SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
ALGORITMO PARA CONSTRUÇÃO DE MAPAS CURVAS RESIDUAIS
1. Definir a composição inicial da alimentação [x], pressão, constante de Antoine;
propriedades críticas;
2. Com os valores de [x] e pressão, determinar o bolha T:[T,yi];
3. Calcular : Ki = yi/xi
4. Resolver o sistema de equações
𝑑[ 𝑥𝑖]
𝑑𝜏
= 𝑥𝑖 ∗ (1 − 𝐾𝑖) e determinar os novos [xi].
Esta integração deve ser resolvida positivamente (as curvas caminham para
o ponto final das mesmas), e negativamente (as curvas caminham no sentido
onde as curvas iniciam). A integração negativa é atribuir o sinal negativo no
lado direito do sistema de equações.
5. Incrementar o valor de τ;
6. Volte em 2.
7. Resolver os passos 2 a 5 até τ =100;
8. Retorne em 1.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...Paulo Mutolo
 
Inferencia Estatistica ISG
Inferencia Estatistica ISGInferencia Estatistica ISG
Inferencia Estatistica ISGMargarida Nunes
 
Projeto de Informática Educativa I - NTEM
Projeto de  Informática Educativa I  - NTEMProjeto de  Informática Educativa I  - NTEM
Projeto de Informática Educativa I - NTEMValdir Almeida
 
Projeto de Informática Educativa I - NTEM
Projeto de  Informática Educativa I  - NTEMProjeto de  Informática Educativa I  - NTEM
Projeto de Informática Educativa I - NTEMValdir Almeida
 
Estatística Aplicada à Administração - Aula 19: Regressão Linear Simples
Estatística Aplicada à Administração - Aula 19: Regressão Linear SimplesEstatística Aplicada à Administração - Aula 19: Regressão Linear Simples
Estatística Aplicada à Administração - Aula 19: Regressão Linear SimplesMarcus Araújo
 
Regressão Linear Simples
Regressão Linear SimplesRegressão Linear Simples
Regressão Linear Simplesmonica_lima
 
Matemática a função módulo
Matemática a   função móduloMatemática a   função módulo
Matemática a função móduloEduardo Gomes
 
Modelo de regressão linear: aspectos teóricos e computacionais
Modelo de regressão linear: aspectos teóricos e computacionais Modelo de regressão linear: aspectos teóricos e computacionais
Modelo de regressão linear: aspectos teóricos e computacionais Rodrigo Rodrigues
 
FunçãO QuadráTica Os Talentosos
FunçãO QuadráTica   Os TalentososFunçãO QuadráTica   Os Talentosos
FunçãO QuadráTica Os TalentososEduardo Bel
 
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)Kelly Lima
 

Mais procurados (18)

Matematica
MatematicaMatematica
Matematica
 
Regressão aula
Regressão aulaRegressão aula
Regressão aula
 
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
Determinar o domínio, contradomínio, zeros, coordenada de vértice e variação ...
 
Regressao
RegressaoRegressao
Regressao
 
Funções do 1º grau
Funções do 1º grauFunções do 1º grau
Funções do 1º grau
 
Inferencia Estatistica ISG
Inferencia Estatistica ISGInferencia Estatistica ISG
Inferencia Estatistica ISG
 
Zero da função do 1
Zero da função do 1Zero da função do 1
Zero da função do 1
 
Projeto de Informática Educativa I - NTEM
Projeto de  Informática Educativa I  - NTEMProjeto de  Informática Educativa I  - NTEM
Projeto de Informática Educativa I - NTEM
 
Projeto de Informática Educativa I - NTEM
Projeto de  Informática Educativa I  - NTEMProjeto de  Informática Educativa I  - NTEM
Projeto de Informática Educativa I - NTEM
 
Estatística Aplicada à Administração - Aula 19: Regressão Linear Simples
Estatística Aplicada à Administração - Aula 19: Regressão Linear SimplesEstatística Aplicada à Administração - Aula 19: Regressão Linear Simples
Estatística Aplicada à Administração - Aula 19: Regressão Linear Simples
 
Formulário de econometria
Formulário de econometriaFormulário de econometria
Formulário de econometria
 
Regressão Linear Simples
Regressão Linear SimplesRegressão Linear Simples
Regressão Linear Simples
 
Matemática a função módulo
Matemática a   função móduloMatemática a   função módulo
Matemática a função módulo
 
Zero da função do 1º grau
Zero da função do 1º grauZero da função do 1º grau
Zero da função do 1º grau
 
Modelo de regressão linear: aspectos teóricos e computacionais
Modelo de regressão linear: aspectos teóricos e computacionais Modelo de regressão linear: aspectos teóricos e computacionais
Modelo de regressão linear: aspectos teóricos e computacionais
 
FunçãO QuadráTica Os Talentosos
FunçãO QuadráTica   Os TalentososFunçãO QuadráTica   Os Talentosos
FunçãO QuadráTica Os Talentosos
 
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
 
Regressao linear multipla
Regressao linear multiplaRegressao linear multipla
Regressao linear multipla
 

Destaque

13th march 2016 What is Kindness (in the fruit of the holy spirit)
13th march 2016   What is Kindness (in the fruit of the holy spirit)13th march 2016   What is Kindness (in the fruit of the holy spirit)
13th march 2016 What is Kindness (in the fruit of the holy spirit)Thorn Group Pvt Ltd
 
2012 Arch otolaryngol hed neck surg. 138 (10) 942-949
2012 Arch otolaryngol hed neck surg. 138 (10) 942-9492012 Arch otolaryngol hed neck surg. 138 (10) 942-949
2012 Arch otolaryngol hed neck surg. 138 (10) 942-949Helen Cox
 
Renacimentoo
RenacimentooRenacimentoo
Renacimentoosouagnd
 
Ung xu cua nguoi nong dan trong sxnn
Ung xu cua nguoi nong dan trong sxnnUng xu cua nguoi nong dan trong sxnn
Ung xu cua nguoi nong dan trong sxnnMắm Tôm Bún
 
Taller #2 trabajo y energía
Taller #2 trabajo y energíaTaller #2 trabajo y energía
Taller #2 trabajo y energíasaliradu
 
La guerra de los navegadores
La guerra de los navegadoresLa guerra de los navegadores
La guerra de los navegadoresRocberto Metal
 

Destaque (13)

13th march 2016 What is Kindness (in the fruit of the holy spirit)
13th march 2016   What is Kindness (in the fruit of the holy spirit)13th march 2016   What is Kindness (in the fruit of the holy spirit)
13th march 2016 What is Kindness (in the fruit of the holy spirit)
 
Lobna Saeed
Lobna SaeedLobna Saeed
Lobna Saeed
 
Glue Ear
Glue EarGlue Ear
Glue Ear
 
Sistemas equacoes lineares
Sistemas equacoes linearesSistemas equacoes lineares
Sistemas equacoes lineares
 
2012 Arch otolaryngol hed neck surg. 138 (10) 942-949
2012 Arch otolaryngol hed neck surg. 138 (10) 942-9492012 Arch otolaryngol hed neck surg. 138 (10) 942-949
2012 Arch otolaryngol hed neck surg. 138 (10) 942-949
 
Renacimentoo
RenacimentooRenacimentoo
Renacimentoo
 
Ung xu cua nguoi nong dan trong sxnn
Ung xu cua nguoi nong dan trong sxnnUng xu cua nguoi nong dan trong sxnn
Ung xu cua nguoi nong dan trong sxnn
 
Taller #2 trabajo y energía
Taller #2 trabajo y energíaTaller #2 trabajo y energía
Taller #2 trabajo y energía
 
Database Users List
Database Users ListDatabase Users List
Database Users List
 
La guerra de los navegadores
La guerra de los navegadoresLa guerra de los navegadores
La guerra de los navegadores
 
JAMES ... BIOGRAFIA
JAMES ... BIOGRAFIAJAMES ... BIOGRAFIA
JAMES ... BIOGRAFIA
 
BreeCS Example Report - Local Deliveries 3 Tier Lifespan
BreeCS Example Report - Local Deliveries 3 Tier LifespanBreeCS Example Report - Local Deliveries 3 Tier Lifespan
BreeCS Example Report - Local Deliveries 3 Tier Lifespan
 
BreeCS Example Report - Local Deliveries 2 Tier Lifespan
BreeCS Example Report - Local Deliveries 2 Tier LifespanBreeCS Example Report - Local Deliveries 2 Tier Lifespan
BreeCS Example Report - Local Deliveries 2 Tier Lifespan
 

Mais de Josemar Pereira da Silva

Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...Josemar Pereira da Silva
 
Liquid liquid equilibrium for the ternary system of isopropyl acetate 2 propa...
Liquid liquid equilibrium for the ternary system of isopropyl acetate 2 propa...Liquid liquid equilibrium for the ternary system of isopropyl acetate 2 propa...
Liquid liquid equilibrium for the ternary system of isopropyl acetate 2 propa...Josemar Pereira da Silva
 
(Liquid liquid) equilibrium of systems involved in the stepwise ethanolysis o...
(Liquid liquid) equilibrium of systems involved in the stepwise ethanolysis o...(Liquid liquid) equilibrium of systems involved in the stepwise ethanolysis o...
(Liquid liquid) equilibrium of systems involved in the stepwise ethanolysis o...Josemar Pereira da Silva
 
Liquid liquid equilibrium data for n hexane ethylacetate acetonitrile ternay ...
Liquid liquid equilibrium data for n hexane ethylacetate acetonitrile ternay ...Liquid liquid equilibrium data for n hexane ethylacetate acetonitrile ternay ...
Liquid liquid equilibrium data for n hexane ethylacetate acetonitrile ternay ...Josemar Pereira da Silva
 
Liquid liquid equilibria data for ethylbenzene or p xylene with alkane and 1 ...
Liquid liquid equilibria data for ethylbenzene or p xylene with alkane and 1 ...Liquid liquid equilibria data for ethylbenzene or p xylene with alkane and 1 ...
Liquid liquid equilibria data for ethylbenzene or p xylene with alkane and 1 ...Josemar Pereira da Silva
 
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...Josemar Pereira da Silva
 
Isobaric vapor liquid equilibrium for binary mixtures of 3 methyl 1 butanol 3...
Isobaric vapor liquid equilibrium for binary mixtures of 3 methyl 1 butanol 3...Isobaric vapor liquid equilibrium for binary mixtures of 3 methyl 1 butanol 3...
Isobaric vapor liquid equilibrium for binary mixtures of 3 methyl 1 butanol 3...Josemar Pereira da Silva
 
Investigation on thermodynamics in separation for ethylene glycol neopentyl g...
Investigation on thermodynamics in separation for ethylene glycol neopentyl g...Investigation on thermodynamics in separation for ethylene glycol neopentyl g...
Investigation on thermodynamics in separation for ethylene glycol neopentyl g...Josemar Pereira da Silva
 
A correlation for the prediction of thermal conductivity of liquids
A correlation for the prediction of thermal conductivity of liquidsA correlation for the prediction of thermal conductivity of liquids
A correlation for the prediction of thermal conductivity of liquidsJosemar Pereira da Silva
 
A new model of thermal conductivity for liquids
A new model of thermal conductivity for liquidsA new model of thermal conductivity for liquids
A new model of thermal conductivity for liquidsJosemar Pereira da Silva
 
On criteria for occurence of azeotropes in isothermal and isobraric binary sy...
On criteria for occurence of azeotropes in isothermal and isobraric binary sy...On criteria for occurence of azeotropes in isothermal and isobraric binary sy...
On criteria for occurence of azeotropes in isothermal and isobraric binary sy...Josemar Pereira da Silva
 
Heteroazeotropic batch distillatioin feasibility and operation
Heteroazeotropic batch distillatioin feasibility and operationHeteroazeotropic batch distillatioin feasibility and operation
Heteroazeotropic batch distillatioin feasibility and operationJosemar Pereira da Silva
 
A new model of thermal conductivity for liquids
A new model of thermal conductivity for liquidsA new model of thermal conductivity for liquids
A new model of thermal conductivity for liquidsJosemar Pereira da Silva
 
Production of-n-propyl-acetate-by-reactive-distillation-experimental-and-theo...
Production of-n-propyl-acetate-by-reactive-distillation-experimental-and-theo...Production of-n-propyl-acetate-by-reactive-distillation-experimental-and-theo...
Production of-n-propyl-acetate-by-reactive-distillation-experimental-and-theo...Josemar Pereira da Silva
 

Mais de Josemar Pereira da Silva (20)

Fmincon
FminconFmincon
Fmincon
 
Critical data
Critical dataCritical data
Critical data
 
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
 
Liquid liquid equilibrium for the ternary system of isopropyl acetate 2 propa...
Liquid liquid equilibrium for the ternary system of isopropyl acetate 2 propa...Liquid liquid equilibrium for the ternary system of isopropyl acetate 2 propa...
Liquid liquid equilibrium for the ternary system of isopropyl acetate 2 propa...
 
(Liquid liquid) equilibrium of systems involved in the stepwise ethanolysis o...
(Liquid liquid) equilibrium of systems involved in the stepwise ethanolysis o...(Liquid liquid) equilibrium of systems involved in the stepwise ethanolysis o...
(Liquid liquid) equilibrium of systems involved in the stepwise ethanolysis o...
 
Liquid liquid equilibrium data for n hexane ethylacetate acetonitrile ternay ...
Liquid liquid equilibrium data for n hexane ethylacetate acetonitrile ternay ...Liquid liquid equilibrium data for n hexane ethylacetate acetonitrile ternay ...
Liquid liquid equilibrium data for n hexane ethylacetate acetonitrile ternay ...
 
Liquid liquid equilibria data for ethylbenzene or p xylene with alkane and 1 ...
Liquid liquid equilibria data for ethylbenzene or p xylene with alkane and 1 ...Liquid liquid equilibria data for ethylbenzene or p xylene with alkane and 1 ...
Liquid liquid equilibria data for ethylbenzene or p xylene with alkane and 1 ...
 
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
Influence of temperature on the liquid liquid equilibria of methanol benzene ...
 
Isobaric vapor liquid equilibrium for binary mixtures of 3 methyl 1 butanol 3...
Isobaric vapor liquid equilibrium for binary mixtures of 3 methyl 1 butanol 3...Isobaric vapor liquid equilibrium for binary mixtures of 3 methyl 1 butanol 3...
Isobaric vapor liquid equilibrium for binary mixtures of 3 methyl 1 butanol 3...
 
Investigation on thermodynamics in separation for ethylene glycol neopentyl g...
Investigation on thermodynamics in separation for ethylene glycol neopentyl g...Investigation on thermodynamics in separation for ethylene glycol neopentyl g...
Investigation on thermodynamics in separation for ethylene glycol neopentyl g...
 
A correlation for the prediction of thermal conductivity of liquids
A correlation for the prediction of thermal conductivity of liquidsA correlation for the prediction of thermal conductivity of liquids
A correlation for the prediction of thermal conductivity of liquids
 
A new model of thermal conductivity for liquids
A new model of thermal conductivity for liquidsA new model of thermal conductivity for liquids
A new model of thermal conductivity for liquids
 
Perda de carga escoamento bifásico 1
Perda de carga escoamento bifásico 1Perda de carga escoamento bifásico 1
Perda de carga escoamento bifásico 1
 
Tibirica c bhebulição
Tibirica c bhebuliçãoTibirica c bhebulição
Tibirica c bhebulição
 
On criteria for occurence of azeotropes in isothermal and isobraric binary sy...
On criteria for occurence of azeotropes in isothermal and isobraric binary sy...On criteria for occurence of azeotropes in isothermal and isobraric binary sy...
On criteria for occurence of azeotropes in isothermal and isobraric binary sy...
 
Heteroazeotropic batch distillatioin feasibility and operation
Heteroazeotropic batch distillatioin feasibility and operationHeteroazeotropic batch distillatioin feasibility and operation
Heteroazeotropic batch distillatioin feasibility and operation
 
A new model of thermal conductivity for liquids
A new model of thermal conductivity for liquidsA new model of thermal conductivity for liquids
A new model of thermal conductivity for liquids
 
Nicolau maquiavel o príncipe
Nicolau maquiavel   o príncipeNicolau maquiavel   o príncipe
Nicolau maquiavel o príncipe
 
Production of-n-propyl-acetate-by-reactive-distillation-experimental-and-theo...
Production of-n-propyl-acetate-by-reactive-distillation-experimental-and-theo...Production of-n-propyl-acetate-by-reactive-distillation-experimental-and-theo...
Production of-n-propyl-acetate-by-reactive-distillation-experimental-and-theo...
 
On the dynamics of distillation processes
On the dynamics of distillation processesOn the dynamics of distillation processes
On the dynamics of distillation processes
 

Último

Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdfNormas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdfAlexsandroRocha22
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdftatebib346
 
treinamento de moldagem por injeção plástica
treinamento de moldagem por injeção plásticatreinamento de moldagem por injeção plástica
treinamento de moldagem por injeção plásticaleilannygaldino
 
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdfPlanejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdfssusercc9a5f
 
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADECONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADEssusercc9a5f
 
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptxProposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptxWiliamArmandoHarisso
 
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxmarketing18485
 
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxSEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxavaseg
 

Último (8)

Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdfNormas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
Normas Técnicas para aparelho de solda oxi-acetileno.pdf
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
 
treinamento de moldagem por injeção plástica
treinamento de moldagem por injeção plásticatreinamento de moldagem por injeção plástica
treinamento de moldagem por injeção plástica
 
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdfPlanejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
Planejamento e controle da Produção_Lustosa.pdf
 
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADECONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
CONCEITOS BÁSICOS DE CONFIABILIDADE COM EMBASAMENTO DE QUALIDADE
 
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptxProposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
Proposta de dimensionamento. PROJETO DO CURSO 2023.pptx
 
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsxST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
ST 2024 Apresentação Comercial - VF.ppsx
 
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptxSEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
SEG NR 18 - SEGURANÇA E SAÚDE O TRABALHO NA INDUSTRIA DA COSTRUÇÃO CIVIL.pptx
 

Algoritmo para construção de mapas residuais

  • 1. ALGORITMO PARA CONSTRUÇÃO DE MAPAS CURVAS RESIDUAIS 1. Definir a composição inicial da alimentação [x], pressão, constante de Antoine; propriedades críticas; 2. Com os valores de [x] e pressão, determinar o bolha T:[T,yi]; 3. Calcular : Ki = yi/xi 4. Resolver o sistema de equações 𝑑[ 𝑥𝑖] 𝑑𝜏 = 𝑥𝑖 ∗ (1 − 𝐾𝑖) e determinar os novos [xi]. Esta integração deve ser resolvida positivamente (as curvas caminham para o ponto final das mesmas), e negativamente (as curvas caminham no sentido onde as curvas iniciam). A integração negativa é atribuir o sinal negativo no lado direito do sistema de equações. 5. Incrementar o valor de τ; 6. Volte em 2. 7. Resolver os passos 2 a 5 até τ =100; 8. Retorne em 1.