SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
As funções trigonométricas
são funções angulares,
importantes no estudo dos
triângulos e na modelações
de fenômenos periódicos.
Dizemos que um fenômeno
é periódico quando este se
repete após certo intervalo
de tempo. Assim se um
fenômeno é sabidamente
periódico, podemos prever
com relativa facilidade o que
ocorre em momentos não
observados.
Vejamos estes
e mais outros
exemplos no
vídeo a seguir:
 Vamos agora trabalhar algumas construções
de gráficos de uma função trigonométrica dada
à equação que a representa; identificando
alguns parâmetros importantes do modelo
ondulatório para descrição matemática de
fenômenos periódicos.
 As Funções são maneiras que
encontramos para representar a
dependência entre grandezas.
Nesse gráfico podemos
definir melhor dois
conceitos importantes
associados a fenômenos
periódicos.
Amplitude (A) e o
Período (P)
 Com o recurso do software Winplot vamos
desenhar gráficos das funções y = senx e de
y= cosx em um mesmo sistema de eixos
cartesianos.
 A elaboração da tabela para a construção do
gráfico levará em conta valores que marcam a
divisão entre os quadrantes da circunferência
trigonométrica, isto é, 0, л/2, л, 3 л/2, 2 л.
 Para começarmos a construir em um mesmo
sistema de eixos cartesianos os gráficos de y =
senx e de y = 2senx, podemos elaborar a
tabela de valores a seguir.
X y = senx Y = 2senx
0 0 0
л/2 1 2
л 0 0
3л/2 -1 -2
2л 0 0
A partir deste
exemplo podemos
solicitar aos alunos
que que desenhem
mais dois pares de
gráficos, para que
seja possível intuir
a conclusão a
respeito da
interferência da
constante A na
forma do gráfico.
Tabela I
x Y= senx Y = 1,5senx
0 0 0
л/2 1 1,5
л 0 0
3л/2 -1 -1,5
2л 0 0
Tabela II
x Y= Cosx Y = 3Cosx
0 1 3
л/2 0 0
л -1 -3
3л/2 0 0
2л -1 3
Tabela I
Através destas situações podemos observar que a constante A está relacionada a
amplitude da onda, isto é, a distância entre o eixo horizontal e o valor máximo e
mínimo das funções . Assim a imagem da função , nesse caso, será o intervalo [ -
A, A ], se A > 0
Projeto de  Informática Educativa I  - NTEM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mat ppt8
Mat ppt8Mat ppt8
Mat ppt8
zozima
 
Actividade 1
Actividade 1Actividade 1
Actividade 1
mjborges
 
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Kelly Lima
 
Função trigonometrica
Função trigonometricaFunção trigonometrica
Função trigonometrica
myri2000
 
04 estudo da reta
04 estudo da reta04 estudo da reta
04 estudo da reta
resolvidos
 
Aula funções-trigonometricas lante-uff
Aula funções-trigonometricas lante-uffAula funções-trigonometricas lante-uff
Aula funções-trigonometricas lante-uff
Mário César Cunha
 

Mais procurados (19)

Funções do 1º grau
Funções do 1º grauFunções do 1º grau
Funções do 1º grau
 
Zero da função do 1º grau
Zero da função do 1º grauZero da função do 1º grau
Zero da função do 1º grau
 
Mat ppt8
Mat ppt8Mat ppt8
Mat ppt8
 
Actividade 1
Actividade 1Actividade 1
Actividade 1
 
Gráficos de funções afim - Matemática 8º ano - Resumo da matéria
Gráficos de funções afim - Matemática 8º ano - Resumo da matériaGráficos de funções afim - Matemática 8º ano - Resumo da matéria
Gráficos de funções afim - Matemática 8º ano - Resumo da matéria
 
Apostila fisica graficos
Apostila fisica graficosApostila fisica graficos
Apostila fisica graficos
 
Geometria11
Geometria11Geometria11
Geometria11
 
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
Matematica No Ensino MéDio (Livro De Bolso)
 
Função trigonometrica
Função trigonometricaFunção trigonometrica
Função trigonometrica
 
Estatística, Gráficos em escalas logarítmicas
Estatística, Gráficos em escalas logarítmicasEstatística, Gráficos em escalas logarítmicas
Estatística, Gráficos em escalas logarítmicas
 
Coordenadas esféricas
Coordenadas esféricasCoordenadas esféricas
Coordenadas esféricas
 
04 estudo da reta
04 estudo da reta04 estudo da reta
04 estudo da reta
 
AULÃO DE MATEMÁTICA Spaece 2° dia
AULÃO DE MATEMÁTICA Spaece 2° diaAULÃO DE MATEMÁTICA Spaece 2° dia
AULÃO DE MATEMÁTICA Spaece 2° dia
 
Algoritmo para construção de mapas residuais
Algoritmo para construção de mapas residuaisAlgoritmo para construção de mapas residuais
Algoritmo para construção de mapas residuais
 
Aula funções-trigonometricas lante-uff
Aula funções-trigonometricas lante-uffAula funções-trigonometricas lante-uff
Aula funções-trigonometricas lante-uff
 
Zero da função do 1
Zero da função do 1Zero da função do 1
Zero da função do 1
 
Sinal do coeficiente
Sinal do coeficienteSinal do coeficiente
Sinal do coeficiente
 
Geometria analítica2
Geometria analítica2Geometria analítica2
Geometria analítica2
 
Momento de-inercia-prof.-ferreira
Momento de-inercia-prof.-ferreiraMomento de-inercia-prof.-ferreira
Momento de-inercia-prof.-ferreira
 

Semelhante a Projeto de Informática Educativa I - NTEM

Apostila regressao linear
Apostila regressao linearApostila regressao linear
Apostila regressao linear
coelhojmm
 
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Bowman Guimaraes
 
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Bowman Guimaraes
 

Semelhante a Projeto de Informática Educativa I - NTEM (20)

Apostila graficos
Apostila graficosApostila graficos
Apostila graficos
 
Gráficos
GráficosGráficos
Gráficos
 
Texto complementar nº 1 - Gráficos
Texto complementar nº 1 - GráficosTexto complementar nº 1 - Gráficos
Texto complementar nº 1 - Gráficos
 
Apostila regressao linear
Apostila regressao linearApostila regressao linear
Apostila regressao linear
 
Apostila 2020 aluno 2
Apostila 2020 aluno 2Apostila 2020 aluno 2
Apostila 2020 aluno 2
 
Geometria analítica2
Geometria analítica2Geometria analítica2
Geometria analítica2
 
1 caderno do aluno 2014_2017_vol2_baixa_mat_matematica_em_1s
1 caderno do aluno 2014_2017_vol2_baixa_mat_matematica_em_1s1 caderno do aluno 2014_2017_vol2_baixa_mat_matematica_em_1s
1 caderno do aluno 2014_2017_vol2_baixa_mat_matematica_em_1s
 
Análise gráfica da equação do segundo grau usando o Winplot
Análise gráfica da equação do segundo grau usando o WinplotAnálise gráfica da equação do segundo grau usando o Winplot
Análise gráfica da equação do segundo grau usando o Winplot
 
PowerPoint Presentation - Neto Oliveira.pdf
PowerPoint Presentation - Neto Oliveira.pdfPowerPoint Presentation - Neto Oliveira.pdf
PowerPoint Presentation - Neto Oliveira.pdf
 
Livro texto - unidade ii
Livro  texto - unidade iiLivro  texto - unidade ii
Livro texto - unidade ii
 
Trabalho2
Trabalho2Trabalho2
Trabalho2
 
Trigonometria
TrigonometriaTrigonometria
Trigonometria
 
Trigonometria básica
Trigonometria básicaTrigonometria básica
Trigonometria básica
 
Trigonometria
TrigonometriaTrigonometria
Trigonometria
 
Apostila funcoes
Apostila funcoesApostila funcoes
Apostila funcoes
 
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
 
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
Paginas.fe.up.pt ~ldinis capitulo1
 
Slide de matemática Geometria analítica
Slide de matemática Geometria analítica Slide de matemática Geometria analítica
Slide de matemática Geometria analítica
 
Projeto Final da disciplina Informatica e Internet
Projeto Final da disciplina Informatica e InternetProjeto Final da disciplina Informatica e Internet
Projeto Final da disciplina Informatica e Internet
 
Função Polinomial do 1º grau
Função Polinomial do 1º grauFunção Polinomial do 1º grau
Função Polinomial do 1º grau
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 

Projeto de Informática Educativa I - NTEM

  • 1. As funções trigonométricas são funções angulares, importantes no estudo dos triângulos e na modelações de fenômenos periódicos. Dizemos que um fenômeno é periódico quando este se repete após certo intervalo de tempo. Assim se um fenômeno é sabidamente periódico, podemos prever com relativa facilidade o que ocorre em momentos não observados.
  • 2.
  • 3.
  • 4. Vejamos estes e mais outros exemplos no vídeo a seguir:
  • 5.  Vamos agora trabalhar algumas construções de gráficos de uma função trigonométrica dada à equação que a representa; identificando alguns parâmetros importantes do modelo ondulatório para descrição matemática de fenômenos periódicos.
  • 6.  As Funções são maneiras que encontramos para representar a dependência entre grandezas.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Nesse gráfico podemos definir melhor dois conceitos importantes associados a fenômenos periódicos. Amplitude (A) e o Período (P)
  • 11.  Com o recurso do software Winplot vamos desenhar gráficos das funções y = senx e de y= cosx em um mesmo sistema de eixos cartesianos.
  • 12.
  • 13.  A elaboração da tabela para a construção do gráfico levará em conta valores que marcam a divisão entre os quadrantes da circunferência trigonométrica, isto é, 0, л/2, л, 3 л/2, 2 л.  Para começarmos a construir em um mesmo sistema de eixos cartesianos os gráficos de y = senx e de y = 2senx, podemos elaborar a tabela de valores a seguir.
  • 14. X y = senx Y = 2senx 0 0 0 л/2 1 2 л 0 0 3л/2 -1 -2 2л 0 0 A partir deste exemplo podemos solicitar aos alunos que que desenhem mais dois pares de gráficos, para que seja possível intuir a conclusão a respeito da interferência da constante A na forma do gráfico.
  • 15. Tabela I x Y= senx Y = 1,5senx 0 0 0 л/2 1 1,5 л 0 0 3л/2 -1 -1,5 2л 0 0 Tabela II x Y= Cosx Y = 3Cosx 0 1 3 л/2 0 0 л -1 -3 3л/2 0 0 2л -1 3
  • 17. Através destas situações podemos observar que a constante A está relacionada a amplitude da onda, isto é, a distância entre o eixo horizontal e o valor máximo e mínimo das funções . Assim a imagem da função , nesse caso, será o intervalo [ - A, A ], se A > 0