Tema do trimestre Os livros poéticos (I) O livro dos Salmos Estudo 05 Salmos de celebração à realeza /Messiânicos II Salmo...
Neste domingo estaremos finalizando o estudo sobre a mensagem futurista na Bíblia (os salmos messiânicos).  Neles temos vi...
No domingo passado verificamos isto em 6 deles: 2,20,23,24,45,47 e neste domingo mais 5, os salmos: 72,87,101,110,118. Vam...
A autoria dos salmos é atribuída a Salomão (72), a Corá e sua equipe (87), e a Davi (101 e 107) sendo que, para grande par...
Como temo procedido a cada domingo, vamos abrir as Bíblias e com os salmos à frente, leiamos os versículos principais, à e...
Salmo 72 Este salmo atribuído a Salomão, é classificado como um salmo messiânico, pois as qualidades e características que...
Salmo 72 Que rei terreno teria tal poder? "Julgue ele o teu povo com justiça, e os teus pobres com eqüidade" ......
Salmo 87 Agora, a celebração não é ao Messias, propriamente dita, mas à sua cidade-capital. Logicamente, estamos vendo uma...
<ul><li>Salmo 87 </li></ul><ul><li>O fundamento dela está nos montes santos. </li></ul><ul><li>2. O Senhor ama as portas d...
Salmo 101  O salmo é de Davi. Um dos mais belos. O salmista retrata a sua intimidade mais profunda, desejando andar com re...
Salmo 101 1. Cantarei a benignidade e o juízo; a ti, Senhor, cantarei. 2. Portar-me-ei sabiamente no caminho reto. Oh, qua...
Salmo 110 Outro pequeno-grande salmo de Davi. Embora com sete versículos apenas, retrata com grande poder, o reino eterno ...
<ul><li>Salmo 110 </li></ul><ul><li>Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus ini...
Salmo 118 É um salmo também atribuído a Davi, em virtude de muitos versículos, apontarem para experiências vividas pelo re...
<ul><li>Salmo 118 </li></ul><ul><li>O salmista começa a transmitir  </li></ul><ul><li>a imagem de um Deus bondoso e compas...
Salmo 118 (Continuação) O salmista também se identifica como aquele que se refugiou em Deus em seu viver: 5. Do meio da an...
Salmo 118 (continuação) O salmista se coloca nas mãos do Senhor.  Ele vislumbra a glória do Messias:  21. Graças te dou po...
Nossa oração <ul><li>Que ao final deste estudo possamos </li></ul><ul><li>refletir um pouco sobre a benignidade e a atuali...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os Salmos de Celebração ao Rei – Messiânicos

6.494 visualizações

Publicada em

Estudo 05 - Os Livros Poéticos ( I )

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.494
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.850
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
70
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os Salmos de Celebração ao Rei – Messiânicos

  1. 1. Tema do trimestre Os livros poéticos (I) O livro dos Salmos Estudo 05 Salmos de celebração à realeza /Messiânicos II Salmos 72,87,101,110,118
  2. 2. Neste domingo estaremos finalizando o estudo sobre a mensagem futurista na Bíblia (os salmos messiânicos). Neles temos visto a celebração ao rei de Israel, misturando-se de forma inspirada com a mensagem profética sobre o Messias, Jesus Cristo, o Filho de Deus.
  3. 3. No domingo passado verificamos isto em 6 deles: 2,20,23,24,45,47 e neste domingo mais 5, os salmos: 72,87,101,110,118. Vamos constatar que as imagens que o autor inspirado tece sobre o rei de Israel é tipificada na pessoa de Cristo.
  4. 4. A autoria dos salmos é atribuída a Salomão (72), a Corá e sua equipe (87), e a Davi (101 e 107) sendo que, para grande parte dos autores o 118 só poderia ter sido escrito por Davi também. Vejam os versículos 5 a 9,14,21 a 24, 28 e 29.
  5. 5. Como temo procedido a cada domingo, vamos abrir as Bíblias e com os salmos à frente, leiamos os versículos principais, à escolha da classe e comentemos o sentimento que nos traz o texto. São cinco salmos para leitura, onde procuraremos destacar alguns textos em especial.
  6. 6. Salmo 72 Este salmo atribuído a Salomão, é classificado como um salmo messiânico, pois as qualidades e características que lemos atribuídas ao rei não seriam possíveis a qualquer rei terreno, mesmo a Salomão, na época de seu maior esplendor. Somente um rei com poder divino poderia exercer tais capacidades ou tarefas. Alguns textos, inclusive, nos levam a um tipo de poder e domínio que na época de Salomão, dadas as precariedades dos recursos e da comunicação não seriam sequer imagináveis. Vamos a alguns destaques do texto:
  7. 7. Salmo 72 Que rei terreno teria tal poder? &quot;Julgue ele o teu povo com justiça, e os teus pobres com eqüidade&quot; ... Que os montes tragam paz ao povo, como também os outeiros, com justiça...Julgue ele os aflitos do povo, salve os filhos do necessitado, e esmague o opressor&quot; Sl 72.2-4; Que rei terreno teria tais qualidades? &quot;Viva ele enquanto existir o sol, e enquanto durar a lua, por todas as gerações... Domine de mar a mar, e desde o Rio até as extremidades da terra... Todos os reis se prostrem perante ele; todas as nações o sirvam... Permaneça o seu nome eternamente; continue a sua fama enquanto o sol durar, e os homens sejam abençoados nele; todas as nações o chamem bem-aventurado... &quot;Bendito seja para sempre o seu nome glorioso, e encha-se da sua glória toda a terra. Amém e amém&quot; Sl 72.5,8,11,17,19
  8. 8. Salmo 87 Agora, a celebração não é ao Messias, propriamente dita, mas à sua cidade-capital. Logicamente, estamos vendo uma linguagem figurada da Jerusalém, centro político e religioso do mundo hoje, e, também, da Jerusalém excelsa, aquela que nos aguarda no futuro em que a volta de Cristo será celebrada. O salmo é pequeno. Vamos lê-lo todo:
  9. 9. <ul><li>Salmo 87 </li></ul><ul><li>O fundamento dela está nos montes santos. </li></ul><ul><li>2. O Senhor ama as portas de Sião mais do que todas as habitações de Jacó. </li></ul><ul><li>3. Coisas gloriosas se dizem de ti, ó cidade de Deus. </li></ul><ul><li>4. Farei menção de Raabe e de Babilônia dentre os que me conhecem; eis que da Filistia, e de Tiro, e da Etiópia, se dirá: Este nasceu ali. </li></ul><ul><li>5. Sim, de Sião se dirá: Este e aquele nasceram ali; e o próprio Altíssimo a estabelecerá. </li></ul><ul><li>6. O Senhor, ao registrar os povos, dirá: Este nasceu ali. </li></ul><ul><li>7. Tanto os cantores como os que tocam instrumentos dirão: Todas as minhas fontes estão em ti. </li></ul>
  10. 10. Salmo 101 O salmo é de Davi. Um dos mais belos. O salmista retrata a sua intimidade mais profunda, desejando andar com retidão na presença do Senhor. É uma oração de petição. O salmista pede por santidade Este salmo deve ser também a nossa oração. A pureza desejada pelo rei terreno é aquela que nós, crentes de hoje, devemos aspirar também. Vamos a alguns destaques:
  11. 11. Salmo 101 1. Cantarei a benignidade e o juízo; a ti, Senhor, cantarei. 2. Portar-me-ei sabiamente no caminho reto. Oh, quando virás ter comigo? Andarei em minha casa com integridade de coração. 3. Não porei coisa torpe diante dos meus olhos; aborreço as ações daqueles que se desviam; isso não se apegará a mim. 4. Longe de mim estará o coração perverso; não conhecerei o mal. 6. Os meus olhos estão sobre os fiéis da terra, para que habitem comigo; o que anda no caminho perfeito, esse me servirá. 7. O que usa de fraude não habitará em minha casa; o que profere mentiras não estará firme perante os meus olhos.
  12. 12. Salmo 110 Outro pequeno-grande salmo de Davi. Embora com sete versículos apenas, retrata com grande poder, o reino eterno do Messias. Aponta para o sacerdócio eterno de Cristo, por meio da figura do sacerdócio de Melquisedeque. Possui, inclusive uma visão do juízo final do Senhor que o Apocalipse descreve. Vamos a alguns destaques:
  13. 13. <ul><li>Salmo 110 </li></ul><ul><li>Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos por escabelo </li></ul><ul><li>[estrado] dos teus pés. </li></ul><ul><li>2. O Senhor enviará de Sião o cetro do teu poder. Domina no meio dos teus inimigos. </li></ul><ul><li>3. O teu povo apresentar-se-á voluntariamente no dia do teu poder, em trajes santos; como vindo do próprio seio da alva, será o orvalho da tua mocidade. </li></ul><ul><li>4. Jurou o Senhor, e não se arrependerá: Tu és sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque. </li></ul><ul><li>O Senhor, à tua direita, quebrantará reis no dia da sua ira... Julgará entre as nações; enchê-las-á de cadáveres; quebrantará os cabeças por toda a terra... </li></ul><ul><li>Pelo caminho beberá da corrente, e prosseguirá de cabeça erguida. Sl 110.5-7 </li></ul>
  14. 14. Salmo 118 É um salmo também atribuído a Davi, em virtude de muitos versículos, apontarem para experiências vividas pelo rei, bem como para o que ele escreveu em seus salmos. É também uma das mensagens messiânicas mais fortes registradas no AT. A imagem de um Deus bondoso e salvador começa a aparecer diante do Deus exigente e punitivo que o povo de Israelm mais conhecia. Vamos ver alguns destaques:
  15. 15. <ul><li>Salmo 118 </li></ul><ul><li>O salmista começa a transmitir </li></ul><ul><li>a imagem de um Deus bondoso e compassivo: </li></ul><ul><li>Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre. </li></ul><ul><li>2. Diga, pois, Israel: A sua benignidade dura para sempre. </li></ul><ul><li>3. Diga, pois, a casa de Arão: A sua benignidade dura para sempre. </li></ul><ul><li>4. Digam, pois, os que temem ao Senhor: A sua benignidade dura para sempre. </li></ul>
  16. 16. Salmo 118 (Continuação) O salmista também se identifica como aquele que se refugiou em Deus em seu viver: 5. Do meio da angústia invoquei o Senhor; o Senhor me ouviu, e me pôs em um lugar largo. 6. O Senhor é por mim, não recearei; que me pode fazer o homem? 7. O Senhor é por mim entre os que me ajudam; pelo que verei cumprido o meu desejo sobre os que me odeiam. 8. É melhor refugiar-se no Senhor do que confiar no homem. 9. É melhor refugiar-se no Senhor do que confiar nos príncipes.
  17. 17. Salmo 118 (continuação) O salmista se coloca nas mãos do Senhor. Ele vislumbra a glória do Messias: 21. Graças te dou porque me ouviste, e te tornaste a minha salvação. 22. A pedra que os edificadores rejeitaram, essa foi posta como pedra angular. 23. Foi o Senhor que fez isto, e é maravilhoso aos nossos olhos. 24. Este é o dia que o Senhor fez; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele. 28. Tu és o meu Deus, e eu te darei graças; t u és o meu Deus, e eu te exaltarei. 29. Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre.
  18. 18. Nossa oração <ul><li>Que ao final deste estudo possamos </li></ul><ul><li>refletir um pouco sobre a benignidade e a atualidade da mensagem messiânica, agora, à espera da segunda vinda do Senhor Jesus. </li></ul><ul><li>Muitas vezes estamos esquecidos disto. </li></ul><ul><li>O Senhor está voltando. </li></ul><ul><li>O mundo está sentindo os efeitos desta </li></ul><ul><li>volta. O Rei dos reis está chegando. </li></ul><ul><li>Você está preparado para esta vinda? </li></ul>

×