SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
Pr. Juscelino Freitas Email: juscelinofreitas799@mail.com
Gênesis 28.10-11
10 Partiu, pois, Jacó de Beer-
Seba e se foi em direção a
Harã;
11 e chegou a um lugar onde
passou a noite, porque o sol já
se havia posto; e, tomando
uma das pedras do lugar e
pondo-a debaixo da cabeça,
deitou-se ali para dormir.
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
Genesis 27
41 Esaú, pois, odiava a Jacó por causa da
bênção com que seu pai o tinha
abençoado, e disse consigo: Vêm
chegando os dias de luto por meu pai;
então hei de matar Jacó, meu irmão.
42 Ora, foram denunciadas a Rebeca estas
palavras de Esaú, seu filho mais velho;
pelo que ela mandou chamar Jacó, seu
filho mais moço, e lhe disse: Eis que Esaú
teu irmão se consola a teu respeito,
propondo matar-te.
43 Agora, pois, meu filho, ouve a minha
voz; levanta-te, refugia-te na casa de
Labão, meu irmão, em Harã,
44 e demora-te com ele alguns dias, até
que passe o furor de teu irmão; (20 anos)
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
Você já passou a noite dormindo com a cabeça sobre uma pedra?
Este texto nos fala exatamente de um dia de desconforto na vida
de Jacó. Depois de uma viagem longa, solitária e cansativa, Jacó
deitou-se para dormir num deserto frio e solitário. Num lugar
onde não havia nenhum tipo de conforto, pelo que ele fez de
uma pedra, o seu travesseiro. IMAGINA ESSA SITUAÇÃO?
Agora, além de toda essa situação desagradável com relação
como passar a sua noite, JACÓ TINHA ALGO MAIS, INCOMODANDO
A SUA CABEÇA - ELE ESTAVA FUGINDO DE CASA.
Depois de uma desavença, de um desentendimento familiar, Jacó
se viu forçado a sair de casa para não ser morto.
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
O DESCONFORTO DE ESTAR SEM FAMÍLIA.
Jacó era um filho querido, cercado de todo o cuidado
de sua mãe.
Mas agora, ele se encontrava tendo que sobreviver
num deserto sem amparo, numa situação totalmente
adversa, hostil e imprevisível. Muitas pessoas se
sentem assim como Jacó: De repente, se viram
sozinhas, sem o amparo da família.
Estão longe de casa (alguns estão longe
geograficamente; mas outros, estão até debaixo do
mesmo teto, porém distantes de seus familiares,
devido a aborrecimentos, birras e brigas). Será esse o
seu desconforto? ...o seu travesseiro de pedra?
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
O DESCONFORTO DA SOLIDÃO
Sem ter com quem conversar, sem ter
com quem chorar, sem ter com quem
desabafar, Jacó deitou-se para
dormir.
Este é o incomodo de milhares de
pessoas neste exato momento.
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
O DESCONFORTO DE ESTAR SEM DIREÇÃO
A única coisa que Jacó sabia era que estava
fugindo da morte, sem saber o que viria pela
frente.
Existem pessoas nesta mesma situação.
Estão simplesmente sobrevivendo às
situações prejudicais, escapando de algo,
MAS A VIDA NÃO SEGUE, não anda...,
Porque falta um projeto, um sonho, um
ideal, uma direção...
Elas podem dizer: "Eu cheguei aqui não sei
como nem porque".
Parece que estão num labirinto, sem saber a
saída; Será esse o seu desconforto nesta
noite?
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
O TERRÍVEL DESCONFORTO DA CULPA
Não dava para Jacó fazer de conta que
estava tudo bem.
Ele havia feito algo errado e se sentia
acusado por isso. A MENTIRA O ESTAVA
CONSUMINDO por dentro!
Tem gente assim também: vivendo desta
maneira, tentando se equilibrar sobre as
bases falsas e frágeis da mentira.
Tentando justificar e explicar a
necessidade de uma mentira.
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
O DESCONFORTO DO ESTIGMA
Jacó sabia que para a família dele, para
o seu irmão, ele era conhecido como
enganador, trapaceiro, desonesto.
Como incomoda o fato de se ter o nome
comprometido! Ser discriminado.
As pessoas desconfiam, não dão
crédito. Chamam de "ovelha negra".
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
SERÁ QUE VOCÊ SE SENTE ASSIM, DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE
PEDRA?
Pode ser que seu casamento tenha se tornado um travesseiro de
pedra, um incômodo, um transtorno;
Pode ser que seu namoro tenha trazido desconforto;
Pode ser que seu sucesso financeiro não esteja compensando o
desconforto de tê-lo;
Pode ser que você esteja vivendo um grande desconforto mental por
causa de uma culpa. Uma mentira, um prazer ilícito escondido, que
gerou uma crise profunda da qual você não consegue sair.
Pode ser que você esteja experimentando um desconforto com
relação à vida afetiva. Está sozinho, sem ser amado.
Pode ser que o seu desconforto seja um pesar espiritual, um vazio na
alma.
Ou talvez as drogas, os vícios é que estejam sendo o seu desconforto,
porque estão oprimindo você.
Ah! Talvez, você esteja incomodado por alguma dor ou por aquilo que
parece ser sintoma de uma enfermidade...
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA

Mais conteúdo relacionado

Destaque (15)

Conalep3 página001
Conalep3 página001Conalep3 página001
Conalep3 página001
 
m.a.tameem khan cv.... (1)
m.a.tameem khan cv.... (1)m.a.tameem khan cv.... (1)
m.a.tameem khan cv.... (1)
 
Como podríamos
Como podríamosComo podríamos
Como podríamos
 
crucigrama Marta Brunet
crucigrama Marta Brunet crucigrama Marta Brunet
crucigrama Marta Brunet
 
Crucigrama Elena Caffarena
Crucigrama Elena CaffarenaCrucigrama Elena Caffarena
Crucigrama Elena Caffarena
 
Pedagogía Libertaria
Pedagogía Libertaria Pedagogía Libertaria
Pedagogía Libertaria
 
Ouverture de la première formation de Chief Hapiness Officer en France.
Ouverture de la première formation de Chief Hapiness Officer en France.Ouverture de la première formation de Chief Hapiness Officer en France.
Ouverture de la première formation de Chief Hapiness Officer en France.
 
Media AS
Media ASMedia AS
Media AS
 
Slide share
Slide shareSlide share
Slide share
 
NXWSF16 - Ma vie de Chief Happiness Officer
NXWSF16 - Ma vie de Chief Happiness OfficerNXWSF16 - Ma vie de Chief Happiness Officer
NXWSF16 - Ma vie de Chief Happiness Officer
 
Seminar Wahyu pasal 4
Seminar Wahyu pasal 4Seminar Wahyu pasal 4
Seminar Wahyu pasal 4
 
Tata ibadah kreatif, 26 april 2015
Tata ibadah kreatif, 26 april 2015Tata ibadah kreatif, 26 april 2015
Tata ibadah kreatif, 26 april 2015
 
Bahan khotbah kristen
Bahan khotbah kristenBahan khotbah kristen
Bahan khotbah kristen
 
Sabbath school lesson 4, 3rd quarter of 2016
Sabbath school lesson 4, 3rd quarter of 2016Sabbath school lesson 4, 3rd quarter of 2016
Sabbath school lesson 4, 3rd quarter of 2016
 
FAZAL GHUFRAN,s CV
FAZAL GHUFRAN,s CVFAZAL GHUFRAN,s CV
FAZAL GHUFRAN,s CV
 

Semelhante a Dormindo num travesseiro de pedra

LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIANatalino das Neves Neves
 
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptxEntre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptxEdilson Jose Barbosa Barbosa
 
Brochura lidando com dramas familiares Igreja do Nazareno
Brochura lidando com dramas familiares   Igreja do Nazareno Brochura lidando com dramas familiares   Igreja do Nazareno
Brochura lidando com dramas familiares Igreja do Nazareno Jose Heleno Gomes Pereira
 
Lição 7 - José Fé em Meio às Injustiças
Lição 7 - José Fé em Meio às InjustiçasLição 7 - José Fé em Meio às Injustiças
Lição 7 - José Fé em Meio às InjustiçasAndrew Guimarães
 
Genesis - Da Torre de Babel à morte de José
Genesis - Da Torre de Babel à morte de JoséGenesis - Da Torre de Babel à morte de José
Genesis - Da Torre de Babel à morte de JoséRogério de Sousa
 
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL AULA 2
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL  AULA 2IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL  AULA 2
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL AULA 2Rubens Sohn
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féAilton da Silva
 
Enredo de vidas secas
Enredo de vidas secasEnredo de vidas secas
Enredo de vidas secasBriefCase
 

Semelhante a Dormindo num travesseiro de pedra (11)

Subindo a betel
Subindo a betelSubindo a betel
Subindo a betel
 
LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIALBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIA
LBJ LIÇÃO 10 - QUANDO A DIVISÃO SE INSTALA NA FAMÍLIA
 
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptxEntre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
Entre a benção e a maldição. estudo 28. part1pptx
 
Brochura lidando com dramas familiares Igreja do Nazareno
Brochura lidando com dramas familiares   Igreja do Nazareno Brochura lidando com dramas familiares   Igreja do Nazareno
Brochura lidando com dramas familiares Igreja do Nazareno
 
Lição 7 - José Fé em Meio às Injustiças
Lição 7 - José Fé em Meio às InjustiçasLição 7 - José Fé em Meio às Injustiças
Lição 7 - José Fé em Meio às Injustiças
 
Genesis - Da Torre de Babel à morte de José
Genesis - Da Torre de Babel à morte de JoséGenesis - Da Torre de Babel à morte de José
Genesis - Da Torre de Babel à morte de José
 
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL AULA 2
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL  AULA 2IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL  AULA 2
IBADEP MÉDIO - HIESTÓRIA DE ISRAEL AULA 2
 
O livro de Jó
O livro de JóO livro de Jó
O livro de Jó
 
94
9494
94
 
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da féLição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
Lição 3 - Abraão, a esperança do pai da fé
 
Enredo de vidas secas
Enredo de vidas secasEnredo de vidas secas
Enredo de vidas secas
 

Mais de Pastor Juscelino Freitas

Ser criança é bom de mais. ser adulto é muito melhor
Ser criança é bom de mais. ser adulto é muito melhorSer criança é bom de mais. ser adulto é muito melhor
Ser criança é bom de mais. ser adulto é muito melhorPastor Juscelino Freitas
 
As características do Obreiro Coluna na igreja
As características do Obreiro Coluna na igrejaAs características do Obreiro Coluna na igreja
As características do Obreiro Coluna na igrejaPastor Juscelino Freitas
 
Culto de ação de graça... juscelino e edilene
Culto de ação de graça... juscelino e edileneCulto de ação de graça... juscelino e edilene
Culto de ação de graça... juscelino e edilenePastor Juscelino Freitas
 

Mais de Pastor Juscelino Freitas (20)

O verdadeiro arrependimento
O verdadeiro arrependimentoO verdadeiro arrependimento
O verdadeiro arrependimento
 
Ser criança é bom de mais. ser adulto é muito melhor
Ser criança é bom de mais. ser adulto é muito melhorSer criança é bom de mais. ser adulto é muito melhor
Ser criança é bom de mais. ser adulto é muito melhor
 
Curso Lealdade e Deslealdade
Curso Lealdade e DeslealdadeCurso Lealdade e Deslealdade
Curso Lealdade e Deslealdade
 
Que é uma liderança
Que é uma liderançaQue é uma liderança
Que é uma liderança
 
As características do Obreiro Coluna na igreja
As características do Obreiro Coluna na igrejaAs características do Obreiro Coluna na igreja
As características do Obreiro Coluna na igreja
 
Conselhos simples para ser um Bom Obreiro
Conselhos simples para ser um Bom ObreiroConselhos simples para ser um Bom Obreiro
Conselhos simples para ser um Bom Obreiro
 
Psicologia pastoral
Psicologia pastoralPsicologia pastoral
Psicologia pastoral
 
Interpretação bíblica método oica
Interpretação bíblica   método oicaInterpretação bíblica   método oica
Interpretação bíblica método oica
 
As crises dentro da familia
As crises dentro da familiaAs crises dentro da familia
As crises dentro da familia
 
I seminário para jovens 2017
I seminário para jovens 2017I seminário para jovens 2017
I seminário para jovens 2017
 
Panorama do novo e antigo testamento
Panorama do novo e antigo testamentoPanorama do novo e antigo testamento
Panorama do novo e antigo testamento
 
Figuras de linguagem biblica
Figuras de linguagem biblicaFiguras de linguagem biblica
Figuras de linguagem biblica
 
Material composição da bíblia
Material composição da bíbliaMaterial composição da bíblia
Material composição da bíblia
 
Hermeneutica bíblica cópia
Hermeneutica bíblica   cópiaHermeneutica bíblica   cópia
Hermeneutica bíblica cópia
 
Como interpretar a bíblia
Como interpretar a bíbliaComo interpretar a bíblia
Como interpretar a bíblia
 
Culto de ação de graça... juscelino e edilene
Culto de ação de graça... juscelino e edileneCulto de ação de graça... juscelino e edilene
Culto de ação de graça... juscelino e edilene
 
Dia internacional da mulher
Dia internacional da mulherDia internacional da mulher
Dia internacional da mulher
 
Secretaria de missões
Secretaria de missõesSecretaria de missões
Secretaria de missões
 
O que é e o que não ebd
O que é e o que não ebdO que é e o que não ebd
O que é e o que não ebd
 
A importancia da ebd
A importancia da ebdA importancia da ebd
A importancia da ebd
 

Último

O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresLilianPiola
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 

Último (20)

O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolaresALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
ALMANANHE DE BRINCADEIRAS - 500 atividades escolares
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 

Dormindo num travesseiro de pedra

  • 1. DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA Pr. Juscelino Freitas Email: juscelinofreitas799@mail.com
  • 2. Gênesis 28.10-11 10 Partiu, pois, Jacó de Beer- Seba e se foi em direção a Harã; 11 e chegou a um lugar onde passou a noite, porque o sol já se havia posto; e, tomando uma das pedras do lugar e pondo-a debaixo da cabeça, deitou-se ali para dormir. DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
  • 3. Genesis 27 41 Esaú, pois, odiava a Jacó por causa da bênção com que seu pai o tinha abençoado, e disse consigo: Vêm chegando os dias de luto por meu pai; então hei de matar Jacó, meu irmão. 42 Ora, foram denunciadas a Rebeca estas palavras de Esaú, seu filho mais velho; pelo que ela mandou chamar Jacó, seu filho mais moço, e lhe disse: Eis que Esaú teu irmão se consola a teu respeito, propondo matar-te. 43 Agora, pois, meu filho, ouve a minha voz; levanta-te, refugia-te na casa de Labão, meu irmão, em Harã, 44 e demora-te com ele alguns dias, até que passe o furor de teu irmão; (20 anos) DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
  • 4. Você já passou a noite dormindo com a cabeça sobre uma pedra? Este texto nos fala exatamente de um dia de desconforto na vida de Jacó. Depois de uma viagem longa, solitária e cansativa, Jacó deitou-se para dormir num deserto frio e solitário. Num lugar onde não havia nenhum tipo de conforto, pelo que ele fez de uma pedra, o seu travesseiro. IMAGINA ESSA SITUAÇÃO? Agora, além de toda essa situação desagradável com relação como passar a sua noite, JACÓ TINHA ALGO MAIS, INCOMODANDO A SUA CABEÇA - ELE ESTAVA FUGINDO DE CASA. Depois de uma desavença, de um desentendimento familiar, Jacó se viu forçado a sair de casa para não ser morto. DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
  • 5. O DESCONFORTO DE ESTAR SEM FAMÍLIA. Jacó era um filho querido, cercado de todo o cuidado de sua mãe. Mas agora, ele se encontrava tendo que sobreviver num deserto sem amparo, numa situação totalmente adversa, hostil e imprevisível. Muitas pessoas se sentem assim como Jacó: De repente, se viram sozinhas, sem o amparo da família. Estão longe de casa (alguns estão longe geograficamente; mas outros, estão até debaixo do mesmo teto, porém distantes de seus familiares, devido a aborrecimentos, birras e brigas). Será esse o seu desconforto? ...o seu travesseiro de pedra? DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
  • 6. O DESCONFORTO DA SOLIDÃO Sem ter com quem conversar, sem ter com quem chorar, sem ter com quem desabafar, Jacó deitou-se para dormir. Este é o incomodo de milhares de pessoas neste exato momento. DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
  • 7. O DESCONFORTO DE ESTAR SEM DIREÇÃO A única coisa que Jacó sabia era que estava fugindo da morte, sem saber o que viria pela frente. Existem pessoas nesta mesma situação. Estão simplesmente sobrevivendo às situações prejudicais, escapando de algo, MAS A VIDA NÃO SEGUE, não anda..., Porque falta um projeto, um sonho, um ideal, uma direção... Elas podem dizer: "Eu cheguei aqui não sei como nem porque". Parece que estão num labirinto, sem saber a saída; Será esse o seu desconforto nesta noite? DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
  • 8. O TERRÍVEL DESCONFORTO DA CULPA Não dava para Jacó fazer de conta que estava tudo bem. Ele havia feito algo errado e se sentia acusado por isso. A MENTIRA O ESTAVA CONSUMINDO por dentro! Tem gente assim também: vivendo desta maneira, tentando se equilibrar sobre as bases falsas e frágeis da mentira. Tentando justificar e explicar a necessidade de uma mentira. DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
  • 9. O DESCONFORTO DO ESTIGMA Jacó sabia que para a família dele, para o seu irmão, ele era conhecido como enganador, trapaceiro, desonesto. Como incomoda o fato de se ter o nome comprometido! Ser discriminado. As pessoas desconfiam, não dão crédito. Chamam de "ovelha negra". DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA
  • 10. SERÁ QUE VOCÊ SE SENTE ASSIM, DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA? Pode ser que seu casamento tenha se tornado um travesseiro de pedra, um incômodo, um transtorno; Pode ser que seu namoro tenha trazido desconforto; Pode ser que seu sucesso financeiro não esteja compensando o desconforto de tê-lo; Pode ser que você esteja vivendo um grande desconforto mental por causa de uma culpa. Uma mentira, um prazer ilícito escondido, que gerou uma crise profunda da qual você não consegue sair. Pode ser que você esteja experimentando um desconforto com relação à vida afetiva. Está sozinho, sem ser amado. Pode ser que o seu desconforto seja um pesar espiritual, um vazio na alma. Ou talvez as drogas, os vícios é que estejam sendo o seu desconforto, porque estão oprimindo você. Ah! Talvez, você esteja incomodado por alguma dor ou por aquilo que parece ser sintoma de uma enfermidade... DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA