A difícil reconstrução

3.019 visualizações

Publicada em

Estudo 06 - A Restauração de Israel

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.019
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
118
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
121
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A difícil reconstrução

  1. 1. A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Esdras 9 e 10 “ Ora, enquanto Esdras orava e fazia confissão, chorando e prostrando-se diante da casa de Deus, ajuntou-se a ele, de Israel, uma grande congregação de homens, mulheres e crianças, pois o povo chorava amargamente.” (Ed 10.1)
  2. 2. Uma reconstrução é sempre mais difícil do que uma construção! Enquanto na construção começa-se do nada, na reconstrução temos que remover os escombros antes do reinício! Às vezes, até implodir o prédio anterior, para que se possa começar a pensar na nova construção. Era este o desafio de Esdras nesta sua chegada a Jerusalém! A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução
  3. 3. O problema maior é que a reconstrução de Esdras não era de algo material, visível e tangível, mas de algo íntimo, pessoal e espiritual. Aquilo que se vê e se toca permite a avaliação, o dimensionamento maior ou menor do problema, mas aquilo que é invisível, não se percebe nem se mensura. A reconstrução de Esdras era espiritual. O povo de Israel precisava voltar-se para Deus! A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução
  4. 4. Parte I A oração de contrição O momento mais difícil na vida cristã: a confissão, o reconhecimento do pecado ou o medo da missão a cumprir. A Bíblia nos dá exemplos dramáticos desta oração: Moisés, Davi, Elias, Jeremias e o próprio Senhor Jesus. Você tem orado em contrição? A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução
  5. 5. A leitura do texto bíblico da lição é uma triste página De confissão de pecados e do abatimento que o crente, no caso Esdras, sente diante de seu fracasso espiritual. O próprio povo reconhecia que vinha falhando espiritualmente. Confessam a Esdras! O líder se abate e ora… Confessa o pecado de Israel! A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 9.1-9
  6. 6. Parte II A nova disposição diante do erro e do fracasso. Que fazer Senhor? É isto que Esdras coloca para o Senhor Deus. Diante dos pecados de Israel, qual o passo que devemos tomar para a recuperação? Qual a saída para a nossa vergonha? “ Agora, ó nosso Deus, que diremos depois disto?” (Ed 9.10) A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 9.10-15
  7. 7. A confissão de pecados sempre nos abate. O recomeço depois dele é sempre difícil. A vergonha e o sentimento de culpa pode muitos vezes nos fazer desanimar! É isto que Esdras expõe em sua oração diante de Deus e diante do povo de Israel. “ Tornaremos, pois, agora, a violar os teus mandamentos?” (Ed 9.14) A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 9.10-15
  8. 8. Parte III A Reação Esperada O que vai acontecer é algo de notável. O povo todo se junta em contrição: “ Ora, enquanto Esdras orava e fazia confissão, chorando e prostrando-se diante da casa de Deus, ajuntou-se a ele, de Israel, uma grande congregação de homens, mulheres e crianças, pois o povo chorava amargamente.” (Ed 10.1) A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 10.1
  9. 9. Uma tal reação exige disposição para a atitude a tomar em conseqüência do erro. Diante disto os líderes reconhecem o erro e se põem dispostos a mudar. Entregam a Esdras a missão de encaminhar a redenção do povo diante de Deus! “ Levanta-te; pois a ti pertence este negócio, e nós somos contigo; tem bom ânimo e faze-o!” (Ed 10.4) A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 10.2-4
  10. 10. <ul><li>O líder tem que ter o apoio dos liderados. Mesmo que não haja maioria neste sentido, ele tem que buscar fazer o que é reto e certo diante do Senhor Deus. </li></ul><ul><li>Foi o que Esdras fez com: </li></ul><ul><li>Compromisso (v.5); </li></ul><ul><li>Contrição (v.6); </li></ul><ul><li>Compulsão (v.7-11); </li></ul><ul><li>“ E toda a congregação respondeu em alta voz: Conforme as tuas palavras haveremos de fazer!” </li></ul><ul><li>(Ed 10.12) </li></ul>A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 10.5-12
  11. 11. Mas, também, com ordem e organização! Vejam o tirocínio do líder! Esdras planejou: 1) O volume da tarefa (v.13 ); 2) O calendário (v.13); 3) Ordenou as forças (v.14); 4) Aceitou a oposição (v.15) 5) Realizou o trabalho (v.16,17); “ E no primeiro dia do primeiro mês acabaram de tratar todos os homens que tinham casado com mulheres estrangeiras!” (Ed 10.17) A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 10.13-17
  12. 12. Uma difícil reconstrução como esta, precisa de compromisso. Foi isto que Israel fez: “ E deram a sua mão, comprometendo-se a despedirem suas mulheres; e achando-se culpados, ofereceram um carneiro do rebanho pela sua culpa.” (Ed 10.19) A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 10.18-44
  13. 13. Conclusões 1) Você tem se questionado, diante de Deus, sobre sua vida íntima e pessoal? 2) Você tem feito oração de contrição? 3) Se sim, parabéns por um lado, cuidado por outro lado; 4) O crente não deve acostumar-se ao pecado, simplesmente, porque o confessa; 5) E quanto a compromissos?... Você os tem assumido? A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 10.18-44
  14. 14. Para refletir: Muitas vezes, o compromisso com Deus exige renúncia e sacrifício! Você estaria disposto a isto? “… Todos estes tinham tomado mulheres estrangeiras; e se despediram das mulheres e dos filhos” (Ed 10.44) A Restauração de Israel Estudo 06 A difícil reconstrução Leitura do texto: Esdras 10.18-44

×