REGULAMENTO
BAJA SAE BRASIL
CAPÍTULO 3
COMPETIÇÃO
BAJA SAE BRASIL
RBSB 3 – EMENDA 0
DATA DE EFETIVIDADE: 01 DE JANEIRO DE ...
REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3
2/7
CONTROLE DE REVISÃO
Emenda Data de Efetividade
0 01 de Janeiro de 2010
REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3
3/7
ÍNDICE
3.1 APLICABILIDADE.......................................................
REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3
4/7
3.1 APLICABILIDADE
Este Capítulo se aplica a todas as Instituições de Ensino ...
REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3
5/7
qualquer momento, a seu critério, caso seja necessário para o prosseguimento
...
REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3
6/7
3.8 PROFESSOR ORIENTADOR
Espera-se que toda equipe participante tenha um prof...
REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3
7/7
Se uma Instituição participar com 2 (dois) veículos, que na opinião única do
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Baja 2013 rbsb_3_-_competicao_baja_sae_brasil_-_emenda_0

264 visualizações

Publicada em

REGULAMENTO 3 REV 0

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
264
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
62
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Baja 2013 rbsb_3_-_competicao_baja_sae_brasil_-_emenda_0

  1. 1. REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL CAPÍTULO 3 COMPETIÇÃO BAJA SAE BRASIL RBSB 3 – EMENDA 0 DATA DE EFETIVIDADE: 01 DE JANEIRO DE 2010
  2. 2. REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3 2/7 CONTROLE DE REVISÃO Emenda Data de Efetividade 0 01 de Janeiro de 2010
  3. 3. REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3 3/7 ÍNDICE 3.1 APLICABILIDADE................................................................................ 4 3.2 COMPETIÇÃO BAJA SAE BRASIL ..................................................... 4 3.3 PREMISSAS DO PROJETO................................................................ 4 3.4 INTERPRETAÇÃO DAS REGRAS ...................................................... 4 3.5 AUTORIDADE DA ORGANIZAÇÃO .................................................... 4 3.6 CUMPRIMENTO DAS REGRAS.......................................................... 5 3.7 PARTICIPANTES ELEGÍVEIS............................................................. 5 3.8 PROFESSOR ORIENTADOR.............................................................. 6 3.9 VEÍCULOS ELEGÍVEIS ....................................................................... 6 3.10 NÚMERO MÁXIMO DE EQUIPES....................................................... 6 3.11 VEÍCULOS DE EDIÇÕES ANTERIORES............................................ 6 3.12 PROJETOS IGUAIS............................................................................. 6 3.13 INSCRIÇÕES....................................................................................... 7 3.14 PARTICIPANDO DA COMPETIÇÃO ................................................... 7 3.15 REUNIÃO DE ABERTURA .................................................................. 7 3.16 COMPETIÇÕES DA SAE INTERNACIONAL ...................................... 7
  4. 4. REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3 4/7 3.1 APLICABILIDADE Este Capítulo se aplica a todas as Instituições de Ensino Superior, representadas por suas equipes, que optarem por participar da Competição Baja SAE BRASIL. 3.2 COMPETIÇÃO BAJA SAE BRASIL Este Capítulo reúne as informações necessárias para as equipes que optarem por participar da Competição Baja SAE BRASIL. Este evento, de periodicidade anual, promove o encontro das equipes de Baja SAE de todo o País, através de uma disputa comparativa entre os projetos desenvolvidos. O objetivo da competição é apontar a equipe que preparou o melhor projeto dentre todos os participantes. Cada equipe que decidir por participar da Competição Baja SAE BRASIL deve ler e cumprir na íntegra os RBSB 3, 5, 7, 9 e 11. 3.3 PREMISSAS DO PROJETO Para participar da Competição Baja SAE BRASIL, cada equipe deve projetar e construir um veículo protótipo, fora de estrada (off-road), monoposto, robusto, visando comercialização ao público entusiasta e não profissional. O veículo deve ser seguro, facilmente transportado e de simples manutenção e operação. Deve ser capaz de vencer terrenos acidentados em qualquer condição climática sem apresentar danos. Os requisitos mínimos Durante a competição, cada equipe visa ter seu projeto aceito por um fabricante fictício. Os alunos devem trabalhar em equipe em todas as fases do projeto (projeto, construção, testes, promoção e operação), desenvolvendo um veículo que respeite as regras impostas. Cabe aos alunos viabilizar suporte financeiro para o projeto. Tudo deve ser feito sempre respeitando as prioridades acadêmicas. 3.4 INTERPRETAÇÃO DAS REGRAS É responsabilidade das equipes ler, entender e interpretar os RBSB aplicáveis e, quando necessário, provar que a solução adotada cumpre com o requerido. Eventuais dúvidas sobre a intenção dos requisitos devem ser postadas no fórum oficial da SAE BRASIL (http://www.saebrasil.org.br), devidamente identificadas com nome, equipe e escola. O objetivo do uso do fórum SAE BRASIL é colocar dúvidas e respostas acessíveis a todas as equipes. 3.5 AUTORIDADE DA ORGANIZAÇÃO A organização se reserva o direito de revisar a programação da competição e/ou modificar os RBSB vigentes e/ou modificar a interpretação dos mesmos a
  5. 5. REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3 5/7 qualquer momento, a seu critério, caso seja necessário para o prosseguimento seguro e eficiente do evento. Em caso de dúvida ou ambigüidade em alguma expressão, frase ou palavra contida nas regras, ou mesmo na intenção na qual foram formuladas, as decisões da organização devem prevalecer. 3.6 CUMPRIMENTO DAS REGRAS As equipes, seus membros, professores orientadores e demais colaboradores das Instituições de Ensino Superior que ingressarem na Competição Baja SAE BRASIL, concordam em cumprir e aplicar as regras e procedimentos descritos nos RBSB 3, 5, 7, 9 e 11 e documentos adicionais anunciados pela organização. 3.7 PARTICIPANTES ELEGÍVEIS Cada membro participante de uma das equipes deve satisfazer os seguintes requisitos: (a) Status de Estudante: Deve ser matriculado na graduação em um dos seguintes cursos de Engenharia: Mecânica, Mecatrônica, Robótica, Metalúrgica, Eletrônica, Eletro – Eletrônica, Automobilística, Produção, Automação Industrial, Aeronáutica, Materiais, e Agronômica. Estudantes de cursos de Física também podem participar. A comprovação é feita através do Atestado de Matrícula. O prazo final para envio do Atestado será informado no site da SAE BRASIL; (b) Associado SAE: Deve ser associado à SAE e ser capaz de comprovar sua associação no local do evento. A associação pode ser feita pela Internet através do site da SAE BRASIL, http://www.saebrasil.org.br. O prazo final para envio do Atestado será informado no site da SAE BRASIL; (c) Idade Mínima: Deve ter mais de 18 anos de idade; (d) Identificação Fotográfica: Deve apresentar cópia de documento com foto – Registro Geral (RG) ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH), etc; (e) Seguro com Cobertura Médica: Deve apresentar cartão do plano de saúde ou prova de seguro com cobertura médica; (f) Contato em Caso de Emergência: Deve fornecer nome e telefone de contato (1) da empresa do seguro médico; (2) familiares ou responsáveis; para casos de emergência; (g) Termo de Responsabilidade: Todos os membros de equipe e o professor orientador deverão assinar um termo de responsabilidade no momento da chegada à competição, sem o qual não estarão registrados no evento. (h) Pilotos: Cópia da CNH válida;
  6. 6. REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3 6/7 3.8 PROFESSOR ORIENTADOR Espera-se que toda equipe participante tenha um professor orientador designado pela Instituição representada. A presença do professor orientador junto à equipe é desejada durante todo o evento, sendo considerado pela organização como representante oficial da Instituição. Ele torna-se importante na interface entre equipe e organização além de observar a conduta e as responsabilidades da equipe e seus membros. Recomenda-se que o professor orientador seja também associado à SAE BRASIL. Os professores orientadores devem auxiliar os alunos através das teorias aplicadas ao projeto Baja SAE, porém não devem se envolver diretamente no desenvolvimento do veículo, preparação de relatórios, fabricação de peças, montagem do veículo, manutenção ou testes. 3.9 VEÍCULOS ELEGÍVEIS O projeto e fabricação do veículo, bem como toda documentação associada, devem ser desenvolvidos pelos membros de equipe sem envolvimento direto de engenheiros, educadores, profissionais do ramo off-road ou ligados a esportes a motor. Veículos que forem construídos por mão-de-obra especializada podem ser desclassificados da competição. Caso a equipe não tenha acesso às máquinas necessárias para fabricação do chassi, o mesmo poderá ser fabricado por mão- de-obra especializada sem penalização, desde que o fato seja documentado no Relatório de Projeto. 3.10NÚMERO MÁXIMO DE EQUIPES Cada Instituição poderá inscrever no máximo 2 (duas) equipes. 3.11VEÍCULOS DE EDIÇÕES ANTERIORES Cada equipe poderá competir com o mesmo veículo por 2 (dois) anos. Inicia-se este prazo a partir de sua primeira participação na Inspeção Técnica e de Segurança. Veículos que tenham participado da edição anterior serão aceitos somente se cumprirem com os RBSB vigentes para a competição em questão. Recomenda-se que o veículo previamente utilizado seja modificado, de forma a apresentar novas idéias e soluções. 3.12PROJETOS IGUAIS As equipes devem ter em mente que o objetivo do projeto Baja SAE é gerar um desafio para que os estudantes tenham a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos em engenharia. Portanto, as equipes devem buscar sempre o desenvolvimento de novos projetos e tecnologias.
  7. 7. REGULAMENTO BAJA SAE BRASIL – CAPÍTULO 3 7/7 Se uma Instituição participar com 2 (dois) veículos, que na opinião única do Comitê Baja SAE BRASIL forem considerados iguais ou com um nível de semelhança muito elevado, somente uma das equipes poderá participar da competição. Cabe à Instituição definir qual das equipes será desclassificada. 3.13INSCRIÇÕES Para que a equipe seja elegível a participar do evento, deve ser formada por um grupo de estudantes de uma Instituição de Ensino Superior, que atendam aos requisitos do item Erro! Fonte de referência não encontrada., Cada equipe deve submeter o pedido de inscrição de acordo com as instruções apresentadas no site da SAE BRASIL, http://www.saebrasil.org.br. 3.14PARTICIPANDO DA COMPETIÇÃO As equipes, seus membros, professores orientadores e demais colaboradores das Instituições participantes são considerados “participando da competição” do momento em que chegam ao local da prova até o momento em que deixam o recinto ao final do evento ou por desistência prévia. 3.15REUNIÃO DE ABERTURA Será obrigatório o comparecimento de pelo menos um representante de cada equipe na Reunião de Abertura da Competição, realizado no primeiro dia do evento. O local e horário desta reunião será divulgado com antecedência pela organização da prova. A ausência do representante irá acarretar em penalização para a equipe. A penalização será informada pela organização da prova caso a caso. 3.16COMPETIÇÕES DA SAE INTERNACIONAL Os RBSB são válidos para as competições promovidas pela SAE BRASIL. Equipes que participarem de competições promovidas pela SAE International - http://www.sae.org devem atentar para o cumprimento do regulamento da competição em questão. Os RBSB diferem da versão internacional em alguns pontos, portanto as equipes que representarem o Brasil em tais competições devem se atentar para tal fato.

×