses grupos praticamente não tinham mais condições de prosseguir em seu trabalho de combate à ditadura
  9. 9. Brasil, Ame-o ou Deixe-o! O clima de exaltação da ditadura foi favorecido também pela vitória da seleção brasileira de futebol na Copa do Mundo de 1970 e pela comemoração dos 150 anos da Independência do Brasil. A maior expansão ocorreu nos setores automobilísticos e de produção de eletrodomésticos, que cresceram, respectivamente, 26% e 24% ao ano. Com o crescimento acelerado, aumentou também a concentração de renda. Como resultado, muitos trabalhadores rurais sem-terra deixaram o campo para viver nas cidades.
  10. 10. A Crise do Petróleo Na década de 1970, o petróleo era a principal fonte de matéria-prima industrial e uma das principais fontes de energia do Brasil. Na época, a produção brasileira de petróleo não era suficiente para suprir toda a demanda, de modo que ele era importado de outros países. Em 1973, os preços internacionais do petróleo aumentaram e, com isso, o Brasil foi atingido também. O resultado disso foi o aumento da inflação a partir de 1974. Com o aumento da inflação, diminuiu o poder de compra da população que, insatisfeita, elegeu deputados e senadores da oposição nas eleições de 1974. A insatisfação social aumentou o descontentamento da população com a ditadura, o que aumentou também a repressão por parte do governo.
  11. 11. O movimento estudantil reacendeu nos anos de 1976 e 1977.Nos anos de 1978 e 1979, ocorreram grandes greves operárias em todo o país, com destaque à região do ABC paulista, que continha grandes indústrias automobilísticas. A Ditadura em Crise (1978-1985) O aumento da pressão da oposição coincidiu com o mandato do último presidente militar do Brasil: o general João Batista Figueiredo. Diante da pressão popular por democracia, Figueiredo fez uma série de reformas e concessões que favoreciam a redemocratização do país. Em 1979 foi aprovada a Lei da Anistia, que permitia o retorno de exilados políticos e concedia o perdão aos torturadores
  12. 12. A Ditadura em Crise (1978-1985) O processo de redemocratização foi acelerado por um novo aumento no preço do petróleo em 1979 e o aumento da dívida externa brasileira. Com isso, a inflação aumentou ainda mais, de modo que o país viveu uma recessão econômica em 1981. Outra consequência foi um período de dificuldades na indústria, o que causou aumento do desemprego. Em 1979, o Congresso Nacional aprovou o fim do bipartidarismo e, logo, surgiram cinco novos partidos: • PDS – Partido Democrático Social • PDT – Partido Democrático Trabalhista • PT – Partido dos Trabalhadores • PTB – Partido Trabalhista Brasileiro • PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro
  13. 13. Em 1984, foram realizados comícios em todo o país com a participação de milhões de pessoas. Campanha das Diretas já!!. Amplos setores da sociedade apoiaram o movimento, entretanto as eleições de 1985 ainda foram indiretas. Tancredo Neves venceu as eleições indiretas, mas adoeceu e faleceu sem tomar a posse. Seu vice-presidente, José Sarney, assumiu a Presidência
  14. 14. OBRIGADO PELA ATENÇÃO!!!!

×